sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Presidente de CPI informa pedido de desligamento de deputado Jean Wyllys


A presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga crimes cibernéticos, Mariana Carvalho (PSDB-RO) informou agora há pouco que o deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) pediu desligamento do colegiado por questões pessoais. Segundo Mariana Carvalho, Jean Wyllys produziu vídeo criticando a condução dos trabalhos do colegiado e acusando os membros de fazerem parte do “baixo clero”.
A deputada rebateu e disse que não existe baixo ou alto clero. “Se estamos eleitos, todos aqui somos iguais. Sempre estive disposta a propor uma agenda do País e não a grupos partidários”.
A deputada Alice Portugal (PCdoB-BA) afirmou que não vai tolerar agressão a sua opção partidária nem a suas convicções políticas, e criticou a presidente do colegiado por não reprimir os depoentes que atacam as organizações partidárias.
O deputado Daniel Coelho (PSDB-PE) criticou Wyllys por ter proposto requerimentos de convocação de pessoas e ter solicitado o desligamento do colegiado. “Qualquer debate nesta Casa será feito, independente de opção política partidária, e todos aqui merecem ser respeitados por terem voto popular”, afirmou.
O deputado Alexandre Leite (DEM-SP) também criticou as acusações feitas por Jean Wyllys e as classificou como desrespeitosas.  Leite manifestou solidariedade à presidência do colegiado e afirmou que o parlamentar do PSOL desrespeitou os membros da CPI.
O deputado Leo de Brito (PT-AC) solicitou que nenhuma forma de desrespeito entre qualquer participante seja permitida, seja entre convidados e parlamentares ou entre os próprios deputados.
Já o deputado Eduardo Bolsonaro (PSC-SP) afirmou que Wyllys se vitimiza e não aceita o contraditório.
O relator da CPI, Espiridião Amin (PP-SC), disse que a comissão tem atuado de forma racional. “Qualquer um de nós pode se retirar do convívio. Aqui estamos fazendo um esforço grande entre posições diferentes. Tem havido tolerância e esforço de coexistência”, disse.
A reunião acontece no Plenário 3, e deve ouvir hoje, o criador do perfil "Dilma Bolada".


Reportagem – Luiz Gustavo Xavier
Edição – Mônica Thaty

Nenhum comentário:

Postar um comentário