quarta-feira, 29 de outubro de 2014

IV International Symposium of Neuro Intensive Care - Rio de Janeiro



Indústria brasileira é a única nacional a oferecer cateter capaz de reduzir infecção hospitalar em neurocirurgia

A Ventura Biomédica, indústria de neurocirurgia de São José do Rio Preto, interior de São Paulo, apresenta, durante o IV International Symposium of Neuro Intensive Care, de 30 de Outubro a 01 de Novembro, na capital carioca, um novo sistema de drenagem impregnado com antibacterianos (íons de prata). A nova tecnologia promete reduzir consideravelmente o risco de infecção hospitalar em procedimentos neurocirúrgicos, proporcionando, assim, mais segurança aos neurocirurgiões e aos pacientes.

Até então, apenas dois fabricantes importados ofereciam o cateter com antimicrobianos como um item à parte, com alto valor agregado. A indústria brasileira é a única do Brasil a disponibilizar esta tecnologia.

O aumento da segurança para o paciente se deve ao fato de que proteção antimicrobiana previne a adesão celular e bacteriana no corpo do cateter ventricular e, com isso, reduz os índices de infecção cirúrgica. Isto acontece porque o sistema é capaz de reduzir em 99% a colonização da bactéria Staphylococus Aureus. Este é o diferencial do Cateter de Drenagem Externa com antimicrobiano, que será distribuído para os principais hospitais do Brasil.

Justificativas científicas:
Infecções relacionadas ao procedimento de utilização de drenagens externas ocorrem em 5 a 23% dos pacientes e são normalmente complicações severas, com ameaça direta a vida do paciente. Medidas preventivas para estas infecções incluem o controle rigoroso no manuseio da DVE, a aplicação de antiobioticoterapia sistêmica prolongada e, mais recentemente, a utilização de cateteres impregnados com antibióticos ou agentes antimicrobianos. Esta alternativa de prevenção à infecção em neurocirurgia se originou da experiência clínica em cateteres venosos e urinários.
Em neurocirurgia, a aplicação de agentes antimicrobianos nos cateteres ventriculares é mais recente e tem se mostrado eficaz. Os testes realizados com este produto, para a bactéria Staphilococus Aureus, foram altamente eficazes, resultando em um percentual de redução bacteriana de 99,95 % após 18 horas de incubação.  Esta é a cepa bacteriana de maior potencial de contaminação em pacientes que se utilizam de cateteres ventriculares, e poderá ser de grande benefício em pacientes SUS.

Curiosidade:
O Staphylococus Aureus, ou Estafilococos aureus, em português, é uma das bactérias mais comuns na prática clínica uma vez que costuma colonizar a pele de até 15% dos seres humanos. Chamamos de colonização quando uma bactéria se adere a um tecido e começa a multiplicar-se, criando literalmente colônias. A colonização não significa que haja infecção.
O problema da colonização é o fato desta ser um reservatório de bactérias pronto para invadir outros pontos do nosso corpo toda vez que uma das nossas barreiras de defesa sofre enfraquecimento. O Staphylococus aureus, após a entrada no organismo, pode não ficar restrito a pele, invadindo o sangue e levando a infecções graves, sepse e choque séptico. Uma vez no sangue, a bactéria pode atingir qualquer órgão.
Produtos: No evento de neurocirurgia, a Ventura Biomédica vai destacar mais dois produtos: o Cateter para Drenagem Hemorrágica e o Microssensor para a monitoração da pressão intracraniana. (Micro PIC).

Ilha do Mel recebe novos carrinhos elétricos para coleta de lixo

IAP entrega carros elétricos para a coleta de lixo na Ilha do Mel.Ilha do Mel, 29-10-14.Foto: Arnaldo Alves / ANPr.IAP entrega carros elétricos para a coleta de lixo na Ilha do Mel.Ilha do Mel, 29-10-14.Foto: Arnaldo Alves / ANPr.
A Associação de Moradores da Ilha do Mel e a Prefeitura de Paranaguá receberam nessa quarta-feira (29) três novos carrinhos elétricos que vão auxiliar na coleta seletiva de lixo do local. Os carrinhos vão substituir os que são movidos manualmente e passam a atender com maior frequência a população e os turistas.

Os veículos foram adquiridos pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP), com recursos da taxa de visitação à Ilha, cerca de R$ 96 mil. Cada equipamento tem capacidade para transportar até 650 quilos de resíduos, o que reduz o tempo para a realização da coleta e permite que a região esteja sempre limpa.

Os carrinhos elétricos entregues completam uma frota de cinco veículos destinados à Ilha do Mel em menos de um ano. Em dezembro de 2013 o governador Beto Richa entregou outros dois veículos para auxiliar na coleta de lixo e nos serviços públicos na Ilha.

Um destes veículos será repassado para o posto de saúde da Ilha do Mel e será adaptado para receber uma maca para atender os casos de urgência, nos quais seja necessário auxílio de locomoção.

“Estes três carrinhos que estamos entregando libera um dos que foram entregues no ano passado para uso exclusivo da saúde. É um avanço apenas na área ambiental, mas também para a saúde e educação. Além disso, estará à disposição para prestar a assistência que as pessoas da Ilha precisam”, explicou o presidente do IAP, Luiz Tarcísio Mossato Pinto.

Segundo o presidente da Associação de Moradores da Ilha do Mel, Joacir Soares Mendes, há mais de 10 anos a população pedia o apoio dos órgãos públicos para auxiliar na coleta de lixo e na locomoção. “A gente fez muitas reuniões com o Conselho Gestor da Ilha. Esta é a realização de um sonho muito antigo da comunidade. Esses carrinhos vão nos ajudar muito, principalmente na época de verão, quando aumenta o número de pessoas na Ilha”, explicou.

REFORMAS – Além da entrega dos equipamentos, o presidente do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) também assinou a autorização para o início da obra de reforma da cobertura do trapiche da Praia de Encantadas. A reforma deve começar em novembro e durar aproximadamente um mês.

Ao todo, o órgão irá investir cerca de 95 mil reais nessa obra.

ILHA DO MEL – Um dos principais atrativos turísticos do Paraná, a Ilha do Mel recebeu em 2013 cerca de 70 mil visitantes. A Estação Ecológica e o Parque Estadual da Ilha do Mel ocupam cerca de 92% do seu território. Por isso não é permitida a entrada de veículos.

A Ilha pertence geograficamente ao município de Paranaguá, mas é gerida por um conselho composto por representantes da comunidade e do poder público, que acompanha a aplicação das normas previstas no zoneamento, tendo como coordenador executivo o IAP.

Paranaguá está entre os 65 municípios considerados indutores do turismo pelo governo federal.

BOPE FARÁ SIMULAÇÕES OPERACIONAIS, EM CURITIBA, PARA HOMENAGEAR QUATRO ANOS DE CRIAÇÃO

Para comemorar quatro anos de atividades, o Batalhão de Operações Especiais (Bope) realizará um evento na manhã desta quinta-feira (30), na Academia Policial Militar do Guatupê (APMG), localizada em São José dos Pinhais, Região metropolitana de Curitiba. Durante a solenidade, que iniciará às 9h30, haverá apresentação de todas as subunidades do batalhão, além da entrega de medalhas e homenagens.

Para iniciar a solenidade as quatro subunidades do Bope, Companhia de Operações com Cães (Canil), a Companhia Rone (Rondas Ostensivas de Natureza Especial), a Companhia COE (Comandos e Operações Especiais) e a Companhia de Polícia de Choque, farão uma demonstração rápida para mostrar um pouco das atividades que desenvolvem como desativação de explosivos, ações com cães, rapel com utilização de aeronave, atividades de Polícia de Choque e de Rone, entre outros.

Durante o evento algumas autoridades civis e militares serão homenageadas com a Comenda do Bope, a qual é destinada aos colaboradores e parceiros da unidade. Algumas pessoas também serão agraciadas com a medalha mérito que representa o agradecimento do batalhão a aqueles que prestaram relevantes serviços em prol da unidade.

BOPE - O Batalhão de Operações Especiais tem origem da Companhia de Operações que foi criada em 27 de outubro de 1964, porém na mesma data no ano de 2010, através do decreto 8.627, passou a denominar-se Bope. A unidade é estrutura em quatro subunidades, sendo a Companhia de Operações com Cães (Canil), a Companhia Rone (Rondas Ostensivas de Natureza Especial), a Companhia COE (Comandos e Operações Especiais) e a Companhia de Polícia de Choque.

O Bope tem como missão agir em situações que necessitam de uma intervenção em situações de distúrbios civis, resgates, sequestros, controle de rebeliões, desativação de artefatos explosivos e similares, bem como realizar operações de patrulhamento tático para o combate ao crime organizado.

SERVIÇO: Bope comemora quatro anos e realiza solenidade na capital do estado.

Data: 30/10/2014 (quinta-feira).

Hora: 09h30.

Local: Academia Policial do Guatupê (APMG).

Endereço: Rodovia 277, KM 72 - São José dos Pinhais - RMC.

Modernização da PR-280 pode vir com federalização ou PPP

O governador Beto Richa recebeu nesta quarta-feira (29/10), no Palácio Iguaçu, em Curitiba, representantes do setor produtivo do Sudoeste para discutir a proposta de federalização da PR-280, que corta a região, feita pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit). Com isso, a rodovia subiria de classe, aumentando a capacidade de tráfego a partir de investimentos federais.

Outra possibilidade para modernizar a estrada e ampliar a capacidade de tráfego é a formalização de uma Parceria Público-Privadas (PPP). Neste caso, o projeto é duplicar a rodovia. “Sabemos os transtornos diários dos motoristas que utilizam essa importante rodovia e precisamos encontrar alternativa para melhorar sua qualidade”, afirmou o goverandor.

Richa disse que o Estado deve investir R$ 50 milhões em obras para melhorar a trafegabilidade da rodovia, principalmente no trecho mais crítico, entre Palmas a Clevelândia. “A melhoria dessa importante rodovia é uma prioridade do nosso governo”, disse.

Richa afirmou que a proposta de federalização é bem vinda, mas deve passar por muitas discussões. “O fundamental é que a União reconhece a importância da rodovia para a economia nacional. A elevação da PR-280 para um novo patamar vai garantir mais segurança aos usuários e levar novas possibilidades de desenvolvimento ao Sudoeste”, disse.

APROVAÇÃO – Durante a reunião, ficou decidido que um grupo de trabalho será criado com empresários e parlamentares do Sudoeste para avaliar a viabilidade da federalização. “Com as últimas chuvas, a situação da PR-280 piorou muito. Gostamos da proposta de federalização porque o governo estadual se compromete a fazer a revitalização emergencial”, avaliou o diretor da Associação Comercial e Empresarial de Pato Branco, Luiz Antunes.

O prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi, também aprovou a proposta de federalização da rodovia. De acordo com ele, a PR-280 passa várias vezes por Santa Catarina e tem todas as características de uma rodovia federal. “Acredito que essa é a proposta mais viável para termos uma estrada com qualidade”, avaliou. O deputado estadual eleito Guto Silva também acompanhou a reunião.

Copel energiza nova linha de transmissão em Londrina

A Copel energizará nesta quinta-feira (30), em Londrina, uma linha de transmissão que interliga a subestação localizada no Jardim Bandeirantes à unidade Igapó, situada na Avenida Waldemar Spranger, no Jardim Aurora. A nova conexão garantirá um importante reforço para o sistema elétrico regional.

O empreendimento possui nove quilômetros de extensão e investimentos de R$ 7,6 milhões. De acordo com o presidente da Copel, Lindolfo Zimmer, a empresa não tem poupado investimentos para manter a qualidade do fornecimento e antecipar a capacidade de atendimento a novas demandas: “Temos um compromisso com o desenvolvimento social e econômico do Paraná e isso passa pelo programa de investimentos recorde que temos gerenciado”, afirma.

Como medida compensatória à construção da linha, a Copel implantará uma ciclovia ao longo da Avenida Waldemar Spranger, em atendimento a solicitação da prefeitura do município. A ciclovia será construída no canteiro central e terá 1,8 mil metros de extensão, partindo da PR-445 até a Rua Carlos da Costa Branco. O projeto prevê a manutenção da atual largura das ruas para o tráfego de veículos.

O edital de concorrência pública para construção da primeira parte da ciclovia, orçada em R$ 310 mil, foi publicado nesta terça-feira (28) no Diário Oficial do Estado. O prazo para conclusão dos trabalhos é de 150 dias a partir da assinatura do contrato, o que deve ocorrer até o fim de 2014. O licenciamento ambiental da obra exigiu ainda o plantio de 744 mudas de árvores nativas.

Confira o que abre e o que fecha no recesso de sexta-feira

Museu Alfredo Andersen, Centro. Curitiba, 24/10/2014. Foto: Jonas Oliveira/ANPr
O Governo do Estado decretou recesso para esta sexta-feira (31), em comemoração ao Dia do Servidor Público, celebrado em 28 de outubro. As repartições públicas estaduais terão escalas especiais de funcionamento na sexta, com exceção dos serviços essenciais que não admitem paralisação, como hospitais e delegacias.

Nas escolas estaduais e nas empresas públicas do Estado, como Sanepar e Copel, o expediente também continua normal.

Confira abaixo o horário de funcionamento de algumas repartições da rede estadual:

HOSPITAIS DO ESTADO – Funcionarão normalmente todos os dias.

HEMEPAR – O Hemocentro de Curitiba atende na sexta e no sábado das 8h às 18h. Nas demais unidades do Estado, é necessário confirmar pelo 0800 645 4555.

FARMÁCIAS DO GOVERNO – Não haverá atendimento durante o recesso.

RECEITA ESTADUAL – Não haverá expediente durante o recesso.

JUNTA COMERCIAL DO PARANÁ – Não funcionará na sexta-feira.

DETRAN – Não haverá atendimento durante o recesso.

POLÍCIA CIVIL – Todas as delegacias vão atender normalmente, em forma de plantão, exceto as da área administrativa. Os Centros Integrados de Atendimento ao Cidadão (Ciacs), anexos ao 1º Distrito (na Rua André de Barros, Centro) e ao 8º Distrito (Portão) receberão reforço de policiais.

PROCON – Não atenderá durante o recesso.

HOSPITAL VETERINÁRIO DA UEL – Funciona normalmente na sexta-feira.

CEASAS – As cinco unidades atacadistas das Ceasas no Paraná (Curitiba, Maringá, Londrina, Cascavel e Foz do Iguaçu) funcionarão normalmente na sexta-feira, das 5h30 às 10h.

AQUÁRIO DE PARANAGUÁ – Abrirá normalmente durante o recesso, das 10h às 18h.

PARQUES ESTADUAIS – A maioria dos parques estaduais estará aberta para visitação na sexta-feira. A lista completa com o endereço e horário de funcionamento está disponível no link: www.iap.pr.gov.br/arquivos/File/Tabelas_Ucs/ucs_abertas_a_visita_atu_29_07_14.pdf.

Não abrem no recesso e no fim de semana a Estação Ecológica Caiuá, as florestas estaduais do Palmito e Metropolitana, e os parques estaduais Pico Marumbi, Amaporã, Ibiporã, Campinhos, do Pau Oco, Pico Paraná e da Serra da Baitaca.

BIBLIOTECA – Não haverá experiente na Biblioteca Pública na sexta-feira e no sábado (01). As atividades retornam normalmente na segunda-feira (03).

MUSEUS – Os museus Paranaense e Alfredo Andersen funcionam em horário de feriados, das 10h às 16h. Já a Sala do Artista Popular e os museus de Arte Contemporânea e do Expedicionário não abrirão.

O Museu Oscar Niemeyer funciona normalmente na sexta-feira, das 10h às 18h. Estão em cartaz no MON as exposições “Reflexos – Mariana Canet”, “Eliane Prolik – Da matéria do mundo”, “Frida Kahlo – As suas fotografias”, “Histórias do Acervo MON – em aberto”, “João Turin – Vida, obra, arte”, “As origens do fotojornalismo no Brasil - um olhar sobre O Cruzeiro (1940-1960)”, “Museu em Construção”, “Cones”, “Espaço Niemeyer” e “Pátio das Esculturas”.

Confira a programação completa dos museus nos sites:

www.teatroguaira.pr.gov.br

www.bbp.pr.gov.br

www.cultura.pr.gov.br

www.museuoscarniemeyer.org.br

www.museuparanaense.pr.gov.br

www.mac.pr.gov.br

www.maa.pr.gov.br

www.mis.pr.gov.br

Prefeito encaminha projeto de lei para reposição de perdas salariais


Projetos de lei preveem reajuste de 20% do auxílio alimentação e reposição de perdas salariais às funções gratificadas e de confiança

O prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff, encaminhou à Câmara de Vereadores dois projetos de lei que concedem a reposição de perdas salariais acumuladas entre fevereiro de 2000 a janeiro 2009 às funções gratificadas e de confiança; reajuste de 20% do auxílio alimentação e pedido de correção no entendimento da lei que prevê a devolução total dos valores retidos dos servidores no movimento de greve de 2006. A iniciativa acontece  na data em que se comemora o Dia do Servidor Público.

O prefeito observou que esses projetos de lei são frutos de muito esforço e valorizam o servidor público municipal. “Não podemos esquecer o servidor em função do aperto financeiro. Temos que dirigir de forma equilibrada e de forma responsável as nossas atenções para os serviços públicos, mas especialmente para quem os executa. Não podemos imaginar que vamos ter serviços públicos de qualidade se nossos servidores não estiverem com seus direitos garantidos”, ressaltou Kireeff.

Com o projeto de lei aprovado pela Câmara, a partir de janeiro de 2015, os servidores públicos receberão o auxílio alimentação reajustados em 20% conforme as faixas salariais estabelecidas, o que em média dará R$ 45 a mais no valor do auxílio, que atualmente varia de R$ 122,06 a R$ 284,81. Com relação às gratificações, as reposições das perdas das funções gratificadas incorporadas serão de 28% e das funções de confiança serão de 18,3%.

O prefeito explicou que o trabalho de valorização do servidor vem sendo feito em conjunto com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Londrina (Sindserv), em que foram feitos estudos comparativos sobre a forma como Londrina trata seus funcionários com cidades da mesma dimensão (de 400 a 600 mil habitantes), em que se observou uma série de deficiências e avanços que devem ser aprimorados.

“Não podemos imaginar uma Prefeitura em que os servidores carregam uma pauta de reivindicações por 15, 20 anos. Temos que enfrentar cada um dos itens e criar soluções, o que passa por uma gestão austera, eficiente, sem nenhum tipo de desperdício de recursos, sem transformar nossa Prefeitura em um cabide de empregos e, evidentemente, construir a solução”, afirmou Kirreff.

Para o presidente do Sindserv, Marcelo Urbaneja, os servidores públicos municipais estão encontrando na administração Alexandre Kireeff um terreno de negociação. “Nessa negociação a gente não tem todos os pleitos atendidos, mas existem pequenos avanços, que acabam se tornando significativos. Temos o reconhecimento dos dias parados da greve de 2006, a recomposição de um ganho real em cima do auxílio alimentação, e a recomposição da inflação nas funções gratificadas, são aquelas em que se exerce o papel de diretores, por exemplo.

Avanços conquistados

De acordo com Urbaneja, outros avanços foram conquistados pelos servidores desde o início da gestão Kireeff como, por exemplo, os aposentados tiveram o zeramento do reajuste de 37%, dos anos em que não receberam o reajuste da inflação; os servidores de nível fundamental (agente de gestão pública) também tiveram zeramento e os técnicos de gestão pública tiveram uma proposta de zerar as perdas da inflação em três anos (2014, 2015 e 2016). Agora, falta apenas uma parcela dos profissionais de nível superior para zerar as perdas.

Público pode saber mais sobre obras do MIS com novo software de gestão

Público pode saber mais sobre obras do MIS com novo software de gestão.
O Museu da Imagem e do Som do Paraná (MIS-PR), em Curitiba, já está com parte do seu acervo catalogado e disponível para consulta na plataforma tecnológica Pergamum Museus. Desenvolvido pela Secretaria de Estado da Cultura em parceria com a Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), o software permite que os acervos sejam organizados e disponibilizados para o público, que tem acesso a imagens, especificações técnicas entre outras informações.

No caso do MIS-PR estão disponíveis para consulta cerca de 42 mil itens do acervo fotográfico. Também estão sendo trabalhados os acervos audiovisual, sonoro e de documentação textual, que contemplará partituras e objetos como câmeras e TVs.

Para acessar as informações é necessário entrar no Portal de Informações da Cultura (www.sic.cultura.pr.gov.br) e clicar na aba “Museus”.

O PROJETO – O Pergamum é um software criado há mais de 15 anos. O sistema possui as principais funções de atendimento de uma biblioteca, facilita a gestão dos centros de informação e é usado por diversas instituições nacionais e internacionais.

Em uma parceira entre o governo do Paraná, por meio da Secretaria de Estado da Cultura, da Fundação Cultural de Curitiba e da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, há dois anos vem sendo desenvolvido o software para a gestão dos acervos museológicos. Alguns espaços já contam com o software, que ainda está em desenvolvimento.

O Paraná é o primeiro estado a ter esse sistema implantado. “A ideia é fazer com que os museus tenham um software que os possibilite gerenciar seu acervo. O Paraná será modelo para o país”, afirma o coordenador do Sistema Pergamum, Marcos Rogério de Souza.

Empresas públicas do Paraná são destaque entre as 500 maiores do Sul

Entrega de Prêmio para Cohapar
A Companhia Paranaense de Energia (Copel) lidera o ranking de maiores empresas do Paraná, segundo o Prêmio "500 Maiores do Sul - Grandes&Líderes", do Grupo Amanhã, conferido na noite desta terça-feira (28) em Curitiba. O prêmio indicou a Copel, a Sanepar, a Agência Fomento Paraná, a Cohapar e a Celepar como as maiores empresas públicas paranaenses e que se destacam no ranking da região Sul.

No ranking do Sul, a Copel é a quarta maior empresa e a primeira do setor energético. No geral, o Paraná tem 182 empresas entre as 500 maiores empresas da região sul do país, sete a mais do que na edição anterior do prêmio.

Realizado há 24 anos, em parceria com a empresa de auditoria PriceWaterhouse Coopers, o levantamento traz os indicadores de mil empresas, apontando as 500 maiores e as 500 emergentes do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, e usando como única fonte para a classificação o balanço das empresas.

LÍDER - A Copel lidera o ranking entre os maiores do Paraná, seguida por HSBC, Renault do Brasil, GVT, Klabin, Coamo, ALL, Itaipu e Sanepar. Para elaborar o ranking, é utilizado um índice chamado de Valor Ponderado de Grandeza (VPG), que considera a soma de 50% do patrimônio líquido, 40% da receita bruta e 10% do lucro líquido do exercício.

"A Copel já era a maior empresa pública. Agora, assume o primeiro lugar entre todas as empresas do Estado. É mais uma conquista a ser comemorada com todos os paranaenses", disse o presidente da Companhia, Lindolfo Zimmer.

Em novembro, a Copel também receberá, no Uruguai, o troféu de melhor distribuidora da América Latina (Prêmio Cier), pela terceira vez em quatro anos.

CONQUISTA - A Copel, que completou 60 anos no último domingo, também é a maior do Paraná se considerado apenas o patrimônio líquido. "A empresa já era a maior empresa pública. Agora, assume o primeiro lugar entre todas as empresas do Estado. É mais uma conquista a ser comemorada com todos os paranaenses", disse o presidente da Copel, Lindolfo Zimmer. Em novembro, a Copel também receberá, no Uruguai, o troféu de melhor distribuidora da América Latina (Prêmio Cier), pela terceira vez em quatro anos.

SANEPAR - A Sanepar foi classificada como a primeira em receita bruta no setor de serviços públicos na Região Sul e a nona maior empresa do Paraná.

Na premiação, a empresa foi representada pelo diretor de Relações com Investidores, Francisco Cesar Farah. “A Sanepar tem uma preocupação constante em ampliar e melhorar os seus serviços de saneamento ambiental”, afirmou.

“Desde o início desta gestão, temos realizado maciços investimentos e ampliado as áreas de atuação. O prêmio é um reconhecimento por este trabalho”.

A Sanepar é uma das maiores e mais eficientes empresas do setor de saneamento do Brasil. Atende a 10,4 milhões pessoas em 345 dos 399 municípios do Paraná e um em Santa Catarina (Porto União).

A empresa fornece água para 100% da população das cidades onde atua, além de manter o índice de cobertura com coleta e tratamento de esgoto de 64%. Também atua no gerenciamento de resíduos sólidos.

FOMENTO PARANÁ - A Fomento Paraná, instituição financeira do Governo do Estado, é a 85ª maior empresa da Região Sul, a 35ª maior do Paraná, e a 12ª colocação em patrimônio líquido no estado, com R$ 1,185 bilhão. Destaca-se ainda entre as 100 maiores empresas paranaenses por apresentar a maior liquidez (índice 68,87), o segundo menor endividamento (5,04%), a terceira maior rentabilidade sobre a receita e o quarto maior capital de giro.

A estratégia adotada a partir de 2011, de ampliar a oferta de crédito aos empreendedores, permitiu à Fomento Paraná alcançar uma carteira privada que hoje ultrapassa R$ 120 milhões, com aproximadamente 6,7 mil contratos vigentes.

A revista elogia também a obtenção da classificação inicial de risco (rating) como “grau de investimento”, pelas agências internacionais Fitch Ratings e Moody’s, e a busca por novas captações de recursos, como as tratativas em andamento com a Agência Francesa de Desenvolvimento.

“É muito importante ter esse feedback de uma avaliação externa confiável, que compara o que estamos fazendo na instituição e o que o mercado está fazendo. O ranking da revista Amanhã mostra que temos bons números e que estamos no caminho, mas ainda temos um longo trecho a percorrer”, afirmou o diretor Administrativo e Financeira da Fomento Paraná, Heraldo Neves, que representou a empresa no evento.

COHAPAR - A Cohapar ocupa a 42 ª posição entre as cem maiores do Paraná e está em 98º lugar no ranking do Sul. Para o secretário estadual da Habitação e presidente da Cohapar, Mounir Chaowiche, o prêmio é um reconhecimento pelo trabalho que a empresa desenvolveu ao longo dos últimos anos.

“Ficamos muito felizes com o resultado, mas ressalto que nosso maior prêmio é ver a mudança que o governo do Paraná, por meio da Cohapar, está promovendo na vida dos paranaenses. O resgate da dignidade de milhares de famílias é o que nos move a continuar trabalhando”, disse.

O diretor administrativo-financeiro da Cohapar, Luciano Machado, afirmou que é uma honra ter o trabalho reconhecido por um ranking tradicional como o do Grupo Amanhã.

“Hoje tivemos a grande satisfação de receber este prêmio e junto com a Cohapar outras empresas públicas do Paraná também foram agraciadas, é o reconhecimento à gestão do governo do Paraná”, disse.

Virada Cultural Paraná terá ação de educação no trânsito com bonecos gigantes

Equipe da Cia dos Ventos confecciona os bonecos gigantes que serão usados na Virada Cultural Paraná 2014 em montagens sobre educação no trânsito. Foto: Yasmim Rodrigues
Usar a arte e a cultura para levar mensagens de educação no trânsito para a população. Este é o objetivo da Semana de Arte-Educação da Virada Cultural Paraná 2014, que acontece de 11 a 14 de novembro em oito cidades do Estado. O destaque da programação é o Teatro de Bonecos Gigantes, que apresentará adaptações de clássicos infantis com conceitos de educação no trânsito em cada município que participa da virada.

Os eventos acontecerão em Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Guarapuava, Maringá, Paranavaí, Toledo, São José dos Pinhais e Umuarama. Cada município programou atividades especiais para a Semana, como blitz educativa, pedaladas, palestras, peças teatrais, mesas-redondas, entre outras.

TEATRO DE BONECOS – Personagens famosos das histórias infantis aparecem repaginados durante a Semana de Arte-Educação para contar suas aventuras adaptadas à realidade do trânsito nas cidades.

Em forma de bonecos gigantes, Chapeuzinho Vermelho, Os Três Porquinhos, A Bela e a Fera e A Pequena Sereia entram em cena para ensinar a importância de se respeitar às leis de trânsito.

O projeto é realizado pela Cia dos Ventos, especializada em ações teatrais com bonecos gigantes, e está sendo desenvolvido em etapas.

Primeiro foram selecionadas as equipes que participariam das montagens em cada cidade. Depois, essas equipes passaram por workshops de interpretação. Nesta semana, com a chegada dos bonecos e cenários em cada município, começaram as oficinas de manipulação dos bonecos. Os ensaios finais acontecem na semana que antecede o início da Virada.

As apresentações serão diárias durante a toda a Semana em cada uma das cidades-sede. Os locais e horários variam para que o espetáculo atinja o maior número de pessoas possível. Escolas e colégios municipais e estaduais recebem a montagem, assim como centros de convivência, praças, parques e outros espaços públicos. Após as apresentações, os Bonecos serão doados para os municípios, para que possam ser utilizados em outras atividades.

A programação completa da Semana de Arte-Educação pode ser conferida no site www.cultura.pr.gov.br.

CULTURA E ORIENTAÇÃO – A Semana de Arte-Educação foi realizada pela primeira vez em 2013, fruto da parceria entre a Secretaria de Estado da Cultura e o Departamento de Trânsito do Paraná (Detran). O resultado foi tão positivo que se repete em 2014. A Virada Paraná conta ainda com o apoio do Serviço Social do Comércio (Sesc-PR), Serviço Social da Indústria (Sesi-PR), TV éParaná, Sanepar e prefeituras.

Lançado edital da dragagem do Porto de Paranaguá

A Secretaria de Portos da Presidência da República publicou, esta semana, o edital de licitação da dragagem de aprofundamento do Porto de Paranaguá. Foto: Ivan Bueno/SEIL
A Secretaria de Portos da Presidência da República publicou, esta semana, o edital de licitação da dragagem de aprofundamento do Porto de Paranaguá. O processo foi possível graças ao cumprimento de todas as condicionantes ambientais realizadas pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa).

“Cumprimos todos os pré-requisitos exigidos pelas autoridades ambientais e obtivemos a licença prévia, indispensável para a realização deste processo licitatório. Há muito tempo esperávamos pela realização deste trabalho, que permitirá que o Porto de Paranaguá torne-se ainda mais competitivo”, explicou o diretor-presidente da Administração dos Portos do Paraná, Luiz Henrique Dividino.

Atualmente, a Appa está realizando a terceira campanha de dragagem, com o intuito de manter a profundidade de projeto do canal, baía de evolução e berços do Porto de Paranaguá. “A preocupação do Governo do Paraná com a dragagem sempre foi intensa e a realização destas obras tem sido nossa prioridade. Estar em dia com a realização destas campanhas e cumprir todos os pré-requisitos ambientais permitiram que a SEP realizasse esta dragagem de aprofundamento”, disse Dividino.

A licitação está marcada para acontecer no dia 19 de novembro. Será feito um leilão eletrônico e a sessão será aberta às 10 horas. O valor máximo do certame é de R$ 368.635.339,62 e a licitação terá abrangência internacional. Poderão participar do processo empresas isoladas ou consórcio de empresas.

DETALHES – A dragagem de aprofundamento prevê a retirada de 14 milhões de metros cúbicos de sedimentos que permitirão o aprofundamento do canal de acesso aos portos e da bacia de evolução. A área externa do canal passará de 15 para 16 metros de profundidade. Na área intermediária (nas proximidades de Pontal do Paraná), o canal passará de 13,5 para 15 metros de profundidade. O restante do canal passará para 14 metros (hoje são 13 metros de profundidade) e a bacia de evolução passará de 12 para 14 metros.

A previsão do contrato é que a obra seja realizada em 18 meses. Com isso, o porto poderá receber embarcações com calado de 12,8 metros de profundidade. Hoje, o limite permitido é de 12,3 metros.

A obra será paga com recursos do Governo Federal. O edital de licitação pode ser consultado no seguinte link: www.portosdobrasil.gov.br/sobre-1/licitacoes/2014/arquivos-rdc-presencial-sep-pr-no-05-2014/EditalSEPRDCEletrnicon052014.pdf

CPI Mista da Petrobras ouve diretor da estatal

Da Redação 
A CPI Mista da Petrobras já está reunida para o depoimento do atual diretor de Abastecimento da Petrobras, José Carlos Cosenza. Ele assumiu o cargo no lugar de Paulo Roberto Costa. Cosenza, segundo o requerimento apresentado pelo deputado Rubens Bueno (PPS-PR), poderia ter ligações com esquema que envolveria o ex-diretor e o doleiro Alberto Youssef. Os dois foram presos pela Polícia Federal na Operação Lava Jato.
O depoimento estava previsto para acontecer na semana passada, mas o diretor da Petrobras apresentou um atestado médico para se declarar impossibilitado de comparecer.
A reunião da CPI Mista da Petrobras acontece na sala 2, da Ala Senador Nilo Coelho.

Agência Senado

Paraná é reconhecido nacionalmente por atuação no caso suspeito de ebola

Paraná é reconhecido nacionalmente por atuação no caso suspeito de ebola.Foto: Divulgação
A Secretaria da Saúde do Paraná foi reconhecida nacionalmente pelo trabalho exemplar na atenção e vigilância do primeiro caso suspeito de ebola no Brasil, ocorrido em Cascavel, no mês de outubro. A homenagem, que aconteceu terça-feira (28) em Brasília na abertura da 14ª Mostra Nacional de Experiências Bem-Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças (Expoepi), foi estendida também ao município de Cascavel e aos profissionais da UPA (Unidade de Pronto Atendimento).

O Ministério da Saúde destacou o profissionalismo e o compromisso com a aplicação dos protocolos que desencadearam o tratamento adequado ao paciente e as medidas de prevenção. “O trabalho integrado demonstra a capacidade do SUS de cada vez se preparar melhor para responder às emergências de saúde pública”, afirmou o ministro Arthur Chioro, na placa de reconhecimento.

O secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, que também representou o Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde (Conass), enfatizou que as medidas tomadas no enfrentamento do caso provaram não só ao Brasil, mas também ao mundo, que as vigilâncias epidemiológica e sanitária do país são áreas de excelência no SUS. “O Governo do Paraná já havia preparado um plano de contingência e investe constantemente em capacitações, o que foi determinante para o sucesso do enfrentamento do caso suspeito”, afirmou.

Também foram homenageados o superintendente de Vigilância em Saúde, Sezifredo Paz; o diretor da 10ª Regional de Saúde, Miroslau Bailak; e o secretário municipal de saúde de Cascavel, Reginaldo Andrade.

SUSPEITO - O caso suspeito foi um homem de 47 anos, solteiro, vindo da Guiné, na África, no dia 18 de setembro, que procurou a Unidade de Pronto Atendimento (UPA 2), em Cascavel, no dia 9, relatando ter apresentado febre no dia anterior.

Exames clínicos e o perfil epidemiológico fizeram a equipe médica suspeitar de que pudesse ser um caso de ebola, visto que o paciente apresentou o quadro febril 19 dias após ter saído de seu país, um dos quatro países africanos com surtos da doença. O protocolo internacional orienta que os casos suspeitos podem apresentar sintomas até 21 dias após a contaminação.

Paulo Paim diz que Congresso terá seis meses para regulamentar desaposentadoria

Da Redação e Da Rádio Senado
Em Plenário, o senador Paulo Paim (PT-RS) lembrou que o Supremo Tribunal Federal (STF) pode concluir esta semana o julgamento sobre a desaposentadoria, a possibilidade de um aposentado "renunciar" à aposentadoria para obter o recálculo do benefício com base em novas contribuições.
Paim contou ter recebido a informação de que o Supremo dará ao Congresso um prazo de seis meses para votar projeto regulamentando a desaposentadoria.
—- Meu projeto [PLS 91/2010] está aqui há mais de três anos, engavetado. O Supremo vai dizer: ou o Congresso vota, ou ele vai, de uma vez por todas, arbitrar como vai ser a desaposentadoria dos aposentados que tiveram que voltar a trabalhar — concluiu.

Livro

Ao saudar o Dia do Livro, comemorado nesta quarta-feira (29), o senador Paulo Paim registrou a realização da 60ª Feira do Livro de Porto Alegre, a partir de sexta (31). No evento, ele lançará Nau solitária, uma coletânea de artigos seus publicados em jornais e na internet durante o segundo mandato como senador.
Os artigos de Paulo Paim tratam de assuntos salário mínimo, reforma da Previdência, desaposentadoria, estatutos do idoso e da igualdade social, violência, racismo, homofobia, ensino técnico e fim do voto secreto no Congresso.
— Vários assuntos de interesse da vida dos brasileiros e do nosso país, aqui, nesse livro, são tratados. Minha intenção é refletir neste momento e pensar o agora, dando cor às imagens e dando vida às palavras — afirmou o senador gaúcho.

Agência Senado

UEL realiza primeira fase do Vestibular neste domingo

Universidade Estadual de Londrina (UEL).Foto: Divulgação
Os 21.619 candidatos ao vestibular da Universidade Estadual de Londrina (UEL) participam da primeira fase do concurso neste domingo (2), a partir das 14 horas. Será aplicada a prova de Conhecimentos Gerais, com 60 questões objetivas sobre Artes, Biologia, Filosofia, Física, Geografia, História, Matemática, Química e Sociologia.

Para atender a todo o contingente de candidatos, a UEL utilizará 563 salas em 28 locais de Londrina. Estão sendo ofertadas 3.090 vagas, em 66 cursos de graduação, considerando turnos e habilitações.

No Campus serão utilizadas 161 salas de aula em sete Centros de Estudos. Os demais locais de prova são: Colégio Universitário; Colégio Maxi; Colégio Portinari; Universidade Norte do Paraná (Unopar) – Unidade Catuaí 1 e 2, Unidade Pizza 1 e 2; Centro Estadual de Educação Profissional Maria do Rosário Castaldi.

Também será aplicada a prova no Colégio Estadual Professora Olympia Morais de Tormenta; Colégio Estadual Hugo Simas; Colégio Estadual Professor Vicente Rijo; Colégio Estadual Padre Wistremundo Roberto Perez Garcia; Colégio Estadual Marcelino Champagnat; Colégio Estadual Professora Maria José Balzanelo Aguilera; Colégio Estadual Professor Newton Guimarães; Colégio Estadual Antônio de Moraes Barros; Escola Municipal Doutor Joaquim Vicente de Castro; Instituto de Educação Estadual de Londrina (IEEL).

Como no ano passado, detentos da Penitenciária Estadual de Londrina (PEL) 1 e 2 também farão as provas. Na PEL 1 são 42 detentos inscritos. Na PEL 2 são outros 21 candidatos. Agentes penitenciários e servidores da Coordenadoria de Processos Seletivos fiscalizarão a aplicação da prova.

PESSOAL - Cerca de 2 mil pessoas trabalharão no Vestibular 2015 entre fiscais, seguranças, agentes da Companhia de Trânsito de Londrina e Policiais Rodoviários.

“Como as obras da PR-445 estão quase finalizadas, o tráfego fluirá melhor nas proximidades do Campus da UEL, mas pedimos que os candidatos cheguem com antecedência para não correrem riscos”, afirma a professora Cristina Bulhões Simon, da Coordenadoria de Processos Seletivos da UEL.

DOCUMENTOS - É preciso imprimir o Cartão de Inscrição do Candidato (disponível no endereço www.cops.uel.br), anexando uma foto 3x4 e a cópia do documento de identidade original nos locais indicados. É este documento que o candidato apresentará no dia da prova, juntamente com uma identificação original com foto.

Para resolver eventuais problemas, como perda de documentos e correção de dados, a Coordenadoria de Processos Seletivos realizará plantão de atendimento nos dias 1º de novembro, das 9 às 11h30 e das 13h30 às 17 horas, e dia 2, das 8h30 às 11 horas.

CONCORRÊNCIA - O curso mais concorrido é o de Medicina com 99,71 candidatos por vaga (universal). Em seguida aparece o curso de Engenharia Civil com 31,14 por vaga (escola pública). O terceiro mais concorrido é o curso de Direito (noturno), com 27,69 concorrentes por vaga.

Do total de 21.619 inscritos, 15.250 são do Paraná, sendo que destes 7.880 são de Londrina. Outros 6.369 são de outros estados, como São Paulo (5.482 candidatos), Mato Grosso do Sul (304) e Minas Gerais (157).

Ao todo, o Vestibular 2015 terá 12.597 mulheres e 9.022 homens. O candidato mais velho tem 73 anos e vai disputar uma vaga no curso de Ciências Sociais (matutino). O mais novo é um treineiro de apenas 14 anos.

CRONOGRAMA:

1ª Fase - 2/11: prova de Conhecimentos Gerais, com 60 questões objetivas sobre Artes, Biologia, Filosofia, Física, Geografia, História, Matemática, Química e Sociologia.

2ª Fase - 30/11: provas de Línguas, Literatura e Redação; 1º/12 - Conhecimentos Específicos e 2/12 - Habilidades Específicas.

Resultado - 15/01/15: 1ª chamada do Vestibular da UEL (às 12 horas, no endereço www.cops.uel.br).

APPA monta sistema especial para primeiro navio em Pontal do Paraná

APPA monta sistema especial para primeiro navio em Pontal do Paraná. Foto: Appa
Começou a operar nesta semana o primeiro navio a desembarcar carga em Pontal do Paraná. A embarcação, que veio da Turquia, atracou no canteiro de obras da Techint e para atender a demanda e realizar esta operação, a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) montou um sistema especial, criando temporariamente um novo berço.

O navio trouxe 28 estruturas dos módulos que serão montados em Pontal (pancakes) e que integram o projeto P76, um navio-plataforma que está sendo construído pelo consórcio Technip/Techint para a Petrobras. A P76 será utilizada na exploração do pré-sal, com a capacidade de extração de 150 mil barris de petróleo por dia.

“É o primeiro passo para cumprirmos as determinações do governador Beto Richa, de desenvolver o potencial da indústria do pré-sal no litoral do Estado, gerando emprego e riqueza”, afirmou o diretor-presidente da Appa, Luiz Henrique Dividino.

ADAPTAÇÃO - De acordo com o diretor de Operações da Appa, Luiz Teixeira da Silva Junior, as peças – com dimensões variando entre 10 e 19 metros de largura, por comprimentos que vão de 22 a 33 metros – não poderiam ser descarregadas no Porto de Paranaguá.

“Em função disso, fizemos uma adaptação para atender este descarregamento direto no canteiro de obras da empresa. Criamos mais um berço no sistema, como se fosse uma extensão do Porto de Paranaguá”, explicou o diretor. “O navio passou pelos mesmos trâmites das embarcações que operam por aqui. Uma equipe da Appa acompanha essa descarga na planta do projeto da Techint, em Pontal”, afirma.

A operação começou segunda-feira e a expectativa é de que todas as plataformas sejam desembarcadas em dez dias. Esta é a primeira leva de equipamentos que está sendo trazida da Turquia, onde os “pancakes” estão sendo produzidos.

Nesta primeira carga, foram trazidas quase quatro mil toneladas de equipamentos. Para dezembro, está prevista a chegada de um segundo navio, trazendo as últimas plataformas e que totalizará 6,4 mil toneladas destas estruturas.

AMPLIAÇÃO - acordo com o gerente administrativo-financeiro do consórcio Technip/Techint, José Carlos Sá da Silva, o cais do canteiro de obras está sendo ampliado. “Acreditamos que nos próximos cinco meses terminaremos a construção. Serão 300 metros de cais, o que nos tornará aptos para receber o casco do navio que vai compor o projeto P76”, explicou. O casco do navio-plataforma virá da China, completamente montado. A previsão é que esta estrutura chegue por volta de setembro do próximo ano.

As demais estruturas da P76 serão montadas no canteiro de obras da Techint, em Pontal. Atualmente, 850 pessoas trabalham no canteiro de obras. De acordo com Silva, 90% destes trabalhadores são do Litoral.

“A obra é muito dinâmica e exige diferentes números de trabalhadores, dependendo do estágio dos trabalhos. No pico das atividades, chegaremos a ter 2.500 pessoas envolvidas no projeto”, disse ele. A empresa vem trabalhando sistematicamente na formação de mão de obra, principalmente de soldadores. “Já formamos mais de 1,2 mil pessoas”, afirma Silva.

Líderes vão discutir trabalhos da CPI Mista até o fim do ano

Da Redação
O presidente da CPI Mista da Petrobras, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) informou que vai se reunir com os líderes partidários nesta quarta-feira (29) para uma análise do calendário de funcionamento da comissão até o fim do ano.
Os parlamentares devem avaliar os rumos das atividades da CPI nesta reta final da legislatura. Vital do Rêgo já havia informado que tem prontos dois requerimentos pedindo a prorrogação dos trabalhos. A coleta das assinaturas já começou. É preciso obter a anuência de um terço dos parlamentares de cada Casa do Congresso, ou seja, 171 deputados e 27 senadores.
O deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS) disse que está preocupado. Ele defendeu uma prorrogação da CPI até o fim de dezembro e pediu reuniões duas ou três vezes por semana. A divisão dos trabalhos em sub-relatorias também foi sugerida pelo parlamentar. Ele também sugeriu uma nova CPI na próxima legislatura para dar sequência às investigações.
Deputados e senadores estão reunidos neste momento na sala 2 da ala Nilo Coelho para ouvir o atual diretor de Abastecimento da Petrobras José Carlos Cosenza. Na abertura da reunião, o deputado Sandro Mabel (PMDB-GO) reclamou da demora da estatal em enviar informações pedidas pelos integrantes da CPI.

Agência Senado

Avançam as obras da PR-151, no trecho entre Jaguariaíva e Piraí do Sul

Duplicação de rodovias
As obras de duplicação da rodovia PR-151, entre Jaguariaíva e Piraí do Sul, iniciadas em março de 2014, entraram na fase de recuperação do pavimento. As equipes trabalham também na terraplenagem das novas pistas e na fabricação das vigas dos viadutos, que são feitas no próprio local. Já estão concluídos o alargamento da pista e a fundação das novas estruturas.

Os serviços fazem parte da primeira etapa da duplicação, com a construção do entroncamento de Jaguariaíva, na entrada da cidade. Além de aumentar a segurança dos usuários no acesso ao município, a obra vai interligar as rodovias PR-151 (Piraí do Sul-Jaguariaíva- Sengés) e a PR-092 (Jaguariaíva-Arapoti), no Norte Pioneiro.

As equipes trabalham na fabricação das vigas do alargamento do viaduto sobre a linha férrea, na PR-092, e do novo viaduto da PR-151, que terá 100 metros de extensão. “Os viadutos e os novos acessos da rodovia estão sendo feitos em desnível. Isso reduzirá os acidentes e trará mais agilidade ao tráfego”, explica o diretor-geral do DER-PR, Nelson Leal Junior.

A obra, que somará 41 quilômetros de duplicação, é uma parceria do Governo do Paraná com a concessionária Rodonorte. O investimento na primeira etapa será de R$ 21 milhões e a previsão é que seja concluída em março de 2015.

OUTRAS OBRAS – A duplicação da rodovia PR-151 faz parte de um conjunto de obras e investimentos que o governo estadual faz em parceria com a RodoNorte. Também está em andamento a duplicação da Rodovia do Café (BR-376), entre Ponta Grossa e Apucarana.

Atualmente, estão em duplicação 33 quilômetros da rodovia, com serviços em três frentes de trabalho. Ao todo, serão duplicados 231 quilômetros, ligando as duas cidades. A previsão é que seja investido cerca de R$ 1 bilhão até o final da duplicação.

Em 2014 foi entregue o novo contorno de Campo Largo, com 11 quilômetros de novas pistas. O número de acidentes no sentido Curitiba já teve queda de 69%, entre junho e agosto.

Los Paleteros inaugura quarta franquia em Porto Alegre

Divulgação/Los Paleteros
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Nova unidade será inaugurada dia 30 no Bourbon Shopping Wallig

Divulgação/Los Paleteros
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Os gaúchos poderão se deliciar com 25 diferentes sabores da Los Paleteros

Divulgação/Los Paleteros
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Nova loja trará delícias recheadas como a paleta de doce de leite


A rede especializada nas saborosas paletas mexicanas conta com franquias em sete estados e no Distrito Federal, mas os gaúchos continua entre os três principais consumidores do país
Nesta quinta-feira (30/14), a Los Paleteros inaugura um novo quiosque no Bourbon Shopping Wallig, a quarta franquia da rede na cidade de Porto Alegre. Os gaúchos poderão se deliciar com sabores como Morango com Leite Condensado, Coco, Paçoca, Hibisco com Framboesa, Pistache, Abacaxi com Pimenta, Romeu e Julieta, Mousse de Maracujá e Torta de Limão.

Localizada no primeiro piso (quiosque 5), próximo ao hipermercado Zaffari, a nova franquia contará com 25 sabores das paletas mexicanas, que fazem grande sucesso entre os consumidores porto-alegrenses. A rede Los Paleteros conta atualmente com franquias em sete estados e no Distrito Federal, mas no quesito aceitação, a capital gaúcha continua entre os três principais consumidores do país.

A quarta franquia da Los Paleteros em Porto Alegre é um investimento dos irmãos Fábio e Edison Nery em sociedade com Bruna Cocaro. Eles também estão a frente das unidades em funcionamento nos shoppings Iguatemi e Praia de Belas. A nova franquia está localizado no Passo d’Areia, região considerada estratégica por ser um ponto de passagem de pessoas de diferentes bairros da capital gaúcha. "A escolha do Bourbon Wallig deve-se ao fato deste ser um dos shoppings melhor conceituados e que mais tem crescido em Porto Alegre", afirma Edison.

Segundo Fábio as perspectivas para a nova franquia são excelentes. "Durante a semana o supermercado instalado dentro do shopping atrai um fluxo muito grande de consumidores e percebemos um movimento também interessante nos finais de semana, por isso estamos otimistas com relação a essa nova franquia", aposta Fábio.

Diante da excelente aceitação do gaúcho em relação ao diferencial dos produtos da Los Paleteros e da proximidade do verão, a nova sócia Bruna Cocaro, que reforça a gestão das unidades, também demonstra otimismo com a nova franquia porto-alegrense. "Seja pelo grande fluxo de pessoas, seja pelo potencial deste shopping, estamos convictos que esta loja também será um sucesso", afirma Bruna.

E a expansão da rede em solo gaúcho não para por aí. Os empresários já confirmaram a inauguração de outra loja, no Bourbon Shopping Ipiranga, ao que tudo indica no mês de novembro.

Los Paleteros - Bourbon Shopping Wallig
Av. Assis Brasil, 2611, Passo d’Areia - Porto Alegre/RS
www.lospaleteros.com.br - www.facebook.com/LosPaleteros

Ana Amélia apoia derrubada do decreto da Política Nacional de Participação Social

Da Redação e Da Rádio Senado 
A senadora Ana Amélia (PP-RS) parabenizou a Câmara dos Deputados, que ontem aprovou proposta que tira de vigência a Política Nacional de Participação Social, decreto que estabelece regras para a participação da sociedade na formulação de políticas públicas, em parceria com entidades do governo. O texto da Câmara precisa agora ser aprovado pelo Senado para que a Política definida pelo governo não tenha mais vigência.
Segundo a senadora, ao editar um decreto com esse teor, o governo invade competência do Congresso Nacional. Ela lembrou que já funcionam no país 40 conselhos e comissões de políticas públicas — com participação de 668 integrantes do governo e 818 representantes da sociedade — que têm papel consultivo e deliberativo.
Com o decreto, a senadora teme que o governo interfira na composição desses conselhos, o que tiraria qualquer legitimidade e representatividade dessas entidades.
— É sem dúvida mais uma tentativa de reduzir a democracia ao gosto e ao prazer de um único partido político. Qualquer ação que desconsidere as funções básicas de cada um dos Poderes e menospreze o papel que tem este Congresso recém-saído das urnas, é uma inaceitável armadilha contra as instituições.

Governadora

Ana Amélia também parabenizou Suely Campos, do PP de Roraima, a única governadora eleita em 2014.
Agência Senado

Paraná recebe prefeito e comitiva de Cusco

Cohapar apresenta projetos para prefeira de Cuzco
O Governo do Paraná recebeu nesta terça-feira (28) uma comitiva de Cusco, no Peru. Liderada pelo prefeito Carlos Manuel Moscoso Perea, e formada por vereadores, os representantes do município vieram conhecer ações do governo nas áreas de saneamento e habitação. Eles foram recebidos pelo secretário estadual do Planejamento, Cassio Taniguchi, e representantes da Sanepar e da Copel.

Segundo o prefeito, o objetivo da visita é conhecer melhor o trabalho do governo paranaense. Uma das preocupações dos é com a distribuição da água e o tratamento de esgoto. O diretor de Operações da Sanepar, Paulo Alberto Dedavid, mostrou dados da Companhia. “Além de tecnologia de alta qualidade, é preciso, principalmente, uma gestão eficiente para a execução das políticas públicas”, argumentou.

Os representantes peruanos também assistiram a uma palestra sobre a Cohapar, ministrada pela assessora da presidência, Jocely Loyola. “Em todas as nossas ações há sempre a preocupação para que o projeto urbanístico favoreça a qualidade de vida das famílias que ali viverão”, disse.

“Cusco tem um grande desafio em relação à habitação popular, pois não houve no Peru um programa de governo como este nos municípios”, disse o prefeito de Cusco. Perea falou sobre a importância de manter um intercâmbio de gestão contínuo com o governo paranaense e da intenção de enviar representantes da prefeitura de Cusco para serem capacitados pela Cohapar no planejamento e execução de projetos habitacionais.

Mozarildo defende reforma política com calendário eleitoral único

Da Redação e Da Rádio Senado 
O senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) defendeu uma reforma política que promova "mudanças de verdade". A primeira delas, no seu entender, deve ser a unificação do calendário para as eleições em todos os níveis, de vereador a presidente da República.
Ele acha importante também que se discuta o financiamento das campanhas políticas, definindo-se se será público ou, como é hoje, misto (permitindo-se as doações privadas e a destinação de recursos do Tesouro Nacional para os partidos políticos).
Um outro ponto que precisa ser questionado, disse Mozarildo, é a divulgação de pesquisas eleitorais, que, para ele, acaba influenciando o eleitor. Mozarildo Cavalcanti também acha que se deve discutir o fim da reeleição:
— Não pode haver uma reeleição nos moldes atuais, em que a pessoa é candidata à reeleição no cargo de governador, presidente da República ou prefeito e ao mesmo tempo inaugura obras, faz visitas oficiais e campanha publicitária eleitoral. Tem que haver realmente um equilíbrio. Se é democracia, significa igualdade no tratamento de todos os candidatos. Na reeleição atual do Brasil, é uma desproporção.
Mozarildo comemorou a vitória de Suely Campos para o governo de Roraima no último domingo. Segundo o senador, ela enfrentou a máquina governamental tanto do estado quanto da prefeitura da capital e, mesmo assim, conseguiu vencer a disputa.
Agência Senado

Escolas do Paraná vão receber livro sobre alimentação saudável

Lançamento do Livro Alimentação Saudavel na EMATER, Marcia Stolarski. 28-10-14. Foto: Hedeson Alves
Cerca de 2,1 mil escolas da rede estadual vão receber o livro “Alimentação Saudável e Sustentabilidade Ambiental nas Escolas do Paraná”, resultado de uma parceria entre o Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Secretaria estadual da Educação e Pastoral da Criança. O anúncio foi feito na terça-feira (28), durante o lançamento da publicação, em Curitiba.

Desde 2011, os recursos para a merenda escolar aumentaram e atualmente são fornecidas 1,3 milhão de refeições por dia para os estudantes da rede pública estadual. “O livro faz parte de uma ação de bons resultados na alimentação escolar. Para que o aluno tenha uma refeição de qualidade na escola, há uma dinâmica no processo que envolve fornecedores, agricultores, avaliação nutricional dos estudantes”, destacou o secretário da Educação Paulo Schmidt.

A obra aborda educação alimentar, horta escolar, aproveitamento de alimentos, técnicas de compostagem, conservação de solo, cisternas, aproveitamento de água da chuva, irrigação, proteção de rios, reconhecimento e controle de insetos, agroecologia, plantas medicinais da América do Sul e agricultura de baixa emissão de carbono.

A nutricionista e diretora de Infraestrutura e Logística da Secretaria da Educação, Márcia Stolarski, explicou que 70 escolas participam do Projeto Educando com a Horta Escolar e Gastronomia no Paraná.

“A publicação é resultado da parceria bem sucedida para a promoção da alimentação saudável. Os técnicos da Emater prestam orientações técnicas sobre a implantação de hortas e preservação do meio ambiente nas escolas do projeto”, disse Márcia.

Serão distribuídos 5 mil exemplares do livro aos professores do ensino fundamental e para voluntários da Pastoral da Criança.

Pais devem confirmar matrículas de alunos que ingressarão no 1º ano


principal
A Secretaria Municipal da Educação fará, de 3 a 7 de novembro, a confirmação de matrícula das crianças nascidas em 2009 que entrarão, em 2015, no 1º ano do ensino fundamental da rede municipal de ensino de Curitiba. Essas crianças foram cadastradas em agosto para ingressar na rede no próximo ano. O resultado estará disponível no site www.cidadedoconhecimento.org.br.
Foram cadastradas 10.452, todas com vagas garantidas em escolas municipais. Para saber onde deverá ser realizada a matricula do aluno cadastrado basta clicar no campo Resultado do Cadastramento Escolar e procurar, a partir do nome da criança, a unidade indicada para a efetivação da matrícula.
É preciso ficar atento aos prazos e comparecer na escola indicada com a certidão de nascimento original da criança e fotocópia, conta de luz para comprovação de endereço e documento do responsável.
Para as que não foram cadastradas, o prazo para matrículas será a partir de 3 de dezembro, diretamente na escola onde houver o interesse de vaga. Se necessário será feito o encaminhamento para outra unidade, conforme o número de vagas existentes.
A matrícula de alunos novos para os demais anos do ensino fundamental, transferências ou reingressos acontecerá a partir de 3 de dezembro. Nesta data iniciam também as matrículas para alunos novos da Educação de Jovens e Adultos (fases I e II).
A rematrícula dos estudantes que já pertencem à rede já foi realizada, de 20 a 24 de outubro, de forma automática pelas escolas. A documentação dos estudantes foi enviada pelas escolas para as famílias fazerem a confirmação.

CCJ aprova critério para definição de tráfico de drogas e uso medicinal da maconha

Simone Franco 
Duas inovações à Lei de Drogas foram aprovadas nesta quarta-feira (29) pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). A norma poderá passar a indicar um parâmetro mínimo de porte de droga para diferenciar usuário e traficante e permitir a importação de produtos e derivados à base de canabinoides — princípio ativo da maconha — para uso terapêutico. As mudanças, no entanto, ainda passarão pelo exame de mais quatro comissões temáticas.
As novidades constam de substitutivo do senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE) a projeto de lei da Câmara (PLC 37/2013) que promove ampla reformulação na Lei 11.343/2006 . A primeira se inspirou em recomendação do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, integrante da Comissão Global de Política sobre Drogas, vinculada à Organização das Nações Unidas (ONU). Cardoso pediu a Valadares que levasse em conta, em seu parecer, avanços no debate sobre a descriminalização do uso de drogas.
Uma das sugestões do ex-presidente da República foi a definição de um patamar mínimo de porte de droga para caracterizar quem é usuário e traficante. Fernando Henrique propôs que esse critério considerasse dez dias de consumo individual, conforme estipulado na legislação de Portugal. Valadares optou, no entanto, por manter como referencial quantidade suficiente para consumo individual por cinco dias, a ser calculada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Maconha

O texto de Valadares também inova ao tornar possível a importação de derivados e produtos à base de canabinoides para fins medicinais. Pelo substitutivo aprovado na CCJ, a autorização será dada a pacientes ou a seus representantes legais e a aquisição da substância deve fazer parte do tratamento de doença grave. A liberação da compra dependerá ainda da apresentação de receita médica e do aval de órgão federal de saúde.
“Optamos por seguir a tendência que já vem sendo encampada pelo Judiciário, que é de permitir a importação de canabinoides para uso medicinal, em casos específicos de certas doenças graves”, comentou Valadares, ressalvando, entretanto, que a proposta de descriminalização do porte de drogas para consumo pessoal ainda precisa ser amadurecida pelo Congresso Nacional.
A liberação da importação de derivados da maconha para fins medicinais foi defendida por diversos participantes de ciclo de debates promovidos pela Comissão de Direitos Humanos (CDH) a pedido do senador Cristovam Buarque (PDT-DF), que relata sugestão popular de regulamentação da produção, comércio e uso da maconha.
Após elogiar o parecer, o senador Eduardo Suplicy (PT-SP) questionou Valadares sobre a possibilidade de um laboratório nacional conseguir permissão para produzir medicamentos a partir de maconha. O relator disse que a legislação interna admitiria esta hipótese desde que a empresa farmacêutica fizesse um registro junto ao Ministério da Saúde e obtivesse autorização posterior da Anvisa.

Álcool

Valadares também aproveitou no substitutivo ao PLC 37/2013 cinco de nove emendas elaboradas pelo senador Romero Jucá (PMDB-RR). Uma das sugestões aceitas eliminou a seção “Da Prevenção aos Riscos do Consumo de Bebidas Alcoólicas”, que seria acrescentada à Lei 11.343/2006 pelo parecer preliminar do relator.
“Segundo a justificação da emenda, já existe legislação específica, em vigor, para disciplinar as ações dos poderes públicos na prevenção e repressão ao consumo abusivo ou prejudicial de bebidas alcoólicas, incluindo os limites e condições para a divulgação comercial dos produtos dessa natureza”, relatou Valadares no novo substitutivo.
Em consideração aos argumentos de Jucá, o relator concordou em suprimir a seção do substitutivo, deslocando o tema para discussão futura dentro de um projeto de lei específico. Por outro lado, recusou a possibilidade de revogação de dispositivo da Lei 9.294/1996 (impõe restrições ao uso e à propaganda de cigarro, bebidas alcoólicas, medicamentos e defensivos agrícolas), mantendo, assim, os limites fixados à propaganda de álcool.
Tanto Suplicy quanto a senadora Lídice da Mata (PSB-SE) elogiaram a decisão de Jucá de não apresentar destaques para votação das emendas rejeitadas, o que atrasaria a tramitação do PLC 37/2013. Os três reconheceram — ao lado ainda da senadora Ana Rita (PT-ES) — que as mudanças defendidas por Valadares abrem uma perspectiva alternativa ao viés “repressor e criminalizante” adotado atualmente no país.
— Resolvemos trabalhar para convencer as entidades e os senadores da necessidade imperiosa de fazer a distinção entre usuário e traficante através do dispositivo de consumo por até cinco dias. Isto vai dar ao juiz um critério objetivo para avaliar se o portador (da droga) terá que ir ou não para a cadeia — comentou Valadares, reconhecendo ter sido guiado “por um sentimento de direitos humanos” ao redigir o substitutivo ao PLC 37/2013.
A proposta segue agora para análise na Comissão de Educação (CE), devendo ser debatida ainda pelas Comissões de Assuntos Econômicos (CAE); Assuntos Sociais (CAS); e Direitos Humanos (CDH).
Agência Senado

Diretor da Petrobras nega relações com Paulo Roberto Costa e diz que não conhece Youssef

Da Redação
O atual diretor de Abastecimento da Petrobras, José Carlos Cosenza, disse não conhecer pessoalmente o doleiro Alberto Youssef e negou manter relações com o ex-diretor Paulo Roberto Costa, que lhe antecedeu no cargo. Cosenza, que depõe na condição de testemunha, disse desconhecer esquema de pagamento de propina em licitações da estatal.
— Desconheço isso, senhor presidente. Nunca ouvi falar disso — repetiu várias vezes.
A CPI Mista ainda não teve acesso às informações passadas por Paulo Roberto Costa na delação premiada feita por ele à Polícia Federal e ao Ministério Público. O depoimento estava previsto para semana passada, mas o diretor da Petrobras apresentou um atestado médico para se declarar impossibilitado de comparecer.
As constantes negativas de Cosenza irritaram o deputado Rubens Bueno (PPS-PR).
— Não estamos diante de um diretor da Petrobras. Parece que não conhece a empresa, a diretoria, seu antecessor. Não sabe de nada — ironizou.
Paulo Roberto Costa e Alberto Youssef são acusados de participar de uma série de crimes, entre eles corrupção e lavagem de dinheiro. Ambos foram presos pele Polícia Federal na Operação Lava Jato, deflagrada em março deste ano.
Agência Senado

Região Nordeste aposta em tons claros e vibrantes na pintura da casa



Ø As cinco cores mais vendidas pela Suvinil na região representam a personalidade dos nordestinos
Ø Levantamento considerou as 33 cores tendência da marca para o ano de 2014

O Nordeste é conhecido como uma das regiões mais receptivas, ensolaradas e festivas do Brasil. A Suvinil, marca de tintas imobiliárias da BASF e líder no segmento Premium, realizou um levantamento que mostra que as cinco cores mais vendidas na região, entre as 33 tonalidades de tendências 2014, representam o clima e a personalidade dos nordestinos.

O tom terroso do bege Capoeira e o intenso vermelho Maçã do Amor lideram o ranking das cores mais presentes nos ambientes. De acordo com estudos de cores realizado pela marca, o vermelho traduz energia e vitalidade, características muito marcantes no povo nordestino.

O amarelo Gengibre e os azuis Curaçau Blue e Arara-Azul aparecem na sequência e podem estar relacionados à claridade do sol e ao céu limpo dos dias quentes, típicos da região.

O levantamento mostra que há diferença entre as cores mais vendidas de acordo com a região do Brasil. Enquanto no Nordeste, onde o clima é mais quente, o amarelo e o vermelho tiveram destaque, no sul do Brasil o resultado foi inverso. Com o tempo frio e chuvoso, tons mais neutros, como o Inox e o Capoeira, tiveram destaque no ranking das mais vendidas.

Para mais informações sobre os produtos e lançamentos da Suvinil, acesse www.suvinil.com.br.

Sobre a Suvinil
A Suvinil é a marca de tintas imobiliárias premium da BASF e lidera a participação no segmento com 60% do mercado. Hoje, a marca tem uma estratégia de negócio consistente, pautada em relacionamento com clientes, inovação e fortes investimentos. Adquirida em 1969 pela BASF, que entrava no ramo de tintas globalmente, a Suvinil possui mais de 50 anos de boas práticas, que resultaram numa completa linha de produtos constituída por látex PVA, acrílicos, esmaltes, vernizes, epóxi e complementos para pintura. Seu portfólio, produzido nas fábricas instaladas em São Bernardo do Campo (SP) e Jaboatão dos Guararapes (PE), atende todo o mercado nacional e é exportado para Paraguai, Venezuela, Cuba, Bolívia e alguns países da África.
 
Sobre a BASF
A BASF é a empresa química líder mundial: The Chemical Company. Seu portfólio de produtos oferece desde químicos, plásticos, produtos de performance e para proteção de cultivos, até petróleo e gás. Nós combinamos o sucesso econômico, responsabilidade social e proteção ambiental. Por meio da ciência e da inovação, nós possibilitamos aos nossos clientes de todas as indústrias atender às atuais e futuras necessidades da sociedade. Nossos produtos e soluções contribuem para a preservação dos recursos, assegurando nutrição saudável e melhoria da qualidade de vida. Nós resumimos essa contribuição em nossa proposição corporativa: “We create chemistry for a sustainable future” – Nós transformamos a química para um futuro sustentável. A BASF contabilizou vendas de €74 bilhões em 2013 e contava com mais de 112 mil colaboradores no final do ano. As ações da BASF são negociadas nas bolsas de valores de Frankfurt (BAS), Londres (BFA) e Zurique (AN). Mais informações sobre a BASF estão disponíveis no endereço www.basf.com.br ou nos perfis corporativos da empresa no Facebook (BASF Brasil) e no Twitter (@BASF_brasil).
 
- As vendas na América do Sul totalizaram, aproximadamente,  4.2 bilhões em 2013 (Esse resultado abrange os negócios realizados pelas empresas do Grupo na região, incluindo a Wintershall - empresa situada na Argentina, voltada a produção de petróleo e gás).
- Na América do Sul, a BASF contava com mais de 6 mil colaboradores em 31 de dezembro de 2013.

Agência Curitiba integra Semana Global do Empreendedorismo


principal
A Agência Curitiba de Desenvolvimento irá participar da Semana Global do Empreendedorismo que acontecerá entre 17 e 23 de novembro com atividades para fomentar o empreendedorismo em todo o Brasil. A Semana Global do Empreendedorismo é um movimento mundial que abrange mais de 130 países e que no Brasil possui o Instituto Empreender Endeavor como líder da iniciativa.
O evento propõe a participação ativa das pessoas, que também podem organizar e oferecer atividades.Para isso, basta cadastrar o seu evento no site www.semanaglobal.org.br
A Agência Curitiba de Desenvolvimento inscreveu para a Semana suas oito opções de cursos, abertos a microempreendores que querem melhorar os resultados dos negócios. Os cursos, desenvolvidos em parceria com o Sebrae/PR, serão oferecidos gratuitamente nos postos da Agência Curitiba nas administrações regionais, de terça a sexta-feira, das 19h às 22 horas.
A agenda de cursos oferece as seguintes opções: “Sei Unir Forças para Melhorar meu Negócio”, “Sei Vender”, Sei Empreender”, “Sei Comprar”, Como preencher  a nota fiscal do MEI”, “Como criar um modelo de negócio para a minha empresa” e “Sei Controlar Meu Dinheiro”, além da palestra “Torne-se um microempreendedor individual”.
A Semana Global do Empreendedorismo é um movimento criado em 2007 pelo ex-primeiro ministro britânico Gordon Brown e pelo então presidente da Kauffman Foundation, Carl Schramm para fortalecer e disseminar a cultura empreendedora, conectando, capacitando e inspirando as pessoas a empreender.
Em 2013, a Semana mobilizou no Brasil mais de 1,7 milhão de pessoas, com mais de 4000 atividades, 600 parceiros e quase 2 milhões de participantes.
Grandes nomes internacionais apoiam a causa, como o presidente dos Estados Unidos Barack Obama, e a secretária de Estado americana, Hillary Clinton. No Brasil, a Semana tem o apoio de empresários brasileiros como Luiza Helena Trajano, do Magazine Luiza, Luiz Seabra, fundador da Natura, Oscar Metsavaht, criador da marca Osklen.

Escolhidos presidente e relator da comissão da MP dos Delegados da PF

Guilherme Oliveira 
A comissão mista responsável pela análise da Medida Provisória 657/2014 será presidida pelo senador Humberto Costa (PT-PE) e terá como relator o deputado João Campos (PSDB-GO). Os nomes foram definidos por acordo de lideranças na sessão de instalação da comissão, nesta quarta-feira (29). O vice-presidente será o deputado Nelson Pellegrino (PT-BA), e o senador Romero Jucá (PMDB-RR) ficará como relator-revisor.
A MP 657 reestrutura a carreira dos delegados da Polícia Federal, modificando a Lei 9.266/1996. Pela nova norma, os delegados passam a ter exclusividade para assumir cargos de direção e chegar ao posto de diretor-geral - cargo de indicação do presidente da República.
A função de delegado passa a ser considerada de natureza jurídica, além de policial, e os postulantes ao cargo devem ser bacharéis em Direito e comprovar um mínimo de três anos de atividade jurídica ou policial.
A MP chegou ao Congresso em 13 de outubro. Se não for apreciada pelos parlamentares até 28 de novembro, entrará em regime de urgência e passará a trancar as pautas das duas Casas. A medida provisória tem de ser votada até o início de 2015.

Relatório pronto

O deputado João Campos afirmou que já tem um relatório pronto e pretende apresentá-lo na próxima reunião, marcada para a quinta-feira (30).
- Não há nenhuma complexidade. Ela está apenas consolidando na legislação práticas que já existem, como a indicação do chefe da PF pelo presidente. Em tese, não é um ganho para a categoria dos delegados, é um fortalecimento da instituição – definiu.
Humberto Costa reconheceu a possibilidade de descontentamento de outras categorias, como agentes e peritos, mas disse apostar no diálogo.
- Este é apenas um primeiro momento e temos condições de avançar para outras medidas, como construir uma cota para agentes na disputa pelos cargos de direção – sugeriu Humberto.
Segundo ele, a aprovação da MP 650, que reestruturou carreiras na PF, fará com que a tramitação da MP dos Delegados seja mais rápida e tranquila.
- As lideranças estão trabalhando com o entendimento de que já contemplamos os agentes, e agora estamos resolvendo a questão dos delegados – assegurou.
O presidente da comissão crê que já haverá condições de aprovar o relatório na próxima semana. A MP seguirá então para a Câmara dos Deputados e depois para o Senado.
Agência Senado