quinta-feira, 30 de junho de 2011



Iniciado em tenra idade no salutar hábito de leitura, sempre tive gosto por poesias. Assim, buscando novos ou pouco conhecidos poetas e poetisas , fui "apresentado" a Zelia Sprada, através de alguns poucos sonetos. Sim, eram somente alguns sonetos, mas o suficiente para deixar em mim a sensação de algo e alguém belos, que transcendiam as fronteiras da poesia comum e de um simples poeta, como estamos acostumados a encontrar no dia-a-dia. Passei, então, a querer mais e mais, pois sentia que havia encontrado, pelo menos para mim, a poetisa definitiva, que conseguiu imprimir em cada palavra, verso e estrofe sentimentos que variam de uma explosão de cores fortes e vibrantes ao breu total, não sem passar por diáfanos tons pastéis. Contudo, por mais que procurasse, não lograva encontrar um livro seu, tendo que me contentar com as "esmolas" em forma de poemas que recebia de amigos. Em 1994, quando fui a Portugal, ganhei de presente o livro "Sonetos". Talvez seja desnecessário dizer que, desde então, não mais consegui dele me separar, lendo-o e relendo-o sempre que posso e nele encontrando cada vez mais profundamente gravada a alma de Zelia Sprada, através da beleza, de seus sonhos, da esperança, do amor, da dor e da insatisfação com a vida que, de forma tão bonita, deixou como herança para as gerações.
Mohamed.shapfz


Quem é Zelia Sprada- usamos de suas palavras para descreve-la:

"O poeta é do mundo e para o mundo. Ele inspira, enriquece, dá alento, calmaria, faz do amor seu reduto, das mágoas um livro, das lágrimas um rio que oferece a água mais potável, límpida, cristalina servida em taça de cristal a todos que saboreiam da sua poesia. Eles, na maioria da vezes, não sabem que o poeta sofre da dor mais atroz, mas sua poesia transcende, capaz de dar prazer a tantos e nem tanto ao seu criador - que pode saborear a felicidade de poder acalentar muitos corações frios. Sua poesia é do mundo e para o mundo e nunca sua. A dor é do poeta e de mais ninguém!"

sexta-feira, 24 de junho de 2011



Nova diretoria do Sinapro quer democratizar verba publicitária
Claudio Cordeiro toma posse como novo presidente do Sindicato dads Agências de Publicidade de Mato Grosso

PUBLICIDADE
Nova diretoria do Sinapro quer democratizar verba publicitária
Claudio Cordeiro toma posse como novo presidente do Sindicato dads Agências de Publicidade de Mato Grosso


DA REDAÇÃO


Agência José Medeiros Imagem
Claudio Cordeiro assina ato de posse na presidência do Sinapro

A nova diretoria do Sindicato das Agências de Propaganda do Estado de Mato Grosso (Sinapro/MT) foi empossada na última quinta-feira prometendo lutar para democratizar a verba publicitária no Estado.

"Para mim é prioridade mostrar a potencialidade das agências mato-grossenses, e lutar pela democratização da verba publicitária pública, como também buscar um novo circuito de comunicação com todas as agencias de publicidade, por meio dos universitários ”, frisou Claudio Cesar Cordeiro, durante a posse, que contou com cerca de 300 pessoas, por meio da assessoria do Sinapro.

A posse aconteceu no auditório do Centro de Convenções Senai do Porto, e m Cuiabá, e foi prestigiada por autoridades, diretores de agências de publicidade, veículos de comunicação, universitários e personalidades do mercado publicitário estadual.

Na entrega do cargo, o ex–presidente do sindicato, Junior Brasa, da Genius Publicidade, ressaltou a força e a importância que o mercado da propaganda Matogrossense representa para o Brasil. Segundo ele, o sindicato conquistou o respeito das agências de propaganda do interior, e possui uma fiscalização pontuada sobre os veículos de comunicação como também das novas mídias.

Claudio Cordeiro se declarou emocionado e com a certeza de uma batalha pela frente. Conforme ele, os três anos de mandato serão marcados por muitas ações, pautados pela ética e pelo modelo das melhores práticas comerciais. "A grandeza do nosso Estado está a nos cobrar um mercado publicitário mais forte, mais unido, mais impositivo no ranking nacional. É isso que eu e minha nobre diretoria vamos perseguir em todos os dias, nos próximos três anos, contando sempre com a ajuda das agências, clientes, veículos e fornecedores", frisou.


José Medeiros Imagem



O vice presidente Executivo da Federação Nacional das Agências de Propaganda, Humberto Mendes, que veio a Cuiabá prestigiar a posse da nova diretoria, destacou o trabalho atuante do ex – presidente Brasa junto a Federação Nacional das Agências de Propaganda e prestigiou os trabalhos da agência de publicidade do novo presidente.

“Tenho a certeza que Claudio irá lutar pela valorização da propaganda regional, hoje em Mato Grosso ele é o publicitário mais preparado para estar a frente do sindicato”. No encerramento do evento uma palestra sobre a história da propaganda em Mato Grosso foi proferida pelo fundador da publicidade no Estado, Mauro Cid Nunes da Cunha, atual secretário de comunicação da Câmara de Vereadores de Cuiabá.



Confira a nova diretoria do Sinapro:


NOVA DIRETORIA DO SINAPRO CARGO MEMBRO AGÊNCIA
PRESIDENTE CLAUDIO CORDEIRO GONÇALVES CORDEIRO
1º VICE EVANILTON CARDOSO INTERAGE
2º VICE SUELI FRANCIO SELVA COMUNICAÇÃO
1º SECRETÁRIO LUIZ GONZAGA JR. "BRASA" GENIUS PUBLICIDADE
2º SECRETÁRIO AMILTON CARDOSO GANZÁ
1º TESOUREIRO RAFAELTIMÓTEO GMA PROPAGANDA
2º TESOUREIRO NEIF FEGURE NFN PUBLICIDADE




Politicom recebe trabalhos para o X Congresso Brasileiro de Marketing Político



Inscrições para apresentação de trabalhos no Congresso da Politicom vão até o próximo dia 15 de junho. Evento acontece nos dias 3 e 4 de agosto, na Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo.
Politicom recebe trabalhos para o X Congresso Brasileiro de Marketing Político

A Politicom (Sociedade Brasileira de Pesquisadores e Profissionais de Comunicação e Marketing Político) promove este ano a décima edição do Congresso Brasileiro de Marketing Político, entre os dias 3 e 4 de agosto, na Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo.

Os interessados em apresentar trabalhos (de 20 mil a 35 mil caracteres com espaço) têm até o próximo dia 15 de junho para inscrição em um dos seguintes grupos:

GT1 – Rádio
GT2 – Televisão
GT2 – Televisão
GT3 – Internet
GT4 – Impresso (jornais/revistas)
GT5 – Projetos experimentais.
GT6 – Temas livres
GT7 – Pesquisas eleitorais e imagem pública.
GT8 – Marketing pós-eleitoral e comunicação governamental.
GT9 – Iniciação científica em marketing político

Mais informações sobre o evento estão disponíveis no site: www.mackenzie.br/politicom10.html





Seleção Brasileira de Handebol enfrenta Grã-Gretanha no domingo


Brasil faz primeiro de três amistosos no ABC Paulista

- Dos jogadores convocados pelo técnico Javier Garcia Cuesta para a fase de treinamentos em São Paulo, 16 foram relacionados para o amistoso que a Seleção Olímpica Masculina de Handebol fará contra a Grã-Bretanha no próximo domingo (5), a partir das 11h30, no Ginásio Marlene José Bento, em São Caetano.

O confronto faz parte da preparação do grupo para a disputa dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, no México, em outubro, e por isso, segundo o ponta Gil Vicente, funcionará como um teste para a equipe nacional. "Claro que a vitória nesse jogo é muito importante para nós, mas nesse momento não é essencial. O objetivo será usar os amistosos para entrosar o time o máximo possível", comentou o jogador, referindo-se às outras duas partidas que o Brasil fará contra os europeus, no dia 7, em São Bernardo, e no dia 9, em Santo André.

Sobre expectativas para o primeiro amistoso, Gil Vicente destacou que a Seleção tem certa desvantagem no que diz respeito a conhecer o adversário. "Como é uma equipe relativamente nova, que ainda está se fortalecendo, ainda não temos muitas informações detalhadas. Eles, no entanto, já nos conhecem por termos participado do Mundial, em janeiro, e já sabem um pouco sobre nosso estilo de jogo. A única coisa que sabemos é que muitos jogadores deles atuam juntos na Europa e, por isso, devem ter um certo entrosamento".

O também ponta Felipe Borges reafirmou o comentário e acrescentou que o Brasil terá que proveito desse pequeno mistério. "Estamos curiosos para conhecê-los dentro de quadra. Vamos aproveitar para tirar proveito do que eles têm para nos mostrar; tentar aprender com eles também".

Para driblar a impossibilidade de arriscar estratégias com base no jogo do adversário, segundo Gil Vicente, o melhor caminho é se preparar para tudo o que possa vir do outro lado. "O que fizemos foi testar mais de um sistema defensivo durante os treinos. Assim, teremos condições de variar na hora do jogo, de acordo com o que a Grã-Bretanha apresentar".

Novidade - O ponta Kauê de Ébano Matos Ferreira (do Unoesc/Orbenk/Chapecó) foi o 23º jogador convocado por Javier. Ele se juntou ao grupo na última quarta-feira (1) e é um dos 16 relacionados para o amistoso de domingo. Kauê estará ao lado dos goleiros Maik, Marcão e Rick, dos armadores Jaqson, Sidney e Thiagus, dos pontas André, Deivid, Borges, Gil Vicente e Júlio César, dos centrais Bruno Santana e Henrique e dos pivôs Ales e Vinícius.
Sancionada lei para enfrentamento ao bullying nas escolas


O governador Wilson Martins sancionou lei determinando o enfrentamento ao bullying nas instituições do ensino fundamental e médio, das redes pública e privada. A Lei n° 6076 foi publicada no Diário Oficial do Estado do último dia 31 de maio.
Considera-se bullying qualquer prática de violência física ou psicológica que ocorra sem motivo evidente. A lei tem como objetivo reduzir a prática de violência dentro e fora das instituições de ensino e melhorar o desempenho escolar.

De acordo com a lei, a Secretaria de Estado da Educação e Cultura prestará apoio às instituições de ensino estaduais, além de firmar convênios e parcerias com órgãos públicos e privados, Organizações Não Governamentais, contando com apoio da sociedade civil, entidades e especialistas no assunto.

A lei determina ainda que a instituição escolar deve orientar as vítimas de bullying e seus familiares, oferecendo-lhes o necessário apoio técnico e psicológico, de modo a garantir a recuperação da autoestima das vítimas e reduzir o prejuízo no desenvolvimento escolar.

As ocorrências de bullying serão registradas em cadastro que deverá ser atualizado. A instituição escolar deverá encaminhar as vítimas e agressores para serviços de assistência médica, social, psicológica e jurídica, que poderão ser oferecidos por meio de parcerias e convênios.
Conselho Juvenil no 2º Congresso de Estudantes
- Jovens das redes municipal e particular discutirão em Teresópolis a paz e a qualidade de ensino

Da Redação

O Conselho Juvenil é um Projeto nascido da Vara da Infância com o intuito de melhorar a vida escolar, tentando reduzir o bullying e a violência, através da criação de lideranças estudantis positivas. “O Conselho reúne jovens alunos conscientes de que a atual geração tem grandes chances de se tornar uma juventude perdida, e baseados nisso nos reunimos para discutir melhorias e soluções para os problemas”, destaca a Presidente do CJ, Ana Clara Pedrosa, chamando para o 2º Congresso de Estudantes que acontecerá nesta sexta-feira.

O trabalho realizado pelos jovens vem ocorrendo desde 2009. Nesse trajeto, ocorreu no ano de 2010 o primeiro congresso estudantil promovido pelo Conselho Juvenil. Tendo em vista que este foi um sucesso, o Conselho Juvenil deste ano realizará o II CONEST (Congresso Estudantil de Teresópolis). Ele desperta grande interesse, principalmente depois da histórica manifestação que o CJ realizou em 11 de abril, onde centenas de estudantes caminharam em “Luto por Realengo, Luta Contra o Bullying”, ressuscitando históricos momentos do movimento estudantil de outros tempos. O Conselho contabiliza também, dentre as suas vitórias, a organização de cerca de duas dezenas de grêmios e associações estudantis.

O CONEST reunirá estudantes das escolas das redes municipais, estaduais e particulares de Teresópolis, e abordará o tema “O futuro se faz agora, paz e qualidade na escola”. Dentro do tema citado serão abordados o bullying, as metas para fim da intolerância, bem como o fim do preconceito e da discriminação no ambiente escolar, dentre outros subtemas. O Conselheiro Honorário, Pablo Caneiro, acrescenta que “O Congresso visa à união das escolas, pois estudantes de diferentes origens estarão reunidos para um mesmo propósito, sendo este a melhoria do ensino e qualidade da escola”.

O II CONEST, que contará com a presença da Juíza Titular da Vara da Infância, Drª Inês Coutinho, ocorrerá nesta sexta-feira, dia 03, no auditório do SESC, das 8h às 17h30.
COHAB transfere famílias de fundo de vale para novas moradias



Programa Minha Casa, Minha Vida deve tirar 12 famílias do fundo de vale do Córrego dos Tucanos e levá-las para o jardim Colúmbia nos próximos dias

Mais três famílias moradoras em fundos de vale foram realocadas para novas residências do programa Minha Casa, Minha Vida nesta semana. As famílias eram moradoras do fundo de vale do Córrego dos Tucanos na rua Bélgica, região sul da cidade. Mais nove famílias moradoras do local devem, nos próximos dias, ser transferidas de suas atuais moradias para casas construídas pela Companhia de Habitação de Londrina (COHAB-LD) no jardim Colúmbia, região oeste da cidade.

A primeira família fez sua mudança ainda na quarta-feira (1º) e, ontem (2), mais duas se mudaram para as novas casas. Segundo o diretor presidente da COHAB, João Verçosa, a mudança ocorre de acordo com a disponibilidade da família de fazer a mudança. “Outras famílias que moram no local, inclusive preferem esperar que mais casas sejam construídas na região sul, para que possam se mudar. Dentro das possibilidades, sempre atendemos a essas solicitações”, explicou Verçosa.

Desde o início do programa, foram entregues 240 casas; deste total, aproximadamente 70% foram para famílias em situação de risco, como fundos de vale e áreas de preservação permanente. “As pessoas procuram a COHAB, ou a Companhia vai até elas e fazem uma inscrição no programa, quando, então, fazemos um trabalho de seleção e, posteriormente, as casas são entregues por ordem de necessidade da família”, explicou o presidente da COHAB.

Verçosa afirmou que a transferência das famílias proporciona um resgate da cidadania dessas pessoas. “Esses cidadãos moram nessas áreas de risco, porque não têm condições de adquirir uma casa própria. Estamos possibilitando que elas residam em uma casa digna, com infraestrutura e de propriedade delas, com escritura”, ressaltou o presidente.

O presidente da COHAB explicou que esse programa atende prioritariamente pessoas com renda familiar de até R$1.395, cujas prestações vão de R$54 a R$139, representando 10% da renda. “Quem não tem nenhuma renda comprovada, também, pode fazer parte do programa. Além disso, são atendidas, indistintamente, as pessoas mais carentes, não sendo necessário a mesma estar com o ‘nome limpo’ para participar”, informou.

As antigas casas dessas famílias realocadas estão sendo imediatamente demolidas, e a previsão é que todas as que moram no local sejam retiradas, para que um trabalho de recuperação ambiental seja executado na área de preservação permanente. Neste sábado (4), mais duas famílias devem ser transferidas para as novas casas no jardim Colúmbia.
Secretaria da Agricultura discute isenção de ICMS para carne suína


Nesta quarta-feira (1/6), o secretário de Estado da Agricultura e da
Pesca, João Rodrigues, e o secretário adjunto, Airton Spies, estiveram
reunidos com o presidente do Instituto Nacional da Carne Suína, Volmir de
Souza; o presidente da Associação Catarinense de Criadores de Suínos
(ACCS), Losivânio Lorenzi; representantes do setor, e com o deputado
estadual Moacir Sopelsa. O motivo do encontro foi analisar a possibilidade
de isenção do ICMS da carne suína in natura e de suínos vivos vendidos
para outros Estados até o final de junho e com retroatividade ao dia 27 de
abril deste ano.
De acordo com os representantes do setor, a medida é paliativa para
enfrentar a crise vivida na suinocultura. A crise é conseqüência do
excesso de oferta de carne suína e da alta de insumos, especialmente do
milho e soja, componentes básicos da ração para os animais. A Embrapa
aponta o custo de produção em torno de R$ 2,65 por quilo do animal vivo,
enquanto a comercialização situa-se em torno de R$ 2,00 no mercado.



Segundo o secretário Rodrigues, a medida se justifica para atender os
pequenos produtores, chegando à ponta da cadeia produtiva. Os criadores
alegam que perdem mercado porque Rio Grande do Sul e Paraná mantiveram a
isenção do ICMS até o final de junho. Os representantes dos suinocultores
também reivindicaram a isenção tributária na comercialização de carcaças
suínas para outros Estados e uma tributação diferenciada para pequenas e
médias agroindústrias do setor, além de uma política de abastecimento de
milho.
Finalmente, manifestaram a expectativa de inclusão com brevidade, do
Estado de Santa Catarina no Sistema Unificado de Atenção à Sanidade
Agropecuária (Suasa), do Ministério da Agricultura, por representar a
possibilidade de expansão do mercado para os produtos da suinocultura,
processados nas agroindústrias inspecionadas pelo serviço de inspeção
estadual.
Embargo russo: prejuízo de R$ 72,6 mi no RS




A proibição do comércio de carnes gaúchas no mercado russo, que entra em vigor na quarta-feira, 15, representará uma perda mensal de R$ 72,6 milhões às indústrias no estado.
A medida, que atinge a venda de carnes suína, bovina e de aves de 35 frigoríficos em 25 municípios rio-grandenses, está embasada em razões sanitárias e comerciais.
Segundo informações do jornal Zero Hora, o governo russo declarou que todas as empresas inspecionadas em abril não cumpriram com as normas sanitárias do país.
Essa não é a primeira vez que a Rússia embarga as carnes do estado.

Hoje, o Rio Grande do Sul é o segundo maior exportador de carnes para a Rússia. Em 2010, o estado totalizou R$ 866,50 milhões em vendas, representando alta de 20, 55%, em relação ao mesmo período do ano anterior

O impacto será maior nos frigoríficos que exportam carne suína, segmento que representa 70, 99% das vendas, num total de R$ 62 milhões.

Conforme dados da Zero Hora, os frigoríficos estão adotando táticas para driblar o embargo.

Como alternativa, alguns grupos pretendem redirecionar a produção regional para unidades em outros estados que não foram atingidos. Além disso, a Cooperativa dos Suinocultores de Encantado (Cosuel) anunciou que investirá no mercado interno para buscar abertura em outros países, com volumes menores.

No Rio Grande do Sul, o município de Caxias do Sul, que possui quatro frigoríficos, é o mais afetado. Ao todo 85 estabelecimentos da região sul terão prejuízo com o embargo russo.
Conjunto Roseira ganha a 17ª horta comunitária

O prefeito Barbosa Neto entrega mais uma horta comunitária; as hortaliças servirão para o consumo de cerca de 32 famílias


O prefeito Barbosa Neto entrega neste domingo (5), às 9h, a 17ª horta comunitária de Londrina, localizada na rua Francisco Galhardo, ao lado da quadra esportiva do centro comunitário, no Conjunto Roseira. A horta tem 1.400 m², onde estão plantados alface, almeirão, rúcula, cebolinha, salsinha, couve, rabanete e cenoura. As hortaliças servirão para o consumo de cerca de 32 famílias do jardim Roseira
A água para irrigar a plantação é capitada de uma mina localizada a 70 m da horta. “A água vem de uma mina natural e nós entregamos neste domingo mais uma horta que propicia alimento saudável, livre de agrotóxico, para a população”, explicou o integrante do Projeto Hortas Comunitárias, Gabriel Terencio Benaglia.
Benaglia lembrou a importância da horta dentro de uma comunidade. “Nós buscamos a integração entre as pessoas das comunidades que recebem as hortas. Sem dúvida nenhuma, cada vez que entregamos uma horta comunitária, ela interfere diretamente na dieta alimentar das pessoas e esse é um quadro positivo”, afirmou.

(Londrina, 3 de junho de 2011)

Diretrizes Curriculares para a Educação Infantil na prática


Acontece esta semana o encontro regional do Diretrizes em Ação, uma parceria entre o Instituto Avisa Lá, o MEC o UNICEF , o Instituto de Formação de São Luiz e 10 Secretarias Municipais da Educação da baixada Maranhense com na cidade de São Bento – MA.

O trabalho de formação das equipes de profissionais envolve encontros presenciais e ações a distância e a elaboração de vídeo que será distribuído por todo Brasil para apoiar a implementação das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação infantil.


Cativa Mais veste com estilo mulheres e homens Plus Size


POMERODE (SC) – Cada vez mais em evidência no país, o público Plus Size tem sido assistido há alguns anos pela Cativa Têxtil. E a indústria tem ido além das peças tradicionais. O foco está num apelo mais fashion, para atender a homens e mulheres joviais, ligados às tendências e ávidos por roupas diferenciadas, feitas exclusivamente para eles, pessoas de beleza muito comum entre os brasileiros. Para o inverno, a indústria catarinense criou roupas para atender aos mais exigentes gostos. Sem perder a elegância.

Para elas, o inverno está super na moda. As dimensões continentais do Brasil fizeram com que a equipe de designers criasse diferentes peças, para atender ao frio do Sul e Sudeste e ainda assim assegurar o bem-vestir nas outras regiões. Na carteira de produtos, blusas, regatas, coletes, leggings e até bermudas. Plush e moletom são tecidos-chave para o frio dessa época do ano. Vestidos, casacos e jaquetas são os modelos para atender à parte fria do país. Nessa coleção a modelagem foi bastante trabalhada, principalmente como possibilidade de coordenar as peças de cima com as de baixo.

Elementos como broches removíveis incrementam as roupas com toques de sofisticação. O mesmo efeito ocorre com a presença de detalhes em tecido plano, que ajudam a acompanhar as tendências de moda. Peças mais tradicionais ganham apelo fashion como peitilhos com casas duplas de sete botões. “A coleção foi inspirada no comportamento Rural Urbano, tendência que nos remete à estamparia de florais estilizados, natureza de forma mais abstrata e desenhos geométricos sem, claro, comprometer a silhueta, grande preocupação de quem veste Cativa Mais”, salienta a designer Juliete Floriani.

Já para os homens, público-alvo de Cativa Mais, foram elaboradas roupas como camisetas, jaquetas e golas polos com características joviais e modernas. O tema de inspiração foi Troca de Guarda, com toques da cultura inglesa.



Coleção Primavera Verão 2011 já pronta

Enquanto os lojistas focam as vendas de inverno, a Cativa Têxtil já tem prontas as roupas que atenderão os consumidores já no próximo período, com a coleção Primavera Verão. Para o público feminino, a estamparia ganha cores, os florais ganham espaço e os abstratos são presença marcante. Entre as novidades, uma técnica de sublimação, que “estampa” imagens sobre lantejoulas já aplicadas ao tecido. “Para essa coleção, preparamos de regatas a blusas de mangas curtas, com destaque para as malhas diferenciadas, como o flamê e o visco strech. Também não podemos esquecer da modelagem, que se ajusta melhor ao corpo, contribuindo para o bem-estar da mulher que veste Cativa Mais”, afirma a designer Juliete Floriani. As roupas desenvolvidas têm um ar de sensualidade, representados por ombros à mostra e vestidos mais curtos. Sempre dentro da discrição exigida pela cliente da marca.
Para os homens, Cativa Mais traz informações sobre a indústria cinematográfica e o ritmo de Bollywood, o equivalente a Hollywood na Índia, que dão a tônica às roupas. Para eles, a marca faz um trabalho mais limpo em relação à estamparia e aposta em bordados, também bastante discretos. Regatas, golas polos e camisetas compõem o mix de produtos.


Cativa Têxtil
Rua Hermann Ehlert, 320, Pomerode (SC)
Fone/Fax: 55 (47) 3387-9999
www.cativa.com.br
Governador aborda reunião com os professores através de webconferência com
as regionais



Por meio de webconferência, nesta sexta-feira (3), o governador Raimundo
Colombo relatou aos diretores de escolas da rede estadual de ensino,
secretários regionais e gerentes de educação do Estado os assuntos
tratados na reunião com representantes do Sindicato dos Trabalhadores em
Educação de Santa Catarina (Sinte/SC), realizada no dia anterior, em
Florianópolis. Colombo disse que o Governo do Estado apresentou uma
proposta e abriu negociação com os professores para o retorno às aulas. O
governador reafirmou que o Governo considera a reivindicação dos
educadores justa, mas que o Estado tem limites financeiros.



Durante a reunião com o Sinte na quinta-feira (2), o governador entregou
aos professores um documento que propõe o piso de R$ 1.190,00 para a
jornada de 40 horas e de R$ 2.385,01 para o vencimento do maior nível
profissional da carreira do magistério. Nesses valores ainda incidirá
gratificação de 15% adicional por tempo de serviço e adicionado o vale
alimentação para compor o salário do servidor. Respectivamente, há um
ganho de 95% e 35% no vencimento final.



O governador Raimundo Colombo também se mostrou à disposição para melhorar
a carreira dos professores e pediu a formação de um grupo de trabalho
entre Governo e Sindicato. Esse grupo irá debater, em um prazo de 180
dias, a atualização da tabela com base no piso salarial nacional, a
revisão do decreto que trata da progressão funcional e da lei dos ACTs,
além de implementação de projetos para resolução de problemas estruturais,
de segurança e mobilidade das escolas.



Nesta sexta-feira os docentes devem encaminhar uma contraproposta ao
governo com a apresentação dos pontos com os quais eles discordam. Esse
prazo é necessário para que o Governo possa fazer simulações na folha de
pagamento durante o final de semana e na segunda-feira (6) apresente uma
resposta aos professores. Assim que houver um entendimento, o Governo
envia à Assembleia Legislativa a proposta de conversão da tabela salarial
contida na medida provisória enviada na semana passada. “O Governo está
sendo honesto e não quer entrar em confronto com os professores. Somos o
mais parceiro em buscar os recursos para a educação”, finalizou o
governador.
Participaram da webconferência os secretários da Educação, Marco Tebaldi;
Planejamento, Filipe Mello; Comunicação, Derly Anunciação; Assuntos
Estratégicos, Paulo Cesar da Costa e o diretor geral da Educação, Eduardo
Deschamps.
Estudo revela o perfil dos cruzeiristas

Público é composto por pessoas na faixa etária entre 25 e 44 anos e com ensino superior completo.As mulheres são maioria


– Indicação de amigos e parentes e o preço estão entre os principais fatores que influenciam a opção por uma viagem de cruzeiro. O levantamento Cruzeiros Marítimos: Estudo de Perfil e Impactos Econômicos no Brasil, encomendado pela Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Abremar) à Fundação Getulio Vargas (FGV), aponta que, na temporada 2010/2011, 62,7% dos cruzeiristas estavam em sua primeira viagem de navio. O estado de origem da maioria dos passageiros foi São Paulo (61,1%), seguido por Rio de Janeiro (12%) e Paraná (5,9%).

Os cruzeiristas, geralmente, viajam acompanhados por cônjuge/namorado(a) (43,8%), por amigos (40,6%) e filhos/parentes (40,3%). Há predominância do público feminino (55,8%) e de pessoas casadas (54,4%). A maioria (48,6%) está na faixa etária entre 25 e 44 anos e tem ensino superior completo (58,1%). Segundo o estudo, 29% dos cruzeiristas possuem faixa de renda mensal familiar entre R$ 5 mil e R$ 10 mil, já 14,7% têm renda familiar acima de R$ 10 mil.

O estudo aponta que 15,3% dos entrevistados estenderam a viagem e permaneceram um período maior na cidade de embarque/desembarque, antes e/ou após a viagem de cruzeiro. Segundo o estudo, o Rio de Janeiro (RJ) e Santos (SP) são os principais portos de embarque/desembarque do país. Dos que afirmaram ter permanecido mais tempo no destino – de dois a três dias adicionais –, 61,3% hospedaram-se em hotéis e 33,8% em casa de amigos e parentes.

Ao serem questionados se retornariam ao destino de escala a lazer, 89,1% responderam positivamente. Além disso, 51,8% afirmaram que a imagem do destino melhorou após a viagem.


Brasil ganha novo sistema de classificação hoteleira



- O ministro do Turismo, Pedro Novais, assina, nesta terça-feira (7), no Rio de Janeiro, a portaria que institui o Sistema Brasileiro de Classificação de Meios de Hospedagem (SBClass). Com o novo modelo, que segue padrão mundial de referência para serviços turísticos, as estrelas voltam a ser o símbolo utilizado para indicar a categoria dos empreendimentos hoteleiros.
A portaria define procedimentos e critérios para avaliação de sete tipos de hospedagem: hotel, resort, hotel-fazenda, cama e café, hotel histórico, pousada e flat/apart hotel. Eles serão classificados em uma escala que varia de uma a cinco estrelas. O projeto é uma parceria do Ministério do Turismo com o Instituto Nacional de Metrologia e Qualidade Industrial (Inmetro).
Após a cerimônia, haverá entrevista coletiva com o ministro Pedro Novais e outras autoridades.







SERVIÇO

Cerimônia de assinatura da portaria que institui o Sistema Brasileiro de Classificação Hoteleira
Dia: 07.06.2011
Hora: 9h30

Local: Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo - CNC, 9º andar - Avenida General Justo, nº 307, Castelo - Rio de Janeiro (RJ).



O Grupo Obi . é empresa brasileira sediada em São Paulo ,e com filiais em 09 Estados Brasileiros ( RioGrande do Sul,Santa Catarina,Parana, MinasGerais,Mato Grosso,Mato Grosso do Sul,Paraiba,Espirito Santo,Acre),. E um dos maiores grupos em celulose .
Produtora de celulose branqueada de eucalipto, respondendo por 10% da oferta global do produto. Possuindo unidades fabris ,em Minas Gerais e Mato Grosso
A celulose produzida é destinada à fabricação de papéis de imprimir e escrever, papéis sanitários e papéis especiais de alto valor agregado.
Investindo no cultivo de florestas como fonte renovável e sustentável de vida, para produzir riqueza e crescimento econômico, promover desenvolvimento humano e social e garantir conservação ambiental.
Orgulhosos de sua origem e dos nossos fundamentos - excelência tecnológica, liderança, compromisso com o futuro e a vitalidade da nossa terra,está embusca de novas areas no RioGrande do Sul para ampliação de seu parque industrial.
Suas atividades têm por base uma área florestal , dos quais alguns hectares são dedicados à conservação de ecossistemas nativos.

quarta-feira, 22 de junho de 2011




Jovem pintor piauiense expõe na Casa da Cultura




Quadros que misturam tinturas convencionais a quaisquer outros materiais que, na visão do artista, possam combinar, completar sua composição. O jovem pintor Portela Demian, de apenas 21 anos, expõe sua arte na Casa da Cultura de Teresina a partir das 9h da manhã do dia 08 de junho (quarta-feira).
Pinturas sensuais, utilizando-se de sucatas, resíduos industriais, grafites, terra, dentre outros matérias, sua obra se encaixa dentro da contemporaneidade, da vida cotidiana. “Portela é uma pessoa muito inquieta, enérgica, apressada, e, às vezes, até nervoso. Todas essas características acabam se refletindo em sua obra. Ele quer sempre chegar o mais rápido possível onde anseia”, comenta seu professor de desenho, Gabriel Arcanjo.
Desde 2008, Portela é aluno da oficina de desenho e pintura do professor Gabriel Arcanjo, ministrada no Teatro João Paulo II, mantido pela Prefeitura de Teresina por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, e por se destacar, o TMPJII resolveu realizar esta exposição individual de seu trabalho.
Sua obra ficará em exposição na Casa da Cultura até o dia 20 de junho, de segunda à sexta das 8h às 18h, e aos sábados, das 9h às 13h. A Casa fica localizada próxima à Praça Conselheiro Saraiva, no centro de Teresina. A entrada é franca.



Serviço

Evento: Exposição de Portela
Data: 08/06 a 20/06
Local: Casa da Cultura
Do barroco ao classicismo: OST toca no Música Depois da Missa



Neste domingo (05), a viagem da Orquestra Sinfônica de Teresina será mais curta, pois nos mostrará duas escolas temporalmente próximas, onde uma antecede a outra. Poderemos assistir a interpretação de dois compositores, um clássico e um barroco, pela regência do maestro Aurélio Melo às 11h, gratuitamente, no Palácio da Música.
O primeiro compositor apresentado será o alemão Georg Friedrich Händel. A música barroca caracteriza-se pelo uso de complexos contrapontos tonais, ornamentos e tonalidades maiores e menores, como meio de administrar a dissonância e o cromatismo na música. Os inícios da forma sonata foram estabelecidos, com a noção mais formal de tema e variações. Instrumentos de teclado como cravo e órgão tornaram-se gradativamente mais populares.
Em seguida, será a vez de levar ao conhecimento do público, a obra do austríaco Franz Joseph Haydn. No período clássico, o piano se tornou o principal instrumento de teclado e a música de câmara cresceu, passando a abranger grupos com 8 ou até 10 músicos, em serenatas. A sinfonia despontou como forma musical, e o concerto foi desenvolvido até se tornar um veículo para demonstrações de virtuosismo técnico dos instrumentistas. As orquestras dispensaram o cravo, que fazia parte tradicional do estilo barroco, e passaram a ser regidas pelo primeiro-violino, o spalla.
Todo primeiro domingo do mês, a Orquestra Sinfônica de Teresina é a encarregada de levar lazer, cultura e educação à população depois das missas de domingo. Grupos musicais se apresentam todo domingo às 11h no Palácio da Música, localizado no cruzamento das ruas Treze de Maio e Santa Luzia – Centro.
O projeto Música Depois da Missa é uma iniciativa da Prefeitura de Teresina por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves e da Associação dos Amigos da Orquestra. A ideia é que, ao término das missas matinais de domingo, as pessoas tenham um espaço público gratuito para se entreter com boa música durante uma hora. “Pretendemos dar oportunidade de atividades à população aos domingos pela manhã”, diz Abiel de Sousa, diretor da Associação dos Amigos da Orquestra Sinfônica de Teresina, que recebe o apoio da FMC.
No decorrer do ano, a OST também se dedicará ao russo Tchaikovsky, cuja suíte Nutcracker, em português, O Quebra Nozes, será apresentada ao fim do ano.


Serviço
Evento: Música Depois da Missa

Data: 05/06/11

Horário: 11h

Local: Palácio da Música
Dia da Ecologia: Arte Itinerante leva cultura ao Encontro dos Rios neste domingo (05)




Dia 05 de junho é o Dia da Ecologia e do Meio Ambiente. E neste importante dia, nada mais justo que uma comemoração no maior ponto turístico da capital piauiense: o Encontro dos Rios, especial não apenas para Teresina, mas para todo o Brasil. A entrada é gratuita e têm início às 15h neste domingo.
Nesta tarde, haverá apresentações do Grupo de Dança do Teatro João Paulo II, sob instrução de Graciane Sousa, e da Banda de Música Luiz Gonzaga, do Escolão do Mocambinho, tocando marchas militares, dobrados, maxixe, samba, forró, axé, sob regência do maestro Leonne.

Em 2011, a Banda Luiz Gonzaga comemora 20 anos de permanente atividade como um dos mais importantes centros de formação de instrumentistas do Piauí. Do erudito ao popular, a maioria dos músicos do mercado piauiense atual traz em sua bagagem, ensinamentos de projetos Banda-Escola da Prefeitura Municipal de Teresina. “Uma das principais conquistas do projeto foi ter colocado em evidência algumas bandas de música, que até então eram tidas meramente como uma tradição, mas que precisava ser revitalizada. Isso retificou certa noção de que banda de metais era coisa de velho”, explica Vitalino Luz, coordenador de bandas da FMC.
Todas as semanas, com o Projeto Arte Itinerante, a Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, leva grupos mantidos pela FCMC para apresentações gratuitas no local, incrementando a atração turística com doses de cultura popular.
Núcleo Multidisciplinar de Pesquisa Extensão e Estudo da Criança de 0 a 6 está pedindo a inserção na Rede. Segue abaixo um resumo da proposta do NUMPEC:



Criado em 1992, o Núcleo Multidisciplinar de Pesquisa, Extensão e Estudo da Criança de 0 a 6 anos (NUMPEC) se constitui em espaço de debate científico e político sobre infância e Educação Infantil (EI), que integra atividades de pesquisa e extensão e, desde 1997, a Creche - UFF. Assim, o NUMPEC tem como espaço de pesquisa privilegiado (mas não único) a Creche - UFF, o que possibilita um desenho institucional que articula atividades de pesquisa com processos de intervenção relacionados com a formação de profissionais de Educação Infantil (da Creche - UFF e de outras unidades de Educação Infantil da região) e, ainda, com o atendimento à criança pequena.

Com uma equipe da UFF que integra professores, pesquisadores, técnicos e alunos de Psicologia, Educação, Serviço Social e Nutrição, o NMPEEC desenvolve estudos teóricos e empíricos sobre desenvolvimento e aprendizagem infantil, formação (inicial e continuada) dos profissionais de EI e, ainda, formas de organização político-pedagógica de unidades de Educação Infantil em suas relações com as famílias. Conta ainda com parcerias estabelecidas na Europa, América do Norte e Latina (Argentina, Colômbia).

O NUMPEC adota perspectivas teórico-metodológicas diversas e complementares visando aprofundar nossa compreensão do mundo infantil e de suas conquistas e avanços, considerados em suas relações com famílias e instituições/contextos educativos. Adotando abordagens teórico-metodológicas de base sócio-cultural e interacionista, define como foco principal de análise o contexto educativo da criança pequena, em que se articulam práticas pedagógicas e de intervenção com processos relacionados ao desenvolvimento humano. Para tanto, a equipe trabalha com um quadro analítico geral que pretende integrar múltiplas dimensões da atividade humana, tanto adulta como infantil, articulando aspectos da ação/experiência, da linguagem/representação e do conhecimento de um lado, com as esferas da afetividade, subjetividade e cultura de outro.

A atual Coordenadora é Ângela Meyer Borba (Profª. da Faculdade de Educação da UFF) e o telefone para contato: (21) 9622-2383.



Por favor votem e enviem as resposta diretamente para meu e-mail: milla@primeirainfancia.org.br


Canatiba apresenta nova coleção denim color
A empresa acaba de lançar para o mercado confeccionista a nova linha Colors Verão 2012, com fios tintos no urdume, diversos padrões de lavagem e acabamentos resinados.
Senac Rio Fashion Business termina com resultado positivo
Os organizadores do evento garantem que a 18ª edição do Senac Rio Fashion Business alcançou a cifra de R$ 845 milhões em negócios fechados, durante quatro dias, com a presença de 70 mil visitantes.
ABETA participa do Festival de Turismo das Cataratas do Iguaçu

Associação estará presente na 6ª edição do evento, que acontece de 16 a 18 de junho.




Começa no próximo dia 16, em Foz do Iguaçu, a 6ª edição do Festival de Turismo das Cataratas do Iguaçu. Motivados pelo sucesso do ano passado, os organizadores esperam que cerca de 6 mil pessoas compareçam ao evento. O público visitante contempla agentes de viagem, operadores, estudantes, professores, entidades do setor, expositores e imprensa. E a ABETA – Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura marca presença com um espaço para divulgar seus associados e Comissões.
Para a consultora ABETA, Stela Maris, a participação é estratégica para a entidade. “O Festival tem crescido a cada ano e já está entre os principais eventos do trade turístico nacional. É uma excelente oportunidade para promovermos nossos associados e comissões, bem como os segmentos de Ecoturismo e Turismo de Aventura de uma forma geral”, avalia.



Rodada de Negócios - Além disso, o Festival de Turismo das Cataratas do Iguaçu terá um espaço coordenado pelo Sebrae Nacional destinado exclusivamente para Rodada de Negócios. A ideia é incentivar a comercialização entre as empresas presentes. Podem participar agências emissivas, receptivos, meios de hospedagem, transporte turístico e entretenimento e lazer.



No ano passado o saldo foi animador: a Rodada resultou em R$17,6 milhões em comercializações futuras, sendo que mais de 91% dos participantes afirmaram existir a possibilidade de fechar negócio. Em 2011, as empresas interessadas devem se inscrever pelo site do evento e na própria ficha de inscrição selecionar a opção relativa à Rodada de Negócios. Até 12 de junho o valor para profissionais de turismo é R$60,00.



Workshop IBQP – Paralelo ao Festival acontece o workshop Turismo 100% do Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBQP). Segundo o coordenador do Projeto Turismo 100%, Ney Weissheimer Junior, um dos objetivos é propiciar que os participantes conheçam e debatam as experiências e práticas em qualificação e certificação do turismo internacional e compará-las com experiências nacionais. A ação é voltada para órgãos oficiais de turismo, empresários e profissionais do setor turístico, entidades de classe das diversas ocupações do turismo, organismos de certificação e instituições de ensino.



No dia 17 de junho às 9h acontece um debate sobre a certificação no Turismo de Aventura. Um dos convidados para compor a mesa é o coordenador geral da ABETA, Gustavo Timo. Entre os nomes confirmados estão: Damaris Chaves, da Rainforest Alliance (Costa Rica); Alfredo Carlos Orphão Lobo, do INMETRO; e Antonio Carlos Barros de Oliveira, da ABNT. Como moderador, o professor doutor da USP, Ricardo Uvinha.



Às 14h é a vez dos associados ABETA falarem dos casos de sucesso de certificação no Turismo de Aventura. Três empresários participam: Márcio Miranda, da Ninho do Corvo; Otto Hassler, da Ativa Rafting; Simone Gonçalves, da Marumby Montanhismo. Quem modera é a professora da UFPR, Laura Rinaldi.
Copa do Mundo - A preparação para a Copa do Mundo 2014 já ganhou destaque nos segmentos de Ecoturismo e Turismo de Aventura. No Festival, os visitantes também conferem o estande do Bem Receber Copa Ecoturismo e Aventura, iniciativa do Ministério do Turismo, liderado pela ABETA. O projeto tem foco na qualificação da linha de frente destes segmentos e uma ação de ativação da cadeia de distribuição do turismo para fortalecer a comercialização de Ecoturismo e Aventura.
No estande serão divulgadas as ações de qualificação e informações relevantes para que operadores e agentes de viagem possam comercializar produtos de Ecoturismo e Turismo de Aventura com qualidade e segurança. Está prevista uma ação promocional, com sorteio de equipamentos e atividades de aventura.

Convocada Conferência de Políticas às Mulheres

DISCUSSÃO EM RIO CLARO, EM JULHO DESTE ANO, VAI ANTECEDER AS ETAPAS ESTADUAL E NACIONAL. CONVOCAÇÃO FOI FEITA PELO PREFEITO ALTIMARI

Divulgação Oficial


No final da tarde dessa quinta-feira, 2, no Paço Municipal, o prefeito Du Altimari assinou o Decreto 9318 que convoca a 1ª Conferência Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres de Rio Claro, que será realizada no período compreendido entre os dias 1º de julho e 31 de agosto.

No âmbito de uma conferência dessa natureza, o debate é inédito no município e deverá evoluir, posteriormente, para as etapas estadual, que deverão ocorrer nos meses de setembro e outubro; as temáticas, previstas para o período de setembro a outubro; e a etapa conclusiva, nacional, já marcada para o período de 12 a 14 de dezembro, em Brasília.

“É significativo que esta primeira conferência ocorra em nossa administração, vindo somar na democratização das discussões, na participação popular em questões que dizem respeito a interesses específicos da sociedade”, afirmou o prefeito Du Altimari ao assinar o decreto em solenidade que teve a participação da vice-prefeita, Olga Salomão, da presidente do Fundo Social de Solidariedade, Rosana Pinhatti Altimari, dos vereadores Raquel Picelli, Maria do Carmo Guilherme e Julinho Lopes, da responsável pela Assessoria da Mulher, Bel Rezende, e da presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Sandra Margarete Athayde.

“Como já vimos em conferências anteriores, este debate também é prioritário para orientar as políticas públicas que pretendem, fundamentalmente, favorecer a afirmação da mulher na sociedade, fazendo refluírem as desigualdades que ainda persistem em muitos aspectos”, enfatizou a vice-prefeita Olga Salomão. “Essas discussões, conclusões, propostas e indicações serão, sem dúvida, incorporadas em nosso ideário de governo e ao convocar a III Conferência Nacional de Políticas Públicas para a Mulher não é outra a disposição da presidenta Dilma Rousseff”, concluiu Olga.

O prefeito Du Altimari lembrou, por ocasião da assinatura do decreto, que o legislativo rio-clarense tem se sobressaído “na dignificação do papel feminino, incentivando que a mulher desenvolva suas aptidões, progrida profissionalmente e tenha acesso aos programas de saúde a elas direcionados.”

I Fórum de Práticas Sustentáveis

Reinventando os Caminhos de Conhecer







A proposta do Fórum nasceu da necessidade de estreitar elos de amizade e de trabalho tecidos entre pessoas, grupos, movimentos e organizações públicas e privadas comprometidos com a construção de novas relações dos seres humanos entre si e com a natureza. Orientados por esta utopia, temos apostado em caminhos de educação contra a barbárie e incentivado a criação, o registro e a difusão de práticas de articulação solidária, político-afetiva, libertária, ecológica. Iniciativas sustentáveis que se expressam em macro e micro movimentos de religar seres humanos e natureza, dizer não ao antropocentrismo, ao racionalismo, ao individualismo e ao consumismo.
A criação do Fórum Reinventando os Caminhos de Conhecer vem da necessidade de debater e difundir experiências que convidam ao calor das relações humanas, apostando em movimentos de criação estética, quebra da ditadura da mente sobre o corpo, expressão de sentimentos, reverência e cuidado com a natureza, brincadeira, encontro, partilha...
Num momento em que o desafio não é mais o de ensinar às novas gerações a reprodução da sociedade industrial, mas a produção de uma nova sociedade sustentável, é fundamental a apropriação dos caminhos que temos trilhado na perspectiva de ultrapassar os muros da escola para conhecê-lo de verdade, ao vivo e a cores. O movimento de socializar nossas experiências concretas tem o sentido de refletir sobre o que fazemos: para poder seguir reinventando caminhos de conhecer, precisamos compreender os fundamentos e as metodologias através das quais elas se materializam, assim como dificuldades, êxitos, contradições.
Apostando nas trilhas da natureza, do corpo, das artes, das tecnologias limpas e das tradições ancestrais, nosso Fórum é um espaço aberto aos que sonham e buscam a concretização de novos modos de pensar, sentir e viver vida. Convidamos você a estar conosco neste movimento de releitura e recriação!



GITAKA/UNIRIO

(Grupo de Pesquisa Infâncias, Tradições Ancestrais e Cultura Ambiental)






Curando com histórias - 2ª edição - 2011


- A inclusão dos pais na consulta terapêutica das crianças

Autor(es):

Gilberto Safra

Editora:


Sobornost

Área(s):

Psicologia / Psicanálise, Pedagogia / Psicoped.

ISBN: 8599207040


Páginas:102 pág.


Preço: R$ 33,00
Disponibilidade: 1 dia útil + prazo do frete

Descrição:

Curando com histórias
Um clássico de Gilberto Safra agora em 2ª edição, com nova apresentação do autor.

Este livro é vendido exclusivamente através da Livraria Resposta.


Sobre Curando com histórias

Este livro é voltado tanto aos profissionais da área clínica quanto às famílias e principalmente aos pais. Trata-se da apresentação, bastante didática, de um método de consulta terapêutica através da qual são criadas histórias infantis que levam em consideração a problemática enfrentada pela criança e buscam uma forma de superá-la.

Este procedimento terapêutico, além de respeitar o mundo imaginativo que é fundamental a todo ser humano, possibilita aos pais uma participação ativa no tratamento de seu filho(a), não só auxiliando na elaboração da história, mas a contando à criança. Há também um efeito terapêutico sobre o pai e a mãe, uma vez que estes recuperam a confiança na capacidade de promover o desenvolvimento de uma criança antes paralisada por angústias que, geralmente, decorrem de dificuldades dos próprios pais.

Este trabalho, escrito em 1984 como dissertação de mestrado de Gilberto Safra, foi agora totalmente revisto por ele, incorporando a experiência e a evolução do seu pensamento teórica resultantes de um percurso clínico de mais de vinte anos.

Kleber Duarte Barretto (extraído do Prefácio do livro)






Veja o que diz o autor a respeito do método apresentado neste livro

Ao observar o que a Psicologia Clínica em nosso meio tem a oferecer para o atendimento da população infantil, notamos que temos basicamente o diagnóstico e a psicoterapia, esta última sempre de longo prazo e de custo muito alto.

No trabalho diário do psicólogo clínico, é cada vez maior a necessidade de contar com procedimentos que possibilitem intervir em momentos em que, pelo incremento da angústia, ocorre uma parada no processo maturacional da criança e o aparecimento de sintoma indicador de conflito, ou naquelas situações de crise provocadas pelo fluxo natural da vida (mortes, mudanças, separações, etc.). Por outro lado, necessitamos também que estes procedimentos sejam economicamente viáveis e portanto passíveis de serem usados no trabalho preventivo e institucional.

Uma das soluções está neste método de consulta terapêutica, através do qual, com no máximo três sessões, tenta-se trabalhar com a angústia emergente da vida emocional infantil.

É um procedimento que utiliza histórias infantis como meio de intervenção, por ser uma forma lúdica de expressão compatível com a vida mental da criança e também pelo fato de as histórias favorecem o aparecimento dos conceitos winnicottianos de espaço potencial e de fenômenos transicionais, fenômenos esses que são fundamentais para que o trabalho seja realizado sem que a criança se sinta invadida e para que lhe seja possível retomar criativamente o devir do seu self.

Gilberto Safra

Livraria Resposta: http://www.livrariaresposta.com.br/promocoes.php?id=556
Dia Internacional da Criança Desaparecida é marcado por mobilizações




Objetivo dos eventos foi divulgar a Lei da Busca Imediata entre a população e órgãos oficiais

do Portal Pró-Menino

Em 25 de maio, última quarta-feira, comemorou-se o Dia Internacional da Criança Desaparecida. Para mobilizar a população, uma série de eventos foi realizada em todo o país, como caminhadas, manifestos e passeatas, além de uma audiência pública em Brasília (DF).

Segundo Alice Bittencourt, coordenadora do direito à convivência familiar e comunitária da Secretaria de Direitos Humanos, essas mobilizações são essenciais para divulgar a lei da busca imediata, decretada e sancionada em 30 de dezembro de 2005. “Isso porque, apesar de a lei existir, é necessário que ela seja cumprida pelos policiais civis e militares dos Estados. Muitos deles, por falta de capacitação, falam para os parentes esperarem algumas horas, para ver se a criança volta para casa. O problema é que essa espera é preocupante, já que a criança pode ser vítima de tráfico de pessoas e de órgãos e de exploração sexual”.

Para informar os policiais sobre as diretrizes corretas no caso de desaparecimento de pessoas, a Secretaria de Direitos Humanos fechou uma parceria com a Fundação Antares para oferecer um curso de capacitação às polícias estaduais. “Já oferecemos o curso em 12 Estados este ano e, até novembro, realizaremos mais três”, conta Alice.

25 de maio

A data foi escolhida em memória ao desaparecimento do menino americano Etan Patz, de seis anos de idade. O episódio aconteceu em 1979, nos Estados Unidos. A data ganhou proporções nacionais em 1983, quando o presidente Ronald Reagan proclamou o Dia Nacional da criança Desaparecida. Em 1986, o dia ganhou reconhecimento internacional.
Escola Aberta traz bons resultados no interior do Pará

Fátima Schenini (*)

Atividades educativas, culturais, artísticas e esportivas são constantes nos finais de semana da Escola Municipal de Ensino Fundamental Cândida Santos de Souza, no Pará. Por meio delas, a instituição localizada no município de Ananindeua, na região metropolitana de Belém, contribui para melhorar a qualidade de vida da comunidade, ao mesmo tempo em que ajuda a transformar o colégio em um espaço de cidadania e convivência social.

Com cerca de 1.500 alunos matriculados no ensino fundamental e na educação de jovens e adultos (EJA), a instituição está localizada no Distrito Industrial, um local incluído pela polícia na chamada “zona vermelha”, por ser considerado perigoso. O projeto Escola Aberta Educação e Cidadania, iniciado em 2009, oferece diversas ações educativas e de recreação. Estudantes, pais e servidores da instituição, além de moradores do bairro e do entorno, podem participar das atividades, que são oferecidas aos sábados, pela manhã e à tarde.

“O projeto veio ajudar a comunidade, oferecendo um espaço socializador, capaz de promover mudanças e oportunizar ações acolhedoras”, salienta o diretor da Escola Cândida, Belmiro Campelo Neto. Além disso, informa, o projeto favorece a extensão do processo educacional nos seus variados aspectos e possibilita aos participantes das oficinas uma oportunidade de aumento da renda familiar, por meio da criação de objetos artesanais. Neto esclarece que os professores podem participar de forma voluntária, pois é um projeto oferecido à comunidade além das atividades normais da escola.

Crochê, pintura em tecido, bombons de chocolate e bijuterias são algumas das atividades ensinadas nas oficinas. O projeto também oferece a prática e o aprendizado de diferentes jogos, sejam de tabuleiro, como xadrez, dominó, trilha e futebol de botão; ou jogos de campo, como vôlei e futsal. Os instrutores, mais conhecidos como “oficineiros”, são recrutados na própria comunidade, geralmente a partir de indicações de professores, alunos ou servidores da escola. Algumas vezes, os próprios interessados procuram a escola oferecendo seus serviços. Os instrutores podem ser voluntários ou receber pagamento pelas aulas dadas, pois o projeto conta com recursos para esse fim.

“Sábado é um dia de amizade – ‘o dia da brincadeira’ – e a família vem se divertir na escola. É muito legal”, diz o professor de educação física da Escola Cândida, Jesus dos Santos Cruz, que também desenvolve atividades esportivas no Escola Aberta. Segundo ele, os alunos são informados, no decorrer da semana, sobre os jogos que serão realizados no sábado, para que possam convidar seus amigos. “A procura é grande e em algumas oficinas é preciso fazer inscrição: o futebol é o mais procurado”, conta Jesus.

Comportamento

De acordo com o diretor, o projeto provocou uma diminuição nas brigas e atritos estudantis. Como exemplo, cita a melhora ocorrida no comportamento de alguns alunos que, antes do Escola Aberta, chegaram a ser encaminhados ao Conselho Tutelar e à Divisão de Atendimento ao Adolescente (Data) da Polícia Civil. “Eles não dizem mais tantos palavrões, sabem resolver suas diferenças e não criam confusões”, explica Belmiro Campelo Neto. Esses estudantes também ajudam a resolver desavenças surgidas entre colegas, o que representa um grande avanço, na visão do diretor. Pedagogo com especialização em gestão escolar, há 27 anos no magistério, ele acredita que o projeto oferece muito mais do que só diminuir a violência: “ele orienta a comunidade na busca por melhorias para sua vida e promove a cidadania”, ressalta.

A coordenadora do projeto Escola Aberta na Escola Cândida é a pedagoga Alcilene Costa Magalhães. Com 15 anos de magistério, ela também exerce a função de coordenadora pedagógica na escola e desenvolve inúmeras ações de cidadania por meio de projetos, cursos, oficinas e ciclos de palestras. Um de seus projetos é Cultura de Paz na Escola, premiado pelo Instituto Cidadania Brasil, em 2010, com o Prêmio Construindo a Nação 2010/2011. “Acreditamos que desenvolvendo uma cultura de paz na escola é possível diminuir a violência na comunidade”, ressalta.
Transtorno da falta de contato com a natureza

Germano Woehl Jr.

Transtorno da falta de contato com a Natureza (Nature Deficit Disorder), é um termo criado pelo escritor e jornalista norte-americano Richard Louv em seu livro de 2005, Last Child in the Woods (Tradução: A Última Criança nas Florestas). Refere-se à alegada tendência de as crianças terem cada vez menos contato com a natureza, resultando em uma ampla gama de problemas de comportamento. Esta doença não é ainda reconhecida em qualquer um dos manuais de medicina de transtornos mentais, como o CID-10 (Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde) ou o DSM-IV (Manual de Diagnósticos e Estatísticas de Transtornos Mentais) nem é parte da proposta de revisão deste manual

Louv alega que as causas para o fenômeno incluem o medo dos pais, acesso restrito às áreas naturais, e da atração pela TV ou computador. A pesquisa recente tem gerado um contraste maior entre a diminuição do número de visitas aos Parques Nacionais nos Estados Unidos e aumento do consumo de meios eletrônicos por crianças.

Richard Louv passou 10 anos viajando pelos EUA entrevistando e conversando com pais e filhos, tanto em áreas rurais e urbanas, sobre suas experiências na natureza. Ele argumenta que a cobertura da mídia sensacionalista e os pais paranóicos têm assustado as crianças de freqüentarem áreas naturais (matas, campos…), enquanto promove uma litigiosa cultura do medo que favorece a prática de esportes seguros com regras ao invés de brincadeiras criativas.

Ao reconhecer essas tendências, algumas pessoas argumentam que os seres humanos têm um gosto instintivo para a natureza, a hipótese da biofilia, e adotam certas medidas para passar mais tempo ao ar livre, por exemplo, em educação ao ar livre, ou através do envio de crianças a jardins da infância (Forest Kindergarden) ou escolas (Forest Schools) na floresta, que são escolas especiais criadas nos Estados Unidos e países da Europa, onde as crianças ou estudantes brincam e aprendem do meio de uma mata preservada ou bosque utilizando os elementos que encontram na nestes ambientes. Talvez seja uma coincidência que os adeptos do movimento Slow Parenting(pais sem pressa)* enviam suas crianças para educação em ambientes naturais, ao invés de mantê-los dentro de casa, como parte de um estilo livre de educar os filhos

*O movimento Slow Parenting (pais sem pressa) defende que “menos é mais”: menos coisas, menos actividades, menos pressa, menos pressão, menos expectativas. Mais tempo para crescer fará as crianças mais felizes. É um estilo de educação dos pais em que poucas atividades são organizadas para as crianças. Em vez disso, elas são autorizadas a explorar o mundo ao seu próprio ritmo. O movimento Slow Parenting tem o objetivo de permitir que as crianças sejam felizes e fiquem satisfeitas com suas próprias realizações, mesmo que isto não pode torná-las mais ricas ou mais famosas. Os pais das crianças de hoje são frequentemente encorajados a repassar o melhor possível de suas experiências de infância, para garantir a estas crianças o sucesso e felicidade na vida adulta.

A natureza não é apenas para ser encontrado em parques nacionais. O capítulo “Jardim do Eden em um terreno baldio”, de Robert M. Pyle (página 305) enfatiza a possibilidade de exploração e fascínio em pequenas áreas que podem ser lotes desocupados de terrenos com vegetação nativa, e se alegra com as 30.000 lotes sem construção em Detroit, que surgem devido à decadência no centro da cidade.

Causas

• Os pais estão mantendo as crianças dentro de casa, a fim de mantê-los a salvo de perigo. Richard Louv acredita que podemos estar protegendo exageradamente as crianças de tal forma que se tornou um problema e prejudica a capacidade da criança de manter contato com a natureza. O crescente temor dos pais de “perigo desconhecido”, que é fortemente alimentada pelos meios de comunicação mantém as crianças dentro de casa e no computador ao invés de explorar ao ar livre. Louv acredita que esta pode ser a causa principal de transtorno da falta de contato com a natureza, uma vez que os pais têm um forte controle e influência sobre a vida de seus filhos.

• Perda de paisagem natural no bairro ou cidade de uma criança. Muitos parques e reservas naturais têm acesso restrito e placas de advertência “não ande fora da trilha”. Ambientalistas e educadores ainda adicionam a restrição ao dizerem às crianças “olhe, mas não toque”. Enquanto eles estão protegendo o ambiente natural, Louv questiona o custo dessa proteção na relação as nossas crianças com a natureza

• Aumento de atrativos para passar mais tempo dentro de casa. Com o advento do computador, videogames e televisão as crianças têm mais e mais motivos para ficar dentro de casa, “A criança norte-americana gasta em média gasta 44 horas por semana com mídias eletrônicas”

Efeitos

• As crianças têm limitado respeito ao ambiente natural mais próximo. Louv diz que os efeitos do transtorno da falta de contato com a natureza para os nossos filhos será um problema ainda maior no futuro. “Um ritmo crescente nas últimas três décadas, aproximadamente, de uma rápida perda de contado das crianças com a natureza tem profundas implicações, não só para a saúde das gerações futuras, mas para a saúde da própria Terra.” Os efeitos transtorno da falta de contato com a natureza poderia levar a primeira geração em risco de ter uma expectativa de vida menor do que seus pais.

• Podem se desenvolver transtornos da atenção e depressão. “É um problema porque as crianças que não tiveram um contato com a natureza parecem mais propensas à depressão, ansiedade e problemas da falta de atenção”. Louv sugere que ter atividade ao ar livre em contato com a natureza e ficar na calma e tranquilidade pode ajudar muito. De acordo com um estudo da Universidade de Illinois, a interação com a natureza tem provado reduzir os sintomas dos transtornos da atenção e depressão em crianças. Segundo a pesquisa, “No geral, nossos resultados indicam que a exposição a ambientes naturais nas atividades comuns após as aulas ou finais de semana pode ser muito eficaz na redução dos sintomas de déficit de atenção em crianças.” A teoria da restauração da atenção desenvolve esta idéia , tanto na recuperação a curto prazo de suas habilidades, como na de longo prazo para lidar com o stress e adversidades.

• Seguindo o desenvolvimento dos transtornos da atenção e depressão e transtornos de humor, notas mais baixas na escola também parecem estar relacionados com o transtorno da falta de contato com a natureza. Louv afirma que estudos realizados na Califórnia e na maior parte dos Estados Unidos mostram que os estudantes das escolas que utilizam as salas de aula ao ar livre e outras formas de educação utilizando experiências com a natureza apresentaram significativamente melhor desempenho em estudos sociais, ciências, artes, linguagem e matemática. Fonte: Artigo Orion Magazine March/April 2007

• A obesidade infantil tem se tornado um problema crescente. Cerca de 9 milhões de crianças (6-11 anos) estão com sobrepeso ou obesos. O Instituto de Medicina afirma que nos últimos 30 anos, a obesidade infantil mais do que duplicou para os adolescentes e mais do que triplicou para crianças de 6-11 anos. Fonte: National Environmental Education Foundation

• Em uma entrevista publicada na revista Public School Insight, Louv citou alguns efeitos positivos do tratamento de transtorno da falta de contato com a natureza: “Tudo a partir de um efeito positivo sobre a atenção estendendo para redução do stress a criatividade, o desenvolvimento cognitivo e seu sentimento de admiração e de conexão com a Terra. ”

A ONG No Child Left Inside Coalition (Coalizão “Não deixe as crianças dentro de casa”) trabalha para levar as crianças para atividades ao ar livre e de aprendizagem ativa. A ONG espera resolver o problema do transtorno da falta de contato com a natureza. Eles agora estão trabalhando para aprovar uma lei nos Estados Unidos que aumentaria a educação ambiental nas escolas. A ONG defende que o problema do transtorno da falta de contato com a natureza poderia ser amenizado por “despertando o interesse do estudante para atividades ao ar livre” e estimulando-os a explorar o mundo natural por conta própria
Universitários gravam vídeo sobre resíduos sólidos

Alunos do curso de cinema da Estácio de Sá produzem vídeo para alertar a sociedade sobre a quantidade de lixo que produzimos e demonstrar apoio ao Limpa Brasil Let’s do it
O primeiro mutirão de limpeza do Limpa Brasil Let’s do it! está se aproximando. Com o apoio de grandes empresas, veículos de comunicação, governantes, artistas, formadores de opinião, jornalistas e da sociedade civil, temos certeza de que esse movimento será um grande sucesso e uma medida prática para o desenvolvimento sustentável de nosso país. Pedimos a todos que convoquem seus amigos para essa iniciativa e participem ativamente das ações em suas cidades!
Confira a contribuição dos alunos de cinema da Universidade Estácio de Sá, que gravaram um vídeo com o objetivo de conscientizar e convidar a população para a mudança de atitude.

http://www.youtube.com/watch?v=gkTYvNY8dns&feature=player_embedded

Veja também a foto do vice-governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, que é mais uma personalidade a demonstrar seu apoio à iniciativa Limpa Brasil Let’s do it!

Governo e professores negociam nova proposta salarial da categoria
Florianópolis,


O governador Raimundo Colombo e o vice Eduardo Pinho Moreira se reuniram
com os representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Santa
Catarina (Sinte/SC), na tarde desta quinta-feira (2), para apresentar uma
proposta e negociar com os professores a volta às aulas. A reunião ficou
marcada pela disposição de entendimento entre Governo e professores.
“Somos a favor do piso nacional e vamos cumprir. Evoluímos na conversa e
mostramos que queremos valorizar a categoria, mas temos que trabalhar
dentro dos limites financeiros do Estado. Estamos negociando com
transparência e caminhamos para o entendimento”, analisa o governador
Raimundo Colombo após a audiência com a categoria.
Após tomar conhecimento da proposta, o Sinte vai se reunir para analisar o
documento e poderá fazer uma contraproposta ao Governo do Estado, que
deverá ser entregue até a tarde desta sexta-feira (3). Esse prazo é
necessário para que o Governo possa fazer simulações na folha de pagamento
durante o final de semana e na segunda-feira (6) apresente uma resposta
aos professores. Assim que houver um entendimento, o Governo envia à
Assembleia Legislativa a proposta de conversão da tabela salarial contida
na medida provisória enviada na semana passada.


A proposta

O documento entregue aos professores propõe o piso de
R$ 1.190,00 para a jornada de 40 horas e de R$ 2.385,01 para o vencimento
do maior nível profissional da carreira do magistério. Nesses valores
ainda incidirá gratificação de 15% adicional por tempo de serviço e
adicionado o vale alimentação para compor o salário do servidor.
Respectivamente, há um ganho de 95% e 35% no vencimento final.
O governador Raimundo Colombo também se mostrou à disposição para melhorar
a carreira dos professores e pediu a formação de um grupo de trabalho
entre Governo e Sindicato. Esse grupo irá debater, em um prazo de 180
dias, a atualização da tabela com base no piso salarial nacional, a
revisão do decreto que trata da progressão funcional e da lei dos ACTs,
além de implementação de projetos para resolução de problemas estruturais,
de segurança e mobilidade das escolas. “O Governo está sendo honesto e não
quer entrar em confronto com os professores. Somos o mais parceiro em
buscar esses recursos para a educação”, afirmou o governador
Participaram da reunião 14 representantes do Sinte, liderados pela
presidente Alvete Bedin, o governador Raimundo Colombo, o vice Eduardo
Pinho Moreira, os secretários da Educação, Marco Tebaldi; e da
Comunicação, Derly Massaud de Anunciação; e o secretário-adjunto da
Educação, Eduardo Deschamps.
Emoção marca a abertura dos 7º Jogos Abertos Paradesportivos de SC
São Miguel do Oeste,


São Miguel do Oeste – A emoção tomou conta dos paraatletas e desportistas
que acompanharam a cerimônia de abertura da 7ª edição dos Jogos Abertos
Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc), realizada nesta quinta (2)
na Praça Walnir Bottaro Daniel, no Centro de São Miguel do Oeste. A
apresentação das delegações dos 64 municípios participantes abriu o
evento, que teve como atração, também, a chegada ao local do Miguelzinho,
mascote dos 7º Parajasc, muito aplaudido por mais de 4 mil pessoas.
A promoção dos 7º Parajasc é da Fesporte, com apoio das Secretarias de
Desenvolvimento Regional (SDRs) e da prefeitura local. Depois da execução
do Hino Nacional Brasileiro, pela Banda Municipal de São Miguel do Oeste,
e interpretado pela professora de canto Celi Silva, todos acompanharam o
Hino de Santa Catarina, executado pela Oficina de Canto da Secretaria de
Cultura do município-sede. .

O pronunciamento das autoridades começou com o presidente da Fesporte,
Adalir Pecos Borsatti, representando o secretário de Estado de Cultura,
Esporte e Turismo, Cesar Souza Junior. “A Fesporte tem orgulho de receber
os competidores, as delegações e os familiares e de promover o maior
evento de inclusão paradesportivo do Estado. O envolvimento de
aproximadamente 2.250 paraatletas representa a saúde e o bem-estar em
alta, caracterizando uma grande confraternização esportiva”, destacou
Pecos.. Já o prefeito de São Miguel do Oeste, Nélson Foz da Silva, depois
de saudar as autoridades presentes, disse que o município se sente
orgulhoso por receber pessoas tão especiais, que podem ser exemplo para
toda a comunidade. “Recebemos todos de coração aberto, com muito respeito
e hospitalidade”, afirmou.

Na sequência, representando o governador do Estado Raimundo Colombo, o
titular da Secretaria de Desenvolvimento Regional de São Miguel do Oeste,
Wilson Trevisan, destacou o quanto é importante para o governo de Santa
Catarina organizar evento de tamanha grandeza. “As pessoas com
deficiência, muito mais do que ajuda, precisam de oportunidades e o
governo do Estado, por intermédio da Fesporte, está oferecendo isto.”

Na cerimônia foram homenageados quatro paraatletas da cidade anfitriã.
Pela dedicação e forma como defendem o município durante as competições,
foram condecorados Joedson Alex Demari, do segmento deficiente físico
(D.F.) andante, na modalidade bocha; Michel Platini Dilli, deficiente
intelectual (D.I.), do atletismo; Heron Rodrigues da Silva e Arthur
Assmann Anzolin, ambos do segmento deficiente auditivo (D. A.), do futsal.
Um espetáculo pirotécnico precedeu o acendimento da tocha olímpica, sob
aplausos intensos.

O atleta Danilo Tonet, 63 anos, da equipe de bocha D. F. andante, de São
Miguel do Oeste, fez o juramento do atleta. Vítima de acidente de
trânsito, em 1994, passou por 15 cirurgias, disputou três edições dos
Parajasc, e já obteve três medalhas: prata individual, em 2005, prata em
duplas, em 2009, e ouro no ano passado. No encerramento da cerimônia,
Pecos deu as boas-vindas a todos os desportistas presentes e uma
confraternização entre os atletas fechou o espetáculo.

A partir desta sexta-feira (3) as atenções se voltam para as competições
dos 7º Parajasc, evento que se prolonga até o próximo dia 8 com a
participação de mais de 2,2 mil atletas em 10 modalidades. As disputas
começam a partir das 9h nas modalidades de atletismo, basquete, bocha,
futsal e tênis de mesa.

Também prestigiaram o evento o presidente da

Prestigiaram o evento o presidente da Fundação Catarinense de Cultura
(FCC), Joceli de Souza; o presidente do TJD da Fesporte, Robson Luiz
Vieira; deputados estaduais, prefeitos, vereaores e representantes das
Polícias Civil e Militar e do Exército.



Brasília já recebe atletas para Troféu Brasil e Circuito Caixa de Ginástica
Hoje foi dia de treinos e a partir de amanhã começam as competições no Ginásio do Cruzeiro


SP - Atletas da Ginástica Artística Masculina, Ginástica Artística Feminina e da Ginástica Rítmica já estão em Brasília, onde disputarão o Troféu Brasil amanhã (3) e sábado (4), e o Circuito Caixa no domingo (5) - sempre com entrada franca. A programação do evento teve início hoje (2), no Ginásio de Esportes do Cruzeiro, com entrevista coletiva e treinos livres das três modalidades. Já treinaram ginastas como Diego e Daniele Hypolito, Jade Barbosa, Mosiah Rodrigues, Daiane dos Santos, Sergio Sasaki, Arthur Zanetti, Angélica Kvieczynski, Eliane Sampaio, Drielly Daltoé, entre outros.

A presidente da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), Luciene Resende, esteve presente no ginásio e fez questão de destacar a importância do Distrito Federal receber esse evento. "Brasília nunca havia recebido uma etapa de Circuito Caixa e queríamos muito trazer competições deste porte para cá. Aqui, temos o Ministério do Esporte, que rege as leis do esporte, e o nosso patrocinador oficial, Caixa Econômica Federal, que tem sede em Brasília e, por isso, é importante darmos visibilidade a Ginástica ao povo brasiliense".

Luciene Resende ainda destacou o valor da competição que acontecerá no domingo. "O Circuito Caixa reúne atletas das três modalidades (Ginástica Artística Masculina, Ginástica Artística Feminina e Ginástica Rítmica), com a presença de atletas da Seleção Brasileira. Contamos com a presença da torcida para deixar esse evento ainda mais bonito", disse a presidente da Confederação Brasileira de Ginástica.

As competições já terão início manhã (3) com a Ginástica Rítmica, que fará treinamento das 8h às 10h20 e o aquecimento corporal às 14h30. A partir das 16h, até às 19h40, as meninas fazem o primeiro rodízio do Troféu Brasil. Também nesta sexta-feira as atletas da Ginástica Artística Feminina farão aquecimento corporal às 9h30 e treinamento de pódio das 10h às 12h. Os meninos da Ginástica Artística chegam ao ginásio às 14h para o aquecimento e, das 14h30 às 16h30, farão o treinamento de pódio. Às 20h, acontecerá a cerimônia de abertura, também no ginásio.

No sábado, o Ginásio do Cruzeiro começará a agitar desde 8h, com o aquecimento corporal da Ginástica Artística Feminina. Às 8h30, as ginastas farão aquecimento nos aparelhos e, das 9h30 às 11h30, haverá a competição pelo Troféu Brasil. Às 11h45 acontecerá a premiação. A programação continuará às 13h25, quando os meninos da Artística passarão pelo mesmo processo de aquecimento corporal e, depois, às 13h55, nos aparelhos. A competição para eles será das 15h às 19h e a premiação, às 19h10.

Também no sábado, se encerrará o Troféu Brasil para as meninas da Ginástica Rítmica, que começaram a competir desde a véspera. No último dia, elas farão o aquecimento corporal às 13h30 e a competição será das 15h às 18h40. A premiação está marcada para acontecer às 19h.

Já o domingo está reservado para o Circuito Caixa de Ginástica Artística e Rítmica, onde o sistema de competição une ginastas das duas modalidades em trios formados por um da Artística Masculina, uma da Artística Feminina e uma da Rítmica. O aquecimento será das 8h25 às 9h25 e, a partir das 10h, será iniciada a competição, que está prevista para acabar às 12h30. A premiação ocorrerá às 12h45, encerrando a programação dos quatro dias de Ginástica em Brasília.

Grupo “Dança de Rua é Arte” de Ilhabela conquista 1º lugar no 14º Litoral Dance Festival



O grupo “Dança de Rua é Arte”, da Fundação Arte e Cultura de Ilhabela (Fundaci) em parceria com a Pastoral da Criança, conquistou o 1º lugar categoria Júnior no 14º Litoral Dance Festival, disputado no último final de semana, em São Sebastião. O D.R.A. levou as crianças de 6 a 11 anos com a coreografia “Esse é o nosso estilo”, do professor Fábio Henrique. “Mais uma vez o grupo representou nossa cidade muito bem, pois tinham nove grupos na mesma categoria como, Jacareí, Santos, Caraguatatuba, São José dos Campos, entre outros”, destacou o professor e coordenador Kleber Moreira. Com apenas um ano de ensaio, o grupo júnior trouxe esse premio.
Nos dias 10 e 11 de junho, o grupo fará um sarau no Galpão das Artes, às 19h, e nos dias 25 e 26 de junho participará do Festival de Dança de Paraty (RJ), levando mais de 80 dançarinos do arquipélago.
o “Quarta Cultural”,
organizado pela Comissão de Jovens Advogados da OAB/SC. O evento, que visa
integrar a classe, acontece toda primeira quarta-feira do mês, em
Florianópolis
.

Filipe Mello, advogado especialista em Direito Público, foi o “convidado
tira dúvidas” da noite (assim denominado pelos organizadores), e falou
informalmente sobre sua carreira na advocacia e a experiência na
administração pública.
Membro titular licenciado do Conselho Estadual da OAB/SC e do Tribunal
Administrativo Tributário do Estado, foi professor universitário nas
disciplinas de Direito Administrativo e Constitucional e autor de obras e
artigos jurídicos relativos à administração pública. Filipe Mello relatou
que sua vida profissional começou de fato, aos 16 anos, quando foi
emancipado pelo pai para abrir uma empresa de transformadores.
Aos 23 anos foi secretário de Administração e gestor do Regime de
Previdência da Prefeitura de Florianópolis. “Mas, como minha paixão sempre
foi o direito, em 2006 abri meu escritório de advocacia e passei a atuar
na área”, completou. Ainda na vida pública, assumiu em 2011 a Secretaria
de Estado do Planejamento. “Acredito que um advogado pode desempenhar
funções técnicas com mais precisão, e por isso me comprometi em fazer o
melhor trabalho possível em prol de Santa Catarina”, concluiu.
O secretário Filipe Mello falou ainda que defende, no Governo, a
manutenção da atual forma de defensoria pública, e que deve ser cada vez
mais fortalecida. Encerrou destacando que o futuro está nas mãos dos
jovens. “Sou defensor dos jovens. Precisamos estar cada vez mais inseridos
nos diversos meios. Nós podemos, e muito, contribuir com a melhoria do
nosso Estado e País”.
3° Festival de Música Instrumental começa no próximo dia 23

Por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, a Prefeitura de Vinhedo, apóia a realização do 3º Festival de Música Instrumental para viola, violão e guitarra, que ocorre nos dias 23, 24 e 25 de junho, que ocorre no Teatro Municipal Sylvia de Alencar Matheus. O Festival tem ainda o apoio da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, através do PROAC – Programa de Ação Cultural.

A AMLAC - Academia Metropolitana de Letras, Artes e Ciências é a parceira cultural do evento e seus membros da área de música irão auxiliar na escolha e julgamento das composições. O Festival tem o objetivo de incentivar a boa música, aprimorar e desenvolver a cultura musical, revelar talentos, valorizar os artistas, compositores, arranjadores e intérpretes e terá uma diversidade cultural muito importante, além de abrir possibilidades de experimentações e parcerias entre os músicos.

Cada participante poderá apresentar até duas músicas inéditas. A finalidade do Festival é revelar e premiar instrumentistas e compositores de todo o Brasil, de diversas faixas etárias, ao colocar, lado a lado, a música raiz de viola, música instrumental solo ao violão e o estilo progressivo das guitarras.

O cenário do Festival propicia a diversificação cultural, sendo voltado, nas modalidades violão e viola, essencialmente para Música Popular Brasileira, de composições inéditas, atingindo todos os gêneros e estilos. A divulgação da terceira edição abrange todas as cidades RMC, e estão abertas também para candidatos de outras cidades e estados. Paralelo às apresentações, serão realizados workshops e oficinas.

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Diálogo de Parceria Global Brasil-Estados Unidos -

Washington, 31 de maio e 1º de junho de 2011 - Comunicado Conjunto



(English version available after the version in Portuguese)


Em seu Comunicado Conjunto de 19 de março de 2011, a Presidenta Dilma Rousseff e o Presidente Barack Obama determinaram a realização de reuniões regulares dos mais importantes diálogos entre os dois países. Nesse contexto, o Ministro das Relações Exteriores Antonio de Aguiar Patriota e a Secretária de Estado Hillary Clinton convocaram, em 1º de junho de 2011, a segunda edição do Diálogo de Parceria Global (DPG), antecedida por reuniões de alto nível sobre ciência, tecnologia e meio ambiente; educação e cultura; cooperação trilateral e segurança alimentar; e assuntos regionais.

A segunda reunião do DPG levou adiante os resultados da Visita de Estado do Presidente Obama ao Brasil no último mês de março. O Ministro Patriota e a Secretária Clinton reconheceram o DPG como fórum para fortalecer a cooperação entre as duas maiores democracias e economias das Américas em assuntos bilaterais, regionais e globais. Ressaltaram a interdependência entre paz, segurança e desenvolvimento, e reafirmaram que Brasil e Estados Unidos compartilham os objetivos comuns de fortalecer sua parceria bilateral e de promover a democracia, os direitos humanos, o desenvolvimento sustentável e a inclusão social.

Os participantes do DPG passaram em revista os progressos realizados desde a reunião do Diálogo de Parceria Econômica no último mês de fevereiro, ressaltando a implementação do Memorando de Consultas sobre Transporte Aéreo, a entrada em vigor do Acordo de Transporte Marítimo, e a importância do Acordo de Cooperação Econômica e Comercial (ACEC) e do Memorando de Entendimento sobre Megaeventos Esportivos Mundiais, assinados recentemente, como ferramentas para promover oportunidades de negócios e investimentos. Os participantes discutiram a possibilidade de um programa conjunto em aviação entre Brasil e Estados Unidos, com vistas a aumentar o engajamento do setor privado e a melhor permitir a nossas economias se colocarem à altura dos desafios da globalização.

Os participantes notaram a relevância da Parceria para o Desenvolvimento de Biocombustíveis de Aviação, no âmbito do Memorando de Entendimento para Avançar a Cooperação em Biocombustíveis, cujo Comitê Coordenador também se reunirá no dia 1º de junho, em Washington, e ressaltaram a importância da Parceria em Clima e Energia para as Américas (ECPA). O Brasil reafirmou sua intenção de sediar uma reunião Ministerial da ECPA no futuro.

Os participantes renovaram sua decisão de fortalecer sua cooperação em matéria de segurança alimentar e apoio ao desenvolvimento de terceiros países. Discutiram estratégias para incrementar os esforços de cooperação trilateral em curso, incluindo diálogo com outros parceiros sobre biotecnologia agrícola. Saudaram os progressos em direção à conclusão de programas no Haiti e na África, e expressaram sua intenção de desenvolver programa no Egito, na área de trabalho decente, com a cooperação da Organização Internacional do Trabalho. Tomaram nota da implementação exitosa de iniciativas conjuntas em Moçambique nas áreas de segurança alimentar e agricultura.


Os participantes demonstraram disposição para planejar, com a possível brevidade, a próxima reunião da Comissão Conjunta em Cooperação em Ciência e Tecnologia Brasil-EUA, que tem inovação como tema-chave de sua agenda. Sublinharam o papel da inovação na promoção de crescimento econômico sustentado, competitividade e criação de empregos, e expressaram seu desejo de explorar sinergias entre as iniciativas bilaterais existentes nessa área e de fortalecer a colaboração entre Governo, Academia, setor privado e sociedade civil.

Os participantes discutiram a criação de um grupo de trabalho para impulsionar a cooperação bilateral no uso de satélites para observação da Terra, monitoramento ambiental, medição de precipitações e prevenção, mitigação e resposta a desastres naturais.

Seguindo a decisão da Presidenta Rousseff e do Presidente Obama de expandir intercâmbios educacionais e promover cooperação em pesquisa e desenvolvimento, os Participantes conceberam um Plano de Ação com medidas concretas para fortalecer substancialmente o intercâmbio de estudantes nos níveis de graduação e pós-graduação, nas áreas de ciência e tecnologia e outras disciplinas relevantes, bem como para engajar a sociedade civil e o setor privado no treinamento de uma força de trabalho capacitada.


Os Participantes reafirmaram sua intenção de promover a cooperação cultural bilateral e trocaram impressões sobre projetos específicos nas áreas de música, museus e bibliotecas.

Os participantes reiteraram sua intenção de trabalhar de forma estreita na preparação da Conferência das Nações Unidas (ONU) sobre Desenvolvimento Sustentável, a realizar-se no Rio de Janeiro, Brasil, em 2012 (Rio+20). Os Participantes intercambiaram idéias sobre economia verde e reafirmaram seu propósito de trabalhar conjuntamente na Parceria sobre Economia Verde e na Iniciativa Conjunta sobre Sustentabilidade Urbana, no contexto dos preparativos para a Rio+20. Também discutiram a 17ª Conferência das Partes da Convenção Quadro da ONU sobre Mudança do Clima, a realizar-se em Durban, África do Sul, e reafirmaram sua intenção de trabalhar conjuntamente com vistas à implementação do acordo alcançado em Cancun, México. Tendo em vista seu interesse comum em enfrentar um tema concreto de saúde e meio ambiente, os Participantes exploraram a possibilidade de somar esforços no âmbito da Aliança Global para Fogareiros Limpos, iniciativa em que os Estados Unidos são um dos parceiros líderes, e da Iniciativa para Uso Doméstico do Etanol, liderada pelo Brasil.



Os Participantes saudaram os progressos alcançados sob o Plano de Ação Conjunta para a Eliminação da Discriminação Étnico-Racial e Promoção da Igualdade e do Memorando de Entendimento (MdE) para o Avanço da Condição da Mulher. Encorajaram as agências relevantes dos dois países a desenvolver planos de trabalho, em preparação para a reunião de alto nível do Comitê Coordenador do Plano de Ação, a realizar-se em Brasília em julho de 2011. Os participantes congratularam o trabalho em curso nos dois países para implementar o MdE para o Avanço da Condição da Mulher, em particular os esforços voltados para aumentar a participação de mulheres e meninas em atividades de ciência e tecnologia, fortalecer sua condição econômica e combater a violência baseada em gênero, nacionalmente e em terceiros países.



Procurando avançar no objetivo comum dos dois países de combater todas as formas de discriminação, os Participantes também ressaltaram a importância de proteger indivíduos que sofrem discriminação em função de sua orientação sexual. Os Participantes expressaram sua intenção de continuar colaborando para avançar na defesa dos direitos humanos de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros (LGBT), no âmbito da comunidade internacional e de organizações internacionais.



Os Participantes receberam com satisfação a criação de um grupo de trabalho para discutir a implementação, no Brasil e nos Estados Unidos, da Convenção da Haia de 1980 sobre Aspectos Civis do Seqüestro Internacional de Crianças e tomaram nota dos resultados das reuniões bilaterais que se realizaram em Brasília nos dias 18 e 19 de maio de 2011.



Notaram o crescente fluxo de viajantes entre os dois países e decidiram trabalhar conjuntamente para facilitar esse fluxo.



Tomaram nota do próximo encontro do Diálogo Político-Militar, a realizar-se em Brasília, em 3 de junho de 2011, no qual Brasil e Estados Unidos estreitarão seu diálogo em assuntos bilaterais e regionais relativos a defesa e segurança.



Os Participantes reafirmaram seu objetivo comum de promover e proteger a democracia nas Américas. Reconheceram o sucesso das eleições presidenciais realizadas no Haiti em março último e notaram, com satisfação, a posse do Presidente Michel Joseph Martelly, em maio de 2011. Reafirmaram a intenção de ambos os países em trabalhar para facilitar o acesso a mercados de produtos originários do Haiti. O Ministro Patriota reiterou que o Brasil pretende oferecer àquele país um programa de comércio preferencial, nos moldes do programa estadunidense Haiti Economic Lift Program (HELP).



Os Participantes saudaram o retorno de Honduras à Organização dos Estados Americanos (OEA). Destacaram a necessidade de construir um Sistema Interamericano mais transparente e eficiente, e de fortalecer e dar maior fluidez ao relacionamento entre o processo de cúpulas, a OEA e outras instituições do sistema.



Os Participantes afirmaram a valiosa contribuição para a democracia, paz, cooperação, segurança e desenvolvimento dada pelos esforços e acordos de integração regional e sub-regional, incluindo a União de Nações Sul-Americanas (UNASUL), e assinalaram o valor do diálogo entre a UNASUL e os Estados Unidos.



Os Participantes decidiram continuar discussões sobre democracia, desenvolvimento, paz, segurança e outras prioridades em comum na África e no Oriente Médio.



Os Participantes ressaltaram a necessidade de maior cooperação em esforços de combate ao narcotráfico e a crimes transnacionais.



Os Participantes intercambiaram impressões sobre desarmamento, não-proliferação e usos pacíficos da energia nuclear. Os dois lados demonstraram interesse em discutir mais esses temas nos próximos meses.



Os dois lados discutiram importantes questões e a cooperação no Conselho de Segurança das Nações Unidas (CSNU), incluindo áreas do mundo afetadas por conflitos e a Missão das Nações Unidas de Estabilização do Haiti (MINUSTAH).



***





U.S.-Brazil Global Partnership Dialogue - May 31-1 June 1, 2011, Washington, D.C - Joint Statement





In their Joint Statement of March 19, 2011, Presidents Barack Obama and Dilma Rousseff called for regular meetings of the major U.S.-Brazil bilateral dialogues. In this context, Secretary of State Hillary Clinton and Minister of External Relations Antonio de Aguiar Patriota convened on June 1, 2011 the second U.S.-Brazil Global Partnership Dialogue (GPD), which was preceded by senior-level meetings on science, technology and the environment; education and culture; trilateral development cooperation and food security; and regional issues.



The second meeting of the GPD advanced the results of President Obama’s State visit to Brazil last March. Secretary Clinton and Minister Patriota recognize the GPD as a venue to strengthen cooperation between the two largest democracies and economies of the Americas on bilateral, regional, and global issues. They highlighted the interdependence of peace, security and development, and reaffirmed that the United States and Brazil share the common objectives of enhancing their bilateral partnership and promoting democracy, human rights, sustainable development, and social inclusion.



The GPD Participants reviewed progress made since the February meeting of the Economic Partnership Dialogue, highlighting the implementation of the Memorandum of Consultation on Air Transport, the entry into force of the Maritime Transport Agreement, and the importance of the recently-signed Memorandum of Understanding on Major Global Sporting Events as tools to promote business and investment. The Participants discussed the possibility of a joint aviation program between the United States and Brazil in order to enhance private sector engagement and to better enable our economies to rise to the challenges of globalization.



The Participants noted the significance of the Partnership for the Development of Biofuels for Aviation, under the Memorandum of Understanding to Advance the Cooperation on Biofuels, the Steering Committee of which also met on June 1, 2011 in Washington, and underscored the importance of the Energy and Climate Partnership of the Americas (ECPA). Brazil reaffirmed its intention to host an ECPA ministerial meeting in the future.



The Participants renewed their decision to enhance cooperation on food security and on development assistance to third countries. They discussed strategies to enhance their existing efforts on trilateral cooperation, including outreach on agricultural biotechnology. They welcomed progress in concluding programs in Haiti and Africa, and expressed their intent to develop a program in Egypt in the area of decent work in cooperation with the International Labor Organization. They acknowledged the successful implementation of joint initiatives in Mozambique in the areas of food security and agriculture.



The Participants looked forward to planning the next meeting of the U.S.-Brazil Joint Commission on Science and Technology, which features innovation as a key agenda item, at the earliest possible date. They underscored the role of innovation in promoting sustained economic growth, competitiveness, and job creation, and expressed their interest in exploring synergies among existing bilateral initiatives, and enhancing collaboration among government, the academic community, the private sector, and civil society in this area.



The Participants discussed the creation of a working group to foster bilateral cooperation on satellite-based earth observations, environmental monitoring, precipitation measurement, and natural disaster prevention, mitigation and response.



Pursuant to the decision of Presidents Obama and Rousseff to expand educational exchanges and promote cooperation on research and development, the Participants conceived an Action Plan with concrete steps to enhance substantially the exchange of students at the undergraduate and graduate levels in science, technology, and other relevant disciplines, and to engage civil society and the private sector in the training of a skilled workforce.



The Participants reaffirmed their intention to promote bilateral cultural cooperation and exchanged views on specific projects in the areas of music, museums and libraries.



The Participants reiterated their intention to work closely in preparation for the United Nations (UN) Conference on Sustainable Development, which will be held in Rio de Janeiro, Brazil, in 2012 (Rio+20). The participants exchanged ideas on the green economy and reaffirmed their intent to work together on the Green Economy Partnership and Joint Initiative on Urban Sustainability in the run up to Rio+20. They also discussed the upcoming 17th Conference of Parties under the UN Framework Convention on Climate Change in Durban, South Africa and reaffirmed their intention to work together toward implementing the agreement reached in Cancun, Mexico. Bearing in mind their common interest in addressing a concrete environmental and health issue, the Participants explored the possibility of joining efforts under the Global Alliance for Clean Cookstoves, an initiative in which the U.S. is a leading partner, and the Brazil-led Ethanol for Domestic Use Initiative.



The Participants welcomed the progress achieved under the Joint Action Plan to Eliminate Racial and Ethnic Discrimination and Promote Equality and the Memorandum of Understanding on the Advancement of Women. They encouraged relevant agencies of both nations to devise work plans in advance of the Joint Action Plan’s high-level steering committee meeting in Brasilia in July 2011. The Participants commended the work underway in both countries to implement the MOU for the Advancement of Women, and in particular efforts aimed to advance women and girls in science and technology, achieve economic empowerment, and combat gender-based violence domestically and in third countries.



In seeking to advance the shared objective of both countries to combat all forms of discrimination, the Participants also underscored the importance of safeguarding individuals who experience discrimination due to their sexual orientation. The participants expressed intent to continue collaborating to advance the human rights of Lesbian, Gay, Bisexual & Transgender (LGBT) persons within the international community and within international organizations.



The Participants welcomed the creation of a working group to discuss the implementation, both in Brazil and in the United States, of the 1980 Hague Convention on Civil Aspects of International Child Abduction, and took note of the results of the bilateral meetings held in Brasilia on May 18- 19, 2011.



They noted the increasing flow of travelers between the United States and Brazil, and decided to work together to facilitate this flow.



They took note of the upcoming Political-Military Talks, to be held in Brasilia on June, 3, 2011, during which Brazil and United States will strengthen their dialogue on bilateral and regional issues regarding defense and security.



The Participants reaffirmed their shared objective to promote and protect democracy in the Americas. They acknowledged the success of presidential elections held in Haiti last March and noted with satisfaction the inauguration of President Michel Joseph Martelly in May 2011. They reaffirmed the intention of both countries to work to facilitate market access for products originated in Haiti. Minister Patriota reiterated that Brazil intends to extend a preferential trade program to that country similar to the U.S. Haiti Economic Lift Program (HELP) act.



The Participants welcomed the return of Honduras to the Organization of American States (OAS). They stressed the need to make the Inter-American System more transparent and efficient, and to strengthen and streamline the relationship among the Summit of the Americas, the OAS, and other institutions of the system.



The Participants affirmed the valuable contributions towards democracy, peace, cooperation, security and development made by regional and sub-regional integration efforts and agreements, including the Union of South American Nations (UNASUL) and noted the value of dialogue between UNASUL and the United States.



The Participants decided to continue discussions on democracy, development, peace, security, and other shared priorities in Africa and the Middle East.

The participants stressed the need to further cooperate on counternarcotics efforts and combating transnational crime.

The Participants exchanged views on disarmament, nonproliferation and peaceful uses of nuclear energy. Both sides look forward to discussing these issues more in the coming months.

Both countries discussed important issues and cooperation in the UN Security Council, including conflict-affected areas around the world and the United Nations Stabilization Mission in Haiti (MINUSTAH).