sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Ações do Outubro Rosa animam tarde das mulheres no Tesourinha


Foto: Cristine Rochol/PMPA
Desalojadas pelas cheias, moradoras das Ilhas receberam atenção da Saúde Desalojadas pelas cheias, moradoras das Ilhas receberam atenção da Saúde
Incentivar os exames preventivos para o câncer de mama, aumentar a autoestima das mulheres desalojadas por causa da cheia no Guaíba e integrar a comunidade, os voluntários e funcionários da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Esses foram alguns dos objetivos alcançados com o "Sereias da Ilha", evento do Outubro Rosa que aconteceu na tarde desta quarta-feira, 4, no Ginásio Tesourinha.

No ginásio, que abriga cerca de 200 moradores da Ilha Grande dos Marinheiros, foram montadas oficinas para corte de cabelo, manicure, design de sobrancelha, maquiagem e book fotográfico para mais de 60 mulheres ali alojadas. Além dos cuidados com a beleza, foram feitos autoexames de prevenção ao câncer de mama e encaminhamentos para mamografias nas Unidades de Saúde.

Secretário substituto da SMS, Jorge Cuty reforçou a importância de auxiliar as familías desalojadas, em especial as mulheres, "Esse momento maravilhoso ajuda muito a autoestima delas, também por conta do Outubro Rosa. Em uma situação tão sofrida, quando perderam suas casas em função das enchentes nas Ilhas, nós da prefeitura e do governo damos toda a estrutura e o apoio para essas mulheres e suas famílias."

O secretário adjunto do Trabalho, Marcelo Chiodo, que também é cabeleireiro na Capital, contribuiu pessoalmente com os cortes de cabelo para as mulheres presentes. "O sorriso no rosto de cada uma delas quando se olham no espelho, e saber que estamos ajudando de alguma forma, é uma recompensa incalculável", disse o secretário.

A rotina dos agentes de saúde do Instituto Municipal de Estratégia e Saúde da Família (Imesf), que organizou o evento em parceria com a Secretaria de Saúde no Tesourinha, é intensa. Às 7h, as famílias alojadas começam a despertar, tomam o café da manhã servido por voluntários, e recebem, uma a uma, a visita de um agente. É feita uma planilha com os dados do dia de cada família e o relatório é passado para os médicos da US Ilha dos Marinheiros, que estão atendendo no local.

Josiane Pereira da Rosa, moradora da Ilha Grande dos Marinheiros, tem 36 anos e está com os dois filhos, um de dez e um de seis anos, alojada no ginásio. Ela conta que é a primeira vez que tem que sair de casa por causa dos alagamentos. "O atendimento é maravilhoso, porque todas as equipes trabalham juntas e não deixam faltar nada. Única coisa que estava faltando eram as unhas e o cabelo, mas agora as gurias já resolveram isso."

Voluntária no evento e assessora técnica de enfermagem, Silvia Casagrande comentou a importância das oficinas: "O que é fundamental é tentarmos melhorar a autoestima dessas mulheres. A maioria são chefes de família, que estão em uma situação muito difícil ao retornar para suas casas.". Para as mulheres que ficaram na Ilha Grande dos Marinheiros, a SMS está planejando, até o final do ano, realizar um segundo evento, com as mesmas oficinas.
Doações para os desabrigados podem ser entregues nos seguintes locais:
- Ginásio Tesourinha (avenida Érico Veríssimo, s/nº ), das 8h às 22h;
- Gabinete de Defesa Civil (rua Dr. Campos Velho, 426 ), das 8h às 18h.

O Gabinete de Defesa Civil de Porto Alegre mantém plantão 24 horas nos telefones 199 e (51) 3268-9026 para atendimento de urgências e emergências em situação de risco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário