sábado, 16 de junho de 2018

Atletas do MS representam o Brasil no 3º Campeonato Panamericano de Luta de Braço

Campo Grande (MS) – Nesta sexta-feira (15.6) começa o 3º Campeonato Panamericano de Luta de Braço em Campinas (SP), nas categorias Master 1 e Sênior masculino e feminino.
Vinte e três países participam no Campeonato. A equipe sul-mato-grossense se prepara para a competição que começa hoje. A partir das 18h serão feitas as pesagens e neste sábado (16.6), das 9h às 11h, acontecem as disputas no hotel Meliã Campinas.
Dos 17 atletas convocados para representar o Brasil na competição internacional, 12 são de Três Lagoas, três de Campo Grande, um de Brasilândia, e um de Sidrolândia, além do técnico da Federação de Luta de Braço Eduardo Ferreira, e do árbitro internacional da Confederação Brasileira, o campo-grandense Magno de Brito.
O presidente da Federação de Luta de Braço de Mato Grosso do Sul, Eduardo Ferreira, falou sobre a grande importância de participar desse campeonato internacional. “É a primeira vez que o Panamericano de Luta de Braço acontece no Brasil, uma oportunidade única para nós representarmos o Brasil nesta competição. Esta grande participação do MS na disputa é uma conquista, buscamos isso há muito tempo, ano passado só dois atletas participaram do Campeonato. Agradecemos à Fundesporte [Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul] por nos apoiar em várias competições que participamos, e essa classificação para o Panamericano só foi possível por que tivemos esse incentivo”.
Fundesporte – Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul

“Temos muito ainda o que fazer nesses seis meses por MS”, declarou o secretário de Infraestrutura

Campo Grande (MS) – “As obras de infraestrutura urbana são fundamentais para desenvolver o Estado, nós temos muito ainda o que fazer nesses seis meses por Mato Grosso do Sul e vamos seguir com força para concretizar nossos objetivos”, declarou o secretário de Estado de Infraestrutura, Helianey Paulo da Silva, ao falar sobre a série de investimentos autorizados e entregues nesta sexta-feira (15.6), nos municípios de Batayporã, Anaurilândia e Amambaí.
De acordo com o secretário, o Governo vem trabalhando indistintamente por todos os municípios e em parceria. “Independentemente de questão partidária, estamos com obras em todos os municípios porque sabemos o quanto é importante ser parceiro das prefeituras”, pontuou.
Em Batayporã, que recebe mais de R$ 7 milhões em investimentos, o Governo realizou a entrega da reforma da EE Braz Sinigáglia, executada com recursos próprios da ordem de R$ 2.749.512,18. Também foi autorizada a construção de uma ponte de concreto sobre o rio Samambaia e a pavimentação e drenagem da avenida Pedro Liberato da Rocha, que juntas somam R$ 2,7 milhões de investimentos. O Governo deu ainda a ordem de início para a restauração de parte das ruas Alagoas, Ataliba Ramos, Isaias Inácio de Almeida, José Antônio Mourão, Jovino Pinheiro, Luiz Antônio da Silva, Paraná, Pascoal José Silva, Sergipe, José Adelino da Rocha, avenida Brasil e Antônio Spinosa Mustafá e para a implantação de acessos e construção de bueiros na estrada BAT-015.
Já em Anaurilândia, as novas obras anunciadas e comemoradas pelo prefeito Edson Takazono, somam investimentos da ordem de R$ 7,3 milhões em infraestrutura. “Essas obras são de extrema importância para nosso munícipio eu tinha certeza que ia chegar a vez de Anaurilândia”. São obras de esgotamento sanitário, recapeamento de ruas e avenidas que somam investimentos de R$ 2,2 milhões e autorização de duas licitações para a pavimentação e drenagem do loteamento habitacional São João Calábria e uma terceira para a elaboração do projeto executivo para o acesso ao balneário. 
Para o governador Reinaldo Azambuja é preciso comemorar as obras e o esforço para concretizá-las no momento de crise. “Nosso Estado é o 1º em investimentos em habitação, saneamento e infraestrutura urbana e a 5ª economia mais competitiva do País. Nós tivemos dificuldades, passamos por momentos difíceis, fizemos o enfrentamento e hoje podemos entregar obras e anunciar novos investimentos. Ninguém governa sozinho e eu acho que o governo não tem que ter lado, mas olhar para as cidades”.
Finalizando o circuito de visitas hoje, 34 famílias do município de Amambaí receberam  através da Agência Estadual de Habitação (Agehab),  o título de propriedade e passam a ser proprietários legítimos de suas casas. Neste sábado (16.6), novas obras serão autorizadas e entregues no município.
Raquel Pereira – Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra)

Investimentos do Governo do Estado em Amambai ultrapassam os R$ 37 milhões, destaca Reinaldo Azambuja

Amambai (MS) – Em mais uma agenda de trabalho em Amambai, a sétima dos últimos dois anos, o governador Reinaldo Azambuja destacou que sua gestão já investiu mais de R$ 37 milhões no município. “São construções de pontes de concreto, recapeamento de ruas e avenidas, reconstrução de rodovias, construção de casas e muitas outras ações que melhoram a vida das pessoas”, ressaltou ele nessa sexta-feira (15.6).
Reinaldo Azambuja retornou a cidade para autorizar o início da obra de reforma da EE Vespasiano Martins, que receberá melhorias de R$ 651 mil. “Desde que a escola foi criada em 1986 nunca passou por uma reforma. Então, essa obra vem para beneficiar todos e, principalmente, os alunos. Essa reforma é muito esperada pela comunidade escolar. Estamos muito felizes e satisfeitos com o governador“, disse a diretora Erli Fernandes da Silva.
Na agenda de trabalho, o governador também vistoriou a obra de construção de 56 casas do loteamento Caiuás, onde são investidos R$ 2,8 milhões – parceria do Governo do Estado, Prefeitura e Caixa Econômica Federal, por meio do programa FGTS Subsidiado. A primeira etapa do loteamento (37 moradias) serão entregues nos próximos dois meses. Ainda na área habitacional, Reinaldo Azambuja entregou 34 títulos de propriedade de regularização fundiária. “Meu coração está batendo a mil de tanta felicidade. Há 15 anos construímos nossas casas no regime de mutirão e só recebemos o papel de quitação, sem a escritura que era muito cara. Agora, o governador veio e prestou esse serviço pra gente, conseguimos a escritura sem pagar nada“, comemorou Cirley Leandro Farias, 59 anos.
O governador vistoriou a obra de construção de 56 casas do loteamento Caiuás, onde são investidos R$ 2,8 milhões.
Prefeito de Amambai, Ednaldo Bandeira, falou sobre o governo municipalista de Reinaldo Azambuja. “É o governador que mais investiu em Amambai. É o campeão em investimentos e o campeão em visitas. Só neste um ano e meio do meu mandato ele veio aqui sete vezes. Dessa vez, o governador ainda trouxe 17 caixas cirúrgicas para o hospital regional, que soma mais de R$ 80 mil, e uma patrulha mecanizada para atender a agricultura familiar”, reforçou.
Também estiveram na cidade, durante a visita do governador, o secretário de Infraestrutura, Helianey Paulo da Silva; o adjunto de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Ricardo Senna; a diretora-presidente da Agência de Habitação popular do Estado (Agehab), Maria do Carmo Avesani López; e os deputados estaduais Onevan de Matos, Enelvo Felini, Rinaldo Modesto e Paulo Corrêa.
Bruno Chaves – Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Frio continua neste sábado em Mato Grosso do Sul

Campo Grande (MS) – A massa de ar frio que atingiu o Estado promovendo quedas bruscas de temperaturas, ainda deve atuar pelos próximos dias em Mato Grosso do Sul. Nas regiões Sul e Sudeste o tempo encoberto continua até este sábado (16.6).
No Estado, a umidade relativa do ar varia de 40% a 95% e a temperatura marca mínima de 7ºC e máxima de 28ºC. As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).
Confira como deve ficar a temperatura hoje em alguns municípios:
• Bonito – 9°C (mínima) / 17ºC (máxima)
• Campo Grande – 10ºC (mínima) / 23ºC (máxima)
• Corumbá – 13ºC (mínima) / 23ºC (máxima)
• Coxim – 9ºC (mínima) / 17ºC (máxima)
• Dourados – 9ºC (mínima) / 17ºC (máxima)
• Naviraí – 9ºC (mínima) / 17ºC (máxima)
• Nova Andradina – 17ºC (mínima) / 27ºC (máxima)
• Ponta Porã – 9ºC (mínima) / 17ºC (máxima)
• Três Lagoas – 17ºC (mínima) / 27ºC (máxima)
Karla Tatiane – Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Caravana da Saúde Indígena chega a Amambai para atender 20 aldeias da região

Campo Grande (MS) – Depois de passar pelas regiões de Miranda e Aquidauana, a Caravana da Saúde Indígena chega a Amambai neste fim de semana. Para os índios de 20 aldeias, de nove municípios da região, serão oferecidos exames, consultas e algumas cirurgias já pré-agendadas.
Serão realizadas 2.567 consultas e exames, ao todo, sendo quase duas mil consultas e mais de 500 exames. A Caravana também irá atender algumas cirurgias eletivas, pré-agendadas, nesta sexta-feira e sábado (15 e 16.6) de oftalmologia e vascular.
Entre as especialidades das consultas estão: cardiologia, dermatologia, endocrinologia, ginecologia, neurologia, neuropediatria, oftalmologia, ortopedia, otorrinolaringologia, odontologia, psiquiatria, urologia e psicologia.
Os indígenas terão acesso aos exames eletrocardiograma, eletroencefalograma, PSA (câncer de próstata), preventivo (Papanicolau), mamografia, ultrassonografia, câncer de pele e prevenção ao câncer bucal.
Alguns serviços estarão disponíveis como reconhecimento de união estável, emissão de 1° via de RG e CPF. Haverá ainda atividades culturais e de entretenimento (atividades esportivas, brinquedos e atividades infantis e pintura em crianças).
O Governo do Estado fará a entrega de 17 caixas cirúrgicas para o Hospital Regional de Amambai, em um ato de Governo, amanhã, às 17 horas, na Câmara de Vereadores. O valor de investimento foi de R$ 78 mil.
Confira os municípios e as aldeias que serão atendidos:
  • Amambai – Amambai, Limão Verde e  Jaguary;
  • Coronel Sapucaia – Taquapery, Kurussu Ambá – acampamento;
  • Aral Moreira – Guassuti, Guaiviry – acampamento;
  • Eldorado – Cerrito;
  • Laguna Carapã – Guaimbé e Rancho Jacaré;
  • Iguatemi – Pielito Kuê – acampamento;
  • Japorã – Porto Lindo e Ivy Katu;
  • Sete Quedas – Sombrerito;
  • Paranhos – Arroio Corá, Paraguassú, Pirajuí, Potrero-guassú, Sete Cerros e Ypoi yvikatu
Luciana Brazil – Secretaria de Estado de Saúde (SES)

Procon Estadual divulga pesquisa com preços de combustíveis na Capital

Campo Grande (MS) – Pesquisa da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon-MS), divulgada na terça-feira (12.6), traz os preços da gasolina comum, gasolina aditivada, etanol e diesel comum pesquisados entre 5 e 7 de junho, em 81 postos de combustíveis da Capital.
Conforme os dados apresentados pela pesquisa a gasolina comum foi encontrada com menor preço de R$ 4,04 e o maior por R$ 4,39.  No caso do etanol o maior preço foi de R$ 3,39 e o menor R$ 3,09. O diesel comum de maior preço foi verificado a R$ 4,19 e o menor preço de R$ 3,41.
A superintendente do Procon/MS, em exercício, Patrícia Mara da Silva, analisa que é necessário promover a concorrência sadia e o respeito às normas consumeristas, já que estas objetivam o equilíbrio nas relações entre consumidores e fornecedores: “Percebe-se, claramente, que houve uma queda considerável nos preços dos combustíveis, e esses podem cair mais ainda, se houver, por parte dos postos de combustíveis, uma concorrência leal e o respeito às normas e aos consumidores”, finaliza.
O resultado da pesquisa também aponta que houve queda nos preços dos combustíveis, quando comparados com os preços adotados no período de 21 a 30 de maio, quando o País passou por um período de greve da categoria dos caminhoneiros. O Procon-MS reforça ainda que  os consumidores devem desenvolver o hábito da pesquisa de preços, em busca do preço baixo, respeito e qualidade na aquisição de produtos e serviços.
O órgão esclarece ainda que não há tabelamento de combustíveis, já que a política adotada pelo governo brasileiro, em todo o território nacional, adota a liberdade de preços, mas lembra também que o Código de Defesa do Consumidor (Lei nº 8.078/90) considera abusiva e ilegal a elevação de preços sem justa causa.
Todos os produtos pesquisados, bem como os endereços dos estabelecimentos e comparativos de preços podem ser visualizados na pesquisa ou também no site do Procon Estadual. O Procon-MS, ligado à Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), disponibiliza o número 151 e o Fale Conosco do site aos consumidores para informações e denúncias.
Leomar Alves Rosa – Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast)

Estado oficializa expediente diferenciado em dias de jogos do Brasil na Copa do Mundo

Campo Grande (MS) – O Governo do Estado oficializou, por meio do Diário Oficial do Estado (DOE), edição de segunda-feira (11.6), o horário diferenciado de expediente dos servidores estaduais nos dias de jogos do Brasil na Copa do Mundo.
De acordo com a publicação, quando o jogo da Seleção Brasileira for pela manhã, os servidores farão expediente das 13h às 17h30. Se o jogo for à tarde, o expediente será das 7h30 às 12h.
A determinação é válida para órgãos e entidades da administração direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo Estadual. O decreto leva assinatura do governador Reinaldo Azambuja. Pelo texto, o disposto não se aplica aos setores e serviços considerados essenciais, que por natureza não possam ser paralisados ou interrompidos.
O Brasil estreia na Copa do Mundo, disputada na Rússia, às 14h  de domingo (17.6). O primeiro jogo é contra a Suíça. Na segunda rodada, na manhã do dia 22, o adversário é a seleção da Costa Rica. O time brasileiro encerra a primeira fase enfrentando a Sérvia na tarde do dia 27 de junho.
Rejane Monteiro – Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD)

Após cumprir compromisso e nomear os aprovados, Governo prepara novo curso de formação para Agepen

ertame foi realizado em 2016 com os 438 candidatos previstos em edital convocados para a formação, sendo todos os aprovados nomeados pelo Governo do Estado.
Campo Grande (MS) – O Governo do Estado fará novo curso de formação para os aprovados no concurso da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen). O anúncio foi feito na terça-feira (12.6), em reunião com a comissão de aprovados, pelo governador Reinaldo Azambuja, que já cumpriu o compromisso de convocar 438 candidatos para a primeira etapa do curso e nomear todos os aptos.
“O governador está indo muito além do compromisso que fez com os aprovados. Na primeira etapa foram chamados candidatos para todas as vagas previstas em edital. Iniciamos agora uma nova fase para definir com base em estudo quantos poderão ser chamados e quando terá início o novo curso de formação”, informou o titular da Secretaria de Estado de Administração (SAD), Carlos Alberto de Assis, que participou da reunião.
A vice-governadora Rose Modesto destacou o empenho da atual gestão em atender aos aprovados e em reforçar o sistema carcerário sul-mato-grossense. “Essa é mais uma ação que demonstra o compromisso do Governo do Estado com a segurança pública”.




O anúncio foi feito dia 12 de junho, em reunião com a comissão de aprovados, pelo governador Reinaldo Azambuja.
Presidente da Comissão de Aprovados no concurso, Diego Aranda, esteve presente na reunião com outros cinco aprovados e afirmou que o Governo sempre abriu as portas para os candidatos e tem cumprido todos os compromissos feitos.
“Já foi chancelada a abertura de novo curso de formação entre 400 e 500 novas vagas que serão condicionadas a novos presídios e algumas ampliações. Esse era nosso objetivo. Foi também definida a prorrogação do concurso que vence em abril de 2019 por mais dois anos”, comemorou.
Sistema penitenciário
O diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira, lembrou do empenho do Governo em prol do sistema penitenciário. “Além das convocações realizadas dentro das vagas oferecidas no concurso, o governador irá ampliar o quadro de servidores possibilitando um serviço de maior qualidade. No início deste ano, o Governo também adotou uma medida histórica que foi a correção no quadro de carreiras da Agepen”.
Presente na reunião, o secretário de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Antônio Carlos Videira, afirmou que apesar das dificuldades a gestão estadual tem conseguido manter os presídios do Estado em segurança. “E vocês que serão agentes terão uma missão muito importante de trabalhar com pessoas que erraram muito e contribuir para devolvê-las melhor à sociedade”
Atualmente, o sistema carcerário de MS enfrenta superlotação com cerca de 16 mil presos, grande parte que deveria ser custodiada pelo Governo Federal. Proporcionalmente, é o segundo estado da Federação com maior número de presos por 100 mil habitantes, com o dobro da média nacional que é de 306 por 100 mil.
O Governo do Estado inclusive acionou a União judicialmente para tentar resolver o problema, solicitando a construção de presídios federais em MS ou que o Governo Federal arque com os custos dos presos que cometeram crimes federais, como o tráfico de drogas.
Danúbia Burema – Vice-Governadoria e Keila Oliveira – Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen)  
Fotos: Leca

Baixa adesão faz Ministério da Saúde prorrogar vacinação contra gripe até 22 de junho








Campo Grande (MS) – O Ministério da Saúde prorrogou mais uma vez a Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe. Agora, o público-alvo tem até o dia 22 de junho para se vacinar em todo País. A baixa adesão e a proximidade do inverno acenderam o alerta do Ministério, conforme publicação no site oficial.
Já foram vacinados em Mato Grosso do Sul 592.159 pessoas do total do público-alvo – que é de 737.395. Segundo o Datasus, entre os grupos prioritários, os professores são os que mais aderiram à vacinação (114,78%). Na sequência aparecem o grupo dos idosos (92,79%), puérperas (92,05%) e o dos trabalhadores em saúde (90,79%).
A Secretaria de Estado de Saúde (SES) espera vacinar ao menos 90% do público-alvo no Estado, o que representa, pelo menos 663.656 pessoas.
Em Mato Grosso do Sul, a SES orienta os municípios sobre a estratégia a ser adotada quando a meta de vacinação já tiver sido alcançada. A indicação é que essas cidades – que já alcançaram a meta de vacinação ou que estão muitos próximas a esse objetivo, passem a vacinar outros dois grupos específicos já preconizados pelo Ministério nesses casos de vacina remanescente. Os grupos são: crianças de cinco a nove anos e adultos de 50 a 59 anos.
Mato Grosso do Sul recebeu 811 mil doses da vacina. Se após o fim da Campanha, o Estado ainda tiver disponibilidade de doses, a vacinação deverá seguir ampliada para apenas os dois grupos específicos citados acima.
Nacional
As baixas coberturas vacinais registradas na Campanha acenderam um alerta e o Ministério da Saúde vai prorrogar a vacinação até o dia 22 de junho. A preocupação da Pasta é com a proximidade do inverno, período de maior circulação dos vírus da gripe. Também é preocupante o número de casos e mortes registrados no Brasil, que já dobraram na comparação com o mesmo período do ano passado.
Segundo o último levantamento, 11,8 milhões de pessoas ainda precisam se vacinar contra a gripe. Desde o início da Campanha, em 23 de abril, 77,6% da população prioritária buscaram os postos de saúde. A meta é vacinar contra a gripe 54,4 milhões de pessoas.
O Ministério da Saúde reforça a importância dos estados e municípios continuarem a vacinar os grupos prioritários, em especial, crianças, gestantes, idosos e pessoas com comorbidades, público com maior risco de complicações para a doença.
Fazem parte do público-alvo crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes, puérperas, professores, profissionais da saúde, povos indígenas, indivíduos com 60 anos ou mais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população carcerária e funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independente da idade.
Luciana Brazil- Secretaria de Estado de Saúde (SES)
Foto: Edemir Rodrigues

Em MS, Caravana da Saúde nas aldeias é a maior ação da história dos povos indígenas



Amambai (MS) – Em Mato Grosso do Sul, a Caravana da Saúde realizada em aldeias é considerada a maior ação de governo voltada aos povos indígenas. A afirmação é da subsecretária de Políticas Públicas para Indígenas do Estado, Silvana Terena. “Nunca houve na nossa história uma ação como essa dentro das aldeias. Essa ação do governador Reinaldo Azambuja aproxima a saúde dos indígenas porque muitos não conseguem sair de dentro das comunidades”, afirmou ela.
Neste sábado (16.6), o governador Reinaldo Azambuja, acompanhado de lideranças locais, visitou a estrutura da Caravana da Saúde Indígena montada na Aldeia Amambai, em Amambai. Na terceira edição do programa são atendidos moradores de 20 aldeias de dez municípios (Amambai, Aral Moreira, Coronel Sapucaia, Eldorado, Iguatemi, Japorã, Laguna Carapã, Paranhos, Sete Quedas e Tacuru). “Vamos realizar mais de 2,5 mil consultas e exames, e dar sequência aos encaminhamentos aqui da Caravana. Estamos dando oportunidades às nossas comunidades indígenas”, destacou o governador. Prefeito de Amambai, o médico Ednaldo Bandeira ressaltou que a ação mostra ainda o comprometimento do Estado com a população.

“Eu esperei muito tempo para fazer exames no joelho e na perna da minha filha de 13 anos, agora consegui”, disse Paulina Benitez, 29, moradora da aldeia Porto Lindo, em Iguatemi. “Eu fiquei um ano esperando um ultrassom e só consegui aqui”, contou a moradora da aldeia Paraguassu, em Paranhos, Joana Silva, 35. “Está aprovado esse programa porque a gente precisa de cardiologista, ginecologista e outros médicos que a gente não tem. Aqui tem tudo”, explicou Edna da Silva, 39, moradora da aldeia Amambai.
Caravana da Saúde Indígena
As duas primeiras edições do programa de saúde aconteceu nas regiões de Miranda e Aquidauana e atendeu uma maioria de índios Terenas. Na região Sul-Fronteira de Mato Grosso do Sul, a Caravana atende mais indígenas das etnias Guarani e Kaiowá.
Entre as especialidades oferecidas em consultas estão: cardiologia, dermatologia, endocrinologia, ginecologia, neurologia, neuropediatria, oftalmologia, ortopedia, otorrino, odontologia, psiquiatria, urologia e psicologia.
Os indígenas ainda têm acesso a exames eletrocardiograma, eletroencefalograma, PSA (câncer de próstata), preventivo (papanicolau), mamografia, ultrassonografia, câncer de pele e prevenção ao câncer bucal.
Serviços como reconhecimento de União Estável, Emissão de 1° Via de RG e CPF também estão disponíveis. Há ainda atividades culturais e de entretenimento (atividades esportivas, brinquedos e atividades infantis e pintura em crianças).
Também acompanharam o governador Reinaldo Azambuja na visita a aldeia o secretário de Estado de Saúde, Carlos Coimbra; o deputado federal Geraldo Resende; e os deputados estaduais Mara Caseiro, Onevan de Matos, Rinaldo Modesto e Paulo Corrêa, além de prefeitos e vereadores de cidades da região Sul-Fronteira.
Bruno Chaves – Subsecretaria de Comunicação (Subcom)
Fotos: Chico Ribeiro