terça-feira, 29 de setembro de 2009



Estudo mostra viabilidade de ramal da Ferroeste entre Paraná e Santa Catarina




O estudo de viabilidade da 1a fase do ramal ferroviário que liga a região do Cantuquiriguaçu (PR) a Chapecó (SC) foi apresentado pela Ferroeste nesta sexta-feira (11) em primeira audiência pública, no município de São Jorge do Oeste, no Sudoeste do Estado. O presidente da empresa, Samuel Gomes, e técnicos da Lactec, contratada para executar o trabalho, detalharam o levantamento econômico e estatístico da produção regional, confirmando a expectativas. “Ficou evidenciada a viabilidade da ferrovia”, declarou o presidente da Ferroeste


Banco Social vai atender 123 cidades paranaenses




A ampliação do Programa Estadual de Microcrédito faz parte da segunda fase do projeto do Governo do Paraná, que vai investir R$ 80 milhões até 2010 em empreendimentos de pequeno e médio porte. Com empréstimos de até R$ 25 mil e juros de 0,95% ao mês, o Banco Social vai impulsionar atividades industriais, agrícolas e nos setores de comércio e serviços. O objetivo do programa é garantir este apoio aos pequenos empreendedores, por meio de crédito rápido e a menor taxa de juros do mercado”, explica o secretário do Trabalho, Emprego e Promoção Social, Nelson Garcia
Encontro discute a criação dos conselhos estaduais da juventude



A criação e o fortalecimento dos conselhos estaduais da juventude foi um dos assuntos discutidos durante a 18.ª Reunião Ordinária do Conselho Nacional da Juventude, que terminou nesta sexta-feira (12) em Curitiba. O evento, que pela primeira vez aconteceu fora de Brasília, trouxe à capital paranaense 60 conselheiros representantes do governo federal e da sociedade civil. “Os conselhos estaduais vão fortalecer a política de juventude na sociedade. Por parte da sociedade, é o reconhecimento da importância das políticas públicas”, destacou o presidente do Conselho Nacional da Juventude
Prêmio de Ciência e Tecnologia lança categoria de jornalismo científico




O Prêmio Paranaense de Ciência e Tecnologia, concedido pela Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, incluirá pela primeira vez a categoria de jornalismo científico. Nesta 23.ª edição do prêmio, a nova categoria contemplará o jornalista ou pesquisador que tenha se destacado por reportagem impressa ou eletrônica, na área de ciência, tecnologia e inovação, veiculada em meios de comunicação do Paraná. O vencedor receberá premiação em dinheiro para custear cursos ou equipamentos. As inscrições vão até dia 20


Polícia recupera cinco toneladas de merenda escolar roubadas






Policiais da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos localizaram dois caminhões roubados e cinco toneladas de merenda escolar, distribuída pela Secretaria da Educação. O material estava armazenado em um barracão, em Campo Magro, na Região Metropolitana. A carga foi identificada pelos rótulos nos produtos, com logotipo da Secretaria da Educação e com aviso de venda proibida
Força Samurai prende 12 pessoas em ação contra o tráfico de drogas em 3 municípios




Os policiais conseguiram apreender grande quantidade de drogas, diversas armas e objetos furtados. Em Guarapuava, durante abordagem numa “boca de fumo” os policiais libertaram dois usuários de drogas que eram torturados e mantidos retidos pelos marginais por causa de uma dívida. Em Foz do Iguaçu foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão em diversas áreas de tráfico de drogas na cidade. Os policiais conseguiram chegar aos traficantes através de investigação e denuncia anônima no Narcodenúncia - 181


Paraná é destaque nacional em políticas de geração de emprego




Representantes do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), reunidos em Curitiba, para análise das políticas públicas do governo do Estado, consideraram o Paraná modelo para os demais estados brasileiros na execução de políticas públicas de emprego. Através do Simo Internet, desenvolvido pela Celepar, o trabalhador pode se candidatar a uma vaga de emprego em qualquer cidade do Paraná


Ipardes vai subsidiar o BRDE na aprovação de financiamento




O Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes) e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) assinaram nesta sexta-feira (11) um convênio para a produção de relatórios sobre a conjuntura econômica e social do Paraná. Os relatórios a serem elaborados pelo Ipardes, contendo análises sobre os setores produtivos, vão auxiliar o BRDE na tomada de decisões quanto ao crédito a ser concedido


Emissoras de TV veiculam vídeos sobre a nova gripe




Para alertar a população sobre os principais sintomas e medidas preventivas contra a nova gripe, o Governo do Estado produziu dois vídeos educativos que já estão veiculando em nove emissoras do Paraná. A ação busca reforçar as informações que já estão sendo divulgadas por meio de materiais impressos como folderes e jornais, e também do site oficial da nova gripe (www.novagripe.pr.gov.br). As veiculações acontecerão na RPC, Band, Rede Massa, RIC, CNT, TV Educativa, TV Sinal, Canal 21 e TV Colorado
Governadores confirmam participação no Encomex Mercosul em Foz do Iguaçu




Os governadores Roberto Requião (PR), Yeda Crusius (RS) e Luiz Henrique da Silveira (SC) confirmaram presença no Encomex Mercosul, que acontece em Foz do Iguaçu nos próximos dias 16 e 17. Importantes nomes dos setores público e privado também vão participar da primeira edição internacional dos tradicionais Encontros de Comércio Exterior. Cerca de 5 mil pessoas - entre representantes do Brasil, Paraguai, Uruguai, Argentina e Venezuela - são esperadas no evento

Copel atende 11,5 mil situações de emergência causadas por temporal




Os temporais do início desta semana, os piores do ano até o momento, provocaram sérios danos às redes de distribuição de energia operadas pela Copel, obrigando a empresa a manter mobilizado nos últimos dias todo o seu efetivo técnico de emergência para dar solução, no menor tempo possível, às mais de 11,5 mil ocorrências em todo o Paraná. Em quatro dias, os ventos fortes, descargas atmosféricas e granizo afetaram a normalidade dos serviços de eletricidade para cerca de 1 milhão de unidades consumidoras.

Redução de ICMS força queda de preços em todos os produtos




Além de contribuir para a redução do preço de mais de 95 mil itens de consumo popular, a minirreforma tributária implantada em abril pelo Governo do Paraná tem contribuído para o processo de deflação também nos produtos não contemplados pela medida. “Sem a lei estadual, a inflação estaria entre 3% e 4% mais alta. Consequentemente, os preços para o consumidor também”, afirmou o presidente da rede de supermercados Super Muffato, Everton Muffato. A minirreforma reduz de 25% ou 18% para 12% o ICMS de itens de consumo popular
Justiça condena envolvidos em desvio de dinheiro do Banestado para campanha de Jaime Lerner




A Justiça Federal condenou por corrupção três empresários paranaenses que tomaram emprestados US$ 3,5 milhões (em valores de 1998) do Banestado e desviaram parte do dinheiro para a campanha de reeleição do ex-governador Jaime Lerner. A sentença do juiz federal Sergio Fernando Moro tem como base processo movido pelos Ministérios Públicos Federal e Estadual e investigações da Polícia Federal, do Banco Central e de Comissão Parlamentar de Inquérito instalada na Assembleia Legislativa para apurar irregularidades no Banestado.
Coordenação de Artes Cênicas


Secretaria Municipal da Cultura





Nova chance para quem deseja participar do módulo Montagem de Textos, do Grupo Experimental de Teatro da CAC/SMC, que vai acontecer às segundas, quartas e quintas, durante outubro e novembro, das 18h30 às 22h. Para conhecer os procedimentos necessários e participar da seleção, em 28 de setembro, ligue para 32898064/ 8062/ 8061, no turno da tarde.

Confira mais detalhes sobre a nossa programação no blog



Está no ar no nosso blog uma pesquisa para traçar o perfil dos espectadores de teatro e analisar a qualidade dos espetáculos e dos espaços cênicos de Porto Alegre.

Participe! Dê a sua opinião!



Coordenação de Artes Cênicas

Secretaria Municipal da Cultura

Av. Érico Veríssimo, 307 - bairro Menino Deus

(51) 3289-8061 / (51) 3289-8062 / (51) 3289-8064





Galeries Lafayette e Printemps


Francisco Santos reuniu-se esta semana com dirigentes dos setores de acessórios e calçados da Galeries Lafayette e Printemps, em Paris.
Couromoda na Europa


Couromoda terá presença ativa nas principais feiras européias com estande institucional na GDS/Alemanha e Micam/Itália.
São Paulo Prêt-à-Porter: Couromoda amplia atividades


e lança feira de confecções

O Grupo Couromoda anunciou esta semana a realização de um novo evento: São Paulo Prêt-à-Porter, feira na área de confecções e acessórios

de moda. A nova feira acontecerá em janeiro de 2011, no Expo Center Norte, simultaneamente à Couromoda, no Anhembi.
Leilão de madeira tem lotes orçados em R$ 79 mil






No próximo dia 24 a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) vai promover em Ananindeua, leilão de mais de 1,5 mil metros cúbicos de madeira de várias espécies, entre elas maçaranduba, louro e breu.
Governo cria mecanismos para combater a grilagem de terras






Para combater a grilagem de terras o Governo do Pará o Pará conta com a modernização do acervo fundiário, se tornando o único Estado da Amazônia brasileira a ter toda a documentação fundiária organizada em banco digital. A iniciativa, somada a outras, garante o desenvolvimento sustentável no Pará.

Parauapebas recebe mais uma ambulância do Governo do Pará






O município de Parauapebas recebeu ontem (10) da Secretaria de Estado de Saúde (Sespa) mais uma ambulância, demanda do Planejamento Territorial Participativo (PTP). O convênio foi firmado em 2004 e agora foi concluído pelo Governo Popular. A nova ambulância dará maior suporte à rede assistencial do município, que possui hospital com 59 leitos para internação e 11 para observação.
Saldo positivo superior a US$ 4 bi nas exportações paraenses






No primeiro semestre de 2009 o volume de exportações no Pará apresentou saldo positivo de US$ 4.693.579.091, segundo o Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). No setor mineral as exportações de bauxita, em agosto de 2009, cresceram 70% em comparação ao mês anterior.


TEATRO RENASCENÇA


12 e 13/09 - sáb e dom às 18h30 - CRÉPUSCULE DES OCÉANS Dança - POA em Cena

15 a 17/09 - 3ª, 4ª e 5ª às 18h30 - MEDIDA POR MEDIDA Teatro - POA em Cena



SALA ÁLVARO MOREYRA

11 e 12/09 - 6ª às 23h - TEMPO FRAGMENTO Dança - POA em Cena

13 e 14/09 - dom às 23h - ATO Teatro - POA em Cena

16, 17 e 18/09 - 4ª, 5ª e 6ª às 23h - LA MADRE IMPALPABLE Teatro - POA em Cena





TEATRO DE CÂMARA TÚLIO PIVA

11 /09 - 6ª às 22h - A MAR ABERTO Teatro - POA em Cena

12, 13 e 14/09 - sab, dom e 2ª às 22h - SENHORA DOS AFOGADOS Teatro - POA em Cena

15/09 - 3ª às 22h - DESVARIO Teatro - POA em Cena
 
Coordenação de Artes Cênicas


Secretaria Municipal da Cultura

Av. Érico Veríssimo, 307 - bairro Menino Deus

(51) 3289-8061 / (51) 3289-8062 / (51) 3289-8064







Teatro Renascença e Sala Álvaro Moreyra

Av. Érico Veríssimo, 307 - bairro Menino Deus

(51) 3289-8066 / (51) 3289-8067







Teatro de Câmara Túlio Piva

Rua da República, 575 - bairro Cidade Baixa

(51) 3289-8093 / (51) 3289-8094

Estúdio da MindSet Films, produtora do Ometz Group

Via de regra, qualquer cidade, por menor que seja, tem no mínimo um jornal local. Imagine, então, o que fazer em uma holding que abriga 12 empresas e mais de 5 mil funcionários, espalhados por todo o Brasil e até mesmo na Argentina. Buscando uma ferramenta eficiente de endomarketing, o Ometz Group criou em 2003 a Hunting Winners TV.



Desenvolvida inicialmente apenas como um instrumento motivacional, a HW TV acabou ganhando maior proporção e hoje é considerada essencial para o sucesso do grupo sediado em Curitiba e que tem sob seu guarda chuva a rede de escolas de inglês Wise Up e outras 11 empresas dos segmentos de comunicação e educação. "No começo, a HW TV era um plano de incentivo que tinha como objetivo melhorar a produtividade dos funcionários, mas tomou maior vulto", explica o presidente do Ometz Group, Flavio Augusto, um carioca de 37 anos que em 1995 abriu sua primeira escola de inglês, no Rio de Janeiro. Hoje, elas somam mais de 260, entre franqueadas e próprias, e levam os nomes de Wise Up, Lexical e You Move. A You Move, aliás, direcionada a pessoas das classes C e D, inaugurou suas primeiras 32 escolas esta semana.



Com o conceito de Corporate Reality Show, a HW TV engloba em seu portal de internet notícias escritas, canal de televisão e emissora de rádio. Por dia, são feitos em média três novos programas de televisão. Entre eles, o telejornal HW News, com notícias sobre a empresa, o Follow the Leader, onde o CEO dá dicas de competição, e o HW Lifestyle, que apresenta curiosidades sobre a vida de quem se destaca no grupo. "Funciona como uma plataforma de gestão comercial e de recursos humanos onde todos os funcionários podem participar", afirma Augusto. Não existe um programa do tipo Big Brother ou seus congêneres. Augusto diz que, na prática, pode-se dizer que todo este envolvimento é um reality show, já que são abordadas questões profissionais e particulares de funcionários. Ao se destacar em alguma função, o empregado pode ganhar espaço em uma reportagem de TV, em uma matéria escrita ou mesmo conceder uma entrevista à rádio. Tudo é feito pela produtora do grupo, a MindSet Films, que também trabalha para o mercado publicitário.



Direcionada especialmente para o público interno, com notícias do "universo Ometz Group", a HW TV acaba indo além das fronteiras profissionais. "Temos 150 mil visitas em nosso site ao mês. Isso mostra que, além dos funcionários, familiares e amigos também acessam os conteúdos", observa Augusto. Para ele, a TV corporativa está relacionada diretamente ao crescimento do grupo, que faturou R$ 55 milhões em 2008 e deve encerrar 2009 com receita de R$ 80 milhões: "Faz tempo que o HW TV deixou de ser mera campanha motivacional e passou a fazer parte do negócio. São gerações e gerações de profissionais formados."

sábado, 26 de setembro de 2009



Próteses de titânio
Já é realidade no país o desenvolvimento de hastes de prótese total de quadril fabricadas com ligas de titânio. O protótipo, 100% nacional, foi desenvolvido na Faculdade de Engenharia Mecânica da Unicamp e apresenta vantagens em relação aos materiais tradicionalmente usados para essa aplicação.
O uso desses dispositivos é cada vez mais importante devido ao fato de aproximadamente 90% da população com idade superior aos 40 anos apresentar alguma degeneração articular, na qual muitas vezes é necessária intervenção cirúrgica - como, por exemplo, nos casos de artroplastia de quadril e joelho.
As cirurgias basicamente envolvem a substituição da articulação natural por próteses ortopédicas. O envelhecimento da população também é um dado concreto - segundo números publicados pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), 30% dos brasileiros terão mais de 60 anos ainda na metade deste século.
Metais biocompatíveis
O protótipo produzido por pesquisadores da Unicamp é uma haste de prótese total de quadril e utiliza material constituído pelos elementos titânio, nióbio e estanho, ou seja, metais biocompatíveis e que não oferecem riscos à saúde humana.
Na composição desse material é utilizado entre 25% e 35% de nióbio - o Brasil é o maior produtor mundial desse metal. Neste aspecto reside a inovação do trabalho que tem como perspectiva primária baratear a produção da matéria-prima utilizada. "Estamos propondo tecnologias que reduzam os custos na obtenção da matéria-prima e no processo de fabricação, pois a expectativa é baixar o custo final dos implantes e oferecer algo acessível e de maior qualidade à população", destaca o engenheiro Éder Sócrates Najar Lopes, autor do trabalho.
O engenheiro apresentou a pesquisa que contém os resultados da produção, processamento e caracterização das amostras das ligas denominadas Ti-Nb-Sn - sigla dos elementos químicos utilizados (titânio, nióbio e estanho).
Próteses mais baratas
Os dispositivos, assim como as ligas biomédicas, estão em fase de validação para entrar no mercado. Segundo o pesquisador, poderão chegar com custo intermediário entre as hastes convencionalmente fabricadas em aço inoxidável - a prótese mais barata encontrada hoje no mercado - e as hastes fabricadas com ligas de titânio importado, de maior qualidade, porém nem sempre custeadas pelo Sistema Único de Saúde ou por planos de saúde particulares. Para isso, o engenheiro está iniciando um trabalho de pesquisa sobre o mercado consumidor de biomateriais metálicos.
As hastes produzidas no Laboratório da Unicamp oferecem maior segurança, pois são fabricadas com matéria-prima isenta de elementos tóxicos, diferentemente dos implantes produzidos com os materiais convencionais, entre os quais o aço inoxidável grau cirúrgico, as ligas de cobalto, cromo e molibdênio (Co-Cr-Mo) e as próprias ligas de titânio, alumínio e vanádio ou Ti-6Al-4V. Estas últimas foram desenvolvidas na década de 50 para aplicações aeroespaciais e acabaram por ser "aproveitadas" na área médica devido às excelentes propriedades mecânicas e de resistência à corrosão.
"Neste tipo de implante, o uso do aço é feito com sucesso. Para os casos em que se necessite do implante permanente, o recomendável é utilizar as ligas de titânio. Mas, na grande maioria dos casos, são observados implantes fabricados em aço inoxidável devido ao menor custo da matéria-prima. É nesse sentido que o desenvolvimento de ligas de titânio mais baratas, com alto percentual de nióbio e com tecnologia nacional, se tornam atraentes", explica Lopes.
Biomaterial
Na proposta do novo biomaterial, além das vantagens já comentadas, como a isenção de elementos tóxicos e a redução dos custos da matéria-prima, existe também a possibilidade de se baratear os custos do processo de fabricação dos dispositivos, empregando processo chamado de forjamento a frio, que nada mais é que dar forma a uma geometria através de forças de compressão utilizando uma prensa e um molde.
Este processo não é possível com os biomateriais metálicos convencionais. As ligas estudadas apresentam ainda características únicas no tocante ao controle do módulo de elasticidade, ou seja, o coeficiente que correlaciona a rigidez e flexibilidade do material. Hastes de próteses fabricadas com materiais convencionais apresentam entre três e seis vezes a rigidez dos ossos e essa diferença faz com que um implante dessa natureza instalado dentro do canal medular iniba as deformações elásticas naturais e benéficas que ocorrem no osso ao realizar as atividades como caminhar, correr etc. Essa situação pode acarretar a perda de massa óssea na região do implante e culminar na soltura ou fratura do implante ou do tecido ósseo.
É neste aspecto que tratamentos térmicos específicos permitem controlar as propriedades de rigidez e flexibilidade desses dispositivos. "O processo possibilita a fabricação de hastes com propriedades mecânicas dedicadas, ou seja, específicas de acordo com o tipo de solicitação mecânica e isto não se conseguia com os biomateriais convencionais. A parte superior da haste, por exemplo, pode ser fabricada com maior resistência mecânica e a parte inferior com baixa rigidez", esclarece o pesquisador. Essa capacidade abre campo para uma nova geração de implantes que poderão ser projetados de forma a atender as particularidades da complexa biomecânica do corpo humano.
Sobre o titânio
O elemento titânio é o quarto metal em abundância na crosta terrestre, porém em menor quantidade que o alumínio, ferro e magnésio. Sua produção é pequena pela especificidade no processo de redução do minério até chegar ao elemento, pois não é encontrado na forma pura. Possui altíssima resistência mecânica e à corrosão. A resistência mecânica é semelhante ao aço, com aproximadamente metade do peso. Por isso, em tudo quanto é necessária a redução de peso e maior resistência mecânica, ele pode ser aplicado com eficiência. É encontrado nas áreas aeroespacial, de plataforma de petróleo, automotiva, esportiva, de vestuário e na medicina.
Sobre o nióbio
As jazidas foram encontradas na cidade de Araxá, em Minas Gerais (MG), em meados da década de 1950. Não por acaso, o Estado de Minas Gerais possui a maior oferta, somando 90% da produção brasileira, seguido do Estado de Goiás, com 10%. A segunda maior produção é do Canadá que concentra 1,5%. O Brasil, maior produtor mundial, aparece com 98% no ranking.

Satisfação com a vida
Estar satisfeito com a vida vai muito além de simplesmente ter dinheiro, o que significa que os planejadores de políticas públicas que visam a redução da pobreza precisam ir além de simplesmente elevar a renda dos cidadãos, cuidando de melhorar sua qualidade de vida também em outros aspectos.
Esta é a conclusão de uma pesquisa feita pelo professor mexicano Mariano Rojasve, da Faculdade Latinoamericana de Ciências Sociais e que acaba de ser publicada na revista científica Applied Research in Quality of Life.
Redução da pobreza com aumento da felicidade
A redução da pobreza é uma das maiores preocupações quando se planejam ações que se transformarão em programas de âmbito nacional ou internacional. Até hoje, o foco desses programas tem sido tirar as pessoas da pobreza aumentando seu poder de compra. Isto se baseia no pressuposto de que uma renda mais elevada se traduz em um maior bem-estar.
O professor Rojas contesta esse pressuposto e argumenta que medidas de satisfação com a vida também devem ser levadas em conta quando se elabora ou se avalia os resultados desses programas.
Além de questões sobre a renda familiar e a independência financeira da família, o pesquisador afirma ser necessário incluir questões subjetivas sobre a qualidade de vida em geral, como a satisfação pessoal em relação à saúde, ao emprego, às relações familiares, aos amigos e até consigo mesmo, bem como avaliações sobre o ambiente comunitário no qual a pessoa está inserida.
Feliz sem dinheiro, infeliz com dinheiro
A maioria das pessoas pesquisadas - a pesquisa foi feita na Costa Rica - avaliou suas vidas como satisfatórias ou como não-satisfatórias. Nem todas as pessoas que eram consideradas pobres por fatores econômicas relataram estar infelizes com a própria vida, e nem todas as pessoas acima da linha de pobreza afirmaram estar felizes com a própria vida.
O professor Rojas observou que apenas 24% das pessoas classificadas como pobres avaliaram a própria vida como lhes dando pouca satisfação. Além disso, 18% das pessoas na categoria "não-pobres" relataram estarem pouco satisfeitas com a própria vida.
Desta forma, torna-se claro que apenas a pobreza não define o bem-estar geral de um indivíduo e é possível que alguns superem a linha da pobreza e se tornem menos satisfeitos com a própria vida.
Por outro lado, uma pessoa pode estar feliz da vida mesmo se sua renda é baixa, na medida que esteja satisfeita em outras áreas da vida, como família, saúde, emprego e consigo própria.
Programa Felicidade da Família
O professor Rojas argumenta que os programas sociais precisam reconhecer que o bem-estar depende da satisfação com muitos domínios da vida, e que muitas qualidades e atributos precisam ser levados em conta na elaboração desses programas, incluindo lazer, educação, a comunidade e a capacidade de se tornar um consumidor responsável, aprendendo a gastar sabiamente a renda ampliada.
"Esta pesquisa mostrou que é possível superar a linha da pobreza com pouco efeito sobre a satisfação com a vida. A renda não é um fim, mas um meio para um fim. Há um grande risco de negligenciar e subestimar a importância dos fatores capazes de incrementar o bem-estar quando se olha unicamente para a renda. É importante se preocupar em como tirar as pessoas da pobreza, mas é mais benéfico preocupar-se ao mesmo tempo com as habilidades adicionais que as pessoas precisam para levar uma vida mais satisfatória," conclui o pesquisador.
Ácido protetor
Uma equipe de cientistas franceses descobriu a dose de DHA - ácido docohexaenóico - mais conhecido como ômega-3, que é exatamente suficiente para prevenir as doenças cardiovasculares em adultos saudáveis.
Os cientistas comprovaram que uma dose diária de 200 mg de DHA é suficiente para afetar os marcadores biológicos que assinalam problemas cardiovasculares, como os relacionados com o envelhecimento, a aterosclerose e o diabetes.
A pesquisa foi publicada no exemplar de Setembro na revista médica The FASEB Journal.
"Este estudo mostra que a consumo regular de pequenas doses de ômega-3 melhora o estado de saúde das pessoas, especialmente com relação às funções cardiovasculares," diz o Dr. Michel Lagarde, um dos autores do estudo.
Dose ótima de ômega-3
Para determinar a dose ótima do ácido docohexaenóico a ser ingerido diariamente, o Dr. Lagarde e seus colegas analisaram os efeitos da ingestão de doses crescentes de DHA em voluntários com idades entre 53 e 65 anos.
Os voluntários consumiram doses de DHA de 200, 400, 800 e 1600 mg por dia durante duas semanas, em semanas separadas para cada dose. As dietas foram controladas para que o DHA ingerido fosse a única fonte de ômega-3 dos participantes.
Foram coletadas amostras de urina e sangue antes e depois de cada período - equivalente à ingestão de cada dosagem - e depois de oito semanas depois que a suplementação de DHA foi interrompida. Os pesquisadores então analisaram todas as amostras em busca dos marcadores que indicam os efeitos de cada dose.
Os resultados mostram que a dose de 200 mg é suficiente para ativar todos os marcadores. Não foram notados ganhos com as doses maiores.
Alimentação rica em ômega-3
"Agora que nós sabemos a quantidade exata de DHA que é suficiente, o próximo passo é fazer um teste clínico que envolva um número maior de voluntários. Até lá, é melhor ficar com uma dieta que contenha ômega-3, como peixes, em vez de correr para buscar um frasco de suplementos na farmácia," alerta o Dr. Gerald Weissmann, que comentou o artigo publicado.
A gente não quer só comida
Foto de André Kertész - Portal Thomerama
Enquanto come um doce, ou toma um sorvete - não se verifica ao certo pela imagem - o menino se alimenta das histórias em quadrinhos nos jornais espalhados pela calçada. Sua atenção está muito mais entregue à leitura do que ao alimento. Parece preferir a aventura da história, que preenche a alma, ao doce, que pode ser conseguido em alguma esquina. O que talvez não lhe aconteça com a leitura. Ainda, não é possível atestar que ele esteja, de fato, lendo. E se não o estiver, sua imaginação dá conta do recado, com os desenhos que dão cor à aventura. Se uma imagem vale mais do que mil palavras, o fotógrafo húngaro André Kertész (1894-1985), por esse registro de 1944, disse todas elas com esse inquietante retrato da sociedade.
MT também terá livro como política de estado

Agora é o Mato Grosso que discute a criação de uma Política Estadual do Livro. A proposta, apresentada pelo deputado José Riva (PP), que preside a Casa, quer garantir o direito de acesso e de uso do livro. E, de quebra, fomentar a produção literária, a edição, difusão, distribuição e comercialização dos livros no Estado. Entre outras medidas, estão previstas ações para turbinar as bibliotecas. Busca-se também incentivar mais os autores locais, inclusive tornando obrigatória a leitura de suas obras nas escolas.
Bienal de SP anuncia mudanças

A Câmara Brasileira do Livro aproveitou o primeiro dia da Bienal do Livro do Rio, organizada pelo Sindicato Nacional de Editores de Livros, para dar a boa nova: a Bienal de São Paulo, marcada para agosto do próximo ano, estará de cara nova. Além da volta dos dias específicos só para profissionais do livro, a organização mudou. Sai a Francal e entra no lugar a Reed Exhibitions Alcantara Machado, o maior grupo organizador de feiras do mundo (na área do livro, tem em seu portfólio as de Londres e Nova York). Para os expositores, a boa notícia é que os estandes serão mais baratos do que os cobrados ano passado em São Paulo e agora no Rio.
Uma floresta de livros

Um dos espaços mais interessantes da Bienal do Rio é a Floresta dos Livros, uma invenção do Instituto Pró-Livro para chamar a atenção dos visitantes para a leitura. Numa sala secreta, estão espalhados livros em braile para os leitores com deficiência visual, resultado de uma parceria com a Fundação Dorina Nowill. Vale a pena passar por lá.
Bienal, sempre uma festa

Com a graça e a pompa de sempre, teve início nesta quinta (10/9) a Bienal Internacional do Livro do Rio. Autoridades, convidados, autores nacionais e estrangeiros e o povo do livro, vindo de várias partes do País, estavam lá. Por 11 dias, uma vasta e convidativa programação reunirá autores nacionais e estrangeiros na grande celebração do ano para o livro. Charme e paixão à parte, bienais e feiras de livros têm muitas serventias. A primeira delas é que durante seu período de funcionamento a mídia e os formadores de opinião chamam a atenção da Nação para a importância do livro e da leitura na vida das pessoas e da sociedade. Mas esses eventos também dão, de certa forma, acesso aos livros a uma fatia da população. E também funcionam como gigantescas livrarias, onde os compradores em potencial encontram aquilo que, no dia a dia, não conseguem achar nem nas maiores e melhores casas do ramo.
Por essas e tantas outras razões, elas valem muito a pena.
Sanepar apresenta exposição da história do saneamento no Fórum de Guarapuava

Cerca de 100 pessoas participaram da abertura da exposição “Dos pipeiros ao PAC – A revolução do saneamento no Paraná”, quarta-feira (9), no Fórum de Guarapuava. As fotografias e gravuras que contam a história do saneamento no Paraná podem ser vistas, naquele local, até domingo (13), quando segue para Cascavel. A exposição é promovida pela Sanepar e pelo Tribunal de Justiça do Paraná, com patrocínio da Caixa Econômica Federal
Peças encontradas em sítio arqueológico são doadas para Museu de Campo Largo

Sítio com cerca de 9 mil anos foi localizado no fim do ano passado às margens do rio do Cerne, no interior de Campo Largo, durante as obras de pavimentação da rodovia. Os trabalhos de resgate objetos foram feitos em janeiro e fevereiro deste ano. Foram encontradas mais de 60 peças entre as quais ferramentas utilizadas para cortes, raspadores e até uma ponta de lança. O material original deve ser encaminhado ao museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade Federal do Paraná
Tecpar e Mineropar levam tecnologia para indústrias de cerâmica do Paraná

O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) e a Mineropar assinaram um convênio para prestar atendimento tecnológico às indústrias de cerâmica do Estado. Com a parceria, as duas instituições do governo estadual marcam o início dos trabalhos do Projeto de Unidades Móveis de Atendimento Tecnológico (Prumo) voltado ao setor de cerâmica vermelha. O atendimento será prestado por meio de veículos com equipamentos laboratoriais e técnicos dos dois órgãos para assessorar cerca de 150 empresas
Começa em Curitiba reunião do Conselho Nacional da Juventude

A 18.ª Reunião Ordinária do Conselho Nacional da Juventude (Conjuve) contou com a participação de 60 conselheiros representantes do governo federal e da sociedade civil de todos os Estados brasileiros. A secretária estadual da Criança e Juventude, Thelma Alves de Oliveira, abriu a reunião e apresentou parte das ações e programas desenvolvidos pelo Governo do Paraná em defesa da juventude. O projeto dos Centros da Juventude, desenvolvido pelo Governo do Estado, foi uma das ações que chamou a atenção dos conselheiros em função da preocupação do governo em destinar espaços de formação, cultura, lazer e de cidadania aos jovens
Assembleia Legislativa gaúcha se une à Ferroeste e busca a criação da Ferrosul

A Assembleia Legislativa gaúcha vai criar uma Frente Parlamentar em Defesa da Ferrosul, empresa pública para operar uma malha ferroviária que integre os Estados do Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul, informa o deputado estadual Fabiano Pereira (PT), presidente da Comissão de Serviços Públicos que realizou nesta quinta-feira (10) a segunda audiência pública do Fórum de Infraestrutura Logística do Rio Grande do Sul. “Queremos estar juntos com o Paraná para concretizar o projeto”, disse o deputado, “e vamos criar uma frente parlamentar em favor da Ferrosul
Encontro internacional de meio ambiente é lançado oficialmente em Foz do Iguaçu

O 7.º Encontro Ibero-Americano do Meio Ambiente terá o tema “Um novo modo de ser para a sustentabilidade”, e será realizado em novembro, em Foz do Iguaçu, paralelamente a outros eventos. Esta é a primeira vez que uma edição do encontro é realizada no Brasil. “O Paraná mostra visão de futuro com suas ações e resultados na área ambiental”, afirmou o representante do Conselho Espanhol do Meio Ambiente, Gustavo Paredes
Encomex Mercosul vai intensificar exportações para países parceiros

O Encontro de Comércio Exterior, que acontece em Foz do Iguaçu nos próximos dias 16 e 17, deve aumentar o volume de exportações do Paraná para os países que integram o bloco latino-americano e também para a União Européia. A edição especial do Encomex para o Mercosul será a primeira realizada em âmbito internacional e terá a presença de autoridades e empresários da Argentina, Paraguai, Uruguai e da Venezuela, além de representantes europeus
Defesa Civil monitora situação de municípios afetados pelas chuvas

A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil registrou 1.543 pessoas desalojadas, morando em casas de amigos ou parentes, e 113 desabrigadas, instaladas em locais públicos, devido às fortes chuvas que começaram na segunda-feira (7). Cerca de 11 mil paranaenses sofreram problemas com desabastecimento de água, corte de energia elétrica, quedas de árvores, alagamentos e avarias a residências. Os danos foram notificados em 55 cidades. Por enquanto, unidades municipais têm dado conta dos estragos, principalmente com fornecimento de lonas para cobrir casas
Produtos que tiveram redução de ICMS caíram 0,71% desde abril, indica Ipardes

Enquanto o custo de vida, medido pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC), em Curitiba apresentou alta de 1,6% no acumulado de abril a agosto, os produtos que tiveram redução do ICMS por decisão do governo do Paraná contribuíram com queda de 0,71%, segundo cálculos divulgados nesta quinta-feira (10) pelo Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes). A lei de redução do ICMS para 95 mil itens de consumo popular foi implantada em abril pelo governador Roberto Requião
Cohapar beneficia quase 8 mil pessoas com o PAC de Pinhais

O presidente da Cohapar, Rafel Greca, recebeu do prefeito Luizão Goulart, de Pinhais, a doação de 17 escrituras de terrenos para a construção de 747 casas. Mais 893 famílias serão beneficiadas com a regularização fundiária de seus terrenos. O PAC Pinhais vai atender a 8 mil pessoas que vivem em área de risco e preservação ambiental com um investimento de R$ 38,8 milhões. De acordo com Greca, os terrenos na cidade de Pinhais têm grande valorização imobiliária em razão da proximidade a áreas nobres de Curitiba e por isso estão sujeitos à especulação
Governo do Paraná investe mais de R$ 22 mi no combate à nova gripe

Assistência aos pacientes, materiais informativos, insumos laboratoriais e compra de equipamentos para hospitais são alguns dos destinos do montante total aplicado, equivalente a R$ 133 mil por dia. Segundo o secretário estadual da Saúde, Gilberto Martin, grande parcela foi destinada à assistência aos doentes. Somente em equipamentos o Estado investiu mais de R$ 13 milhões para reforçar a estrutura dos principais hospitais


Requião homologa licitações para compra de R$ 21,5 milhões em insulina e remédios

Dois pregões eletrônicos realizados pelo Departamento de Administração de Materiais (Deam), da Secretaria de Estado da Administração e da Previdência (Seap), para registros de preços de oito tipos de remédios e 11 especificidades de insulina, foram homologados nesta semana pelo governador Roberto Requião. Os registros de preços serão utilizados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) para a compra de até R$ 21,5 milhões dos dois produtos, para fornecimento a pacientes, pelo Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar)


Paraná Biodiversidade é modelo para o País e para o mundo, diz Banco Mundial

Depois de seis anos de execução, o projeto chega ao fim com a missão de divulgar seu modelo, que alia a conservação ambiental com a sustentabilidade, para o País e para o mundo. Essa foi a recomendação do consultor do Banco Mundial, Enrique Bucher, e do gerente do projeto do Banco Mundial, Michael Caroll, durante a apresentação do relatório final feita nesta quinta-feira (10), em Curitiba. Com investimento de aproximadamente R$ 30 milhões, o projeto apresenta uma iniciativa inovadora à política ambiental desenvolvendo metodologia simples de proteção dos recursos naturais e da diversidade biológica

Porto investirá R$ 8,7 milhões em obras no Pátio de Triagem

A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) publicou no Diário Oficial desta quinta-feira (10) o edital de licitação para obras no Pátio Público de Triagem. O edital, que estará disponível para aquisição a partir da próxima segunda-feira (14), prevê um investimento máximo de R$ 8,7 milhões, com recursos próprios da Appa, e um período de 270 dias para a conclusão da obra, que ampliará o número de vagas disponíveis, passando das atuais 930 para 1.045. As melhorias incluem, ainda, reformas, construções e ampliações de edificações, além de pavimentação e implantação do Parque do Caminhoneiro


Requião apresenta em Brasília produtos paranaenses desenvolvidos pelo Iapar




Com o objetivo de “vender” o produto do Paraná, o governador Roberto Requião reuniu em Brasília, nesta quinta-feira (10), autoridades do governo federal, governos estaduais e do Mercosul para apresentar os resultados do trabalho de pesquisa desenvolvido pelo Instituto Agronômico do Paraná (Iapar). Requião divulgou os números obtidos pela excelente produtividade agrícola alcançada em vários produtos, como feijão e trigo. “O Brasil não conhece toda a potencialidade do Paraná. Estamos colocando nosso produto à disposição de todos os Estados brasileiros e de nossos países vizinhos”, afirmou
Projeto de Apoio à Vida realiza “III Manhã de Prevenção ao Suicídio”






O PRAVIDA (Projeto de Apoio à Vida - um projeto de extensão da Universidade Federal do Ceará, formado por acadêmicos de medicina e psicologia e coordenado pelo psiquiatra Dr. Fábio Gomes de Matos e Souza realizará a “III Manhã de Prevenção ao Suicídio”, no dia 19 de setembro, na Praça do Ferreira – Centro de Fortaleza. O evento tem cunho informativo e vai esclarecer à população questões sobre o tema suicídio e sobre o Projeto de Apoio à Vida (PRAVIDA). O trabalho da equipe será feito de 8h às 12h. Esta manifestação terá a participação de 15 pessoas, todas membros do projeto, e das demais pessoas que passarem pela praça e que se interessarem pelo evento. O suicídio é responsável por cerca de um milhão de mortes anuais, quase metade das mortes violentas em todo o mundo, representando mais vítimas do que as guerras e os homicídios somados (dados da Organização Mundial de Saúde - OMS). Estima-se que tal número possa ascender a 1,5 milhões até 2020. Diante desse problema de saúde pública, a OMS, em parceria com a Associação Internacional de Prevenção ao Suicídio (IASP), estabeleceu o dia 10 de setembro como dia mundial de prevenção ao suicídio, objetivando chamar a atenção para a questão e solicitar uma ação global.
Abertas inscrições para encontros com Agnès Varda










A Casa Amarela Eusélio Oliveira, da Universidade Federal do Ceará, será palco do

lançamento nacional do filme “Les plages d´Agnès", da diretora franco-belga Agnès

Varda, dia 21 de setembro, às 19h. Contemporânea de François Truffaut e Jean-Luc

Godard, a cineasta de 81

anos também participará da conferência pública “Da Nouvelle

Vague à Vague Contemporaine” (com tradução para o Português), na Casa Amarela,

às 19h do dia 23 de setembro. Um total de 150 vagas está disponível para os dois

eventos. Interessados em participar devem inscrever-se, gratuitamente, até o próximo

dia 14, das 15h às 20h, na Secretaria da Pós-Graduação do Curso de Comunicação da UFC. Agnès Varda é conhecida pela diluição, em seus filmes, das fronteiras



entre ficção e documentário. Sua vinda ao Ceará é promovida pelo Instituto de Cultura

e Arte (ICA/UFC), através dos cursos de Graduação em Comunicação e Cinema e

Audiovisual; Mestrado em Comunicação; Especialização em Audiovisual

em Meios

Eletrônicos; Secretaria da Cultura do Ceará; Escola Pública do Audiovisual, Vila das

Artes (Prefeitura de Fortaleza); Projeto Tempo Glauber; Festival de Cinema do Rio

de Janeiro e Laboratório de Estudos e Experimentação em Audiovisual da UFC.
Série de Artigos em preparação a Semana Dom Helder Câmara






A AnotE inicia hoje, dia 10, uma série de artigos em preparação a Semana Dom Helder Câmara, que acontecerá de 26 de setembro à 02 de outubro. Em breve, publicaremos o blog do evento, com informações, vídeos e fotos sobre a vida, missão e ensinamentos deixados por D. Helder. Neste primeiro momento, Carlo Tursi, membro do “O Grupo” (realizador do evento) abre a seqüência de artigos.





“Não pensem que eu vim trazer paz à terra...!” (Mt 10,34)







Dom Helder Camara e a espiritualidade do conflito



Hoje, somos todos reféns daquilo que agrada às multidões. E nada agrada-lhes mais do que o discurso da “paz”. Parece que, depois de três décadas de lutas, manifestações, punhos erguidos, discursos inflamados e palavras de ordem gritadas, a “turma” se cansou e procura agora profetas e sacerdotes(-cantores?) de “fala mansa” que prometem bonança e serenidade, de preferência sem ninguém ter que suar a camisa. “Felizes os mansos” (Mt 5,5) e – sobretudo – os sorridentes, pois o grande público irá escutá-los. Toda palavra mais grossa, discussão mais acalorada, qualquer dissenso ou polêmica são ojerizados; preza-se viver em um ambiente harmônico, tranqüilo e isento de perturbações. Se existem conflitos – e não há como negar sua existência, nem na sociedade, nem na Igreja - , há de se silenciar acerca deles, pois viver um conflito, ainda mais às vistas do público, seria hoje desastroso para a imagem de qualquer instituição ou comunidade. E é assim que mantemos – nos lares, nas igrejas, nas repartições – a fachada da unidade-unanimidade e da paz, varrendo os grandes problemas e conflitos debaixo do famigerado “tapete”.



A uma espiritualidade cristã autêntica, porém, esta ânsia por “paz a qualquer preço” sempre pareceu hipócrita. Já a denunciava o profeta bíblico: “Do menor ao maior, são todos aproveitadores, do profeta ao sacerdote, todos enganadores. Sem responsabilidade querem curar a ferida do meu povo, dizendo apenas “Shalôm! Shalôm!”, quando paz não existe!” (Jr 6,13-14). E o próprio Cristo, anunciado como “manso e humilde de coração” na nossa atual mentalidade eclesial, foi, na realidade, um grande polemizador das causas justas, que discutiu com juristas canônicos e sacerdotes, chamando-os de hipócritas, guias cegos e sepulcros caiados (Mt 23). Jesus pegou pesado com ricos (“Ai de vós!”) e políticos (“Raposa”), mas também não costumava bajular as multidões que o escutavam (“geração má e adúltera!”). “ Não vim trazer a paz, mas a espada”, disse ele certa vez. Ou seja, veio para nos forçar a uma tomada de posição: ou a favor ou contra as prioridades do Reinado de Deus – e os seus preferidos.



Esta espiritualidade bíblico-evangélica só pode chocar a mentalidade cristã vigente. Repete-se, em todas as paróquias, o lema da Campanha da Fraternidade ad nauseam (“A paz é fruto da justiça”), mas não se encontra quem queira denunciar as tremendas injustiças e desigualdades que permeiam nosso convívio social brasileiro. Tomar partido ? É complicado...! Ninguém quer “pegar (no) pesado”, tudo deve ser “light” e facilmente digerível, senão os “fiéis” vão embora...



Dom Helder Camara, cujo centenário de nascimento (1909) comemoramos este ano, exercia-se na espiritualidade cristã autêntica e não fazia concessões ao “gosto” das multidões. No seu já célebre livro “ Revolução dentro da Paz” (RJ 1968), o pastor-profeta dizia: “Trata-se de convencer os senhores de hoje a completar a abolição da escravatura, contribuindo, de modo decisivo, não para um amplo movimento filantrópico e assistencialista, mas para um autêntico movimento de promoção humana” (p.79). Sabia da inocuidade de certos discursos eclesiásticos em favor da paz e da justiça, quando desacompanhados de ações concretas no terreno sócio-político: “Se não creio na violência armada, também não chego à ingenuidade de pensar que bastam conselhos fraternos, apelos líricos, para que tombem estruturas sócio-econômicas, como ruíram os muros de Jericó” (p.37).



É esta espiritualidade mais profunda de Dom Helder que não só sabe dar pão aos pobres, mas que pergunta pelas causas da pobreza e que, por conseqüência, aceita ser “perseguida por causa da justiça” (Mt 5,10) que “O GRUPO”, aqui em Fortaleza, está querendo relançar ao povo cristão, durante noite de conferência no Colégio Santo Tomás de Aquino, no decurso da SEMANA DOM HELDER CAMARA. A conferência, intitulada “Dom Helder e a espiritualidade do conflito”, será proferida por um padre e velho amigo do falecido Dom, João Pubben, no dia 29 de setembro, às 19:00 h, no auditório daquela instituição de ensino. Vamos conferir. Está na hora de avançar para águas mais profundas...
Grito dos Excluídos e Excluídas sai fortalecido em 2009






O Grito dos Excluídos, atividade organizada há 15 anos por várias pastorais sociais, organizações e movimentos sociais, aconteceu ontem (7) em 25 estados e no Distrito Federal. Neste ano, a manifestação tem como lema "Vida em primeiro lugar: a força da transformação está na organização popular". Segundo o arcebispo de Aparecida, dom Raymundo Damasceno, o Grito dos Excluídos fortalece a participação do povo para a concretização de uma verdadeira democracia.







Uma das coordenadoras do Grito, Rosilene Wansetto, também falou neste sentido. Ela avalia que neste ano as atividades conclamaram a população para a organização popular em torno das necessidades dos trabalhadores e trabalhadoras. "Neste momento em que vivemos uma grande crise, com desemprego e diminuição dos salários, cada vez mais é necessário que o povo vá às ruas para reivindicar suas demandas e a ampliação dos direitos sociais", afirmou ela.







Em Manaus, no coração da Amazônia, cerca de 4 mil manifestantes realizaram o Grito dos Excluídos sob um sol de 40 graus e discutiram temas como o problema da privatização da água, do abastecimento, do transporte coletivo e da saúde pública. Além disso, os manifestantes criticam a criação do Porto das Lages, uma obra do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) a ser realizada na união dos rios Negro e Solimões. Segundo as lideranças está acontecendo uma série de ameaças e a criminalização de quem se manifesta contra a construção do porto.







Em Belém, cerca de 2500 pessoas se manifestaram no bairro Terra Firme, um dos pioneiros na realização do Pré-Grito. Lá eles debateram sobre a pedofilia, a violência no estado e os encarcerados. Já em Goiânia (GO), o Grito discutiu principalmente sobre as dificuldades e a negligências do sistema prisional entre outros temas que foram trabalhados durante a caminhada no centro da cidade.







Em Minas Gerais , as atividades aconteceram em pelo menos 21 cidades. Em Montes Claros, o Grito foi realizado por cerca de 2 mil pessoas de organizações que compõe a Assembléia Popular. Lá existe o Palanque do Eleitor, no espaço os manifestantes criticaram a postura do prefeito, conhecido como o prefeito das lonas pretas, por não adotar uma política de habitação, fornecendo apenas lonas pretas para as famílias.







Na cidade, também foram pautados os problemas com o transporte coletivo. "Existe uma ação no Ministério Público que considera inconstitucional o valor cobrado na tarifa", afirmou Sônia Gomes, da coordenação. Além disso, o Grito também debateu a reivindicação que pede uma política aos catadores de material reciclado. Eles foram ameaçados pelo prefeito local de não poderem mais coletar. Os organizadores afirmaram também que tanto o prefeito quanto a guarda municipal foram truculentos e tentaram impedir a manifestação da população.







Em Cuiabá (MT), centenas de manifestantes marcharam logo atrás do desfile oficial de 7 de setembro. Eles requereram os direitos e a preservação ambiental neste estado que é um dos mais desmatados pelo agronegócio. Além disso, criticaram os conflitos agrários e o trabalho escravo. "Só neste ano, três trabalhadores e uma indígena foram mortos no estado e 200 trabalhadores foram resgatados do trabalho escravo, não podemos mais aceitar isso", afirmou Inácio Werner, da coordenação do Grito. Quanto a isso, no Grito foi lançado o Fórum dos Defensores dos Direitos Humanos do Mato Grosso.







Em Aracaju (SE), mais de 20 mil manifestantes dos movimentos sociais, pastorais e da Cáritas marcharam o percurso de 1 quilômetro por qualidade de vida. O Bispo auxiliar da arquidiocese, dom Henrique Costa, marchou com os manifestantes.







No Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, interior de São Paulo, 80 mil romeiros participaram do Grito dos Excluídos e da 22ª Romaria do Trabalhador. Os participantes deram um cartão vermelho à violência sofrida pelas mulheres, jovens e crianças. O cartão vermelho também foi dado ao Golpe de Estado em Honduras e disseram basta à corrupção e a impunidade e à criminalização dos movimentos sociais e às suas lideranças. O ato em Aparecida se encerrou no final desta manhã com uma missa na basílica. O Arcebispo Dom Raymundo Damasceno pediu mais participação da população para a concretização de uma verdadeira democracia.







Em Brasília, centenas de manifestantes realizaram o Grito dos Excluídos em paralelo ao desfile oficial na Esplanada dos Ministérios, do qual participaram 17 organizações e movimentos sociais. Eles organizaram o Tribunal Popular e o segundo julgamento do Governo Arruda, que tem feito gastos vultuosos com propaganda. "Queremos que este dinheiro seja investido na construção de moradias para o povo. Nesse julgamento, pela segunda vez foi dado o Impeachment do governador Arruda", afirmou Thiago Ávila, coordenador do ato.







Em São Paulo , cerca de 6 mil pessoas participaram nesta manhã das atividades do Grito dos Excluídos, que incluiu uma missa na catedral Sé. De lá os participantes caminharam para o Monumento do Ipiranga, durante o trajeto, foram trabalhados temas como emprego, salário, moradia, terra e direitos sociais. Eles também protestam contra a criminalização dos movimentos sociais. "Somos contra o processo de criminalização que os movimentos sociais e as lideranças estão sofrendo no país. Quem luta pelo direito dos trabalhadores não pode ser criminalizado pelas ações que realiza", afirmou um dos coordenadores do ato.







Em Vitória, no Espírito Santo, cerca de 6 mil pessoas fizeram uma lavagem simbólica das escadarias do Tribunal de Justiça, Tribunal de Contas e da Assembléia Legislativa. No estado, os eixos de debate da manifestação foram a crise que assola os trabalhadores, a política econômica e o desenvolvimento sustentável.







No Ceará, o Grito dos Excluídos foi realizado em pelo menos 16 municípios. Em Fortaleza, cerca de 5 mil pessoas protestaram contra os altos preços da energia elétrica, eles também pediram a reestatização da Coelce, a distribuidora de energia elétrica do estado, e a aplicação da Tarifa Social de energia para as famílias que consomem até 140 kwh/mês, o limite máximo estadual para enquadrarem-se na lei da Tarifa Social.







Como balanço deste ano, o coordenador nacional do Grito dos Excluídos, Ari Alberti, avaliou que a manifestação nos estados revelou mais uma vez que a crítica à falta de ética na política é um dos pontos muito abordados. Além disso, segundo ele, neste ano, a criminalização das lideranças e dos movimentos sociais foi um dos pontos de forte denúncia nas mobilizações. "Este é um espaço propício para a população se manifestar em defesa dos que lutam pela melhoria das condições de vida das pessoas. Há 15 anos estamos nas ruas manifestando nossa posição em favor da vida", finalizou.
Conic lança material da Campanha da Fraternidade 2010 no Rio de Janeiro






Aos pés do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, o material da Campanha da Fraternidade 2010, “Fraternidade e Economia”, será lançado hoje, dia 10, às 15h. O lema da CF será: “Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro” (Mt 6,24), escolhido no ano passado.







O evento contará com a participação de várias autoridades eclesiásticas e políticas. O secretário geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Dimas Lara Barbosa, já confirmou presença, bem como o presidente do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic), pastor sinodal Carlos Augusto Möller; a senadora Marina Silva; o economista e secretário de Economia Solidária do Ministério do Trabalho, professor Paul Singer, entre outros.







Sob a responsabilidade do Conic, a Campanha da Fraternidade 2010 será ecumênica e estará aberta à participação de todas as denominações cristãs. Esta é a terceira Campanha da Fraternidade Ecumênica. As outras foram realizadas em 2000 e em 2005.







O presidente do Conic, pastor sinodal Carlos Möller, fará a abertura do ato. Logo em seguida, terá início a apresentação do material da Campanha pelo diretor executivo das Edições – CNBB, padre Valdeir dos Santos Goulart e pelo secretário geral do Conic, Reverendo Luiz Alberto Barbosa. Usaram da palavra também a senadora Marina Silva e o professor Paul Singer.







“O objetivo da Campanha da Fraternidade 2010 é unir as Igrejas Cristãs e, principalmente a nossa sociedade, que é formada por pessoas de boa vontade, na promoção de uma economia a serviço da vida, sem exclusões, criando uma cultura de solidariedade e trazendo paz”, disse o reverendo Luiz Alberto. Segundo o secretário do Conic, o tema da CF-2010 foi escolhido a partir de sugestões nascidas da consciência cristã das Igrejas-membro do Conic. “Na Bíblia, os pobres e todos os necessitados estão no centro da justiça que Deus exige das relações humanas e econômicas”.







“A nossa participação na cerimônia de lançamento do material será apresentar o cartaz e o folder de 2010 e explicar um pouco o processo de criação e desenvolvimento do mesmo”, explicou o diretor executivo das Edições CNBB, padre Valdeir dos Santos Goulart.







A ex-diretora do Conic, Elinete Miller, fará a apresentação do cartaz da CF e o arcebispo do Rio de Janeiro, dom Orani João Tempesta, motivará os participantes a rezarem juntos o Pai Nosso Ecumênico.
COLETIVOS




Fotografias e coleções, o que elas têm em comum? A necessidade de guardar, registrar, olhar para um passado e, principalmente, recontar este passado. Os seis artistas apresentados em Coletivos trazem seis olhares e seis ações diferentes e possíveis.

Através da reprodução de imagens, dos atos de coletar e agrupar coisas, existe a criação de novos objetos: dados, cantos, pilhas, vídeos e caixas. Uma reflexão de tudo o que se pode guardar ou não entre as paredes da nossa memória.

Com curadoria de Amélia Brandelli, Coletivos conta com trabalhos de Adreson, Ana Ledur, Dânia Moreira, Kátia Costa, Tereza Mello e Yara Baumgarten.





Serviço:

Abertura: 12 de setembro, sábado, às 11h00

Visitação: 13 de setembro a 11 de outubro, de terça a domingo, das 10h00 às 19h00

Fundação Ecarta - Av. João Pessoa, 943

Entrada franca
APROXIMAÇÕES COM O CINEMA




Participe do programa de encontros voltados para a exploração transdisciplinar do ato criativo que vem reunindo artistas e pensadores de variados campos de origem e atuação. Aproximações com o Cinema é o tema do projeto Em Anexo, que vem realizando desde de maio deste ano até o mês de outubro, cinco encontros com a diretora de cinema e televisão Camila Gonzatto.

A próxima atividade trará o assunto O documentário – Uma discussão sobre o cinema do real. Quais são os limites entre o documentário e a ficção? O filme para conversa será o Jogo de Cena, do diretor Eduardo Coutinho.



Serviço:

14 de setembro, segunda-feira, às 19h00

Auditório do Atelier Livre – Av. Erico Verissimo, 307

Entrada franca
SIN FRONTERAS – A ÓTICA DO SONHO




Na mostra individual de Marinho Neto, Sin Fronteras – a Ótica do Sonho, serão apresentadas 36 fotos em grades dimensões, manipuladas em computador e impressas de formas distintas, com pigmento sobre papel algodão e c-print aplicado em acrílico cristal, um sofisticado processo criado pelos suíços. As fotos, todas produzidas nesses últimos dois anos, apresentam linguagens diferentes, dando uma amostra da abrangência da obra de Marinho. As obras escolhidas para a exposição Sin Fronteras - a ótica do sonho equalizam várias linguagens digitais, criando um espaço contemporâneo e sem fronteiras para a fotografia.





Serviço:

Até 19 de dezembro, de segunda a sexta, das 10h30 às 12h00 e das 14h00 às 19h00,

Sábados, das 10h00 às 13h00

Galeria Tina Zappoli – R. Paulino Teixeira, 35
PROJETOS ESPECIAIS






PRÉ-BIENAL: ÍNDICES E ANOTAÇÕES



Venha conferir os bastidores da 7ª Bienal do Mercosul, que serão mostrados por meio de filmes, shows, performances, oficinas, interação com artistas, curadores e estudiosos, em uma parceria entre o Santander Cultural e a Fundação Bienal do Mercosul.

A cada dia a Pré-Bienal abordará uma das temáticas da 7ª Bienal do Mercosul – indagações que estarão presentes nas mostras Absurdo, A Árvore Magnética, Biografias Coletivas, Desenho das Ideias, Ficções do Invisível, Projetáveis e Texto Público, e nos programas editorial, pedagógico e Radiovisual. A programação permanente de cinema e música da instituição estará alinhada à iniciativa.

Para o primeiro dia da Pré-Bienal, está programada uma conversa com os curadores-gerais da 7ª Bienal do Mercosul Victoria Noorthoorn e Camilo Yáñez, além de outras atividades.

As atividades ocorrem em parceria do dia 15 de setembro a 04 de outubro, no Santander Cultural. Veja toda a programação das atividades da Pré-Bienal: índices e anotações no site www.bienalmercosul.art.br/prebienal.
CINEMA




A programação do Cine Santander Cultural está com muitas exibições programadas para esta semana! Um dos destaques da programação é a sessão de Le rendez-vous cinéma. A exibição fica por conta de Cidade Louvre, e traz para os comentários em francês Caio Gurgel, coordenador de produção da 7ª Bienal do Mercosul e assistente cultural da Fundação Iberê Camargo. A mediação será de Christophe Benest. Cidade Louvre mostra o museu parisiense revelado quando o público não o está visitando. O funcionamento, as salas reservadas, lugares proibidos e galerias subterrâneas são abordados neste longa.

Em Processos e Criação, preparada especialmente para integrar o programa Pré-Bienal – índices e anotações, podem ser conferidas algumas exibições únicas e Sessões Comentadas. Para esta próxima semana estão programadas as exibições de O que fazem Pina Bausch e seus dançarinos em Wuppertal?, Mau Wal - Encontros traduzidos, Tom Zé ou Quem irá colocar uma dinamite na cabeça do século?, Coco Fusco - I like girls in uniform, Certas dúvidas de William Kentridge e Um olhar sobre os olhares de Akram Zaatari. Além da Sessão Comentada de Janelas e Dado Tagueur, com Teresa Poester, artista visual e professora do Instituto de Artes da UFRGS.

Os curtas também tem espaço no Cine Santander Cultural! Com a apresentação dos Programas Curtas 1 e 2, do Programa Marcello Dantas e do Programa França, serão exibidos 11 curtas nesta semana! Programe-se e participe das sessões!

Assista também Moscou, filme de Eduardo Coutinho, que acompanhou durante três semanas o Grupo Galpão, de Belo Horizonte. Nos registros podem ser conferidos os ensaios da peça As três irmãs, de Anton Tchecov.

A Mostra de Cinema Espanhol vem esta semana com duas exibições. Uma delas é A solidão, filme que conta a história de duas mulheres. Uma delas é Adela que se muda de uma pequena cidade para Madri, onde começa uma vida nova. Lá encontra um trabalho e inicia novas amizades, até que algo acontece. A outra mulher é Antonia, dona de um pequeno supermercado de bairro, cuja vida sossegada se vê alterada por problemas com suas filhas. A outra exibição é Sob as estrelas, que conta a história de Benito Lacuza, um trompetista que retorna à sua cidade natal e vê como tarefa evitar que seu irmão se case com uma mulher prematuramente castigada pela vida e mãe solteira.



O Cine Santander Cultural traz até você filmes para todos os gostos! Venha assistir!



Confira a programação:



11 set - sex

15h00 A cidade Louvre - Nicolas Philibert

17h00 O que fazem Pina Bausch e seus dançarinos em Wuppertal? - Klaus Wildenhahn

19h00 Programa Curtas 1



12 set - sab

15h00 Certas dúvidas de William Kentridge - Alex Gabassi

16h00 Mau Wal - Encontros traduzidos - Fabiana Werneck Barcinski e Marco Del Fiol

17h00 Tom Zé ou Quem irá colocar uma dinamite na cabeça do século? - Carla Gallo

18h00 Programa França

19h00 A margem da linha



13 set - dom

15h00 Coco Fusco - I like girls in uniform - Wagner Morales

16h00 Um olhar sobre os olhares de Akram Zaatari - Alex Gabassi

17h00 Programa Marcello Dantas

18h00 Tom Zé ou Quem irá colocar uma dinamite na cabeça do século? - Carla Gallo

19h00 Janelas - Ana Luiza Azevedo + Dado tagueur - Jorge Amat

Sessão Comentada com Teresa Poester



15 set - ter

15h00 Programa Curtas 2

17h00 A margem da linha - Gisela Callas

19h00 A cidade Louvre, de Nicolas Philibert

Le Rendez-vous Cinéma avec Fabio Coutinho



16 set - qua

15h00 Moscou - Eduardo Coutinho

17h00 Programa Curtas 1

19h00 A solidão - Jaime Rosales



17 set - qui

15h00 Moscou - Eduardo Coutinho

17h00 A margem da linha - Gisela Callas
MÚSICA




Venha curtir o som da harpista Cristina Braga, considerada uma das principais instrumentistas da atualidade ao lado do violonista e baixista Ricardo Medeiros. Cristina interpreta no projeto Domingo no Átrio clássicos da música brasileira produzidos nos últimos 50 anos. Músicas como Triste (Tom Jobim), Disparada (Geraldo Vandré/Theo de Barros), Pedaço de Mim e Eu te amo (Chico Buarque) estão no repertório da musicista que mostra o CD Paisagem



Conheça Cristina Braga:



Cristina Braga tem sido grande responsável pela divulgação da harpa no Brasil. Com seu trabalho consistente tem mostrado que seu instrumento, além de solar com orquestras também tem alma brasileira, tocando samba, choro, bossa, participando de inúmeros projetos de música clássica e popular sempre com a mesma desenvoltura. Ocupa o cargo de 1ª Harpista da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro aonde tocou sob a batuta de nomes como Mistislav Rostropovich, Gabor Oetvos, Karl Martin, José Maria Florêncio, Mário Tavares, David Machado e Sílvio Barbato, entre outros, acumulando grandes elogios.



Conheça Ricardo Medeiros:



Ricardo Medeiros é graduado em Contrabaixo pela Escola de Música da UFRJ, na classe do professor Sandrino Santoro. Fez mestrado na Universidade de Londres, sob orientação de Brian Dennis, onde obteve o título de Mestre em Música Contemporânea e cursou também o mestrado em composição da Escola de Música da UFRJ, sob orientação de Ricardo Taccuchian. Fez curso de Regência Coral nos Seminários de Música Pró-Arte, com o maestro Henrique Gregory.



Serviço:

Dia 13 de setembro, às 17h00

Grande Hall do Santander Cultural, entrada pela 7 de Setembro, 1028

Ingressos: R$ 10,00, com desconto para clientes dos bancos Real e Santander
PORTO ALEGRE CIDADE CRIATIVA




Você ainda pode participar do Seminário Internacional Porto Alegre Cidade Criativa! Nesta sexta-feira acontecem as duas últimas palestras da atividade que tem como objetivo refletir sobre a capital gaúcha. Com palestras em três áreas setoriais: artes visuais, audiovisual e design urbano, além de palestras transversais nas áreas de economia, mídia & comunicação e criatividade & inovação, o Seminário teve mais de 500 inscrições em sua primeira edição.

Voltado a gestores culturais e urbanos, artistas, arquitetos, designers, urbanistas, economistas, comunicadores, produtores, empresários, legisladores e planejadores, bem como estudantes e a comunidade em geral, Porto Alegre Cidade Criativa terá ainda hoje mais um debate. Com o assunto Mídia e Comunicação, o encontro transversal terá como tema Quem somos e como vivemos – Mídia e Comunicação em Porto Alegre e Comunicação, diversidade e criatividade.

Já amanhã, a palestra setorial terá como tema O design urbano no processo de transformação da cidade, com as falas do espanhol Lluís Bonet e do professor de Arquitetura da UFRGS, Carlos Eduardo Dias Comas. À noite, as palestras ficam por conta de Alfredo Fedrizzi, diretor da agência de publicidade Escala e Afonso Luz, diretor de Estudos e Monitoramento da Secretaria de Políticas Culturais do MinC., com os temas Porto Alegre das artes e dos negócios – Um diálogo sem fronteiras e Modelos para uma economia da arte em Porto Alegre, respectivamente.

Lílian Amaral, co-curadoras do Seminário, artista visual e doutoranda em artes pela USP, destaca que a atividade propõe um reposicionamento no que diz respeito ao cruzamento de todas as áreas que compõem uma cidade, que não pode se restringir ao âmbito da economia, cultura e teatro. “A realização deste seminário possibilita que todas as áreas conversem em um mesmo patamar”, destaca Lílian.



As inscrições para estes últimos encontros podem ser feitas no Santander Cultural antes das atividades.
DESTAQUES DA SEMANA NO SANTANDER CULTURAL




Ainda há tempo para participar do Seminário Internacional Porto Alegre Cidade Criativa! A atividade, iniciativa do Santander Cultural e da Prefeitura Municipal de Porto Alegre, tem como objetivo inserir a capital gaúcha no mapa mundial de cidades criativas. Os últimos encontros acontecem esta noite e ainda amanhã em dois horários. Veja mais informações em Reflexão, e também a programação completa no site do Santander Cultural.

Agende-se: entre os dias 15 de setembro e 04 de outubro, participe das atividades da Pré-Bienal: Índices e Anotações. São três semanas com palestras, shows, workshops, filmes e mostras de cinema para você desfrutar, conhecer e refletir sobre o processo criativo que inspira artistas, curadores, estudiosos e demais envolvidos na 7ª Bienal do Mercosul. A primeira atividade acontece na próxima terça-feira. Entre as atividades, está programada uma conversa com Victoria Noorthoorn e Camilo Yáñez, curadores-gerais da 7ª Bienal do Mercosul. Veja mais em Projetos Especiais.

A programação de música do Santander Cultural, que nesta temporada de Inverno e Primavera acontece excepcionalmente no Grande Hall, está imperdível! A harpista Cristina Braga ao lado do violinista e baixista Ricardo Medeiros, interpreta neste domingo clássicos da música brasileira e que integram o repertório de seu álbum Paisagem.

O Cine Santander Cultural está com muitas exibições para todos os gostos! A mostra Processos e Criação abre as atividades da Pré-Bienal, enquanto a mostra Cinema Espanhol Atual apresenta em sessões únicas (somente às 19h) filmes recentes da ousada filmografia espanhola. Confira também as Sessões Comentadas e o Le rendez-vous cinéma, bem-sucedido projeto em parceria com a Aliança Francesa – com sessões debatidas em francês - Estas são algumas das opções para você conferir nos próximos dias. Veja a programação completa em Cinema e agende-se!
XIX Congresso Fenabrave começa no próximo sábado

Evento ocorre até 14 de setembro, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília/DF. Entre outras atividades, a programação inclui superworkshops, workshops e mesas redondas, além da ExpoFenabrave, feira de negócios voltados ao setor da distribuição automotiva

Lya Luft, Mailson da Nóbrega, Claudio Tomanini e Patricya Travassos fazem parte do grupo de renomados palestrantes do Brasil e de outros países que estarão no XIX Congresso Fenabrave, que começa dia 12 e vai até 14 de setembro, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães.

Para a cerimônia de abertura do evento, que acontece dia 13, está confirmada a presença do ministro da Indústria e Comércio, Miguel Jorge, entre outras autoridades. A programação temática atenderá a todos os segmentos - automóveis, comerciais leves, caminhões, motos, tratores e máquinas agrícolas e implementos rodoviários, além de palestras especiais voltadas para acompanhantes e sucessores - num total de 30 apresentações entre superworkshops, workshops e mesas redondas.

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, promete protagonizar um dos pontos altos do evento no superworkshop "O Brasil e a crise: Desafios e Oportunidades". Na ocasião, Meirelles falará sobre os reflexos da crise financeira internacional no País e as expectativas para o futuro.

Já Afonso Celso Pastore, um dos mais respeitados economistas do País, participará de outro grande momento no workshop "A Economia brasileira e verdades do BRIC", onde avaliará se a China e a Índia representam oportunidades ou ameaças para o mercado brasileiro.

"O Congresso Fenabrave apresentará os desafios e oportunidades do setor nos próximos anos e mostrará as últimas tendências do setor automobilístico. Esperamos um público de três mil pessoas, o que demonstra a força e o profissionalismo da categoria", afirmou Sérgio Reze, presidente da Fenabrave.

ExpoFenabrave'2009: recorde de expositores

Realizada simultaneamente ao Congresso Fenabrave, a ExpoFenabrave, feira de produtos e serviços voltados para o setor de distribuição automotiva, contará com 40 expositores.

O patrocinador master do Congresso Fenabrave continua sendo o Banco Itaú, que garantiu a cota máxima do evento até 2010. As montadoras Audi Brasil, Dafra, Fiat, Kia Motors, Volkswagen do Brasil, Volkswagen Caminhões e Ônibus, e as empresas WebMotors, Resource Automotive e Assurant Seguradora apóiam o evento.

Confira a Programação Temática do XIX Congresso Fenabrave acessando o site do evento: ou ligue para a assessoria de imprensa da Fenabrave Nacional (MCE).

A imprensa de Brasília e região poderá participar do evento, contemplando toda a Programação Temática. Para isso, basta se credenciar na área de imprensa do site do evento ou enviar e-mail para a assessoria de imprensa a/c: solange@mcepress.com.br .

Haco lança coleção que antecipa a moda inverno 2010




Otimismo e reconstrução fazem parte da nova atitude mundial. O momento é de transformar os padrões e projetar um mundo mais irreverente. Este é o conceito da nova coleção desenvolvida pela Haco: a Preview Enjoy, que apresenta as tendências de moda para o inverno 2010 identificadas em mais de 100 produtos inéditos.



A coleção é difundida em quatro temas distintos, unidos através da mesma proposta - de um universo mais acessível e prazeroso: Be Happy, Reinvent, Exotic World e Minimal Future...
Nova campanha Brandili traz a moda para o dia a dia







Ação da marca infantil reforça a importância de proporcionar beleza para as crianças e informação para as mães

A nova campanha de Alto-Verão/10 da marca de roupas infantis Brandili reforça a proposta de alinhar o conceito de moda com o conforto que as crianças precisam para as brincadeiras do dia a dia. O filme, criado pela agência e-21, traz uma menina pulando amarelinha, que faz dos traços riscados no chão uma verdadeira passarela, e um menino jogando futebol, que mostra com orgulho sua camiseta durante a comemoração do gol, ambos se achando lindos vestindo Brandili...
Fashion´s Night Out Brasil apoia “O Câncer de Mama no Alvo da Moda”



Os estilistas Marcelo Sommer, Simone Nunes e Bianca Ranucci assinam as camisetas da edição brasileira do Vogue Fashion´s Night Out. O evento acontece hoje, dia 10 de setembro, sob o comando da revista Vogue, em 14 capitais espalhadas por três continentes e que manterão suas lojas abertas até meia-noite com uma série de ações com o objetivo de celebrar a força da indústria da moda e combater a crise econômica no setor.



As peças são vendidas com exclusividade em três lojas da Hering: Jardins, Market Place e Ibirapuera. Parte da renda será revertida ao Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC) que realiza a campanha “O Câncer de Mama no Alvo da Moda” no Brasil...

domingo, 13 de setembro de 2009

Procon lança novo site e Cadastro de Reclamações




Documento é composto pelo registro das reclamações contra fornecedores encaminhadas pelos consumidores acreanos ao órgão estadual








O Procon/AC, divulga nesta sexta-feira, 11, em entrevista coletiva, às 9h30, na Filmoteca do Sesc, o Cadastro de Reclamações Fundamentadas de 2009, a ser mostrado à imprensa e aos convidados por meio do novo site do órgão, que também será lançado na ocasião. O documento é composto pelo registro de todas as reclamações procedentes contra fornecedores encaminhadas pelos consumidores ao Procon do Estado do Acre. A diretora do Procon, Francis Mary, e o gerente de tecnologia da informação, Leno D'vila, farão a apresentação do cadastro das empresas mais reclamadas do Estado.

A divulgação anual do cadastro é prevista pelo artigo 44 do Código de Defesa do Consumidor e deve ser realizada simultaneamente por todos os Estados. Em seu conteúdo, são apresentados o ranking de empresas mais reclamadas pelos consumidores, a natureza das reclamações feitas, a identificação do fornecedor e se a reclamação foi ou não atendida.



Todas as informações servem para proporcionar mais segurança ao consumidor antes de adquirir um produto ou serviço. Os dados ajudarão os cidadãos a atestar a qualidade dos bens que são oferecidos e se prevenir contra empresas que estão inseridas no cadastro.
Atendimento acontece na Associação de Moradores, ao lado do box da Polícia Militar, a partir das 8 horas








Essa será a terceira edição do Projeto Defensoria Itinerante deste ano (Foto: Angela Peres/Arquivo Secom) Moradores do bairro Tancredo Neves e comunidades próximas recebem nesta sexta-feira, 10, o atendimento da Defensoria Itinerante. Uma equipe de defensores estará orientando sobre o trabalho da defensoria e realizando todos os atendimentos relacionados às áreas civil, criminal e de família. Quem levar toda a documentação necessária será atendido na hora.

"A expectativa é atender mais de 200 pessoas. Como a documentação depende de cada demanda, não temos como dizer que tipo de documento a pessoa deve levar. Quem já tiver sido orientado e chegar com a documentação exigida dá entrada no processo na mesma hora. Caso contrário, receberá todas as orientações necessárias sobre como proceder e o que é necessário para ter o problema solucionado", explicou a defensora pública geral Angélica Lopes.



O atendimento da Defensoria Itinerante acontece na Associação de Moradores, ao lado do box da Polícia Militar, a partir das 8 horas. É o terceiro atendimento móvel deste ano. A partir de agora, a cada 15 dias a Defensoria está com sua estrutura montada em um bairro diferente, todos dentro das Zonas de Atendimento Prioritário (ZAPs).
Segundo meteorologista, frio virá mesmo só depois de sexta-feira e deve durar até sábado




Desde o fim de semana prolongado, as temperaturas têm sido altas, com máximas acima de 36ºC em todo o Acre. Embora normal para o período, o calor incomoda e faz a população recorrer ao ar-condicionado e à maior ingestão de líquidos. Mas a partir desta quinta-feira, 10, uma frente fria que vem do Sul do país deve amenizar o calor.



Chegando primeiro ao sul do Estado, o fenômeno trará chuva e reduzirá de quatro a seis graus as temperaturas máximas, de quinta para sexta. “Na quinta não fará frio, mas menos calor. O frio mesmo virá só depois de sexta-feira e durará até sábado”, adianta o meteorologista Luiz Alves.



A previsão é de mínimas de 15°C em Rio Branco, Sena Madureira e Acrelândia e 14°C em Brasileia, na sexta-feira. Já Cruzeiro do Sul e Tarauacá terão menores temperaturas no sábado, com previsão de 16°C e 17°C, respectivamente. No domingo, os termômetros já voltam a subir
Projeto Segurança Cidadã recebe prêmio nacional






O projeto Segurança Cidadã, criado pelo Governo do Pará, ficou em terceiro lugar na disputa com outros 225 projetos de segurança com cidadania de todo o Brasil. A votação foi realizada durante a 1ª Conferência Nacional de Segurança (Conseg), em Brasília, no mês de agosto.
Novos convênios beneficiam ribeirinhos e agricultores familiares






Na manhã de hoje (10), a governadora Ana Julia Carepa e o presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, Rolf Hackbart, reúnem-se em Belém para assinar 22 convênios com prefeituras para a realização de obras de infraestrutura em assentamentos. Na ocasião será apresentado um conjunto de medidas com fins de reforma agrária e inclusão social de ribeirinhos e agricultores.
Segunda remessa de cacau orgânico é exportada para a Europa






Pela segunda vez em menos de um ano o Pará exporta cacau orgânico para a Europa. A remessa de 24 toneladas de amêndoas, que já estão no porto de Belém, segue para Áustria para a fabricação de chocolates finos na indústria Zooter. A primeira remessa de 48 toneladas foi exportada em 2008. O cacau orgânico é produzido sem agrotóxicos e por isso tem qualidade superior. Oriundo da região Transamazônica, já tem destino certo no mercado exterior.
Governo investirá R$ 100 milhões no linhão do Marajó






No próximo dia 25 será lançado o marco da construção do linhão do Marajó. A governadora Ana Julia Carepa vai inaugurar a mini torre no município de Portel. O investimento nas obras do linhão será de R$ 100 milhões e as obras devem ser concluídas em 18 meses.


Na 2ª feira, dia 31 de agosto, em solenidade ocorrida no Salão Nobre da entidade, na rua de Santana, em Casa Forte, no Recife, o presidente Alexandre Santos e o produtor cultural Eduardo Côrtes assinaram o Termo de Cooperação entre a UBE e a editora Fliporto, definindo a colaboração da União Brasileira dos Escritores no âmbito da Festa Literária Internacional de Porto de Galinhas. Este ano, a Fliporto ocorrerá de 05 a 08 de novembro, em Porto de Galinhas, no litoral sul do Estado de Pernambuco. Para operar a participação da UBE no evento, foram designados os diretores Cássio Cavalcante, que vai representar a entidade junto a organização da Fliporto, e Rogério Generoso, que vai coordenar as atividades poéticas no âmbito do festival, em Porto de Galinhas. Por ocasião da Fliporto, a UBE vai coordenar a apresentação de alguns dos melhores grupos literários pernambucanos, entre eles o Dremelgas, Invenção da Poesia, Poeisis, Nós Pós, Urros Masculinos, Vozes Femininas e Unicordel.
Brasil é referência mundial em medidas de transparência que reduzem corrupção

Medidas adotadas pelo governo brasileiro de prevenção e combate à corrupção estão transformando o Brasil em referência internacional em transparência na administração pública. Sem esperar por ações do Judiciário, o País tem conseguido promover clareza na divulgação das contas públicas e aplicar punições administrativas aos culpados.



Uma das evidências disso é o crescente número de convites recebidos pela Controladoria-Geral da União (CGU) para participar de eventos internacionais, seja para expor a outros países as experiências inovadoras adotadas pelo Brasil seja para contribuir na formulação de políticas globais de combate à corrupção, para organismos internacionais.



De acordo com o ministro-chefe da CGU, Jorge Hage, essa sucessão de convocações para tantos fóruns internacionais revela o reconhecimento de um trabalho institucional, de uma equipe altamente profissional, que demonstra como um organismo público brasileiro pode tornar-se referência internacional. “O que faço nessas conferências é mostrar o trabalho de uma equipe de elite que reunimos na CGU e da qual o Brasil pode se orgulhar”, afirmou.



CGU participa de eventos internacionais



Somente neste segundo semestre de 2009, a CGU participa de 18 reuniões e conferências internacionais. Entre elas, destaca-se uma conferência internacional promovida pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), no Cazaquistão, sobre o combate à corrupção e a promoção da boa governança para o desenvolvimento sustentável da Europa Oriental e Ásia Central, entre 16 e 18 de setembro.



De 17 a 18 de setembro, participa em Buenos Aires, na Argentina, do Seminário Internacional de Informações Públicas.



Entre 29 de setembro e 2 de outubro, a CGU participa de um seminário regional na Costa Rica. Em 21 de outubro, o ministro Jorge Hage será palestrante, a convite do Reino Unido, na Conferência sobre Transparência na Ajuda Internacional, em Haia, na Holanda.



Ainda em outubro, será realizada no México, a Conferência Internacional “A Transparência nas Américas.

De 7 a 10 de novembro, Hage estará em Doha, no Catar, participando como expositor do VI Fórum Global da Organização das Nações Unidas (ONU) contra a Corrupção e, em seguida, da III Conferência dos Estados Partes da Convenção da ONU contra a Corrupção.



No mesmo mês, entre 20 e 22, participa, em Dubai, nos Emirados Árabes, do Fórum Econômico Mundial.

A CGU também recebeu pedido do governo de Angola para prestação de assistência técnica e capacitação de pessoal. O assunto está sob exame junto ao Ministério das Relações Exteriores, com vistas à viabilização dos recursos. A CGU trata ainda, junto ao Escritório das Nações Unidas Contra Drogas e Crimes, da definição do modelo e cooperação com o governo angolano.