quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Plantio de árvores ajuda na recuperação ambiental em projeto da Cohab




Famílias reassentadas pela Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) no bairro Cajuru participaram, no último fim de semana, do projeto “Adote uma árvore”, que faz parte do trabalho ambiental realizado nos programas de reassentamento. Moradores do empreendimento Moradias Irati plantaram 80 mudas de árvores nativas de espécies frutíferas e não frutíferas.
A ação, que aconteceu às margens de um afluente do rio Atuba, deu-se em parceria entre a Cohab, Horto Municipal da Barreirinha e Regional Cajuru, e de acordo com um dos técnicos ambientais do projeto, Vagner Natalício Cypriano de Aguiar, a finalidade é despertar a comunidade para a importância das áreas verdes nas proximidades de casa. “A intenção é ocupar os espaços ociosos sujeitos a destinação de resíduos e sensibilizar a comunidade para o interesse nas áreas verdes”, explica.
O Moradias Irati foi construído para receber famílias transferidas de áreas de risco na vila Acrópole, situada nas proximidades. Vivendo no conjunto desde dezembro de 2014, o coletor de materiais recicláveis Ademar Nunes da Silveira, 42 anos, participou do plantio junto com os filhos. “Achei ótima a ideia de poder ajudar a preservar nossa área. Trabalhei muitos anos na roça e poder lidar com a natureza novamente foi muito bom para mim”, diz.
O plantio contou com espécies de grande porte e nativas do Paraná, como araçá, aroeira, ingá e cerejeira, que segundo o outro técnico ambiental do projeto, Heryck Stanula, são plantas que ajudam significativamente para a recuperação ambiental do local.
A moradora Valquíria Lupe Ramos da Silva, 40, viveu por mais de uma década na beira do rio e, além de colaborar para a atividade, tem incentivado as crianças a cuidarem das árvores. “Já avisei a criançada que se todas elas cuidarem da nossa área, no fim do ano uma delas vai ganhar uma bicicleta que vamos sortear”, conta Valquíria que ainda não sabe de onde virá o presente, mas diz que o estímulo vale a pena. “Acho bom as crianças se interessarem em cuidar do que é deles. Amanhã as árvores crescem e elas vão poder acompanhar isso”, diz. Prova disso é o estudante Alifer José Conrad Silvestre, 11, que assim como os demais, já acatou a ordem. “Temos que cuidar das plantas e não maltratá-las”, conta.
O próximo plantio ainda não tem data marcada, mas será de mudas de porte menor, para embelezarem a fachada das residências.
Acrópole
As ações no Moradias Irati fazem parte do projeto de urbanização da Vila Acrópole, que conta com financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e deve beneficiar um total de 1,2 mil famílias. Os recursos aplicados no projeto somam R$ 18,3 milhões, incluindo o empréstimo do BID, no valor de R$ 17,6 milhões e mais a participação do município, por meio do Fundo Municipal de Habitação de Interesse Social (FMHIS), com R$ 669,2 mil.
Além do Moradias Irati, outro conjunto está sendo implantado na vizinhança da Vila Acrópole para abrigar famílias em situação de risco. Trata-se do Moradias Alamanda, com 75 unidades, entre casas e sobrados. Os demais 99 reassentamentos previstos no projeto serão efetivados em casas que estão sendo construídas na própria Vila Acrópole, em locais que estavam livres e não têm impedimento para uso habitacional.

Urbs licita área de 10 mil m2 localizada perto do Pinheirão, no Tarumã




A Urbs vai licitar, em fevereiro, uma área de cerca de 10 mil metros quadrados, próximo ao antigo estádio do Pinheirão, no bairro Tarumã. A área está dividida em 20 terrenos que têm entre 490 e 560 metros quadrados e estão localizados um ao lado do outro.
A licitação dos 20 terrenos será feita em lote único, na modalidade concorrência pela maior oferta, com valor mínimo de R$ 9.052.000,00. Os terrenos ficam entre as ruas Farid Surugi e Diógenes Riogley Raciop e entre a Avenida Victor Ferreira do Amaral e Dr. Heitor Valente.
A sessão pública para recebimento e abertura de propostas será realizada no dia 23 de fevereiro, com início às 9h, no auditório da Urbs, que fica no prédio central da Rodoferroviária, à Avenida Presidente Affonso Camargo, 330, bairro Jardim Botânico.
O edital foi disponibilizado no site da Urbs (www.urbs.curitiba.pr.gov.br) na última sexta-feira (22) e pode ser baixado gratuitamente clicando em Institucional e em seguida em Licitações. Para baixar o edital, busque pela licitação Concorrência Urbs 1/2016.
A licitação é aberta a pessoas físicas (maiores de 18 anos) e jurídicas – empresas ou consórcios - mas somente poderão participar os concorrentes que efetuarem o recolhimento antecipado de caução no valor equivalente a 5% do preço mínimo do lote. O que equivale a R$ 452.600,00.
Licitação de área de 10 mil m2 no Tarumã
Data: 23 de fevereiro
Editalhttp://www.urbs.curitiba.pr.gov.br/institucional/licitacoes/AVISOS
Concorrência Urbs 1/2016

Começa a retirada da antiga passarela na Linha Ver

principal
A Linha Verde começa a receber melhorias que incluem a retirada da passarela de concreto situada em frente ao Colégio Medianeira, entre o Prado Velho e o Guabirotuba, além de diversas intervenções na canaleta do ônibus, na Rua Wenceslau Braz e adjacências, nos bairros Parolin, Fanny e Hauer. O objetivo é melhorar as condições para o tráfego de ônibus e outros veículos. Hoje, o pilar central da passarela impede a passagem dos ônibus pela canaleta exclusiva do transporte coletivo. A travessia de pedestres não será prejudicada, uma vez que existe outra passarela - mais nova e com condições de acessibilidade para pessoas com deficiência - a apenas 30 metros de distância.
O lote total de obras complementares custará R$ 2 milhões e será executado no prazo de quatro meses. O trabalho começa nesta nesta terça-feira (26), quando a empresa vencedora da licitação inicia a remoção da escadaria de acesso à passarela do Medianeira, ao lado da pista sentido São Paulo. A empresa também vai reforçar a sinalização que alerta para a interdição da canaleta do transporte coletivo, a partir de quinta-feira (28), principalmente no trecho entre o Centro Politécnico da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e a Avenida Senador Salgado Filho. A interdição é necessária porque o espaço irá se transformar num canteiro de obras.
Na quinta-feira (28) acontece a retirada da escadaria da passarela em frente ao colégio, no sentido sul da via. Por isso haverá necessidade de interdição da via lateral à Linha Verde, impedindo a passagem de ônibus do transporte coletivo e caminhões. A demolição total da passarela acontecerá em 7 de fevereiro (domingo de Carnaval), quando ocorrerá bloqueio total da Linha Verde nos dois sentidos. Os desvios estão sendo estudados pela Secretaria de Trânsito e Urbs e serão divulgados nos próximos dias.
A interdição da pista deve ocorrer somente no domingo (7), caso toda a operação ocorra em condições normais. Conforme informações da empresa responsável pela obra, para a retirada da passarela serão colocados dois guindastes – um de cada lado da via. Toda a estrutura será baixada para a pista, para então ser feito o corte e a remoção dos entulhos para a canaleta do ônibus. Assim que a operação for finalizada, as pistas da Linha Verde serão liberadas.  
Canaleta
Além da retirada da passarela, nos próximos 120 dias serão realizadas outras intervenções, como a finalização do pavimento em concreto da canaleta exclusiva atualmente localizada sob a passarela de concreto do Colégio Medianeira; fresagem e recapeamento asfáltico na pista sentido Boqueirão da Avenida Wenceslau Braz entre as ruas Jackson Figueiredo e Luiz Gaspari. Também haverá implantação de pavimento asfáltico na Rua Faria Brito - entre as ruas Wenceslau Braz e Omilio Monteiro Soares -, na Rua Omilio Monteiro Soares - entre as ruas Faria Brito e Wenceslau Braz -, na ponte que liga as ruas Faria Brito e Jackson Figueiredo; no retorno da Rua Luiz Gaspari com a Av. Wenceslau Braz; implantação de pavimento novo no acesso à UFPR com fechamento da rótula e plantio de grama, além da implantação de calçada em asfalto, rampas de acessibilidade e plantio de grama na Av. Wenceslau Braz entre as ruas Jackson Figueiredo e Luiz Gaspari. Para finalizar, a empreiteira fará a sinalização vertical e horizontal nas intervenções executadas.

Música na educação é tema de palestra na Capela Santa Maria





principal
Seguindo com a agenda de debates de temas fundamentais para a produção musical no Brasil, a Oficina de Música de Curitiba promove nesta quarta-feira (27), às 14h, na Capela Santa Maria, a palestra "Um Novo Tempo para a Música na Educação". 
Para aprofundar o assunto sobre o papel da música no ensino foi convidado o músico, compositor e coordenador geral da campanha "Quero Educação Musical na Escola" Felipe Radicetti que logrou a aprovação e sanção presidencial da Lei 11.769 em 2008 que trata da obrigatoriedade do ensino de música nas escolas. O mestre em música também fará um relato sobre a situação atual quanto à implementação da Lei 11.769 nos estados e municípios, sua experiência recente na Suíça com o programa de estudos estendidos de música nas escolas suíças e o impacto na sociedade civil nos últimos 25 anos. 
"Um Novo Tempo para a Música na Educação" com Felipe Radicetti
Local: Capela Santa Maria (sala de ensaios)
Data: 27 de janeiro.
Horário: 14h
Ingresso: gratuito

Mostra Arte Digital recebe novas exposições no Portão Cultural






O Centro de Arte Digital, no Portão Cultural, recebe esta semana duas novas exposições dentro da "Mostra Arte Digital" viabilizada pelo Programa de Apoio e Incentivo à Cultura da FCC. Na quarta-feira (27), às 19h, a sala Domício Pedroso recebe a abertura da exposição "Vera Pequeno em o Atlântico levado atiçou minha beleza", de Auriceleste Zimmermann. Na sexta-feira (29), às 19h, o artista Felipe Arnoso apresenta o seu novo projeto "Universo em Desconstrução, Nostalgia e Futuro do Skate" (UDNFS).
"Vera Pequeno em o Atlântico levado atiçou minha beleza" revela vida de personagem ficcional criada pela artista. Em suas passagens por cidades da costa atlântica – Superagui, Matinhos, Paranaguá e Florianópolis – Auriceleste Zimmermann cria vídeos e fotografias que, agrupados, formam um documentário ficcional que revela a vida da espécie rara Vera Pequeno, personalidade assumida esporadicamente pela artista. Com edição de Claudia Washington, o trabalho é um documentário afetivo dos lugares por onde migra essa espécie litorânea. Acompanhada em suas andanças por colaboradoras locais, a personagem deixa que os caminhos e a performance sejam decididos junto com a cidade, suas habitantes e entidades.

UDNFS 
O projeto Universo em Desconstrução, Nostalgia e Futuro do Skate propõe a imersão na compreensão do skate como arte, estilo de vida, poesia e cultura, reunindo paradigmas, décadas de evolução e uma viagem no tempo.
O artista apresenta videoinstalação que se utiliza de elementos físicos que interferem no espaço expositivo. A projeção de um curta metragem em grandes dimensões, em todas as paredes da sala cria formas, cores e linhas, na qual a interação do espectador com a sala cria ruídos que completam a obra e tornam cada visita em uma experiência única.
"Vera Pequeno em o Atlântico levado atiçou minha beleza"
Data: 28/01/16 a 20/03/16
Horário: de terça-feira a domingo, das 10h às 19h
Local: Museu Municipal de Arte (MuMA) – Avenida República Argentina, 3430 – Portão, Sala Domício Pedroso – 1º andar.
Classificação: 16 anos
Ingresso: gratuito
Universo em Desconstrução, Nostalgia e Futuro do Skate
Data: 28/01/16 a 20/03/16
Horário: de terça-feira a domingo, das 10h às 19h
Local: Portão Cultural – Avenida República Argentina, 3430 – Portão – Centro de Arte Digital – Sala Expositiva – andar térreo.
Ingresso: gratuito
Classificação: Livre

Vias de acesso entre Uberaba e Boqueirão são liberadas






A Secretaria Municipal de Trânsito (Setran) informa que a partir desta terça-feira (26) serão liberados os acessos entre as ruas Velcy Bolívar Grandó e Bley Zornig, na região das obras do viaduto da Av. Salgado Filho, no bairro Uberaba.
A Setran implantou uma rotatória na Rua Bley Zornig que facilitará a ligação entre os bairros Uberaba e Boqueirão, permitindo que os veículos desviem do trecho em obras na Av. Salgado Filho.

Obras bloqueiam cruzamento no bairro Água Verde




Nesta terça-feira (26), obras da Sanepar irão bloquear parcialmente o cruzamento da Rua Ângelo Sampaio com a Av. Silva Jardim, no bairro Água Verde.
A partir das 9 horas, haverá bloqueio das pistas da esquerda das duas vias na região próxima ao cruzamento.
A previsão de duração dos trabalhos é de quatro horas e a sinalização do local será da empresa responsável pela obra.

DIA DO CONTRUTOR NA EXPO REVESTIR‏




Atentado na Indonésia


O governo brasileiro expressa profunda consternação com o ataque ocorrido hoje, 14 de janeiro, no Shopping Center Sarinah, em área densamente povoada de Jacarta. Ao transmitir aos familiares das vítimas e ao povo e governo indonésios sua solidariedade, o Brasil condena os ataques nos mais fortes termos e reitera seu firme repúdio a qualquer forma de terrorismo, independentemente de sua motivação.

A Embaixada do Brasil em Jacarta acompanha de perto a situação e recomenda a todos os membros da comunidade brasileira e visitantes que evitem locais com grande afluência de público e que procurem restringir seus deslocamentos por vias públicas. Não há, até o momento, registro de nenhum cidadão brasileiro vitimado em razão do atentado. Estão disponíveis para contato o plantão da Embaixada do Brasil em Jacarta pelo e-mailconsular.jacarta@itamaraty.gov.br, telefone +62 811 800 662, e a Assistência Consular do Itamaraty, e-maildac@itamaraty.gov.br, telefones +55 61 2030 8804 (horário comercial) ou +55 61 8197 2284 (plantão).
Visita do Chanceler da República Federativa do Brasil, Embaixador Mauro Vieira, à Argentina


Versión en español en seguida


O Ministro das Relações Exteriores, Embaixador Mauro Vieira, realizou hoje visita de trabalho à República Argentina, a convite da Chanceler Susana Malcorra. Na ocasião, ratificaram o caráter estratégico da relação que une os dois países, no marco do trigésimo aniversário dos emblemáticos acordos alcançados em Iguaçu, em 1985, e passaram em revista os temas da ampla agenda bilateral.
O encontro constituiu oportunidade para analisar os pontos mais importantes da pauta política e econômica bilateral, bem como os assuntos de interesse comum nos âmbitos regional e internacional.
Nesse sentido, os Chanceleres examinaram o progresso dos temas mais relevantes da relação, com a intenção de dar-lhes seguimento e de promover o aprofundamento das políticas em curso, tais como as relativas à cooperação em ciência e tecnologia, particularmente em assuntos espaciais, nucleares e em aeronáutica, as quais se têm mostrado frutíferas para ambas as partes.
Acordaram, igualmente, impulsionar o desenvolvimento de projetos de infraestrutura que favoreçam a integração física não somente entre Brasil e Argentina, mas também com os demais países da região.
Os Chanceleres congratularam-se pela convocação da Comissão de Monitoramento do Comércio Bilateral e pela decisão de manter diálogo fluido entre os dois Governos em questões relativas ao comércio bilateral.
A respeito da Hidrovia Paraguai-Paraná, acordaram a busca de cursos de ação, no marco do Comitê Intergovernamental da Hidrovia, a fim de lograr uma navegabilidade segura, eficiente e benéfica para todos os países que a integram.
Com relação a questões fronteiriças, congratularam-se pela promulgação, por parte do Brasil, do Acordo sobre Localidades Fronteiriças Vinculadas e alcançaram consenso sobre a necessidade de aprofundar medidas destinadas a facilitar a integração entre os países.
Os Chanceleres acordaram empreender ações conjuntas para a crescente coordenação dos dois países em foros multilaterais e regionais, em especial em temas de direitos humanos e de governança global.
Adicionalmente, analisaram a situação do processo de integração do MERCOSUL, no contexto dos 25 anos da assinatura do Tratado de Assunção, e trocaram opiniões sobre as negociações em curso entre o bloco e a União Europeia. Referiram-se, além disso, a outros processos de integração regional, como UNASUL e CELAC.
A Chanceler Malcorra agradeceu ao seu homólogo brasileiro o permanente apoio que o Brasil confere à posição argentina na Questão das Ilhas Malvinas, refletido mais recentemente nas numerosas declarações adotadas em foros regionais e multilaterais onde tem sido tratada.
Os Chanceleres concordaram em impulsionar mecanismo de seguimento periódico dos temas mais relevantes da agenda bilateral, do qual participem os Ministérios e as autoridades competentes de ambos os países, com o objetivo de trabalhar em conjunto na implementação e continuidade dos projetos que favoreçam o desenvolvimento dos dois países.
O Chanceler Mauro Vieira foi portador de convite da Presidenta Dilma Rousseff para que o Presidente Mauricio Macri realize visita ao Brasil.


Visita del Canciller de la República Federativa de Brasil,
Embajador Mauro Vieira




El Ministro de Relaciones Exteriores del Brasil, Embajador Mauro Vieira, realizó hoy una visita de trabajo a la República, invitado por la Canciller argentina, Susana Malcorra, en la que ratificaron el carácter estratégico de la relación  que une a ambos países, en el marco del trigésimo aniversario de los emblemáticos acuerdos alcanzados en Iguazú en 1985, y revisaron los temas de la nutrida agenda bilateral.

El encuentro fue propicio para analizar los temas más importantes de la agenda política y económica bilateral, y de aquellos puntos de interés común en el ámbito regional e internacional.
En este sentido, los Cancilleres observaron el estado de avance de los aspectos más relevantes de la relación bilateral, con la intención de dar seguimiento a los mismos y de motivar la profundización de las políticas en curso, tales como las referidas a la cooperación en ciencia y tecnología, particularmente en asuntos espaciales, nucleares y en aeronáutica, que han demostrado ser fructíferas para ambas partes.

Asimismo, acordaron impulsar el desarrollo de proyectos en infraestructura, que favorezcan la integración física, tanto entre Argentina y Brasil, como así también con el resto de la región.

Ambos Cancilleres se congratularon por la convocatoria de la Comisión de Monitoreo del Comercio Bilateral y la decisión de mantener el diálogo fluido entre los dos gobiernos en cuestiones referidas al comercio bilateral.

Con respecto a la Hidrovía del Paraguay-Paraná, acordaron la búsqueda de cursos de acción, en el marco del Comité Intergubernamental de la Hidrovía, a fin de lograr una navegabilidad segura, eficiente y beneficiosa para todos aquellos países que la integran.

En relación a las cuestiones fronterizas, se congratularon por la promulgación, por parte del Brasil, del Acuerdo sobre Localidades Fronterizas Vinculadas, y alcanzaron un consenso sobre la necesidad de profundizar las medidas tendientes a facilitar la integración entre ambos países.

Los Cancilleres acordaron emprender acciones conjuntas para la creciente coordinación de los países en foros multilaterales y regionales, en especial en el ámbito de los derechos humanos y de la gobernanza global.

Adicionalmente, analizaron la situación del proceso de integración del MERCOSUR, en ocasión de los 25 años de la firma del Tratado de Asunción que le dio origen, e intercambiaron opiniones sobre las negociaciones en curso entre el bloque y la Unión Europea. Asimismo, se refirieron a otros procesos de integración regional, como UNASUR y CELAC.

La Canciller Malcorra agradeció a su par brasileño el permanente apoyo que brinda su país a la posición argentina en la Cuestión de las Islas Malvinas, reflejado más recientemente en las numerosas declaraciones adoptadas en los foros regionales y multilaterales donde ha sido tratada.

Ambos Cancilleres consensuaron impulsar un mecanismo de seguimiento periódico de los temas más relevantes de la agenda bilateral, en el que participen los Ministerios y autoridades competentes de ambos países, con el objetivo de trabajar en conjunto en la implementación y continuidad de proyectos que favorezcan el desarrollo de los dos países.

El Canciller Mauro Vieira fue el portador de una invitación de la Presidenta Dilma Rousseff para que el Presidente Mauricio Macri realice una visita al Brasil.
Considerada uma das mais importantes companhias circenses da atualidade, a Cia Suno apresenta no SESC Barra Mansa três espetáculos de seu repertório. Nessa mostra, o público poderá conferir gratuitamente espetáculos de estética híbrida e lúdica, que trazem beleza e leveza traduzidas na dança, números de riscos, contorção, mágica, mímica, palhaçadas, malabarismos e acrobacias.

CIA SUNO: 18 ANOS DE PALHAÇADA

O SESC Barra Mansa recebe no mês de janeiro uma das companhias circenses mais importantes da atualidade: a Cia Suno (SP). Comemorando 18 anos de existência, a companhia apresenta no Teatro do SESC três espetáculos de seu repertório, gratuitamente.

No dia 17, o espetáculo apresentado é “Fiorella D>”. O divertido espetáculo traz à cena as agruras de Fiorella, que comemora seus 18 anos e convida seus amigos para sua festa, porém, nenhum dos convidados comparece. A palhaça completa anos, faz uma festa e ninguém vem, só a banda que ela contratou!!!! A partir daí sucede show de variedades com uma palhaça só. Fiorella, vivida por Helena Figueira, tenta entreter seus únicos convidados, realizando números circenses de habilidades diversas. Mágica, contorcionismo, acrobacia, malabarismo e equilibrismo são trazidos à cena com muito humor e perspicácia.

Dia 24, dois divertidos palhaços  entram em cena carregando madeiras para uma obra. Na peça “Carpinteiros em Domicílio”, eles realizam números de bicicleta acrobática, rola-rola e acrobacias diversas, sempre interagindo com o público. Neste espetáculo a Cia Suno se propõe a demonstrar habilidades técnicas de circo utilizando uma roupagem diferente. Neste processo a ideia é utilizar o palhaço longe do universo do circo e como ele lida com os elementos do dia-a-dia sem estar se apresentando.

Encerrando a mostra, a Cia Suno apresenta no dia 31 o lúdico “A Bailarina e o Palhaço”. Inspirado nas tantas histórias de amores sublimes e desvairadas paixões, o espetáculo traz o singelo e clássico amor entre o Palhaço e a Bailarina, representado através de um belo adágio acrobático. Dois artistas circenses em cena, utilizando o público na ação, desenvolvem uma comédia romântica dividida em três pequenos atos narrados por um espectador.

Composta por uma atriz dramática e circense, formada pelo CPT e pela École National du Cirque Annie Fratellini (Helena Figueira) e um artista acrobata com domínio das técnicas de malabares (Duba Becker), a Cia Suno foi fundada em 1998 por um grupo de amigos que sonhavam criar um núcleo de pesquisa cênica na cidade de Santos.

Inicialmente, a Cia dedicou-se a pesquisas sobre o teatro do absurdo, realizando estudos sobre “Fando e Lis”, “Piquenique no Front” e “O Arquiteto e o Imperador da Síria”. Logo após, iniciou um trabalho sobre “Esperando Godot”, onde integravam as artes circenses e dramáticas. O espetáculo que recebeu três prêmios de melhor ator (Victor Nóvoa) e indicações de melhor direção e melhor ator coadjuvante. Iniciava aí a “Identidade” da Cia Suno: mesclar a riqueza poética do circo com a linguagem teatral, sem perder a essência da máscara. Todas as peças realizadas pela companhia, desde então, têm uma temática, uma história.

Hoje a Cia Suno tem doze espetáculos em seu repertório. Há desde o lúdico "A Bailarina e o Palhaço", que conta uma linda história de amor entre esses tradicionais personagens do universo infantil; como o dinâmico "Estripulias no Circo", que apresenta a história da criação do circo em ordem cronológica, passando pelo circo de cavalaria inglês, circo chinês, russo, até a linhagem mais moderna e inusitada. 

Além de se dedicar à arte circense nestes dezoito  anos de existência, a Cia Suno assinou a coreografia da comissão de frente das Escolas de Samba X9 Santista (2008) e Gaviões da Fiel (2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014 e 2015). Também foi convidada pelo Ministério do Turismo e Embratur para representar a arte circense brasileira em Lisboa, Madrid e Argentina.

SERVIÇO
Onde: SESC Barra Mansa - Av. Tenente José Eduardo, 560 – Barra Mansa - (24) 3324-2630
O quê: “Fiorella D>” (17/01), “Carpinteiros em Domicílio” (24/01) e “A Bailarina e o Palhaço” (31/01), sempre às 15h30
Para quem: Livre
Quanto: Grátis (Retirada de ingressos com 01h de antecedência)
Hard Rock Café Curitiba garante padrão internacional no atendimento




Única unidade no Brasil da maior rede de restaurantes temáticos do mundo se destaca também por conexão digital 100% segura e rápida

Os acordes da guitarra, ícone do restaurante temático mais famoso do Planeta, o Hard Rock Café, estão sendo ouvidos desde maio em Curitiba (PR). A única unidade da rede no Brasil foi inaugurada no coração do Batel, região nobre da capital paranaense. A casa mantém a tradição de oferecer uma experiência única de entretenimento, sucessos da culinária americana e drinks exclusivos num espaço que mistura peças originais de memoriabilia de astros do rock, exibição de clips e ambiente virtual com conexão 100% segura e rápida.
O Hard Rock Café de Curitiba se une à rede com mais de 200 unidades operando nos cinco continentes. Com capacidade para receber um público de mais de mil pessoas por dia, a franquia curitibana segue à risca o padrão americano e está 24 horas conectada com a sede dos restaurantes em Orlando (EUA). “O cliente que entrar no Hard Rock de Curitiba terá, com certeza, a mesma sensação e atendimento proporcionados pelas demais casas espalhadas pelo mundo”, afirma Fernando Brafmann, diretor de operações.
São quase 200 funcionários, muitos deles fluentes em inglês, treinados para oferecer o melhor serviço aos frequentadores.  A casa conta com três bares, restaurante com palco, camarotes, elevador panorâmico, áreas VIP, lounge externo e varandas ao ar livre. Toda a estrutura reflete a inovação e responsabilidade ambiental que tornaram Curitiba referência internacional em sustentabilidade.
Generosas entradas, saladas, pratos principais e drinks exclusivos compõem o cardápio tipicamente americano e elaborado com ingredientes frescos e de qualidade. “Todos os fornecedores da unidade são de primeira linha. Nada de genéricos ou improvisações. Nosso serviço é de excelência”, destaca Brafmann.
A excelência está também vinculada à tecnologia. Brafmann afirma que o Hard Rock Café tem conectividade de alta qualidade e confiabilidade. “A estrutura não poderia funcionar sem uma solução de integração que garantisse segurança, privacidade e confidencialidade absolutas”, ressalta. “Toda a comunicação interna e externa do Hard Rock Café é dependente da internet. Da recepção à cozinha, passando pelos caixas e atendimento ao cliente. E não posso correr o risco de enfrentar problemas de conexão, falhas de sinal num momento de aumento de demanda”.
O Hard Rock Café Curitiba é ambiente para todas as gerações e também espaço adequado e preparado para receber executivos e profissionais que procuram um lugar para tratar de negócios. E praticamente todos os frequentadores acessam algum tipo de dispositivo móvel. Brafmann coloca que essa situação é mais uma razão para não arriscar quando o assunto é conectividade. “Pesquisei soluções inteligentes que atendessem a necessidade de conexão de toda a operação de atendimento e serviços da casa. Queria 100% de conectividade e segurança de não perder isso com aumento de demanda”.
O Hard Rock Café Curitiba utiliza os serviços sob demanda de Internet e WiFi da Horizons Telecom, empresa especializada em telecomunicações e tecnologia da informação. Brafmann salienta que, além de garantir segurança a tanta informação trafegando pelos sistemas, a Horizons faz monitoramento em tempo real e tem capacidade de eliminar gargalos rapidamente. “As respostas imediatas permitem que o nosso negócio se mantenha eficiente e de qualidade”.
O diretor da Horizons, Paulo Humberto Gouvêa, lembra que a empresa é a única a oferecer soluções de internet sob demanda para Curitiba, e hoje suporta o aumento de velocidade de banda para seus clientes em até 1 Gbps. Ele coloca que quanto mais rápida e eficiente for a conectividade nas informações, mais fácil é o compartilhamento de dados no ambiente e maior a competitividade do negócio. No caso dos serviços WiFi, tudo foi dimensionado para que a experiência do cliente seja sempre a mesma, mesmo nos horários de pico do Café, que tem capacidade para mais de 1.000 pessoas. Os serviço de WiFi também são responsáveis por todas comunicação operacional dos funcionários no HRC.
Visita ao Brasil da Chanceler da Venezuela,
Delcy Rodríguez

Brasília, 29 de janeiro de 2016


A Ministra das Relações Exteriores da República Bolivariana da Venezuela, Delcy Rodríguez, acompanhada do Ministro da Economia daquele país, Luís Salas, realizará visita a Brasília no dia 29 de janeiro. A delegação venezuelana será recebida no Palácio Itamaraty, ocasião em que serão examinados temas da agenda bilateral, como cooperação fronteiriça, comércio e investimentos, e da agenda regional, como MERCOSUL, UNASUL e CELAC.

Brasil e Venezuela mantêm relações estratégicas. O Brasil tem buscado consistentemente contribuir para a promoção do diálogo político e a institucionalidade democrática da Venezuela, bem como para o desenvolvimento do país vizinho. A corrente bilateral de comércio em 2015 atingiu US$ 3,7 bilhões, com saldo de US$ 2,3 bilhões a favor do Brasil.
Atentado em Burkina Faso


O Governo brasileiro condena nos mais veementes termos o ataque ao Splendid Hotel, em Uagadugu, capital de Burkina Faso, que resultou na morte de pelo menos 23 pessoas e em mais de 30 feridos.

Ao transmitir suas condolências às famílias das vítimas, ao povo e ao governo de Burkina Faso, o Brasil reitera seu firme repúdio a qualquer forma de terrorismo, independentemente de sua motivação.

Indústria plástica recebe apoio do Tecpar para melhorar processo produtivo



Com dificuldades para manter a padronização de cores em suas fibras sintéticas, uma empresa de Campo Magro, na região metropolitana de Curitiba, teve o apoio do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) para obter melhorias em seu processo produtivo. A indústria plástica espera ainda que as ações sugeridas pelos especialistas do instituto tragam redução no custo da sua produção.
A Multfibra, fundada em 2011 para confeccionar fibras sintéticas para o ramo moveleiro, produz itens com material plástico que devem seguir o mesmo padrão de cores. Como estava com dificuldades em manter a padronização, a diretora-geral da empresa, Franciele dos Santos Noronha, buscou o Sebrae-PR para ajudá-la.
Foi assim que ela chegou até o Centro de Tecnologia de Materiais do Tecpar. Os especialistas do centro visitaram a empresa e realizaram testes de laboratórios que apontaram que era possível substituir componentes durante a produção. “Nossos ensaios mostraram que com a troca de matéria-prima, o produto final manteve as mesmas características mecânicas, mas com a padronização de cor esperada pelos clientes. Isso ainda com um custo de produção menor”, explica Marco Antonio Netzel, gerente do centro.
O relatório com os resultados da solução tecnológica adquirida pela Multfibra, com recursos do Sebrae-PR, já está nas mãos de Franciele, que espera agora pelos resultados apontados. “O relatório apontou algumas possibilidades de melhorias, que vamos adotar para aprimorar o produto e reduzir os custos”, salienta Franciele.
O diretor de Desenvolvimento Tecnológico do Tecpar, Reginaldo Joaquim de Souza, ressalta que o instituto tem uma equipe de especialistas voltada a buscar, com ferramentas tecnológicas e ensaios laboratoriais, as melhores soluções aos empresários. “O trabalho de campo, ou seja a visita técnica, é complementado com os ensaios de laboratórios e a soma dessas competências cria soluções tecnológicas para agregar valor às empresas do estado”, destaca.
Soluções Tecnológicas
Quatro grandes áreas são foco dos negócios dos centros tecnológicos do Tecpar. Com infraestrutura de laboratórios e um time de especialistas, o setor de Desenvolvimento Tecnológico atende empresários que querem inovar em Saúde e Meio Ambiente, Materiais, Medições e Validação e Informação e Estudos Estratégicos.
Interessados em conhecer as soluções tecnológicas desenvolvidas pelo Tecpar podem acessar o siteportal.tecpar.br/solucoes-tecnologicas.