segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Dança de rua


Estilo de dança popular que surgiu nos Estados Unidos da América.



Origens



As primeiras influencias surgiram na época da grande crise econômica dos EUA, em 1929, quando os músicos e dançarinos que trabalhavam nos cabarés ficaram desempregados e foram para as ruas fazer seus shows.



Em 1967, o cantor James Brown lançou essa dança através do Funk (não confundir com o funk carioca, também conhecido como lixo), estilo musical que tem entre seus expoentes Michael Jackson, Le Gusta, Paula Lima, Tim Maia, Ed Motta, Jorge Ben, Seu Jorge, Funk N' Lata, Olodum, Sandra de Sá, Thaide e DJ Hum, Aretha Franklin, Marvin Gaye, Funkadelic, entre outros.



O Breaking, uma das vertentes dos Street Dances, explodiu nos EUA em 1981 e se expandiu mundialmente. No Brasil, os dançarinos incorporaram novos elementos à dança.



Estilos



Existem dois tipos de street dances:



Street dances vinculada a Cultura Hip Hop, grupos ou crews;

Street dances vinculada às academias e estúdios de dança.

Podemos caracterizar o Street Dances como:



Um trabalho de coordenação motora com ritmo e musicalidade;

Um ritmo,onde se dá mais atenção aos movimentos fortes e enérgicos executados pelos braços, pernas, movimentos acrobáticos coreografados, saltos e saltos mortais.

Uma dança com maioria de dançarinos homens, porém hoje encontra-se um maior espaço para as mulheres.

São usadas músicas que tenham batidas fortes e marcantes,algumas músicas eletrônicas e em geral músicas cantadas em cima dos breakbeats.

A Street Dances quando vinculada ao movimento Hip Hop (Hip do inglês - quadril; Hop - pulo) toma um outro sentido na história e em sua formação.



Existem vários estilos de dança dentro do Hip Hop, entre eles temos:



O Breaking, executados pelos B.Boys ou B.Girls

O Locking, executados por lockers

O Popping, executado por poppers

O Hip Hop Dance (New School Hip Hop Dance), executado pelos hip hoppers

As Social Dances (passinho de dança de dançeteria)

O "Break Beat" é a batida de fundo repetitiva muito conhecida pelos Mcs em seus shows, os Djs entram e tocam a música e os dançarinos (b.boys ou b.girls) fazem a sua dança nessa batida da música.



Difere-se do Hip Hop Dance que neste caso utiliza-se das danças sociais conhecidas como, harlem shake, happy feet, monastery e etc. Em outras palavras, o Hip Hop é um estilo de dança mais dinâmico, já que este veio de outras danças sociais.



Uma das grandes características vinculada ao Hip Hop é a improvisação, que algo momentâneo e acontece com mistura de linguagens entre, encenação teatral, mímica e dança. Tem o seu nascimento nos Estados Unidos da América, o leste e o oeste norte americano tem expoentes diferentes de estilos e de representantes no Street Dances. No Brasil



No Brasil a dança teve seu início marcado pelas pelas imagens que apareceram nos filmes Flashdance, Beat Street I & II e Breaking I & II, que abriu espaço para muitos outros grupos importantes como:



The Face com direção de Haysten,(São Paulo - SP)

Ritmos de Rua sob orientação de Edson Guiu (São Paulo - SP)

Street Soul sob orientação de Ana Cristina (Curitiba - PR)

Companhia de Danças Millennium que tem como Diretor e coreógrafo Thurbo Braga (Itajaí - SC)

Bale de Rua sob direção de Fernando Narduchi(Uberlândia - MG)

Heart Beat e Cia. sob orientação de Octávio Nassur (Curitiba - PR)

Street Jam, sob direção de Giovanni Carvalho (Brasília - DF)

Companhia de Perfomance sob orientação de Tatiana Sanchis (São Paulo - SP)

Rua em Dança sob orientação de Allan Lemaja (Niterói - RJ)