sexta-feira, 24 de setembro de 2010


De volta a um jardim encantado, Solange Cruz desenvolveu uma coleção primavera verão 2011 repleta de romantismo e delicadeza a qual levou ares quase inocentes às passarelas da Semana de moda de Maringa. Como em continuidade às suas recentes propostas, esse trabalho chega igualmente feminino, mas conta com um olhar mais sonhador e pueril para atender à demanda do público sempre ávido por novidades.
Como garotas que sonham em ser princesas, o desfile da grife traz em uma série de looks leves e etéreos repletos de detalhes sutis o diferencial desse projeto de características, essencialmente, etéreas. Os vestidos são as peças-chave, no entanto eles dividem espaço com batas, tops, bermudas curtinhas de alfaiataria e maxi saias de caimento igualmente fluído.

Os tecidos são, em grande parte, os responsáveis pela suavidade das peças; as quais chegam, principalmente, em sedas estampadas e chiffon. Aplicações de rendas e trabalhos drapeados dão, ao lado das folhagens e florais discretos, o tom de conto de fadas que o desfile de Solange assumiu sobre as passarelas .

Modelagens simples, tanto para os longos quanto para os curtos também presentes na coleção, são valorizadas pelo mix de tecidos os quais chegam em camadas alternadas de, crochês, rendas e estampas ou com bustos drapeados e pequenos babados sobrepostos à saia. Os decotes são variados, mas o destaque fica por conta do tomara-que-caia e dos assimétricos predominantes, especialmente, nos curtinhos da grife.

Arrematando os looks, vimos sandálias rasteiras com toques artesanais, flores aplicadas e amarrações calçarem os pés das modelos que, por vezes, traziam também - sobre os cabelos soltos em penteados levemente desgrenhados – chapéus de abas curvas e em tons terrosos finalizando o visual. De efeito tão natural quanto os demais elementos, a maquiagem conta com uma sombra verde bem clara para os olhos a qual junto com as demais aplicações, dispensa exageros para realçar a beleza clássica da mulher Solange Cruz

quarta-feira, 22 de setembro de 2010


Obi projeta crescimento


A retomada da economia mundial e do desenvolvimento do mercado interno brasileiro neste ano de 2010 reflete de forma positiva a industria gráfica que, segundo dados da Abigraf - Associação Brasileira da Industria Grafica - preve, crescimento de 5% acompanhando as estimativas relativas ao proprio PIB brasileiro e a industria de transformação.
É com base neste periodo de aquecimento econômico, que a Obi Graphic Corporation apostou em grandes investimentos para ampliar sua atuação e atender de forma eficiente a demanda de impressos que poderá sofrer elevação, em virtude de eventos como a Copa do Mundo , Olimpiadas.

Considerada um dos maiores parques graficos da América Latina, a Obi passa a ter capacidade produtiva para gerar 2 milhões de livros e revistas por dia. Isto por conta dos investimentos feitos desde o final do ano passado, em suas unidades . A empresa possui hoje 50 maquinas off set, 20 rotativas com mais de 400 milhoes de giros mensais.Entretanto, o grande destaque é a aquisiçao de duas Komori 38s , uma das mais modernas do mundo.
Com quatro unidades de impressão e corte de 578mm, está maquina realiza trocas de trabalho - incluindo papel e as dobras - em apenas oito minutos e evita desperdicio de cadernos.
Seu software khs-ai se encarrega de todo o processo de acerto da tinta e grava as informaçoes de cada trabalho , o que agiliza o sistema de reimpressão. Sua qualidade e eficiência produtiva são bem superiores a qualquer outra rotativa existente.
O Investimento da Obi GRaphic Corporation foi da ordem de US$ 162 milhoes . Para 2010 , a expectativa da empresa é um crescimento de 38% em sua capacidade produtiva.

Polícia prende suspeitos da morte de PM durante assalto em Maringá
aO suspeito de matar do policial militar Antonio Ricardo Prado, durante assalto a um posto de combustíveis em Maringá, é Wellinton Ribeiro, 20 anos, que foi preso por policiais da Policiais da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), nesta terça-feira (6), na residência de uma tia em Campo Magro, na Região Metropolitana de Curitiba. Na companhia de um adolescente, Ribeiro é suspeito pelo assalto a um outro posto de combustível na PR-317, na saída para Campo
Lei estabelece que Ferrosul vai ser prioridade de empresa do Codesul

A criação da Ferrovia da Integração do Sul do Brasil S/A – Ferrosul, a partir da Ferroeste, será um dos principais objetivos da Companhia de Desenvolvimento do Extremo Sul, empresa a ser formada pelos quatro Estados do Codesul (PR, SC, RS e MS), por decisão dos quatro governadores, e cujo projeto de lei foi aprovado nesta segunda-feira (5), em segunda discussão, pela Assembléia Legislativa do Paraná. Santa Catarina já aprovou a criação da Companhia, cujo propositor foi o ex-governador Luiz Henrique da Silveira.
Paraná recebe mais um milhão de doses da vacina contra a Gripe A
Com esta remessa, o Paraná já recebeu do Ministério da Saúde cerca de 2,4 milhões de doses da vacina. A Secretaria da Saúde já montou uma logística extra de distribuição para que as vacinas cheguem aos municípios até quinta-feira (8). Desde que a campanha começou, cerca de 730 mil pessoas já foram vacinadas em todo o Estado. Ao final das cinco etapas, a Secretaria de Saúde espera imunizar aproximadamente 5 milhões de paranaenses.

Secretária apresenta avanços na educação rural no Paraná
aO trabalho iniciado em 2003 pelo Governo do Paraná levou melhorias às escolas rurais que beneficiaram milhares de estudantes, disse nesta terça-feira (6) a secretária da Educação, Yvelise Arco-Verde. Ela apresentou na reunião semanal da Escola de Governo, em Curitiba, os avanços nas políticas públicas para a educação de alunos que vivem no campo. Atualmente, a rede estadual de ensino tem 49,8 mil estudantes matriculados em 423 escolas rurais, que incluem unidades em ilhas, acampamentos, quilombos e itinerantes.

Conferência das Cidades vai debater em Foz do Iguaçu desenvolvimento urbano
aA 4ª Conferência Estadual das Cidades, que começa nesta quarta-feira (7), às 18 horas, em Foz do Iguaçu, vai debater e votar propostas sistematizadas sobre política de desenvolvimento urbano que foram sugeridas nas 310 conferências municipais realizadas no ano passado no Paraná. Vai também eleger os 80 delegados paranaenses à conferência nacional prevista para junho e os membros da segunda gestão do Conselho Estadual das Cidades (ConCidades-PR). A informação foi dada nesta terça-feira (6), durante a Escola de Governo, pelo secretário do Desenvolvimento Urbano, Forte Netto, que coordena a conferência.

Mais de 180 mil pessoas terão empregos pelas Agências do Trabalhador este ano
aEstimativa é da Secretaria estadual do Trabalho, Emprego e Promoção Social. O serviço público e gratuito de intermediação de mão de obra já registra recorde neste início de ano: mais de 44 mil candidados foram colocados no mercado de trabalho, entre os meses de janeiro e março. As metas e perspectivas de crescimento para o futuro foram apresentados na Escola de Governo desta terça-feira (6), em Curitiba. O governador Orlando Pessuti lembrou da importância de manter e criar programas que fomentem a geração de emprego e renda, voltados principalmente para a juventude.

Governador Pessuti vai levar Escola de Governo para o interior do Estado
aO governador Orlando Pessuti anunciou na Escola de Governo desta terça-feira (6) que algumas reuniões do secretariado acontecerão no interior do Paraná. O Governo Estadual levará sua equipe para que, ao fim dos encontros, secretários de Estado e presidentes de empresas públicas realizem audiências públicas com a população e lideranças locais. A primeira Escola de Governo no interior será realizada no dia 22 de abril, na região dos Campos Gerais. Outros cinco encontros estão previstos até o mês de julho: na região Norte, Noroeste, Cascavel, Guarapuava e Região Metropolitana de Curitiba.
o Dia do Jornalista, Fenaj pressiona políticos pela aprovação das PECs

A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) prepara manifestações para marcar o dia do Jornalista, celebrado nesta quarta-feira (07/04)

Termina o período de defeso do caranguejo


Na última segunda-feira (5) terminou o período de defeso do caranguejo, quando os crustáceos saem das tocas para o acasalamento e, com isso, ficam mais vulneráveis. No defeso é proibida a captura e comercialização. Desde janeiro, quando iniciou o primeiro período de proibição, mais de 10 mil caranguejos foram devolvidos aos mangues
Região Metropolitana recebe investimentos em segurança pública

O Governo Popular conclui a Seccional de Polícia de Santa Bárbara, instala câmeras em Marituba e estabelece o rodízio de delegados para tornar mais ostensivas as ações de segurança na Região Metropolitana de Belém. Entre as ações está também a expansão da iluminação pública.
Indústria de transformação sinaliza virada no emprego

Dados do Dieese apontam que o emprego na indústria de transformação cresceu 0,29% em fevereiro de 2010 no Pará, após sucessivas retrações provocadas pela crise internacional. O presidente da Fiepa, José Conrado, diz que serão mais de 120 mil novas vagas na indústria com os investimentos já anunciados por empresas como a Vale. No mês de fevereiro deste ano, a indústria de transformação fez 3.016 contratações contra 2.760 desligamentos, gerando um saldo positivo de 256 postos de trabalho.


















DEBATE RSE NA MÍDIA 2010: A IMPRENSA COMO INDUTORA DA SUSTENTABILIDADE NA PAUTA POLÍTICA


Evento gratuito na Conferência Internacional do Instituto Ethos. Faça já a sua inscrição.



O Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social, por meio do Programa Responsabilidade Social Empresarial na Mídia, convida para o Debate RSE na Mídia 2010.

O pós-Copenhague e as eleições presidenciais no Brasil tornam 2010 um ano decisivo para a definição dos rumos e das metas de sustentabilidade a serem assumidas e cumpridas por governos, setor privado e cidadãos. Neste sentido, a questão que se coloca é como essa inegável influência dos meios de comunicação pode colaborar para que os assuntos que tangenciam o desenvolvimento sustentável estejam presentes na pauta política? E como as inovações e estratégias na gestão empresarial são retratadas pela imprensa a ponto de influenciar decisões e regulamentações que partam do poder público?

Neste sentido, o Debate RSE na Mídia 2010 tem como objetivo reunir jornalistas e representantes de partidos políticos para estimular o diálogo entre esses dois públicos e permitir que a sustentabilidade, nos seus pilares ambiental, social e econômico, esteja presente de maneira transversal na política brasileira.

Serviço:
Debate RSE na Mídia 2010: A imprensa como indutora da sustentabilidade na pauta política

Data: 11 de maio de 2010
Horário: 15h00 às 18h00
Local: Hotel Transamérica (Av. das Nações Unidas, 18.591 – São Paulo/SP – Brasil)

Inscrições:
Clique aqui para fazer sua inscrição (O evento é gratuito e aberto ao público em geral)

Informações:
(11) 3897-2415/2416 ou pelo e-mail: redejornalistas@ethos.org.br

Para saber mais sobre a Conferência, acesse: www.ethos.org.br/ci2010

terça-feira, 21 de setembro de 2010


Danielle Mitterrand falará sobre justiça social na CI 2010

O Instituto Ethos entrevista a ex-primeira-dama francesa, presidente da fundação France Libertés, que está entre os palestrantes da Conferência Internacional Ethos 2010.

A Conferência Internacional Ethos 2010, que será realizada entre 11 e 14 de maio, terá com tema a Carta da Terra. Assim, cada palestrante convidado discorrerá sobre um ponto do documento, que se norteia por quatro grandes princípios (leia em www.cartadaterrabrasil.org).

Falar sobre justiça social e econômica – o terceiro ponto da Carta – será o desafio da respeitada ativista internacional Danielle Mitterrand, ex-primeira-dama da França, que dividirá a mesa com o economista argentino Bernardo Kliksberg.

Danielle Mitterrand preside a fundação France Libertés, que tem conhecida atuação em prol de povos oprimidos, como africanos, curdos, tibetanos e indígenas latino-americanos. A France Libertés, que desde o ano passado conta com uma representação no Brasil, fundamenta seu trabalho na promoção dos direitos humanos e da equidade social. Também luta para que um maior número de pessoas tenha acesso à água potável e defende uma economia mais responsável e solidária. Veja a seguir entrevista que a palestrante concedeu ao Instituto Ethos, via e-mail.

Instituto Ethos: Qual pode ser o papel dos empresários brasileiros no sentido de ajudar a colocar em prática o terceiro ponto da Carta da Terra?
Danielle Mitterrand: A sustentabilidade e a responsabilidade social são hoje questões planetárias. O Brasil é um grande país que se tornou protagonista de um mundo globalizado e está avançando muito bem no sentido da inclusão social e do respeito aos direitos dos trabalhadores. Penso, porém, que o tema dos direitos humanos e o do incentivo a uma participação mais ampla e ativa da população no processo político ainda estão demasiado longe do ideal – o que interfere na questão da sustentabilidade. Isso não podemos aceitar, pois a maior crise que enfrentamos hoje talvez seja a crise de valores, a crise da democracia.

IE: Se a senhora tivesse que priorizar apenas um tópico do terceiro ponto da Carta da Terra para ser posto em prática, qual seria?
DM: Eu iria priorizar a garantia dos direitos humanos e das liberdades fundamentais, temas que estão intimamente ligados. Em1948, quando meu marido, François Mitterrand, era ministro do presidente Charles de Gaulle, estive presente na reunião de criação da Declaração Universal dos Direitos Humanos, que teve em meu amigo Stephane Hessel um de seus artífices. Creio que, apesar de termos avançado nessa questão nos últimos 60 anos, estamos longe de atingir um nível satisfatório de respeito aos direitos humanos e às liberdades fundamentais. Vemos ainda trabalho semiescravo no Brasil, por exemplo, inclusive no setor da cana-de-açúcar, e envolvendo uma grande empresa francesa! Em pleno século XXI, isso é totalmente inaceitável para Brasil e França, que promovem, em nível global, a democracia e o respeito às liberdades individuais.

IE: O Brasil ainda enfrenta muitos problemas em relação à questão de gênero no mercado de trabalho. Como podemos reverter essa situação?
DM: Quero deixar claro que não sou feminista, mas uma mulher que defende a humanidade sem distinção de gênero, raça ou cor. A questão da inclusão da mulher no mercado de trabalho é fundamental, mas deve estar contemplada como parte de um processo histórico, o que demanda políticas públicas que favoreçam essa evolução.

IE: Que ações a senhora indicaria para que o Brasil aperfeiçoasse sua caminhada rumo ao desenvolvimento sustentável?
DM: Creio que o Brasil está num bom caminho, resolvendo a questão da pobreza e da desigualdade, o que é fundamental. O fortalecimento das instituições democráticas, o combate à corrupção e a luta pela transparência política também são temas de extrema importância que estão avançando, mesmo que em menor escala. Mas não acho que o governo atual esteja apontando rumos claros para o futuro de uma economia sustentável, pois permanece muito atrelado a um modelo desenvolvimentista clássico, baseado em petróleo, mineração, commodities agrícolas, grandes represas, energia nuclear.

Dizemos, aqui na França, que não devemos nos fascinar pela possibilidade de “jouer dans la cour des grands” [brincar no mesmo quintal dos grandes]. Não acho que o Brasil deva se contentar em ingressar no clube dos grandes, correndo o risco de fortalecer um modelo de desenvolvimento que já está esgotado, ou pelo menos ultrapassado. Acho, sim, que o Brasil tem que ter crescimento econômico, reduzir a pobreza e investir em infraestrutura e moradia, é claro, mas gostaria de ver mais sinais no rumo de uma economia verde, inovadora. Uma economia baseada não em uma obsessão pelo crescimento do PIB – o que não quer dizer grande coisa neste século XXI –, mas no bem-estar de todos, no acesso aos bens comuns, no uso da terra pelos pequenos agricultores e na utilização sustentável dos recursos naturais do país, de modo a garantir o futuro de nossos filhos e netos.

Por Denise Ribeiro e Mariana Desimone (Envolverde) / Edição de Benjamin S. Gonçalves (Instituto Ethos)

Vale abre portas para pesquisadores

A empresa cria instituto tecnológico
e pretende transformá-lo num centro
de excelência em pesquisa.

Com o objetivo de fomentar o conhecimento científico, a empresa de mineração Vale criou, no fim de 2008, o Instituto Tecnológico Vale (ITV), que funciona em parceria com entidades de apoio à pesquisa em São Paulo, Minas Gerais e Pará. Desde então, já foram distribuídas 84 bolsas em áreas variadas – não necessariamente ligadas à mineração. Os primeiros projetos, escolhidos em meados de 2009, apresentavam temas diversos, como ciência da computação, biologia, genética, neurociência, engenharia, botânica e física, entre outros.

O próximo passo será a construção de três centros de pesquisa – um em cada Estado participante –, para receber estudiosos de todo o país. Localizado em Ouro Preto, o de Minas Gerais tratará do tema mineração. A unidade de São Paulo desenvolverá assuntos ligados às inovações em energia, em parceria com o centro tecnológico da Vale Soluções em Energia (VSE), em São José dos Campos. No Pará, o centro será na capital, Belém, e se dedicará ao estudo do desenvolvimento sustentável.

Todo esse investimento em desenvolvimento científico tem um objetivo: o ITV pretende se transformar num centro de excelência em pesquisa no Brasil, como o americano Massachusetts Institute of Technology (MIT) é para o mundo. "Claro que para chegar a esse padrão são necessários anos de investimento e dedicação, mas nós já lançamos a primeira semente e estamos muito comprometidos com esse projeto", diz Luiz Mello, diretor do ITV.

Alcançar esse nível de competência demanda investimentos pesados. Da Vale virão R$ 72 milhões e as fundações estaduais de amparo à pesquisa de São Paulo (Fapesp) e de Minas Gerais (Fapemig) entrarão com R$ 20 milhões cada uma, enquanto a do Pará (Fapespa) contribuirá com um aporte de R$ 8 milhões.

Longo prazo

Para a Vale, o ITV oferece a oportunidade de coordenar ações de pesquisa juntamente com a comunidade acadêmica, dando destaque para projetos de longo prazo. Assim, é possível fomentar a produção científica brasileira, o desenvolvimento tecnológico e a difusão de novos conhecimentos, contribuindo para o equilíbrio ambiental e o crescimento socioeconômico sustentável do Brasil.

Como participar

A partir do dia 30 de março, as fundações de amparo à pesquisa dos Estados participantes começarão a receber as propostas dos interessados em participar do programa de bolsas para pesquisas nas áreas de mineração, ecoeficiência, biodiversidade, energia e produtos ferrosos para siderurgia. O prazo para entrega é até 23 de junho.

Além da apresentação de um bom projeto, também serão aceitos temas que possibilitem o desenvolvimento de pesquisas em rede com universidades de outros Estados participantes. "Um de nossos principais objetivos é promover a troca de experiências e o intercâmbio de conhecimento, recursos e infraestrutura entre as instituições", explica Luiz Mello.

No Pará e em Minas Gerais, pode-se preencher um formulário on-line, na plataforma da fundação de amparo à pesquisa local. Para estudantes de São Paulo, é necessário entregar formulário impresso. O financiamento previsto pela Vale e pelas fundações inclui itens de custeio e capital para todas as modalidades de bolsa, como iniciação científica, mestrado, doutorado e pós-doutorado.

O resultado será divulgado no dia 23 de novembro, no site das três instituições.

Parceria

Para Mário Neto Borges, presidente da Fapemig, ter a Vale como companheira num projeto dessa envergadura ajuda a melhorar a articulação entre o empresariado privado, o meio acadêmico e o governo. "Estamos quebrando paradigmas. O peso do nome da Vale abre portas para que outras empresas se interessem em fazer parcerias", afirma.

Sanclayton Moreira, diretor científico da Fapespa, também demonstra seu apreço às parcerias com a mineradora. “Os desafios de pesquisa são relevantes, tanto para o desenvolvimento tecnológico e industrial como para a acumulação de conhecimento necessário para a aplicação, em diversos campos, pela sociedade brasileira.”

Por Denise Ribeiro e Mariana Desimone (Envolverde) / Edição de Benjamin S. Gonçalves (Instituto Ethos)

Legenda da foto: Luiz Mello, diretor do Instituto Tecnológico Vale (ITV)
Crédito: Agência Vale

Entrevista

Danielle Mitterrand falará sobre justiça social

foto Tendencias
O Instituto Ethos entrevista a ex-primeira-dama francesa, presidente da fundação France Libertés, que será palestrante na Conferência Internacional Ethos



transito_floriano_flash54asd85as4d.jpg Trecho da rua Floriano Peixoto é interditada pela Defesa Civil
Medida preventiva reduz tráfego de veículos entre avenida Brasil e rua Rui Barbosa para evitar desmoronamento da via

Dia do Peixe em Rio Branco
Com apoio da assistência técnica da Seaprof, aquicultores da capital comercializam pescado com bom preço e qualidade na Ceasa

Entrevista com o presidente do TJ Pedro Ranzi

O clima é de celebração no Tribunal de Justiça do Acre. O Conselho Nacional de Justiça homenageou os 10 mais atuantes tribunais de todo o país e o TJ acreano está em posição de destaque nesse time de elite. Para analisar esse desempenho o presidente do TJ/Ac o desembargador Pedro Ranzi é o entrevistado do Notícias da Aldeia


1
flash_maternidadeasd654asd.jpg Bárbara Heliodora: referência em saúde materno-infantil
Maternidade será entregue nesta quarta-feira, 31, após reestruturação e modernização que a coloca entre as melhores do País

Pesquisas dobram eficiência para etanol celulósico


Brasil fica mais perto de uma nova fonte de energia limpa.

Desenvolvimento de infraestrutura, maior demanda e financiamento ágil para construir plantas industriais. São os ítens que faltam para que o Brasil possa começar a produzir o etanol de segunda geração, feito do bagaço da cana-de-açúcar, segundo o gerente da Novozymes Latin America, William Yassumoto. Durante apresentação no Sugar & Ethanol Brazil 2010, em São Paulo, Yassumoto mostrou como funciona o uso das enzimas Cellic CTec criadas pela empresa dinamaquesa e que transformam o resíduo agrícola em etanol celulósico. No último ano as pesquisas avançaram e as enzimas, anteriormente vistas como barreira para a viabilidade comercial do etanol celulósico, tiveram a eficiência dobrada. Para Yassumoto esse é um grande passo, atrelado ao panorama favorável para o uso do produto no Brasil e no mundo.

Embasado em dados da International Energy Agency, órgão intergovernamental que faz consultoria para assuntos energéticos a 28 países, o executivo afirmou que os biocombustíveis serão responsáveis por 9,3% do abastecimento do setor de transportes em 2030. "Até lá 93% dos novos carros de passeio vendidos em todo o globo ainda vão precisar de combustível líquido", afirmou Yassumoto. "Estima-se que a capacidade de produção mundial de etanol cresça 12 vezes no período entre 2006 e 2030 e o Brasil e a América Latina deverão ser os maiores responsáveis por esse salto", disse, salientando que em 20 anos cerca de um terço do etanol utilizado mundialmente será de segunda geração.

De acordo com dados levantados pela empresa de consultoria Bloomberg New Energy Finance, o potencial brasileiro para a produção de etanol celulósico a partir do bagaço da cana será entre 10 e 17 bilhões de litros até 2020. Atualmente o país produz 25 bilhões de litros de etanol convencional. Para a produção de etanol de segunda geração, a grande vantagem brasileira seria não precisar plantar sequer um hectare a mais de cana-de-açúcar, já que a matéria-prima é o que sobra do fabrico do combustível de primeira geração.

Quantiq apresenta novidades na Expobor 2010


Empresa destaca a linha de óleo mineral que atende a Diretiva Européia 2005/69/EC e a nova linha de borracha termoplástica vulcanizada Santoprene.

A Quantiq, maior distribuidora de produtos químicos do Brasil, estará presente na Expobor 2010, o maior encontro da indústria de borracha da América do Sul, que acontece de 13 a 16 de abril no Expo Center Norte, apresentando duas novidades.

Uma é a linha de óleo mineral Flex NBS, uma alternativa para substituição do extrato aromático que, por conta da Diretiva Européia 2005/69/EC, foi restrito na produção de pneus e artefatos de borracha. A outra é a nova linha de borracha termoplástica vulcanizada (Santoprene), destinada à fabricação de perfis automotivos.

Além destas novidades, todos os produtos que compõem o portfólio para o mercado de borracha estarão expostos na feira. Entre eles, a linha de aditivos da RT Vanderbilt, distribuída pela Quantiq com exclusividade no Brasil, óleos minerais, solventes especiais com baixo odor e baixo teores de aromáticos, além de toda linha de Santoprene, produzida pela ExxonMobil e distribuída pela Quantiq no Brasil.

"A Expobor é o maior evento do setor e acontece a cada dois anos. É a oportunidade de apresentar ao mercado todos os nossos diferenciais. Toda a equipe está focada na preparação para o evento e temos grandes expectativas para esta edição", afirma Ricardo José Fernandes Verona, Gerente da Unidade de Negócios de Borracha e Termoplásticos de Engenharia da Quantiq.

BDP prevê crescimento de 25% em 2010 no Brasil


Empresa de Logística com forte atuação nos setores químicos e petroquímicos brasileiro, prevê um crescimento de 25% em seu faturamento no Brasil este ano.

A BDP International, com sede na Filadélfia (EUA), filiais em várias regiões do mundo e com forte atuação nos setores químico e petroquímico brasileiro (55% de participação de mercado), prevê um crescimento de 25% em seu faturamento no Brasil este ano, em razão da conquista de novos clientes e investimentos no sistema de gestão, otimização de processos e qualificação de colaboradores. Mesmo em 2009 com a crise da economia mundial, a BDP registrou um crescimento de 8%.

A filial brasileira conta hoje com cerca de 850 clientes, para os quais oferece os mais diversos serviços, entre desembaraço aduaneiro, frete aéreo e marítimo, gerenciamento de logística, acompanhamento/monitoramento do status das cargas, entre outros. Para Roberto Croce, gerente geral da BDP no Mercosul, a eficiência logística é estratégica para melhorar a competitividade das empresas. “No momento de retomada das atividades das indústrias, após o pico da crise econômica mundial ocorrido em 2009, o gerenciamento logístico passa a ser fator primordial. É na qualificação desse serviço que investimos para atingir as metas em 2010”, afirma o executivo.

Agilent Technologies Apresenta Sistema Portátil de GC/MS

Sistema de alto desempenho é para análises fora do ambiente de laboratório.


A Agilent Technologies Inc. acaba de lançar o 5975T Low Thermal Mass (LTM) Gas Chromatography/Mass Spectrometry Detector (LTM GC/MS), o primeiro sistema de GC/MS portátil da indústria, que realiza análises com a mesma qualidade de um equipamento de laboratório. Com a tecnologia Low Thermal Mass (LTM) patenteada, o sistema 5975T LTM GC/MS foi desenvolvido para ser o menor, o mais robusto e o de menor consumo de energia entre os equipamentos de GC/MS disponíveis, além de apresentar alta qualidade em desempenho.

A tecnologia LTM da Agilent elimina o forno GC convencional, pelo aquecimento da coluna de GC com um elemento de calor e sensor de temperatura - o que permite um rápido aquecimento e resfriamento da coluna, para um maior rendimento. O sistema reduz o consumo de energia em cerca de 46%, a emissão de carbono em 38 por cento e o peso em 35 por cento.

"A tecnologia LTM Agilent irá permitir ainda o desenvolvimento futuro de sistemas de GC e GC/MS mais rápidos e mais inteligentes”, afirmou Celso Blatt, Especialista de Aplicações da Agilent Technologies Brasil. O sistema 5975T LTM GC/MSD é um exemplo de como um sistema compacto e inteligente pode emitir resultados com a mesma qualidade das análises realizadas num ambiente controlado de laboratório.”

O 5975T LTM GC/MSD é especialmente adequado para análises químicas em guerras e para uso por militares e especialistas em segurança nacional que precisam obter resultados rápidos e precisos em campo. Outras aplicações fora do ambiente de laboratório incluem testes de segurança de alimentos e monitoramento de meio ambiente.

O 5975T LTM GC/MSD tem várias características chave, que melhoram a facilidade de uso. A tecnologia LTM permite que os usuários rapidamente troquem módulo da coluna no campo, facilitando o serviço e a manutenção. A fonte de íon inerte permite o maior desempenho com amostras de compostos ativos. Uma opção de auto injetor de líquido, permitindo a verificação da calibração e analises de compostos orgânicos semi voláteis no campo. Além disso, com espectroscopia clássica de impacto de elétrons e tecnologia quadrupolo, permite que o National Institute of Standards and Technology (NIST) busque compostos desconhecidos. Com uma variação de massa entre 1.8u a 1050u, o 5975T LTM GC/MSD oferece uma ampla gama de aplicações.

Servidores do Estado terão reajuste de 6% garantido pelo governo


Por meio da assinatura de acordo coletivo entre o governo do Estado e a Intersindical, servidores do Estado terão reajuste de 6% no vencimento base daqueles que não foram incluídos no salário mínimo e aumento no valor do auxílio alimentação em R$ 10 para os servidores que recebem R$ 90 e R$ 110 de benefício. O percentual será indicado pelo INPC.
Prodepa é uma das melhores empresas para se trabalhar no Pará

O Prêmio Prazer em Trabalhar 2009, do Caderno de Negócios do jornal Diário do Pará e da Gestor Consultoria, classificou em 5º lugar a Empresa de Processamentos de Dados do Pará (Prodepa). Ela foi considerada o 5º melhor lugar para se trabalhar no Pará. O ranking apontou 15 empresas e a Prodepa foi a única empresa pública a concorrer ao prêmio, disputando com Unama, Grupo Visão, Assembleia Paraense e Big Serviços.

Subestação de energia aumenta capacidade e beneficia 32 mil


Moradores dos bairros da Cremação, Jurunas e Guamá serão beneficiados com a implantação da Subestação Cremação, inaugurada pela governadora Ana Júlia Carepa ontem (30). A subestação terá capacidade de 30 MVA e vai beneficiar 32 mil consumidores a partir dos 4,1 quilômetros de linhas de transmissão.

Pará será um dos estados que mais vai receber recursos do PAC II


Lançado na última segunda-feira (29), em Brasília, o Programa de Aceleração do Crescimento II, vai beneficiar amplamente o Pará, com as cinco obras de aproveitamento hidrelétrico do Complexo Tapajós em Itaituba; a adequação da PA-150 no trecho Marabá-Redenção; o projeto do novo aeroporto de Santarém; a hidrovia Marabá/Imperatriz e os 18 terminais hidroviários em todo o Estado
João Alfredo denuncia violência e cobra políticas públicas voltadas à juventude

A informação, veiculada pelos jornais locais, nesta quarta, 31, de que Fortaleza ocupa o quarto lugar, entre as capitais do Brasil, em número de assassinatos de crianças e adolescentes, gerou intenso debate na Câmara Municipal. Em pronunciamento, João Alfredo (PSOL) cobrou da Prefeitura Municipal de Fortaleza e do Governo do Estado do Ceará a formulação e efetivação de políticas públicas que visem acabar com o verdadeiro genocídio dos jovens desta cidade.

Os dados revelados mostram a trágica situação em que se encontra a cidade. Segundo a pesquisa “Mapa da Violência 2010 - Anatomia dos Homicídios no Brasil”, realizada pelo instituto Sangari, houve um aumento de 119,5% nos números de assassinatos de crianças e adolescentes na Grande Fortaleza. Ao total, foram 1.662 pessoas, da faixa etária entre 0 a 19 anos, que foram assassinadas. “A situação é insustentável. Em 97, quase 40 jovens, no universo de 100 mil foram assassinados. Em 2007, o número passa para 75, isso é, quase 90% a mais. Nós dobramos, na cidade de Fortaleza, o número de crianças e adolescentes assassinados!”, assinalou indignado.
Projeto urbanístico da Copa e remoções de populações serão discutidos, em Audiência Pública, no próximo dia 07

As questões referentes aos projetos urbanísticos previstos para a Copa do Mundo de 2014, como a remoção de populações no município de Fortaleza serão discutidas em audiência pública, que será realizada na próxima quarta-feira (07/03), na Assembléia Legislativa do Ceará. A audiência foi requerida pelo mandato Ecos da Cidade - vereador João Alfredo (n° 0182/2010), em conjunto com o gabinete da deputada estadual Rachel Marques (PT).

O principal motivo da solicitação do debate foram as recentes notícias veiculadas em diversos meios de comunicação, nas quais a Prefeitura Municipal e Governo do Estado revelam grande disponibilidade na realização de investimentos de infra-estrutura na capital cearense, cuja previsão de gastos chega a R$ 9,4 bilhões. Apesar de reconhecer que os investimentos referentes à mobilidade urbana, à oferta de serviços e o incremento das atividades turísticas trarão benefícios para a cidade, João Alfredo questiona a quem servirão tais obras, que atingirão centenas de moradores e moradoras das comunidades localizadas nas proximidades da obra, como já vem ocorrendo, por exemplo, nas comunidades da Lagoa da Zeza, Vila Cazumba, Serrinha, Titanzinho e Boa Vista

AGRALE CONQUISTA PRÊMIO LÓTUS 2010


Empresa venceu nas categorias Chassi Leve e Marca do Ano em Chassis Leves



- O desempenho de vendas e a liderança de mercado em chassis leves pelo 12º ano consecutivo fizeram a Agrale conquistar o Prêmio Lótus 2010, da Editora Frota. A empresa foi a vencedora nas categorias Chassi Leve do Ano e Marca do Ano em Chassis Leves. O diretor de suprimentos, Edson Martins, recebeu a premiação em cerimônia realizada em São Paulo.



Apesar da retração no mercado brasileiro de chassis para ônibus, a Agrale novamente registrou a maior participação no segmento de chassis leves, com 52,03%, em 2009. A empresa se destacou como Marca do Ano e, pelo desempenho de vendas do modelo MA 8.0 – 1.509 unidades comercializadas - venceu também na nova categoria Chassi Leve do Ano.



O Prêmio Lótus é concedido aos fabricantes e distribuidores de veículos comerciais, cujos produtos e marcas conquistaram a preferência dos compradores brasileiros. Os vencedores são conhecidos por meio dos resultados das vendas ao mercado interno do ano anterior, segundo dados da Anfavea – Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores.
Sonho distante

A Banda larga popular nas casas de famílias de baixa renda ainda é um sonho distante.O plano Nacional de Banda Larga ( PNBL), do Governo Federal em fase de detalhamento de metas e ações, se propôe a transformar essa dura realidade. Mas, para que de fato estimule a oferta do serviço a preços inferiores a R$ 35,00, tera de solucionar um impasse : as concesionárias de telefonia fixa, que têm a rede mais capilarizada do pais - pois tiveram metas de universalização pagas com recursos públicos - enfrentam dificuldades para oferecer a Banda Larga Popular, programa que conta com isenção de ICM|S. As operadoras não podem ofertar o serviço só para os seus assinantes, o que configuraria venda cxasada, proibida pela legislação. De outro lado, alegam não conseguir puxar a rede até a casa do usuário que não é assinante de telefonia, só para levar a banda larga, pois o serviço seria deficitário.
O Banda Larga Popular de São Pauloi, único estado que já isentou o serviço do icms, não decolou. Foram vendidos poucos acessos porque a telefonica, a concessionaria local, não chegou a um acordo com o Procon e, por isso, não oferece o serviço na sua rede de telefonia.
Se não há oferta comercial para as residências de baixa renda, também o atendimento dos programas públicos é limitado, uma vez que seu foco principal não é o atendimento de domícilios mas de pontos públicos. Mesmos assim, as experiências mostram que, quando disponivel, a internet é bastante acessada. Belo Horizonte iluminou trS VILAS e pretende ampliar a cobertura : o governo do Rio de Janeiro colocou internet gratuita em varias comunidades da capital e em parte da Baixada Fluminense: o governo do Pará iluminou mais de 30 cidades, com sinal aberto em praças , pontos turisticos e pontos de acesso publico. Esses programas também pode contruibuir para as definiçoes do PNBL

segunda-feira, 20 de setembro de 2010


Hospital Regional de Ponta Grossa: concepção inovadora e democrática
aO Hospital Regional de Ponta Grossa, que será inaugurado nesta quarta-feira (31), às 15 horas, pelo governador Roberto Requião, foi construído, segundo o secretário do Desenvolvimento Urbano, Forte Netto, dentro de uma concepção democrática de como organizar um espaço público de forma a que todos se sintam iguais e respeitados. “Todos poderão visualizar o que está ocorrendo em praticamente todas as áreas do hospital”, informa. O hospital é a obra mais simbólica feita pela Sedu/Paranacidade e uma das mais importantes construídas pelo Governo do Estado na área da saúde

Escola de Governo permanece por que é defesa do interesse público, diz Requião
aNa última Escola de Governo sob seu comando, nesta terça-feira (30), o governador Roberto Requião afirmou que a transmissão ao vivo da reunião semanal do secretariado serve para defender os interesses do povo do Paraná, ao prestar contas, corrigir erros e denunciar desvios de conduta contra bens públicos. Requião disse não entender as tentativas, por parte de um integrante do Ministério Público, de proibir que a Televisão Paraná Educativa transmita o encontro. A Escola de Governo, disse Requião, continuará com os mesmos objetivos quando for comandada pelo vice-governador Orlando Pessuti.

Governador assina decreto para criação de três novos Parques
aO governador Roberto Requião, o secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Rasca Rodrigues, e o presidente do Instituto Ambiental do Paraná, Vitor Hugo Burko, assinaram nesta terça-feira (30), durante a Escola de Governo, decretos para criação de três novos Parques no Estado. São eles o Parques da Serra da Esperança, em Guarapuava, Parque São João, em Prudentópolis e Área de Interesse Especial Regional do Iguaçu (Aieri). O governador também liberou R$700 mil em recursos para aquisição da área que sediará o Parque Vitório Piassa, em Pato Branco.

Requião envia ao Ministério Público representação contra Paulo Bernardo
aO governador Roberto Requião encaminhou nesta terça-feira (30) ao Ministério Público Federal representação para que seja aberta investigação da proposta de construção superfaturada de um ramal ferroviário feita ao Governo do Paraná pelo ministro do Planejamento Paulo Bernardo e pelo então assessor da Casa Civil do Governo Federal, Bernardo Figueiredo. “Seja esta representação recebida e processada, para que se inicie a competente investigação e obtenham-se as consequências legais de direito, inclusive a punição de eventuais culpados”, diz o documento

Requião entrega dez novas Clínicas de Saúde da Mulher e da Criança
aO governador Roberto Requião e o secretário da Saúde, Gilberto Martin, assinaram o termo de entrega de dez novas Clínicas de Saúde da Mulher e da Criança no Paraná. A solenidade aconteceu nesta terça-feira (30), durante a reunião da Escola de Governo, em Curitiba, com a presença dos prefeitos dos municípios contemplados. Com um investimento de R$ 52,1 milhões até agora, as primeiras Clínicas de Saúde da Mulher e da Criança começaram a funcionar em 2008 e hoje estão presentes em 75 municípios paranaenses. Outras 71 unidades estão sendo construídas.

Sancionada lei que aumenta os salários dos policiais civis
aO governador Roberto Requião sancionou na noite de segunda-feira (29) durante a formatura de 167 investigadores, a lei que reformula a estrutura salarial e aumenta os vencimentos de escrivães, papiloscopistas e investigadores da Polícia Civil do Paraná. Com as mudanças nas tabelas, os aumentos salariais médios variam de 13% a 77%, dependendo do cargo, tempo de serviço e da posição na tabela que cada um está. A sanção da lei causou comoção durante o evento e o governador Roberto Requião chegou a ser ovacionado pelas mais de 850 pessoas que acompanhavam a formatura.

Governador sanciona lei que reestrutura salários dos policiais militares do Paraná
Governador homenagemO governador Roberto Requião sancionou a lei que promove completa reformulação na estrutura salarial da Polícia Militar do Paraná. A medida beneficia 17 mil policiais militares, entre pessoal da ativa e aposentados. A reformulação foi anunciada por Requião na noite de segunda-feira (29) durante encontro que a PM promoveu em homenagem ao governador. A reformulação será implantada em quatro fases e a primeira delas entra em vigor já no próximo mês. Ao final, o soldo do policial em início de carreira terá subido sete vezes em relação aos valores atuais
Reajuste aos servidores chega a 20,5% desde 2007; gratificações são corrigidas
O Governo do Paraná vai conceder ao funcionalismo em 2010, pelo quarto ano consecutivo, reajuste geral – ou seja, a aplicação de um índice de correção salarial único, a todos os servidores públicos estaduais, de todos os quadros, cargos e funções (inclusive a aposentados e pensionistas). Neste ano, o índice será de 5%, não só sobre o vencimento base, como às gratificações também. Com isso, o reajuste geral acumulado chegará a 20,5%, desde 2007. A lei que garante o reajuste geral em 2010 já foi sancionada pelo governador Roberto Requião, que também sancionou as reformulações na estrutura salarial dos policiais civis e dos policiais militares.

Requião sanciona lei que estabelece novos valores para o piso regional
aA partir de 1º de maio, o piso regional vai beneficiar direta e indiretamente cerca de 1,2 milhão de trabalhadores, com salários que variam de R$ 765,00 a R$ 663,00. O piso foi reajustado entre 9,5% a 21,5% sobre os atuais valores: R$ 605,52 a R$ 629,45%, sendo 50% maior que o salário mínimo nacional, de R$ 510,00. Segundo o Dieese e o Ipardes, o aumento sancionado pelo governador vai causar um impacto positivo de R$ 150 milhões mensais na economia do Paraná e serve como base também para as categorias de trabalhadores que não possuem convenções coletivas.

Governo libera crédito de R$ 18,1 milhões para máquinas e obras em 23 municípios
aO governador Roberto Requião e o secretário do Desenvolvimento Urbano, Forte Netto, autorizaram nesta terça-feira (30/3), na Escola de Governo, financiamentos de R$ 18,13 milhões para 23 municípios. Com os recursos, as prefeituras vão adquirir 35 máquinas e equipamentos rodoviários e realizar obras de pavimentação e construção de creche, barracão industrial, posto de bombeiro comunitário, centro da juventude e ampliação de escola municipal. Do início de 2003 até agora o número de obras e ações de infraestrutura urbana, o que inclui o financiamento de máquinas e equipamentos rodoviários, passa de 5 mil e deve chegar a 6 mil até o fim do ano.
Jornalista diz ter sido vítima de racismo em cobertura de evento

A jornalista Juliana Albino, coordenadora de redação do site Hôtelier News, acusa o mestre de cerimônias da Feira Internacional de Serviços de Turismo (Fistur), Manoel Costa, de ato racista
Último dia de redução do IPI

Concessionárias se preparam para atender um grande número de pessoas que deixaram para comprar o seu veículo na última hora

- Para os interessados em comprar um carro zero quilômetro, ainda com as vantagens de preços proporcionadas pela redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), amanhã será o último dia. O incentivo concedido pelo governo federal para combater a crise financeira global surtiu efeito, e um dos setores mais beneficiados foi o automotivo.

No Distrito Federal, a medida evitou o aumento do índice de desemprego e facilitou a compras de veículos zero quilômetro, o que movimentou o mercado e exigiu a contratação de profissionais da área automotiva. A redução média nos valores dos carros foi de 4%, de acordo com o Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos do DF (SINCODIV/DF).

O resultado prático deste benefício foi observado no aumento da comercialização de carros. Pesquisa do SINCODIV/DF mostra que, em 2009, 113.686 unidades foram emplacadas, contra 94.773 no mesmo período de 2008, o que significou uma alta de 19,96%.

Em fevereiro de 2010, o setor automotivo do DF também registrou um bom resultado frente a janeiro, quando os concessionários venderam 6.753 unidades. Ao todo, 7.569 veículos, entre automóveis, caminhões, camionetas, ônibus e micro-ônibus, foram emplacados no segundo mês deste ano, o que representou um crescimento de 12,1%. A marca obtida é a segunda melhor, desde 2003. Perde apenas para fevereiro de 2009, época em que 7.973 veículos foram emplacados.

O cenário econômico favorável contribuiu, ainda, para que novas concessionárias fossem instaladas em Brasília. "A expectativa é de que outras dez comecem a funcionar na cidade", comemora Ricardo Lima, presidente do SINCODIV/DF.

Lima acredita que, mesmo com o término da redução do IPI, a procura por automóveis zero quilômetro continue crescendo. "O mercado de Brasília possui um grande potencial. Há a previsão de novas empresas na cidade, o crédito, pelo que tudo indica, deve continuar se expandindo e as concessionárias aprimoram, a cada dia, os seus serviços. Todos esses fatores vão contribuir para a manutenção do crescimento", considera.

Ricardo Lima espera que o último dia de IPI reduzido seja de muito movimento nas concessionárias. "Todos os empresários do setor buscaram acrescer os estoques para servir os clientes que resolveram comprar o seu veículo zero quilômetro na última hora. Esperamos, em março, um ótimo resultado nas vendas", completa.

Sobre o SINCODIV/DF - O SINCODIV-DF é filiado à Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) e conta com 47 associados. A entidade é responsável pela pesquisa mensal sobre os emplacamentos de veículos no DF. Entre as suas principais atribuições está a realização do Festival das Autorizadas do Distrito Federal (AutoFest), que ocorre duas vezes ao ano. O evento se configura hoje como o maior feirão de carros zero quilômetro do DF.
Semana Santa terá peixe mais barato

Uma parceria firmada entre o Governo do Estado e os supermercadistas reduziu o preço do pescado entre 10 e 15% desde a última segunda-feira (29). A medida se estende até 2 de abril, garantindo o tradicional peixe na Semana Santa do paraense.
Conselho aprova licença ambiental de siderúrgica

O Conselho Estadual de Meio-ambiente, em reunião nesta segunda-feira (29), aprovou o Estudo de Impacto Ambiental do projeto de instalação da siderúrgica Aços Laminados do Pará (Alpa). A população de Marabá e região prepara uma grande festa para amanhã (31), quando a governadora Ana Júlia Carepa entregará a licença prévia que materializa a sonhada verticalização mineral.

PAC-II investe no desenvolvimento do Pará

A segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC II), lançada ontem (29) com a presença da governadora Ana Júlia Carepa, prevê investimentos de R$ 960 bi para os próximos quatro anos em todo o País. Obras estratégicas para o Pará, como o aeroporto de Santarém, a hidrovia Marabá-Imperatriz e o Complexo Hidrelétrico do Tapajós foram incluídas na segunda fase do programa.

Emissões Atmosféricas
29 DE ABRIL DE 2010

Atualmente, a sustentabilidade dos negócios está atrelada ao planejamento estratégico empresarial e o seu sucesso depende do gerenciamento ambientalmente adequado de todas as atividades empreendidas nas indústrias. As emissões atmosféricas fazem parte desse cenário e diante de sua complexidade é necessária a adoção de medidas e procedimentos que visem o seu gerenciamento integrado. Para mostrar essa dinâmica e as novidades do mercado, além dos aspectos teóricos ligados as emissões atmosféricas, o Encontro Técnico irá abordar os métodos necessários para um gerenciamento eficaz e condizente com as boas práticas ambientais.

Público-alvo

Empresários, diretores de empresas, gerentes de meio ambiente, engenheiros
nas mais diversas áreas, técnicos ambientais, professores, estudantes, especialistas, consultores, representantes de organismos públicos e privados, investidores, fabricantes, entre outros.

Palestrantes

Luiz Henrique Lúcio - Diretor da Interação Ambiental

Sérgio Machado - Mestre e Doutor em Físico-Química; Professor da graduação na Faculdade de Tecnologia e na pós graduação no Instituto de Química da UERJ

José Mateus Bichara - Representante da A&WMA; Sócio Gerente da AIRSERVICES Estudos e Avaliações Ambientais Ltda.; Mestre em Engenharia Química; Bacharel em Engenharia Química

Local

Conselho Regional de Química - IV Região

• O espaço possui um auditório especialmente projetado para realização de eventos educacionais. Localizado numa região de fácil acesso e dotado de modernos equipamentos de imagem, som e ar condicionado central.

• Rua Oscar Freire, 2.039 – Pinheiros – São Paulo – SP
O que acontece quando adolescentes em abrigos completam 18 anos?

Da Equipe do Portal Pró-Menino*

A adolescência é uma fase da vida bastante delicada pra todo mundo. Se isso é verdade para adolescentes que moram com suas famílias imagine aqueles que moram em abrigos. Para estes, existe um desafio especial: a obrigatoriedade de se desligarem da instituição ao completar 18 anos. É que o “abrigo” ou “acolhimento institucional”, como passou a ser chamada no ano passado, é uma medida protetiva prevista no Estatuto da Criança e do Adolescente e que não deve valer para os maiores de 18.

Assim, é muito importante que esses adolescentes tenham autonomia e independência quando atingem a maioridade. Mas isso significa que eles devem ser preparados para a vida após o abrigo. Rodas de conversa, apoio psicológico, fortalecimento dos estudos, preparação para a vida profissional e inserção em programas de moradia em Repúblicas são algumas das atividades que os abrigos devem oferecer para apoiar o jovem a dar este importante passo que é o de conduzir sua vida de modo independente.

Entretanto, a diretriz mais importante nos programas que executam o acolhimento institucional é o da reinserção do adolescente, como da criança, na vida em família. A Nova Lei da Adoção, aprovada em 2009, veio dar uma força ainda maior para que a inclusão familiar seja priorizada: a partir de agora é obrigatório restringir a, no máximo, dois anos o tempo de abrigamento, incentivando-se a volta ao lar ou a adoção.

Durante o tempo de abrigamento, é importante que se faça um trabalho com as famílias para que elas possam criar estrutura para receber os meninos e meninas de volta. E aqui a nova lei tem uma abordagem bastante contemporânea, o moderno conceito de família extensa: ela considera que a família que pode acolher os meninos e meninas seja composta não só pelos seus pais e mães, mas também por seus avós, tios, madrinhas, primos, irmãos mais velhos, ou seja, todos aqueles com quem eles tenham vínculos de afinidade e intimidade.

Assim, o pessoal do abrigo deve estudar cada caso com a perspectiva de proporcionar esse retorno o mais rápido possível. A ideia principal é que crescer em uma instituição não é coisa boa para ninguém e deve acontecer apenas por um período de transição. Na época da Funabem, no período do Regime Militar (1964-1985), a institucionalização era prática corriqueira e algumas crianças passavam toda a infância e adolescência sem saber o que era a vida em família. O Estatuto, felizmente, rompeu radicalmente com esse modelo e hoje o acolhimento institucional é uma medida que, apesar de muito necessária em alguns momentos da vida familiar de crianças e adolescentes, já vem com prazo de validade.


Tá na mão
Para aprofundar ainda mais esse debate, vale conferir
- Nova Lei da Adoção (lei 12.010/2009)
- Plano Nacional de Convivência Familiar e Comunitária (documento construído pelo Conama)


*artigo publicado na revista Viração (seção "De Olho no ECA" - março de 2010)


Irene Rizzini aponta desafios para o SGDCA em primeira aula de curso

do Portal Pró-Menino
Murillo Magalhães


Participantes assistem a videoconferência em sala da
Rede do Saber na Capital (foto: Murillo Magalhães)

Aconteceu na última sexta-feira (26/03) a primeira aula do curso “Construção de Fundamentos”, especialmente voltado para atores do Sistema de Garantias dos Direitos da Criança e do Adolescente (SGDCA).

Ministrada por Irene Rizzini, pesquisadora da área e professora da PUC-RJ, a aula “Contexto Histórico e Cultural” teve como tema a história do SGDCA no País, marcado principalmente pelo advento do Estatuto da Criança e do Adolescente, lei que foi construída com ampla participação social e que iniciou a consolidação desse sistema que hoje até é considerado modelo para outras nações. “O mundo fica impressionado com o fato de o Brasil ter criado este SGDCA. Foi uma oportunidade única, com participação ampla da sociedade, o que não existe em muitos países”, afirmou.

A professora também abordou os desafios que ainda precisam ser enfrentados para melhor funcionamento do sistema: “somos um país rico, pois temos 60 milhões de crianças e adolescentes. E essa riqueza precisa ser valorizada. Porém, mais da metade de crianças em nosso país vive abaixo da linha da pobreza, com aproximadamente R$ 6 por dia”, disse ela.

Realizado por meio de videoconferências, esse curso possibilita que pessoas de diversas localidades do estado de São Paulo acompanhem e façam perguntas das salas da Rede do Saber em que estão assistindo as aulas. Nesse primeiro encontro, houve participação de 200 pessoas, que se dividiram em 68 salas da Rede do Saber de diferentes municípios. Além disso, cerca de 140 pessoas também participaram assistindo e interagindo pela internet.

No bairro da Lapa, na Capital, Márcia da Silva Buscharino, assistente social de uma unidade masculina de internação da Fundação CASA, foi uma das participantes. Para ela, “esse tipo de atividade sempre ajuda, sempre acrescenta”. Ela resume sua motivação para participar dizendo : “quanto mais você se apropria do saber, mais melhora sua atuação no SGDCA”. Outra participante, Vanice Deise, coordenadora de um núcleo de produção audiovisual na Cohab de Taipas, afirma que o curso possibilita promover atitude nas pessoas para que possam lutar pela garantia de direitos.

Lucilia Lopes, professora e voluntária da Educafro de Diadema, participou na sala em seu município e questionou a palestrante se não seria necessária uma atenção ainda mais especial na defesa dos direitos dos jovens das periferias, que sofrem mais com a desigualdade. Irene concordou que é urgente se fazer alguma coisa a esses jovens, porque eles estariam sendo exterminados pela sociedade. “Essa violência [na periferia] precisa ser erradicada”, disse. Segundo ela, esse seria o primeiro passo para fazer com que todas as crianças e adolescentes sejam totalmente integrados.

Sobre o Curso
Com transmissão pelo site da Rede do Saber, o curso acontece de março a agosto de 2010, dividido em sete aulas de três horas cada. A próxima videoconferência está marcada para o dia 14 de abril, às 14h. Todas as aulas serão retransmitidas pelo Portal Pró-Menino.

O Projeto “Aprimoramento SGDCA” é promovido pela Rede Social SP, em parceria com o Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente de São Paulo e com a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo, sendo executado pelo Centro de Empreendedorismo Social e Administração em Terceiro Setor da Fundação Instituto de Administração (CEATS/FIA).
Assista nesta terça uma videoconferência sobre trabalho infantil

Será realizada e transmitida via internet, nesta terça-feira (30/03), às 14h, a videoconferência “Escola e Comunidade: Criança não Trabalha - a educação no combate ao trabalho infantil”. A palestra da Profª Ana Mercês Maria Bock, com transmissão por internet, é promovida pelo Fórum Paulista de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo.


A palestra será transmitida via “streaming” no site da Rede do Saber e retransmitida pelo portal Pró-Menino ao vivo, visando especialmente o público de educadores, professores, diretores de ensino, líderes de instituições sociais, ONGs, dirigentes de fundações empresariais, pesquisadores e estudantes.

Os palestrantes são: Profª. Rose Louback, Assessora Técnica da Coordenadoria de Estudos e Normas Pedagógicas da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo; Prof. Paulo José de Lara Dante, membro da coordenação colegiada do Fórum Paulista de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e representante da Fecomerciários; Maria José Sawaya de Castro Pereira do Vale, Procuradora Regional do Trabalho, representando o Ministério Público do Trabalho; e Profª. Ana Mercês Bahia Bock, professora titular da PUC São Paulo com doutoramento em Psicologia Social.

A videoconferência tem o propósito de ampliar o conhecimento dos atores sociais envolvidos com educação quanto à problemática do trabalho infantil, por meio de ampla reflexão, para que o público seja desafiado e conscientizado sobre o seu papel na mudança do paradigma de aceitação do trabalho infantil.

Melhor do que o Previsto
Mercado de caminhões e ônibus fecha 2009 com vendas 9% e 16% menores, respectivamente, que em 2008, mesmo assim, indústria comemora o bom desempenho, já que as previsões iniciais mostravam um panorama bem mais negro. Com a continuidade de programas que reduzem o IPI e mantêm os juros do Finame PSI e do Procaminhoneiro baixos, as montadoras esperam vender 10% a mais este ano
ImagemOs primeiros caminhoneiros
Nos séculos 17 e 18, a descoberta de ouro e diamantes em Minas Gerais gerou um enorme fluxo de pessoas para essa região, principalmente de paulistas e portugueses. A região começou a sofrer com problemas de abastecimento de alimentos. A solução foi transportar produtos manufaturados que chegavam de Portugal no lombo de muares (burros e mulas). Assim, nasciam os tropeiros, os primeiros profissionais do transporte de cargas do Brasil

Caminhões MAN/Volkswagen terão nova suspensão 6X2
A Suspensys anunciou o fornecimento da nova suspensão fundida com suportes intercambiáveis para veículos 6x2 para os caminhões da MAN/Volkswagen. Entre os benefícios do produto apontados pela empresa está a redução de peso total dos suportes fundidos na ordem de 30kg, considerando dois suportes dianteiros, centrais e traseiros para cada suspensão.
Foi desenvolvido também um eixo com capacidade de 11 toneladas, específico para cada aplicação, apresentando redução de peso em torno de 15kg. A tara, conforme destaca a Suspensys, foi reduzida em 5% para maior capacidade de carga líquida para o caminhão durante o transporte.
Varejistas de peças para pesados elegem os melhores do mercado
A Pesquisa Mais Diesel 2010 entrevistou 348 empresários do varejo de autopeças de todo o Brasil para investigar quais são as montadoras de veículos, os fabricantes e distribuidores de autopeças que oferecem os melhores produtos e serviços aos varejistas de componentes para caminhões e ônibus. Na segunda etapa do estudo, estão sendo ouvidos os frotistas. As empresas mais votadas receberão na Automec Pesados & Comerciais o Prêmio Mais Diesel 2010. Os troféus concedidos aos vencedores da pesquisa ficarão expostos no estande da Editora Novo Meio na feira
Mitologia e Religião no Antigo Egito

Professora | Thais Rocha
Duração | 6 encontros semanais - Início | 13 de Abril
Dias | terças-feiras, das 20:30 às 22:30 horas
Datas | 13/04, 20/04, 27/04, 04/05, 11/05, 18/05

Local | Fundação Ema Klabin - Rua Portugal 43, Jardim Europa

egito

O curso tem por objetivo apresentar ao público as principais características da religião no Egito Antigo, destacando as práticas feitas pelo Estado faraônico e a população em geral. Compreender a percepção egípcia sobre a morte e a relação entre as divindades e a natureza.


Saiba mais aqui ou ligue para o ProjetoCultura 11 2307-0767
Andy Warhol e a Pop Art

Professora | Ana Hoffmann
Duração | 3 encontros semanais - Início 10/04
Dias | sábados, das 11 às 13 horas
Datas | 10/04, 17/04, 24/04*

Local | Fundação Ema Klabin - Rua Portugal 43, Jardim Europa

*neste dia, sábado, haverá visita monitorada pela professora à exposição "Andy Warhol - Mr. América", que acontece na Estação Pinacoteca, das 11 às 13 horas.

andy warhol

A partir de uma análise da obra de Andy Warhol, o curso pretende oferecer uma reflexão sobre a produção artística nos Estados Unidos, Europa e Brasil nos anos 60, e fazer uma análise crítica da Pop Art e suas decorrências para a produção da arte atual.


Saiba mais aqui ou ligue para o ProjetoCultura 11 2307-0767
Hélio Oiticica: Museu é o Mundo

Professora | Paula Braga
Duração | 5 encontros semanais - Início 05/04
Dias | segundas-feiras, das 20 às 22 horas
Datas | 05/04, 12/04, 19/04, 24/04*, 26/04

Local | Fundação Ema Klabin - Rua Portugal 43, Jardim Europa

* neste dia, sábado, haverá visita monitorada pela professora à exposição "Hélio Oiticica: Museu é o Mundo" que acontece no Itaú Cultural, das 15 às 17 horas.

helio oiticica

O curso apresenta os principais conceitos que embasam a obra de Hélio Oiticica, como invenção, experimental, crelazer e mundo erigindo mundo. Discutiremos as obras que marcam cada salto que o artista dá em direção à expansão do campo da arte, tais como Parangolé, Tropicália, Éden, subterranean Tropicalia projects, Cosmococas e Magic Squares. O contexto político e cultural que envolve essas obras estará sempre presente na discussão, bem como outros artistas com os quais Hélio Oiticica dialogava.


Saiba mais aqui ou ligue para o ProjetoCultura 11 2307-0767
Uma nova lógica de investimento social
Em artigo, o diretor-presidente da Vale e Presidente do Conselho da Fundação Vale, Roger Agnelli, afirma que uma nova lógica de investimento social privado está nascendo, em que todos trabalhem juntos para estimular vocações locais e solucionar problemas através de ações estruturantes.

"Uma lógica em que o papel da empresa sai da aplicação de recursos em projetos sociais e segue para a integração com poder público e sociedade civil organizada em favor do desenvolvimento territorial sustentável", escreve.
Conanda publica resolução e gera confusão para conselhos
O Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda) uma resolução (nº 137), no início de março, que tem causado certo inquietação aqueles que atuam no campo da garantia de direitos de meninos e meninas. O documento, que levou mais de três anos para ficar pronto, dispõe sobre os parâmetros para a criação e o funcionamento dos Fundos Nacional, Estaduais e Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Previstos no artigo nº 260 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), os fundos são geridos por conselhos dos Direitos da Criança e do Adolescente (CDCA), eleitos de forma direta pela população. Eles deliberam sobre quais são os projetos sociais são merecedores (por idoneidade e impacto social) de investimento e qual percentual do fundo irá para cada uma das ações sociais aprovadas.
Campanha do Hemopa quer garantir estoque de sangue no feriado

O feriado prolongado da Semana Santa requer um estoque de sangue e a Fundação Hemopa convoca doadores para participar da coleta, especialmente entre os dias 29 de março e 1º de abril. A meta é conseguir 300 coletas ao dia nesse período. Todas as unidades do Hemopa no interior do Estado também estarão participando da campanha. Qualquer pessoa acima de 18 anos e em bom estado de saúde pode doar sangue.
Governadora inaugura Unidade de Pronto Atendimento em Altamira

O bairro do Mutirão, em Altamira, recebeu na última sexta-feira (26), a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), inaugurada pela governadora Ana Júlia Carepa. Os investimentos são de R$ 150 mil, com revitalização e adaptação, reativando a unidade, que além de urgência e emergência oferecerá 300 atendimentos qualificados 24 horas por dia.


Magalhães Barata recebe investimentos e ganha escola reformada

No 48º aniversário de emancipação política do município Magalhães Barata, no último sábado (27), o governo do Estado entregou a Escola Estadual de Ensino Fundamental de Quadros totalmente reformada, vistoriou a pavimentação asfáltica de trecho da PA-395 e assinou diversos convênios garantindo mais investimentos. A escola reformada atende mais de 150 alunos, incluindo a turma de Educação de Jovens e Adultos (EJA).
Vítimas de escalpelamento são avaliadas em Mutirão

O I Mutirão para Avaliação de Pacientes Vítimas de Escalpelamentos para Cirurgia Plástica Reparadora, realizado no último sábado (27), na Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, avaliou 60 pacientes do Pará e 4 do Amapá. A finalidade das cirurgias plásticas é promover a integração das vítimas à sociedade.
Semana Santa: 20 toneldas de peixe na comunidade Panorama

Feira do Peixe iniciou nesta sexta-feira,26 no barracão da comunidade do Panorama. 20 toneladas do produto vão ser comercializadas.
Concessionárias de veículos não
funcionam no feriado

Empresários e funcionários que atuam em concessionárias de veículos do Distrito Federal poderão passar o feriado da Sexta-Feira Santa, dia 2 de abril, com suas respectivas famílias. As autorizadas não poderão abrir nesta data. A determinação está prevista na Cláusula 11ª, da Convenção Coletiva de Trabalho 2009/2010, firmada entre o Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos do DF (SINCODIV/DF) e o Sindicato dos Empregados no Comércio do DF (SINDICOM/DF)
Lula: País terá sistema ferroviário moderno e integrado
Presidente destacou a Ferrovia Leste-Oeste, de 1.527 quilômetros, que será interligada com a Ferrovia Norte-Su
Meirelles deve deixar BC esta semana para ser candidato
O nome do economista gaúcho Alexandre Tombini, 46 anos, diretor de Normas, continua sendo o mais cotado para substituí-lo no comando do BC
Gestão, Inovação
Um estímulo à inovação "pró-trabalhador"
Sesi e Senai reforçam a importância da chamada "inovação social", conceito que prega a busca de resultados nas empresas por meio de melhorias nas condições de trabalho dos funcionários
A 6ª edição do Conage - Congresso Nacional de Gestão Eclesial trará como assunto central o tema “Gestão e Comunicação: Conhecimento, estratégia e inclusão digital na Igreja. O Congresso será realizado de 8 a 10 de abril, no Pavilhão Amarelo, do ExpoCenter, em São Paulo. O congresso é um dos eventos que compõem a ExpoCatólica, Feira Internacional de Produtos e Serviços para Igrejas.



A programação do Conage será dividida em quatro ciclos - Administração Eclesial e Comunicação, Liderança e Direito Canônico, Gestão e Marketing e Dízimo e Secretaria. No total serão apresentadas 11 palestras alinhadas ao tema central.

No dia 8, a abertura do Conage será com a palestra de Dom Dimas Lara Barbosa, Bispo Auxiliar da Arquidiocese do Rio de Janeiro e Secretário Geral da CNBB. “Gestão e Comunicação: Conhecimento, estratégia e inclusão digital na Igreja” é a temática a ser explorada por D. Dimas. “Evangelizar pela Internet em uma Civilização Planetária”, será proferida pelo Ir. Afonso Murad, e “Os desafios e os Novos Caminhos da Gestão Paroquial no Contexto Urbano”, por Cônego Edson Oriolo, estes últimos, colunistas da Revista Paróquias & Casas Religiosas.

A programação do segundo dia inclui as palestras “O Líder Comunicador em Ação”, com a Irmã Helena Corazza – FSP, “O dia a dia na Paróquia”, com D. Hugo da Silva Cavalcante – OSB, “O Cuidado com a Saúde do Líder”, com Dr. Fabiano de Almeida Rocha, Médico Geriatra - Diretor da Germed, “A Contabilidade Paroquial em Ordem”, com Dorival Venciguera e a palestra “O Marketing na Gestão Eclesial”, com Henrique Holanda.

No último dia, o palestrante e escritor Rodnei Rivers abordará o tema “Secretária Paroquial na Era Digital”, e Aristides Luís Madureira, Diretor da editora A Partilha apresentará a palestra “O dízimo e as obras de misericórdia em uma administração participativa”. Neste mesmo dia, os participantes ainda poderão conferir uma apresentação especial sobre o Manual de Gestão Eclesial da CNBB, com Francisco Julho de Souza, Ecônomo da CNBB.

O Congresso Nacional de Gestão Eclesial foi elaborado com o objetivo de promover a capacitação e o aprimoramento de leigos e religiosos envolvidos com a administração de paróquias e casas religiosas. Nas cinco edições anteriores, mais de 1.200 participantes se beneficiaram com as palestras.

Arquitetura religiosa também será tema do 6º Conage

O Grupo Paulista de Arquitetura e Arte Sacra - GPAAS em parceria com a (Expocatólica/Conage) oferecerá durante o Conage, um ciclo de palestras sobre a Arquitetura e a Arte Sacra. As palestras serão ministradas por Regina Machado, Nádia Neimar, Gabriel Frade, Gustavo Montebello e Padre Elcio da Silva Barros. O acesso às palestras é gratuito e as inscrições podem ser feitas na hora. Confira a programação no site http://www.conage.com.br/programacao.asp

Sobre a ExpoCatólica

A 7ª. Edição da ExpoCatólica - Feira Internacional de Produtos e Serviços para Igrejas, será realizada de 08 a 11 de abril, no Pavilhão Amarelo do ExpoCenter Norte, em São Paulo. O segmento religioso católico, organizado como setor de consumo de produtos e serviços, é apresentado nesta feira, que desde 2003, quando realizou a primeira edição, vem revelando uma ampla e diversificada cadeia produtiva. Qualquer instituição religiosa, tal como as demais instituições públicas ou privadas, apresenta demandas de consumo diversas, como por exemplo, papelaria, movimentação de recursos financeiros, móveis, tecnologia, periféricos de informática, material de construção, e tantos outros itens, que irão promover a eficiência e o seu melhor funcionamento. A partir da revelação dessa conjuntura, da ExpoCatólica derivaram-se outras ações, específicas para a gestão eclesial, tais como o 6º. Congresso Nacional de Gestão Eclesial, realizado durante a feira, e a Revista Paróquias e Casas Religiosas, publicação bimestral e distribuída por meio de assinatura, para padres, freiras e leigos que estejam diretamente ligados a atividades de gestão de instituições da Igreja Católica. A revista está na 23ª. edição e em maio deste ano completa quatro anos de existência, com assinantes no Brasil e Exterior.

No Pavilhão Amarelo do ExpoCenter Norte também é possível ampliar o conhecimento em relação às segmentações que a instituição apresenta, por meio dos salões anexos. A novidade deste evento é o Salão ANEC de Educação. A Associação Nacional de Educação Católica (ANEC) congrega as mais relevantes instituições de ensino do país e fará parte da grade de programação dos eventos paralelos ao lado da Expo Vocacional - Feira de Congregações e Comunidades religiosas (3ª. Edição), o Salão Peregrinus – Salão Internacional de Turismo Religioso (4ª. Edição) , com a presença de expositores nacionais e internacionais do segmento. O salão sediará também, a terceira reunião do Meeting de Turismo Religioso, um comitê que vem se reunindo desde o final do ano passado para a organização do segmento desta modalidade de turismo no Brasil, em benefício das prefeituras, das empresas e das comunidades no entorno dos destinos de peregrinação, tal como ocorre na Europa e no Oriente, cuja tradição do Turismo Religioso está consolidada.

Os dois primeiros dias da Feira são destinados aos profissionais do setor e posteriormente a Feira será aberta ao púbico em geral. O acesso ao pavilhão é gratuito aos profissionais do setor e para o público leigo, pede-se a doação de um kg de alimentos ou R$ 5,00. Toda a arrecadação será destinada a obras sociais da Igreja.



Expo Center Norte
Pavilhão Amarelo
Rua Otto Baumgart, 1000 - Vila Guilherme - São Paulo - SP
Tel.: +55 (11) 2089-8500
Próximo à Estação Portuguesa-Tietê do Metrô.
Site: www.centernorte.com.br/expo-center-norte/

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Telecentro Boca do Povo

A Rede Telecentros se espalha pela cidade de Sâo Paulo. O Projeto Expansão, da Secretaria
Municipal de Participação e Parceria, gestora do Programa de Inclusão Digital, vai ampliar o
numero de unidades até o final deste ano.Será um grande salto em quantidade e qualidade.Todas
essas ações com responsabilidade ambiental.
A Secretaria de Participação e Parceria não pretende apenas oferecer à população mais Telecentros.
O Programa de Expansão, da Coordenaria de Inclusão Digital, prevê o aumento dos cursos em Informatica
especialmente desenvolvidos para o perfil de cada região da cidade. Além dos cursos basicos as unidades
desenvolvem ações profissionalizantes, no sentido de preparar os usuários na busca de novos empregos.
O Telecentro Boca do Povo, localizado na Avenida Cangaiba são recebidos pela Coordenadora Pedagogica
Priscila e seu asistente Douglas com sorrisos como ela mesmo diz:

Ei! Sorria... Mas não se esconda atrás desse sorriso...
Mostre aquilo que você é, sem medo.
Existem pessoas que sonham com o seu sorriso, assim como eu.
Viva! Tente! A vida não passa de uma tentativa.
Ei! Ame acima de tudo, ame a tudo e a todos.
Não feche os olhos para a sujeira do mundo, não ignore a fome!
Esqueça a bomba, mas antes, faça algo para combatê-la, mesmo que se sinta incapaz.
Procure o que há de bom em tudo e em todos.
Não faça dos defeitos uma distancia, e sim, uma aproximação.
Aceite! A vida, as pessoas, faça delas a sua razão de viver.
Entenda! Entenda as pessoas que pensam diferente de você, não as reprove.
Ei! Olhe... Olhe a sua volta, quantos amigos...
Você já tornou alguém feliz hoje?
Ou fez alguém sofrer com o seu egoísmo?
Ei! Não corra. Para que tanta pressa? Corra apenas para dentro de você.
Sonhe! Mas não prejudique ninguém e não transforme seu sonho em fuga.
Acredite! Espere! Sempre haverá uma saída, sempre brilhará uma estrela.

diz a coordenadora a todos os seus alunos e frequentadores usuários da internet livre.

Os alunos e alunas encontram nos multiplos cursos do referido Telecentro da Boca do Povo, qualidade,

eficiência, capacitação profissional, respeito aos cidadãos. Assim funciona o Programa que tem o maior

publico da região.

quinta-feira, 16 de setembro de 2010


Obi
A Unidade industrial da Obi Papel e Celulose iniciou em 2009 com uma nova chaminé, ação que faz parte do Programa de Melhoria continuada da Empresa, visando o monitoramento e controle de emissões atmosfericas provenientes das caldeiras. A unidade, foi
adquirida integralmente em abril de 2008 por US$ 40 milhoões e tem capacidade para 92 mil toneladas anuais de papel cartão. A Obi ja havia adotado para essa fabrica, o gas natural como combustivel em agosto de 2008, reduzindo a emissão de dióxido de carbono e de material particulado. A nova chaminé proporcionará a mediçao de novos indices controlados pela cia de tecnologia
de saneamento ambiental do Estado de São Paulo - Cetesb - controbuindo para a qualidade de vida da comunidade.

quarta-feira, 1 de setembro de 2010


Um Novo Brilho

O Ano é 2010, o endereço é Maringa_na plateia 500 pessoas ansiosas para assistir ao primeiro grande desfile de moda fora das tradicionais passarelas.
A história da empresa nascida em Loanda com o objetivo de levar a moda para um publico especial e seleto, se mistura com a explosão da indústria de confecção no BRasil. Acostumada a usar roupas de qualidade e a observar as preferências de consumo nas vitrines fashion - dos principais corredores de moda no país - Solange - sabe que o segredo está em apoiar o crescimento do seu mercado no tripé modelagem,qualidade e marca. Uma tarefa ambiciosa, porém não impossível para quem aprendeu, o refinamento do corte e da costura e tem o tino comercial correndo nas veias.
As primeiras roupas cujo corte vestem brasileiras como uma luva, são distribuidos em butiques, endereço do público Classe A. Eu nasci observando o requinte e o detalhe, receita que transferi para a Boutique da Moda,confessa Solange.A mensagem foi captada pela seleta clientela, que, elegendo a marca como roupa oficial transformou o próprio corpo na melhor midia da grife, segundo a empresaria.
A confecção implantou um novo conceito de loja ao alinhar a mesma linguagem para a musica ambiente, a cenografia das vitrines e a equipe de vendas, composta por um público formador de opinião.
A receita deu certo e, a partir do ano que vem , a grife contara com cinco lojas proprias no eixo, Curitiba, São Paulo,Rio de Janeiro, Minas Gerais e Brasilia.
A Grife Boutique da Moda cresce, ganhando reconhecimento nacional e internacional.