domingo, 31 de agosto de 2014

Feira Estadual de Ciência e Tecnologia revela premiados


PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 29.08.14: Cerimônia de premiação da 8ª Feira Estadual de Ciência e Tecnologia da Educação Profissional. Foto: Alina Souza/Palácio Piratini
Cerimônia de encerramento consagrou os trabalhos vencedores, em que os primeiros colocados de cada eixo já estão com uma vaga para a Mostra Internacional de Educação Profissional - Foto: Alina Souza -
Após três dias de intensa atividade, chegou ao fim nesta sexta-feira (29) a 8ª edição da Feira Estadual de Ciência e Tecnologia da Educação Profissional, Ensino Médio Politécnico e Curso Normal (Fecitep), realizada na Casa do Gaúcho, em Porto Alegre. A Fecitep trouxe para a Capital mais de 200 alunos expositores e 70 professores orientadores que apresentaram 101 trabalhos de pesquisa, divididos em 14 eixos tecnológicos, que foram selecionados pelos sete núcleos de Educação Profissional do interior do Estado e pelas escolas do de Educação Profissional do Senai e Senac.

Estado renova contratos com hospitais de Canguçu e Morro Redondo


A secretária estadual da Saúde, Sandra Fagundes, completou nesta sexta-feira (29) agenda pela região Sul do Estado, onde assinou as renovações dos contratos de prestação de serviços pelo SUS com hospitais de Canguçu e Morro Redondo.
Com 124 leitos, sendo 106 destinados ao SUS, o Hospital de Caridade de Canguçu assinou contrato de R$ 8,9 milhões anuais. Além desse montante, estão em negociação aditivos que farão com que os repasses cheguem a R$ 12 milhões ao ano. Pelo contrato, serão prestados, anualmente, 19 mil atendimentos de urgência, 1,1 mil consultas médicas, 1,4 mil exames de tomografia, 10 mil procedimentos de fisioterapia, 3 mil mamografias bilaterais, entre outros.
Em Morro Redondo, município localizado a 35 quilômetrosde Pelotas, o Hospital Dr. Ernesto Maurício Ardnt terá repasses anuais de R$ 446 mil. Com 30 leitos, sendo 27 deles SUS, serão prestados no local 2,8 mil atendimentos de urgência, atendimentos clínicos em clínica geral, obstetrícia e pediátrico, atendimentos cirúrgicos em cirurgia geral o obstetrícia, entre outros.

O Zambiapunga, manifestação folclórica baiana, é o tema do Visceral Brasil deste sábado


O programa Visceral Brasil deste sábado (30), às 22h, na TVE, apresenta o episódio "Pelas almas de bem", enfocando o grupo Zambiapunga. O cortejo de homens mascarados sai tradicionalmente na madrugada da véspera de finados, em Nilo Peçanha (BA), dançando e acordando a população com tambores, cuícas, búzios gigantes e enxadas. Essa é uma das mais tradicionais manifestações folclóricas da Bahia.
O seriado Visceral Brasil apresenta 13 episódios sobre a música de raiz brasileira com grandes mestres, que conseguiram extrapolar o nicho da música regional e se tornaram referência para a MPB. A produção é da Plural Filmes, em parceria com a Joner Produções, e tem direção de Márcia Paraíso e curadoria de Carla Joner.
No próximo sábado, 6.9, às 22h, o programa enfoca os índios Suruí Paiter, no episódio “Gente de Verdade”

Senar-RS comemora 20 anos com lançamento de relatório de atividades


Relatório anual do Senar também resgata os destaques de vinte anos de atividades
Relatório anual do Senar também resgata os destaques de vinte anos de atividades - Foto: Luis Francisco Silva/Palácio Piratini
O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-RS), lançou neste domingo (31), durante a 37ª Expointer, seu Relatório Anual de Atividades referente a 2013. O documento registra a participação da instituição em diversas ações de crescimento e qualificação de produtores rurais, conquistadas por meio de parcerias com sindicatos rurais, sindicatos de trabalhadores rurais ou empresas privadas.
Gilmar Tietböhl, superintendente do Senar-RS, explica que nos últimos vinte anos a entidade atingiu mais de 940 mil produtores e trabalhadores rurais por meio de cursos de formação profissional. "Nossa missão, resgatada neste relatório, comprova nosso compromisso de levar capacitação e qualidade de vida ao produtor rural", afirmou.
O documento traz ainda relatos de dirigentes que colaboraram com a construção da história da instituição neste período. Conforme o presidente do Conselho Administrativo do Senar-RS, Carlos Sperotto, o relatório registra a participação de homens e mulheres que, motivados por cursos ou ações do Senar, promoveram mudanças econômicas e sociais em suas vidas.
Áreas de cursos mais procurados:
- Trabalhador na bovinicultura de leite. Cerca de oito mil eventos, com a participação de 121 mil pessoas.
- Trabalhador na administração de propriedades em regime familiar. Mais de três mil eventos, com a participação de 54 mil pessoas.
- Trabalhador na olericultura Básica (produção de hortaliças, construção de estufas, compostagem e outras). Quase quatro mil eventos, com participação de mais de 53 mil pessoas.
A versão digital do relatório está disponivel em http://old.senar-rs.com.br/relatorio2013/
Texto: Carlos Matsubara/Especial Expointer

[LIESF] Dascuia lança concurso de samba-enredo‏

A escola de samba Dascuia, a caçula do Grupo Especial, divulgou nesta quarta-feira (27) a justificativa, o tema, o enredo e o regulamento da disputa de samba-enredo para o carnaval 2015. A Verde e Rosa de Floripa virá com o tema: "Da água, da Terra, do Fogo e do Ar, Surge a Energia para a Vida, Eletrizando Essa Avenida a Dascuia Com Seu Samba Quer Contagiar".
As inscrições para a disputa de samba estão abertas até o dia 26 de setembro. Os compositores interessados deverão encaminhar a ficha de inscrição, a letra em A4 e o áudio em mp3 para o e-mail: concursosambaenredodascuia2015@hotmail.com.
A primeira fase do concurso será uma avaliação interna da Comissão de Carnaval da escola entre os dias 27 de setembro e 8 de outubro. A final, com 5 sambas, ocorre no dia 11 de outubro.
A premiação prevê o valor de R$ 5.500,00 para o campeão, de R$ 1.000,00 para o segundo lugar e de R$ 500,00 para o terceiro colocado. 
Mais informações abaixo:
DA ÁGUA, DA TERRA, DO FOGO E DO AR, SURGE A ENERGIA PARA A VIDA, ELETRIZANDO ESSA AVENIDA A DASCUIA COM SEU SAMBA QUER CONTAGIAR 
Enredo G.R.C.E.S. DASCUIA 2015
Carnavalesco: Layone Ventura
Pesquisa de Texto: Regiani Guarnieri e Tânia Brusque Crocetta
JUSTIFICATIVA 
A Dascuia vem apresentar a “Energia para a Vida” e contar uma história que brilha e reluz, do real ao encantado em muitas vertentes da ciência e da magia. Da escuridão da eterna galáxia distante, emergiu a grande explosão: o Big Bang. 
A origem de todo o Universo se fez e continua em constante expansão. Entre todas as galáxias, nasce a via láctea com seus planetas e estrelas, que como a Dascuia, com a força do seu samba, quer emanar o incrível encanto da energia e em cada elemento ela move formas de vida: da água, da terra, do fogo e do ar. 
Porém a natureza que parecia inquebrantável está sofrendo com a poluição, então temos que reciclar para renovar. Grandes forças vão irromper essa avenida com a garra de sua comunidade, energia é o que não faltará.
SINOPSE
Nasce uma luz na escuridão para brilhar com grande fulgor, vislumbrando sonho e realidade na arte de fantasiar e viajar pelas fases da criação. De prosa em poesia com grande energia vem a vida inspirar, a Dascuia a traçar um enredo com poder de acender e contagiar.
Em uma nova explosão como se fosse o “Big Bang”, mas agora de alegria, recriando um universo com seus elementos associados aos estados da matéria, a água líquido, a terra sólido, o ar gasoso e o fogo é representado pelo plasma que não é matéria, é energia! E na formação das galáxias, fulgura a via láctea, os planetas e as estrelas, repleto de magia no espaço sideral. 
Desta expansão da energia cósmica divina se irradiam as divinas nebulosas, brilhantes e difusas que circulam pela esfera celestial. Num universo paralelo, através dos tempos criou-se a matéria, átomo por átomo. Sua combinação dá origem a tudo no cosmo. 
Grandes forças eletromagnéticas e gravitacionais movimentam o núcleo central do planeta e separam a terra da água. Existência de figuras antagônicas e ao mesmo tempo complementares como o positivo e o negativo, são as duas forças fundamentais que expõem a dualidade de tudo que existe no universo. Integrados e em transformação mútua, num movimento contínuo, representam a interação destas forças opostas: o claro e o escuro, o amor e o ódio, o dia e a noite, o quente e o frio, o bem e o mal, o princípio e o fim.
Tudo emana poderosa liberação de energia da “Mãe Natureza”, que dá origem a terra. Desdobra, cresce, evolui, se renova e em cada elemento a energia move formas de vida: da água, da terra, do fogo e do ar.
Da água recebemos dádiva divina que mata nossa sede, que banha o corpo, que lava a alma. Fornece alimento com seus peixes e a facilidade com transportes ligando terras distantes. E quando o homem, além de explorar sua energia natural, descobriu sua força e fez dela geradora de energia, primeiro ela movia os moinhos que alimentavam as plantações, criou depois as incríveis hidrelétricas, tradução fascinante da força do homem em conjunção com as águas dos poderosos rios com suas vazantes, sendo assim um dos pilares que trás energia para a vida transformada em eletricidade. E da imensidão do mar além de todos os seus benefícios com os avanços das ciências, o vigor das marés também geram nova e incrível forma límpida de energia a maremotriz.
Da terra vem a representação da sustentabilidade da vida humana, onde o homem perpetua sua espécie juntamente com a fauna e a flora. Plantas nascem, dão frutos e alimentam a todos, dádiva generosa como um presente divino. 
Das profundezas da terra, com material de suas entranhas, transformado por milhões de anos, encontramos a energia extraída do óleo da pedra, pedra e óleo, o petróleo: o óleo negro, que quando destilado a diferentes temperaturas gera novos produtos. É como o carnaval, são diferentes cores, com diferentes intensidades e o envolvimento pleno de samba e fantasia.
A Mãe Terra continua nos oferecendo sinais de transformação, onde encontramos outra forma de energia em rocha: o carvão. Fonte geradora de energia em forma de calor, mas também de emissores tóxicos. Um exemplo de que mesmo uma grande energia, sem controle pode ser destruidora. O homem tem aprendido com seus erros e suas descobertas as consequências de suas decisões.
E na superfície da terra o cultivo de alimento, que o homem usou também para gerar novas fontes de energia como da cana-de-açúcar, do arroz, da beterraba: é a biomassa e o álcool. Os restos são aproveitados, como a casca de arroz, o bagaço da cana, que virou a bioenergia. Com a decomposição dos restos orgânicos obtemos o biogás. Estas são fontes de energia renovável, que não contribuem para o aquecimento global. 
Do fogo que aquece e que transforma o alimento, que libera energia, que no princípio se deu em uma intensa radiação eletromagnética na atmosfera gerando raios e relâmpagos durante a trovoada, esta explosão de energia concentrada ilumina o céu e risca o chão gerando o fogo, e depois pedra com pedra ou madeira com madeira, acende luz na escuridão, afasta predadores, protege, mas também pode matar, incendiar e destruir. 
Outra fonte de calor vem do Sol, poderoso astro-rei, brilhante, fonte inesgotável gerando pura energia solar. Não é por acaso que todos os planetas giram a sua volta, numa dança contínua de subserviência. A energia limpa é também um importante fator para se garantir o desenvolvimento sustentável do planeta. 
Do ar vem este fluído que envolve a terra com seu oxigênio que completa a essência para a vida. Pode ser uma brisa gostosa e meiga ou num horizonte imenso, um ciclone destruidor. Demonstração de que sua inegável força gira as pás das hélices de gigantescos cata-ventos, nos campos de eólicas, fonte de energia limpa. 
Isso nos impulsiona a parar e pensar para onde caminha a humanidade, pois onde não há luz, as trevas dominam e o medo se instala. A poluição é a degradação e contaminação do meio ambiente. É a representação da própria inexistência da vida, perceptível na exiguidade da existência humana diante das forças da natureza, na ausência de amor, na distância da alegria e na escassez da liberdade.
A urgência do momento é reciclar, reduzir e reutilizar para a vida perpetuar, cuidar principalmente das nossas riquezas naturais e o ciclo de funcionamento do ecossistema. Tratando a ecologia como um dos pilares entre ser humano e o meio ambiente, fundamental e inseparável, interligando e garantindo com isso este melhor relacionamento, procurando soluções para evitar desequilíbrios.
E por falar no equilíbrio encontramos os centros energéticos vitais, apesar de invisíveis, são conhecidos há milhões de anos como chackras em sânscrito. São portais multidimensionais e servem como centro de força na rede de comunicação entre o corpo físico e o corpo etéreo, circulando pela coluna vertebral ativando o cérebro e o sistema nervoso, onde o impulso originário dos corpos sutis manifesta-se em ação nos sentimentos mais profundos dos seres.
Ah e o amor... O amor é energia livre, com incrível força incondicional, é a própria existência, é a vida. Esse amor vem como matar a sede, inspirar ar puro, brincar com o fogo e semear a terra. A vida flui com a expressão do divino em nós. O amor nos aproxima da perfeição, porque ele é a mais pura manifestação dessa energia divina.
Para espantar o negativo e transcender ao positivo, vamos para a festa do samba, que vai acender o lume de uma nova era. Onde o tom das notas dessa escala será reciclar e respeitar, como a força que reluz de seu pavilhão, que pulsa na batida do surdo dentro dos corações em verde e rosa nessa passarela, com o espírito do carnaval que é de alegria em festa. Radiante de energia do som dos tambores que vibram na intensidade da mistura de tons e sons que emocionam com as cores dessa aquarela.
Em meio a tanta festa, vestindo a fantasia, celebrando a luz dessa magia, o carnaval glorioso combustível dos sambistas, retumbando nos batuques em alegria, energia do carnaval com incrível amor para a vida. 
CONCURSO SAMBA ENREDO CARNAVAL 2015

PROCESSO DE ESCOLHA DO SAMBA-ENREDO - CARNAVAL 2015

REGRAS PARA OS COMPOSITORES INTERESSADOS
01 – O GRCES Dascuia estipula, para os interessados em compor o samba-enredo do carnaval 2015 da Escola, as regras abaixo delineadas:
02 - Uma vez inscritos de acordo com os requisitos expostos no anexo, os compositores declaram que estão cedendo ao Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba Dascuia as suas obras, as quais poderão ser modificadas pela Comissão de Carnaval da Escola que, baseada nas observações técnicas da Comissão de Carnaval GRCES Dascuia, poderá reformular a letra e a melodia das obras, visando aperfeiçoá-las, juntamente com os autores da obra escolhida, assim como a utilização de parte do samba caso haja a necessidade de junção, os quais deverão ser mesclados visando à obtenção da versão oficial;
03 – O GRCES Dascuia ficará isento do pagamento de direitos autorais a qualquer dos compositores que lhe ceder a sua obra, na qual os compositores se comprometem com o Termo de Cessão dos Direitos Autorais com firma reconhecida em cartório;
04 – Os compositores interessados deverão retirar o material necessário para a inscrição no processo de escolha do samba-enredo a partir de 26 de agosto de 2014, com divulgação nos meios de comunicação ou através do site do GRCES Dascuia.
05 – O material mencionado no item acima será composto de: sinopse do enredo, regulamento do processo de escolha do samba-enredo 2015, termo de responsabilidade com ficha de inscrição, samba-enredo em áudio mp3, letra escrita com os dados dos compositores, conforme item 08 deste; 
06 – Nos dias 26 de agosto e 09 de setembro de 2014, às 19h30min , o carnavalesco da Escola, Layone Ventura (e-mail:layoneventura@hotmail.com)e o autor do enredo, “Energia para a vida” Regiani Guarnieri (e-mail: regianig1@gmail.com), proferirão a palavra através dos e-mails, com o objetivo de fornecer os subsídios do enredo e esclarecer dúvidas sobre o mesmo aos compositores interessados.
07 – Os compositores interessados terão até o dia 26/09/2014 para entregarem via e-mail, os sambas em mp3, cujo conteúdo da primeira faixa estará obrigatoriamente restrito a voz e corda, será permitido uma segunda faixa opcional com a inclusão de instrumentos de percussão e demais arranjos na gravação.
08 – Os compositores interessados deverão entregar além do mp3, letra escrita num papel de folha “A 4”, juntamente com a ficha de inscrição, termo de responsabilidade, termo de cessão dos direitos autorais (com firma reconhecida) devidamente preenchidos e assinados pelos autores juntamente com cópia do RG e do CPF com firma reconhecida. Todos os documentos escaneados.
09 – A Comissão de carnaval do GRCES Dascuia será a única encarregada de receber as composições. Os sambas-enredos deverão ser inéditos (melodia e letras completos), todos recebidos via e-mail: concursosambaenredodascuia2015@hotmail.com , devendo o referido representante guardar sigilo acerca dos autores de todos os sambas-enredos;
10 – Em uma primeira fase eliminatória que será realizada entre os dias 27 de setembro a 8 de outubro de 2014, a Comissão de carnaval do GRCES Dascuia, será juntamente com os profissionais de sua confiança, indeferindo os intérpretes da Agremiação na avaliação dos sambas (cujos autores serão desconhecidos, conforme item 9), na qual avaliará quais sambas se enquadram e poderão participar das eliminatórias do samba-enredo, este processo terá sua divulgação através dos meios de comunicação ou site da escola. 
11 – A final da escolha do samba-enredo será no dia 11 de outubro de 2014 com os 05 (cinco) sambas concorrentes que se classificaram nas eliminatórias;
12 – A Comissão de carnaval do GRCES Dascuia reserva-se, ainda, no direito de fazer junções dos sambas escolhidos, visando aprimorar a versão final do samba-enredo para o carnaval 2015;
13– A Escola disponibilizará a premiação ao samba oficial, a quantia de R$5.500,00 (Cinco mil e quinhentos reais) para o primeiro colocado, o segundo colocado a quantia de R$1.000,00 (Hum mil reais) e o terceiro colocado a quantia de R$500,00 (Quinhentos reais) importe estes quando houver o repasse das verbas dos órgãos públicos para o Carnaval de 2015.
14 – Os casos omissos deverão ser resolvidos pela Comissão de carnaval do GRCES Dascuia; 
Florianópolis, 26 de agosto de 2014.
Diretoria Executiva GRCES DASCUIA
FICHA DE INSCRIÇÃO INDIVIDUAL
Nome Completo:_____________________________________________________________
CI:_________________________________ CPF:___________________________________
Data Nascimento:____/_______/__________ Telefone(s):______ _____________________
Endereço:____________________________________________Cidade:__________________
CEP:________________________ Email:___________________________________________
Profissão:_________________________ Hobby:_____________________________________
Já compôs samba-enredo:__________ Que ano:____________ Onde:____________________
TERMO DE RESPONSABILIDADE
Declaro ter lido e compreendido o integralmente o Regulamento do Concurso e aceito os termos nele estabelecidos. Declaro que os dados da ficha de inscrição foram por mim fornecidos e conferidos e assumo total responsabilidade sobre a veracidade dos mesmos. Declaro que disputo este concurso por livre e espontânea vontade, apresentando obra inédita no concurso de samba-enredo do GRCES Dascuia isentando a entidade de qualquer responsabilidade perante aos organizadores do evento. Assumo as despesas necessárias ou provenientes da minha participação no concurso de samba-enredo para o carnaval de 2015.
Assinatura do Compositor:__________________________________________________
Assinatura do Responsável:__________________________________________________
Observação: Anexar a este documento copias da Carteira de Identidade e CPF.
Florianópolis, 26 de agosto de 2014.
A Comissão de Carnaval 2015
TERMO DE CESSÃO DE DIREITOS AUTORAIS E AUTORIZAÇÃO PARA EXECUÇÃO
Pelo presente termo, informamos que a Letra do Samba-enredo Carnaval 2015 “DA ÁGUA, DA TERRA, DO FOGO E DO AR, SURGE A ENERGIA PARA A VIDA, ELETRIZANDO ESSA AVENIDA A DASCUIA COM SEU SAMBA QUER CONTAGIAR” pesquisado e escrito por Regiani Guarnieri e Tânia Brusque Crocetta são de direitos autorais e de uso exclusivo do Grêmio Recreativo Escola de Samba Dascuia, a publicar no site do estabelecimento divulgação e imagens sob a responsabilidade da Escola em caráter definitivo, os direitos de divulgação no referido site exclusivamente para fins carnavalescos.
Por ser verdade, firmo o presente e dou fé.
Florianópolis, 26 de agosto de 2014.
Altamiro José dos Anjos Júnior
Presidente GRCES Dascuia 
Observação: Reconhecer firma em cartório.


--

CPI do Metrô pode eleger presidente na terça

Da Redação

Primeira reunião, no início de agosto, teve embate entre governo e oposição
A CPI do Metrô pode definir em reunião na terça-feira (2) os nomes do presidente e vice-presidente da comissão. A CPI, criada em maio depois de controvérsia envolvendo as CPIs da Petrobras, deverá investigar denúncias de formação de cartel, corrupção e outros ilícitos em contratos, licitações, execução de obras e manutenção de linhas de trens e metrôs em São Paulo e no Distrito Federal, com o uso de recursos federais.
A reunião de instalação da comissão, realizada em 6 de agosto, foi marcada por embate entre governistas e representantes da oposição, que debateram questões regimentais.
A ausência do senador João Alberto Souza (MA), indicado pelo PMDB para presidir a CPI, causou o adiamento da reunião e protestos da oposição, que tentou lançar o deputado Fernando Francischini (SD-PR) como candidato a presidente.
Tradicionalmente os partidos com as maiores bancadas no Congresso indicam o presidente e o relator das CPIs. O deputado Renato Simões (PT-SP) deve ser o relator da CPI do Metrô.
A comissão mista é composta por 13 senadores e 14 deputados, a maioria do bloco de apoio ao governo federal. O prazo previsto para a conclusão das investigações é de 120 dias.
A reunião começa às 14h, na sala 19 da ala Alexandre Costa.
Agência Senado

BRDE inaugura estande e abre suas portas na Expointer 2014


Governador inaugura a quadra da irrigação do SIMERS
Governador inaugura a quadra da irrigação do SIMERS - Foto: Assessoria de imprensa BRDE
O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) conta com duas estruturas de atendimento na Expointer 2014. Além da Casa do BRDE, localizada junto à praça central do parque de exposições, este ano a instituição novamente disponibilizou um estande na quadra de irrigação no Sindicato de Indústrias de Máquinas e Implementos Agrícolas do Rio Grande do Sul (SIMERS), intensificando, assim, a presença dos técnicos durante os sete dias da maior feira agropecuária da América Latina. A Expointer abriu seus portões no sábado pela manhã, com a presença do Governador do Estado, lideranças e, ainda, dos diretores representantes do BRDE no Rio Grande do Sul, Carlos Henrique Horn e José Hermeto Hoffmann.
A equipe de técnicos da gerência de planejamento do BRDE ficará a postos para prestar atendimento aos visitantes e clientes durante toda a realização da feira. Neste ano, uma das novidades apresentadas pelo BRDE trata-se da "proposta diferenciada", destinada a todas solicitações de financiamentos feitas na Expointer. Os clientes que apresentarem documentação completa para o banco, em até 60 dias após o término da feira, receberão a resposta rápida de crédito – no valor até R$ 900 mil - em até 29 dias. Acima deste valor, em até 59 dias. O gerente de planejamento do BRDE, Alexander Leitzke, explica que os pedidos, no entanto, irão passar por uma análise expressa. “Com esses novos procedimentos, estimamos reduzir em cerca de um terço o tempo de resposta ao cliente”, destaca.
Durante a feira, o BRDE irá apostar em três linhas de financiamento. A primeira é a de armazenagem, com taxas de 4% ano ano, seguido pela de irrigação, também com taxas de 4% ao ano e, também, máquinas e equipamentos agrícolas (FINAME PSI), com taxas a partir de 4,5% ao ano. “Nossa expectativa é de alcançar o mesmo valor do ano passado em solicitações de financiamentos, onde alcançamos o recorde de R$ 706 milhões”, afirma Alexander.
Nandressa Tomazetti Cattani / Assessoria de Imprensa BRDE1

Londrina pra frente Agência vai fiscalizar serviços públicos


Objetivos são garantir transparência, afastar chance de irregularidades, implantar eficiência e rapidez nos serviços prestados à população. A agência ainda terá uma ouvidoria


O prefeito Alexandre Kireeff  encaminhou  à Câmara de Vereadores projeto de lei que institui a Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos de Londrina (Arselon).  A agência será uma autarquia com regime especial, personalidade jurídica própria e autonomia patrimonial, administrativa e financeira. Alguns cuidados regem o seu funcionamento, para garantir a independência do órgão. Os diretores terão de ser sabatinados e seus nomes aprovados pela Câmara de Vereadores – observa o prefeito Kireeff. O regulamento estabelece que o início do mandato da Diretoria não pode coincidir com o mandato dos prefeitos, uma forma de deixar o órgão distante de influências políticas. Os diretores, após deixarem suas funções na Arselon terão de observar um período de seis meses antes de iniciar atividades em empresas que tenham realizado trabalhos na administração ou algum contrato com a Arselon. Esse período de “quarentena” não será remunerado. Com esse critério,  ex-diretores da Arselon ficam impedidos, por seis meses, de trabalhar em empresas que tenham sido objeto de fiscalização.

A Arselon vai regular e fiscalizar as outorgas de serviços públicos delegados. Caberá ao novo órgão  - entre outras responsabilidades -  definir as diretrizes  para procedimentos de licitação e  plano de outorgas; elaborar  estudos  que definam os critérios para o cálculo, ajuste e revisão das tarifas dos serviços públicos sob sua regulação, bem como definir suas estruturas tarifárias, buscando sempre tarifas acessíveis (modicidade). A Arselon também firmará contratos de gestão com outros órgãos da administração direta e indireta contendo nesses contratos,  obrigatoriamente,  o seu prazo de duração; controle  e critérios de avaliação de desempenho direto, obrigações e responsabilidade dos dirigentes. Inclui ainda as formas de avaliação externa e interna de qualidade e de produtividade dos serviços prestados.  À Arselon também é atribuída a responsabilidade de solucionar os conflitos de interesse no limite de suas atribuições, relativos a serviços públicos sob sua regulação.

A gestão Kireeff quer afastar de vez por todas as chances de irregularidades e desvios na administração. A Arselon será uma arma nesse sentido. Com prazo de duração indeterminado, competirá à Arselon, o exercício do poder regulatório  dos serviços públicos  delegados prestados no município. O novo órgão terá a responsabilidade do controle, normatização e  padronização dos serviços públicos – o abastecimento de água, por exemplo -, disposição de convênios e contrato ou ato administrativo do Município.

Entre os objetivos relacionados na justificativa para sua criação, a Arselon deve assegurar a prestação de serviços adequados, assim entendidos aqueles serviços que satisfazem as condições de regularidade, continuidade, eficiência, segurança, atualidade, generalidade, cortesia na sua prestação, e modicidade nas suas tarifas. Ainda entre os objetivos  a  nova instituição deve estimular a expansão  e a modernização  dos serviços delegados, para fins de buscar sua universalização e a melhoria dos padrões de qualidade, ressalvada a competência  do município, para definir as políticas; definir; garantir  a harmonia e a estabilidade no relacionamento  com outros órgãos e prestadores de serviços.

A Arselon, segundo o prefeito Kireeff, exercerá a sua ação em todo o município comprometendo-se a elaborar e aprovar o Plano de Outorgas dos serviços público.

Garotas quadrinistas têm encontro marcado com fãs na Bienal



Bianca Pinheiro e Fernanda Nia autografam juntas neste sábado (30), às 14h, no estande do Grupo Autêntica (J700) e participam de outras atividades da programação oficial da Bienal do Livro de São Paulo
Do mundo dos webcomics para o impresso. Bianca Pinheiro e Fernanda Nia são respectivamente as autoras dos álbuns BEAR e Como eu realmente..., que nasceram na internet como tirinhas periódicas, se transformaram em sucesso de público e acabaram sendo publicadas pela Editora Nemo.
As duas novas quadrinistas brasileiras marcam presença neste final de semana na Bienal em várias ocasiões. No sábado, às 14h, ambas autografam os lançamentos no estande do Grupo Autêntica (J700).
Elas também participam da programação oficial da Bienal. No sábado, às 12h, Bianca Pinheiro participa da Criação Ilustrada, no Espaço Imaginário. No mesmo local e dia, às 16h, é a vez de Fernanda Nia interagir com o público. As duas retornam ao evento no domingo (31), para participarem juntas do Fala sério! #sqn > meninas nos quadrinhos, às 16h, também no Espaço Imaginário.

BEAR: Volume 1

BEAR: Volume 1_Página 03
BEAR: Volume 1, de Bianca Pinheiro, narra a trajetória da pequena Raven que, em busca de seus pais e de sua casa, encontra em uma caverna seu grande companheiro de jornada: Dimas, um urso rabugento, mas de bom coração.
Empolgada na perseguição de uma linda borboleta, a garotinha acaba se perdendo dos pais e vai parar em uma floresta. Sem saber o caminho de volta para casa, depara-se com um urso pançudo de cor marrom meio alaranjada que topa ajudá-la na empreitada.
Raven é uma criança muito especial, que se expressa por meio de desenhos cheios de vida e magia. São eles que ajudam os dois a enfrentarem juntos muitas aventuras na cidade das charadas. Os amigos vão buscar a oráculo, tentam sair da cidade, são presos e falam até com o rei para tentar resolver o enigma do portão de saída. Ao final deste primeiro volume de aventuras, a menina é presenteada com uma surpresa, mas sua jornada não acaba por aí.
Segundo Bianca Pinheiro, a história de BEAR é muito mais sobre a relação de amizade desses novos companheiros e de como eles vão se aproximar, do que sobre o objetivo final. ”Esse primeiro volume serve para apresentar alguns dos personagens e mostrar para você uma prévia de como será essa aventura. Ora, Dimas e Raven não param quietos! E nem é culpa deles!”
Com uma linguagem descontraída e desenhos alegres, essa nova HQ irá fisgar crianças, adolescentes e adultos para um mundo da imaginação muito mais verossímil do que se pode imaginar.
Clique aqui para download da capa e páginas iniciais de BEAR em alta resolução.
Bianca PinheiroSobre a autora - Bianca Pinheiro nasceu no Rio de Janeiro, mas mora em Curitiba. Desde criança é apaixonada por quadrinhos. Tem 26 anos, é formada em Artes Gráficas pela UTFPR com pós-graduação em Histórias em Quadrinhos pela faculdade Opet. Ilustradora e quadrinista, a autora tem uma forte atuação na internet, onde publica, entre outros trabalhos, BEAR, um webcomic atualizado todas as terças-feiras.

TítuloBEAR: Volume 1
Autora: Bianca Pinheiro
Número de páginas: 64
Formato: 20 x 32 cm
Preço: R$ 34,00
ISBN: 978-85-82861-07-3

Como eu realmente...

Como eu relamente: Página 03
O álbum Como eu realmente..., de Fernanda Nia, traz a história de Niazinha, uma garota apaixonada por bolinhos e “fofurinhas”, que desenvolveu uma imaginação exagerada para compensar todas as situações constrangedoras ou socialmente estranhas pelas quais passa, um mundo mágico e irresistível.
As histórias são um passeio pelo lado “meio esquisito” da nossa imaginação, por causa dos exageros de Niazinha para combater a constante quebra de expectativas ao seu redor. “As histórias brincam bastante com a dicotomia entre como alguma coisa deveria ser e como ela realmente acontece”, conta Fernanda Nia. “Grande parte das tirinhas se passam na imaginação dela ou de outras pessoas, como os seus colegas”, explica.
Com traçados bem femininos, Como eu realmente...é dividido em cinco partes, seguindo diferentes temas do cotidiano de Niazinha e seus amigos, como sua gata Srta. Garrinhas, que possui planos secretos para dominar a humanidade. Estão incluídas no álbum tirinhas exclusivas e surpresas para os leitores, além de algumas das melhores histórias veiculadas no site com arte revisada e reeditada.
O site Como eu realmente... nasceu em 2011 para atender à necessidade de Fernanda Nia em extravasar seus pensamentos. “Estava no último ano de faculdade e sentia que precisava colocar para fora as minhas ideias e piadinhas bobas e ilustrações fofinhas para compartilhar isso na internet”, diz Nia que teve a ideia durante um banho e conta essa história no quadrinho.
 “Como eu realmente... é bem pessoal, como se o álbum estivesse conversando com o seu leitor”, explica a quadrinista.
Clique aqui para download da capa e páginas iniciais de Como eu realmente em alta resolução.
Fernanda NiaSobre a autora – Fernanda Nia tem 23 anos, mora no Rio de Janeiro e se formou em Publicidade e Propaganda pela ESPM. No último período da faculdade, criou o site de tirinhas Como eu realmente como forma de extravasar a sua criatividade. Por causa da boa recepção do público, mantém até hoje o portal com o compromisso de postar duas tirinhas inéditas por semana. A autora também trabalha como freelancer nas áreas de Comunicação, Design e Ilustração.
TítuloComo eu realmente... Autora: Fernanda Nia
Número de páginas: 80
Formato: 17 x 24 cm
Preço: R$ 29,90
ISBN: 978-85-8286-105-9
Sessão de autógrafos com Bianca Pinheiro e Fernanda Nia na Bienal
Data: sábado, 30 de agosto de 2014, às 14h
Local: Estande do Grupo Autêntica (J700)

Destaques da Art Mundi 2014‏

[LIESF] Primeira reunião da CPC do Acesso‏

A Liesf inova mais uma vez e antecipa a formatação da Comissão Permanente do Carnaval e suas deliberações. A primeira reunião da CPC do Grupo de Acesso ocorreu na sede da Liga nesta quarta-feira (27) para tratar do desfile 2015. Fato este histórico por estarmos há mais de 6 meses do carnaval.
Estiveram presentes membros de cinco das seis escolas do Acesso e representantes legais das agremiações na comissão: Otávio José de Oliveira Neto (Palhoça Terra Querida), Márcio Schutz (Nação Guarani)m Mário Henrique Dias (Império Vermelho e Branco), Marcelo Laurindo (Acadêmicos do Sul da Ilha) e Wilson Ricardo Losso (Futsamba Josefense). A ausência foi a escola Amigos do Caramuru.
Nesta quinta-feira (28), na sede da Liesf, ocorre a primeira reunião da Comissão Permanente do Carnaval do Grupo Especial. O encontro será às 19h.
O que é a CPC
É o órgão responsável pelo disciplinamento do carnaval. É ela quem define o regulamento com as escolas de samba e a Liga. Da CPC saem as normativas para o desfile, o que pode e não pode, além das penalidades. é na Comissão Permanente do Carnaval que se estabelece também o calendário de ensaios técnicos.


--

Público da Expointer prova e aprova sorvete de erva-mate


O sorvete de erva-mate é distribuído no Pavilhão Internacional
O sorvete de erva-mate é distribuído no Pavilhão Internacional - Foto: Luis Francisco Silva/Palácio Piratini
Muitas são as receitas que aguçam o paladar dos visitantes da 37ª Expointer. Mas um ingrediente bem conhecido dos gaúchos ganhou uma finalidade diferente e vem surpreendendo o público: a erva-mate. Além de presente no preparo da bebida mais tradicional do gaúcho, a erva-mate também se transformou em sorvete artesanal italiano. O produto é divulgado e distribuído para degustação no Pavilhão Internacional.
A iniciativa foi possível graças a um projeto coordenado por representantes dos sorveteiros de Longarone e do consulado italiano no Brasil, e é uma das atividades que a Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Agronegócio, por meio da Câmara Setorial da Erva-mate e Fundomate, está coordenando durante o evento. Longarone é um município da província italiana de Belluno mundialmente conhecido pela qualidade de seus sorvetes.
Os visitantes da 37ª Expointer estão sendo os primeiros a degustar o sorvete, que vem conquistando aprovação. No sábado, primeiro dia de Expointer, o sabor foi o primeiro a terminar em meio a vários outros mais tradicionais que também estão sendo distribuídos.
Fábio Cunha, empresário, ficou sabendo da novidade e aprovou o sorvete. "Pedi pelo sabor de chimarrão por curiosidade, mas é realmente delicioso. Compraria este produto com certeza". Wagner da Silva, técnico em eletroeletrônica, admitiu não gostar de chimarrão, mas se agradou do sabor como sorvete. "Parece muito com chimarrão, mas é ainda melhor. No verão, isso iria bombar."
De acordo com o secretário executivo do Fundomate e engenheiro agrônomo da Emater, Valdir Pedro Zonin, "esta é uma oportunidade ímpar para expandir e melhorar o preço da erva-mate para o produtor rural". O sorvete italiano de erva-mate será distribuído para degustação até a próxima sexta-feira (05), quando ocorre o seu lançamento oficial, às 18h30, na Casa da Gastronomia. No sábado (06), às 10h, será realizada a inscrição dos futuros investidores. Segundo Zonin, há mais de vinte investidores gaúchos interessados. Se o número se confirmar, será possível realizar o primeiro curso para que o produto possa, futuramente, ser produzido e comercializado no Brasil.
Texto: Lisiane Machado/Especial Expointer

Embrapa promove palestras e minicursos na Expointer


Palestra
Palestra "Boas práticas de fabricação no processamento de alimentos" foi a primeira realizada pela Embrapa neste domingo - Foto: Elizabete Antunes
A partir de domingo (31), a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) está promovendo uma série de palestras e minicursos abertas ao público da feira. A primeira ocorre neste domingo, 31, às 14h, cujo tema é “Boas práticas de fabricação no processamento de alimentos”. O pesquisador André Dutra falará sobre os requisitos de higiene para a produção de alimentos, com foco em agroindústrias rurais familiares. Todas as palestras serão realizadas no auditório da Casa da Embrapa na Expointer.
Mais informações sobre a participação da Embrapa na feira podem ser acessadas no endereço: www.empraba.br/expointer-2014.
Na segunda-feira, dia com maior número de atividades na feira, haverá palestras sobre “Ameaças fitossanitárias à fruticultura e à viticultura de clima temperado”, às 14h; sobre “Sistema de plantio direto e a redução dos custos de produção”, às 16h; e sobre “Seleção genômica de touros Hereford e Braford”, às 18h. Na quinta-feira, às 10h, haverá uma atividade sobre “Desidratação de pimentas”. E na sexta e no sábado, palestras sobre “Rotulagem de alimentos embalados”, às 10h; e sobre a “Importância do Agritempo na minimização de riscos climáticos à agricultura”, às 15h.
Minicursos
Dentre os minicursos, haverá o de produção de geleias na segunda-feira, dia primeiro de setembro, às 15h, na Cozinha Experimental da Casa da Embrapa. Na atividade, com duração estimada de 2h30, a teoria será exposta pela pesquisadora Ana Cristina Krolow durante a realização prática do processamento. O diferencial da receita é o uso da pectina, um componente natural das frutas que reduz o tempo de fogo e dá mais qualidade ao produto. A receita também pode ser aplicada a outras frutas.
E na terça-feira, 02, das 14h às 16h, o curso “Aprenda a fazer pizza” vai ensinar o preparo dos sabores marguerita, mussarela de búfala e presunto e meredith, além de focaccias de azeitona e alecrim. Estão abertas 30 vagas, com inscrições gratuitas pelo e-mail trigo.eventos@embrapa.br ou pelo telefone (54) 3316-5851. A atividade será realizada pela pesquisadora Eliana Guarienti, também na Cozinha Experimental.
Para ver a programação completa das atividades da Embrapa, acesse: https://www.embrapa.br/expointer-2014/programacao-de-palestras
Texto: Francisco Lima / Assessoria de imprensa Empbrapa

1º Passeio de Mountain Bike de Dumont‏

[LIESF] Ruas da folia‏

Hoje a gente foge do contexto dos desfiles de escolas de samba e blocos. Voltamos às imagens que marcaram época nas ruas, no carnaval do bloco de sujos, nos arredores da Praça XV.
Na foto, três amigos sentam-se em um Fusca para descansar um pouco em meio à folia que invadia o Centro. Haja resistência do veículo para tanto peso...
Foto: Acervo/Liesf


--

Cine Humberto Mauro exibe trilogia da famosa trupe de comédia britânica MONTY PYTHON



Grupo questionava a ordem social, as instituições e as relações humanas com humor politicamente incorreto
Evento: Trilogia Monty Python
Data: 29 de agosto a 3 setembro de 2014
Local:Cine Humberto Mauro
Entrada gratuita – com retirada de ingressos 30 minutos antes do espetáculo
Informações para o público: (31) 3236-7400

A obra de um dos mais consagrados grupos de comédia mundial ganha mostra no Cine Humberto Mauro. Os filmes Monty Python em busca do Cálice Sagrado, A Vida de Brian e Monty Python - O sentido da vida vão ser exibidos em 18 sessões, entre os dias 29 de agosto e 3 de setembro próximo.

A mostra faz um recorte na obra da trupe de comédia britânica que inicialmente fez sucesso com o show Monty Python Flying Circus e depois se transformou em uma série para a TV. Na série, os membros Graham Chapman, John Cleese, Terry Gilliam, Eric Idle, Terry Jones e Michael Pain criavam sketchs com diversas situações absurdas. Rapidamente, o grupo tornou-se um fenômeno ganhando os palcos de teatro, a literatura, o rádio, e, é claro, os cinemas. No Cine Humberto Mauro, serão exibidos três dos seis filmes feitos pelos seis britânicos do Monty Python entre os anos de 1971 e 1989.

Um dos principais traços do grupo foi questionar a ordem social, as instituições e as relações humanas com um humor politicamente incorreto, recheado de nonsense e surrealismo. Essa combinação revolucionou a comédia mundial e sua influência pode ser percebida em diversos programas humorísticos nacionais e internacionais, entre eles, o brasileiro TV Pirata e os americanos Saturday Night Live, Os Simpsons e South Park. O impacto do grupo na comédia é frequentemente comparado pelos britânicos ao que os Beatles causaram na música.

De acordo com o Gerente de Cinema da Fundação Clóvis Salgado, Rafael Ciccarini, o grupo também representou uma inovação no Cinema. “Para além do sucesso na TV, os Python construíram uma obra paradigmática para o cinema ao unir de forma única o humor paródico, satírico e crítico à tradição burlesca, o que só se tornou possível pelo fato de que eram ótimos humoristas, atores e também diretores – principalmente Terry Jones e Terry Gilliam (esse último com uma interessantíssima carreira posterior)”, afirma Rafael Ciccarini.

Sinopses:
Monty Python em busca do cálice sagrado (Monty Python and the Holy Grail, de Terry Gilliam e Terry Jones, Reino Unido, 1975, 14 anos, 91’)
O Rei Arthur (Graham Chapman) está à procura de cavaleiros que possam acompanhá-lo em uma importante jornada: a busca do Santo Graal. Sir Lancelot, o Bravo (John Cleese); Sir Robin, o Não-tão-bravo-quanto-Sir Lancelot (Eric Idle); Sir Galahad, o Puro (Terry Jones) e outros cavaleiros se dispõem a participar da busca real. O longa satiriza diversos eventos históricos ocorridos na Idade Média.

A Vida de Brian (Life of Brian, de Terry Jones, Reino Unido, 1979, 14 anos, 94’)
Sátira irreverente sobre a visão de Hollywood em relação aos temas bíblicos e religiosos. Em 33 D.C. na Judéia, a sociedade sofre com a pobreza e a desordem. Brian Cohen (Graham Chapman) é um candidato a messias que se envolve em uma série de histórias hilárias, tornando-se cada vez mais importante entre todo o grupo.

Monty Python - O Sentido da Vida (The Meaningof Life, Terry Jones e Terry Gilliam, Reino Unido, 1983, 14 anos, 107’) 
O terceiro longa-metragem do grupo de humor Monty Python apresenta uma série de esquetes sobre os estágios da vida, do milagre do nascimento até a morte. A ironia, a crítica social e o bom humor, é claro, marcam presença em cada segmento do filme

LÍRICO NA CIDADE homenageia compositores operísticos dos séculos XIX e XX



Nomes como Giuseppe Verdi, Carlos Gomes e Pietro Mascagni integram a programação
Evento: Série Lírico na Cidade
Local: Fundação de Educação Artística – Rua Gonçalves Dias, 320, Funcionários –
Belo Horizonte
Data: 3 de setembro de 2014
Horário: 20h
Classificação: Livre
Entrada gratuita
Informações para o público: (31) 3236-7400
I

Com um programa voltado ao canto operístico, o Coral Lírico de Minas Gerais volta ao palco da Fundação de Educação Artística para mais uma apresentação da série Lírico na Cidade. No repertório, obras de compositores que fazem parte da literatura da ópera nos séculos XIX e XX. São eles os europeus Benjamin Britten, Pietro Mascagni, Giuseppe Verdi, Michel Tippett e o brasileiro Carlos Gomes. “A ópera é a mola propulsora desta temporada do Coral Lírico de Minas Gerais e é uma ótima oportunidade para evidenciar a diversidade de repertório que o grupo se propõe a fazer”, ressalta o regente do Coral Lírico de Minas Gerais, Lincoln Andrade.

A canção Rejoice in the Lamb, do inglês Benjamin Britten, dá início à apresentação do CLMG. A peça é uma cantata em oito movimentos para coro SATB – soprano, contralto, tenor, baixo – e órgão, composta por Britten em 1943. A obra foi inspirada no poema Jubilate Agno, de Christopher Smart, e fala sobre diferentes formas de adoração. “Os versos foram escritos enquanto Smart estava em um sanatório e retratam louvor e adoração a Deus por todos os seres e as coisas criadas, cada um à sua maneira”, aponta o maestro Lincoln Andrade. O poema, escrito enquanto Smart estava em um sanatório, descreve o louvor e adoração a Deus por todos os seres e as coisas criadas, cada um à sua maneira. Entre eles, os animais que dividiram o quarto com Smart no sanatório, as pedras, o vento e a natureza.

Em um segundo momento, o Coral Lírico interpreta trechos de óperas de grandes compositores europeus e brasileiro. O italiano Giuseppe Verdi vem representado com trecho da ópera Rigolleto, para coro masculino. Seguido pela composição Cavalleria Rusticana, do também italiano Pietro Mascagni, para coro feminino. O bloco termina com duas interpretações de obras do compositor brasileiro Carlos Gomes: Aspra, crudel terribile, terceiro ato de O Guarani e a composição iam Traditi si Amo perduti, ato IV de O Escravo.

Hino à Liberdade e luta contra o preconceito – Voltando às origens da música coral, o programa traz uma obra contemporânea que destaca a liberdade dos povos. A Child of Our Time é uma peça do compositor britânico Michael Tippett. O episódio, conhecido como a Noite dos Cristais – ocorrido na Segunda Guerra Mundial em que soldados nazistas perseguiram violentamente trabalhadores judeus, inspirou o compositor a escrever o oratório. “Essa peça de Tippett também contextualiza as experiências dos povos oprimidos e traz uma mensagem de compreensão e reconciliação”, destaca o maestro.

Tippet, que era judeu e homossexual, teve o cuidado de trabalhar o preconceito e a opressão de diversas formas em sua composição.  A peça interpretada pelo Coral Lírico, Five Negro Spirituals, inclui na composição da música coral a música folclórica cantada pelos escravos norte-americanos, os Spirituals, ao estabelecer um coro misto e quatro solistas a capella. Segundo Lincoln Andrade, a inspiração do compositor remete, principalmente, à fé a à liberdade daquele povo.

Outra curiosidade da composição é que Tippet deixou uma recomendação na partitura para que os Spirituals sejam interpretados por cantores integrantes de um grupo social minoritário. Para atender ao pedido, o Coral Lírico escalou os cantores Nabila Dandara (soprano), Enancy Gomes (alto), Carlos Átila (tenor) e Robson Lopes (baixo), todos negros, para interpretar os solos.

Coral Lírico de Minas Gerais – Criado em 1979, o Coral Lírico de Minas Gerais, corpo artístico da Fundação Clóvis Salgado, é um dos raros grupos corais que possui programação artística permanente e que interpreta um repertório diversificado, incluindo motetos, óperas, oratórios e concertos sinfônico-corais. Dentro das estratégias de difusão do canto lírico, o Coral Lírico desenvolve diversos projetos que incluem Concertos no Parque, Lírico na Cidade, Concertos Didáticos e participação nas temporadas de óperas realizadas pela Fundação Clóvis Salgado. O objetivo desse trabalho é fazer com que o público possa conhecer e fruir a música coral de qualidade, além de vivenciar o contato com os artistas.
Seu atual regente titular é o maestro Lincoln Andrade.

Lincoln Andrade – Lincoln Andrade possui doutorado em Regência pela Universityof Kansas (EUA), mestrado em Regência Coral pela University of Wyoming (EUA), onde também foi professor assistente e ministrou aulas de canto coral e regência coral. Premiado nos Estados Unidos e na Europa, foi diretor musical do grupo ‘Invoquei o Vocal’; maestro titular do Madrigal de Brasília e do Coral Brasília. Ainda na capital federal, foi professor e diretor da Escola de Música de Brasília. Regeu concertos na Alemanha, Argentina, Chile, Espanha, Estados Unidos, França, Grécia, Hungria, Paraguai, Polônia, Portugal e Turquia. Também é professor de regência e coordenador da Orquestra Sinfônica da Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).



  
PROGRAMA

Regência Lincoln Andrade


BENJAMIN BRITTEN
·         Rejoice in the Lamb, opus 30
Poema de Christopher Smart
o   Rejoice in God, o ye Tongues;
o   For I will Consider My cat Jeoffrey;
o   For the Mouse is a Creature of Great Personal Valour;
o   For the Flowers are Great Blessings;
o   For I am under the Same Accusation with my Saviour;
o   For H is a Spirit and Therefore He is God;
o   For the Instruments are by their Rhimes;
o   Hallelujah from the Heart of God.

GIUSEPPE VERDI
·         Trechos da ópera Rigolleto

PIETRO MASCAGNI
·         Trechos da ópera Cavaleria Rusticana

CARLOS GOMES
·         Siam Traditi si Amo perduti, da ópera Lo Schiavo
·         Aspra crudel, terribile, da ópera Il Guarani

MICHEL TIPPETT
·         Five Negro Spirituals, do oratório A Child of Our Time
o   Steal Away
o   Nobody Knows
o   Go Down, Moses
o   By and By
o   Deep River

Órgão: Wagner Sander e Lara Tanaka
Piano: Wagner Sander

Reajuste para servidores da Polícia Federal volta a análise em comissão mista

Da Redação

Em audiência no dia 6 de agosto, representantes da categoria criticaram o uso de medida provisória

A comissão mista destinada a dar parecer à Medida Provisória (MP) 650/2014 retoma, nesta terça-feira (2), o debate sobre a reestruturação das carreiras da Polícia Federal. A medida também prevê reajuste salarial para agentes, escrivães e papiloscopistas e determina que todos os cargos da carreira passem a ser de nível superior, além de tornar explícito que os concursos podem ser de provas ou de provas e títulos.
Foram apresentadas 42 emendas à matéria a ser relatada pelo senador José Pimentel (PT-CE). Delegados da Polícia Federal são contrários à reestruturação de carreiras por meio de medida provisória. O presidente da comissão, deputado Ronaldo Benedet (PMDB-SC), afirmou que esse impasse pode ser resolvido dentro da própria Polícia Federal.
Senadores e deputados discutiram o assunto em audiência pública no dia 6 de agosto com representantes do governo, de sindicatos e de associações.
A reunião será na sala 6 da ala Nilo Coelho, às 14h30. Depois de passar pela comissão mista, a MP 650/2014 deverá ser votada nos Plenários da Câmara dos Deputados e do Senado.
Agência Senado

Arimev realiza sessão na Casa do Veterinário

A Academia Rio-Grandense de Medicina Veterinária marcou presença na 37ª Expointer
A Academia Rio-Grandense de Medicina Veterinária marcou presença na 37ª Expointer - Foto: Pedro H. Tesch/Especial Expointer
Na tarde de sábado (30), a Academia Rio-Grandense de Medicina Veterinária (Arimev), realizou sessão plenária ordinária na Casa do Veterinário do Parque de Exposições Assis Brasil. Um dos temas tratados foi a possibilidade do aumento do número de integrantes da Arimev, entidade voltada para o estudo da deontologia, história e ciência veterinária. Atualmente, são 30 membros. "Estamos estudando a possibilidade de aumentar esse número para 40 integrantes", informou o vice-presidente da associação, Augusto Langeloh.
Caso o grupo decida pela ampliação do número de membros, será publicado edital com informações no site da academia para os interessados em participar da seleção. "Integram a Arimev profissionais que se destacaram nas suas áreas de atuação dentro da medicina veterinária", comentou Langeloh, explicando que a sessão plenária foi realizada na Expointer para homenagear a feira, "um evento grandioso, que reúne muitos profissionais do ramo da medicina veterinária e afins".
Texto: Greice Marin/Especial Expointer

Kürten prestigia lançamento do livro "Vozes do Paraná 6"

Bebel Ritzmann
Clique na imagem para fazer o Donwload...
O jornalista Aroldo Murá autografa o livro para Waldemir Kürten

Bebel Ritzmann
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Kürten e o presidente da UniBrasil, Clèmerson Merlin Clève

Bebel Ritzmann
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Darci Pianna, presidente da Fecomércio, ao lado do empresário Kürten

Bebel Ritzmann
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Kürten e Miguel Krigsner, fundador do Grupo Boticário


Obra, com 640 páginas, 800 fotografias e perfis biográficos, faz uma homenagem a personalidades paranaenses
Waldemir Kürten presidente do Grupo Kürten, prestigiou o lançamento do livro "Vozes do Paraná 6", do jornalista Aroldo Murá G. Haygert. A noite de autógrafos aconteceu nesta segunda-feira (25), em Curitiba. De acordo com o empresário, o livro com 640 páginas, 800 fotografias e perfis biográficos faz uma homenagem a personalidades paranaenses que, ao longo dos últimos anos, contribuíram para o desenvolvimento do estado em inúmeras áreas de atuação. "Da cultura à política, passando pelos segmentos social, econômico, corporativo e assistencial, os biografados ajudaram a construir a história do Paraná", definiu Kürten. Ele também destacou que muitos deles são seus amigos desde a infância. "Fiquei muito feliz em revê-los. Tive a oportunidade de parabenizá-los pessoalmente pela homenagem".

O livro "Vozes do Paraná" traz os perfis biográficos de Adalice Araújo, Airton Oppitz, Anderson Furlan, Antônio Felipe Wouk, Assis Gurgacz, Clèmerson Merlin Clève, Cleto de Assis, Conceição Barindelli, Elias Abrahão, Fernando Fontana, Francisco Borsari Netto, Ivo Simas Moreira, Jaime Zenamon, João José Werzbitzki, José Rodolfo Gonçalves Leite, Léo Kriger, Luiz Fernando Pereira, Mara Cornelsen, Maria Cheung, Maria Elisa Paciornik, Maria Tereza de Queiroz Piacentini, Mário De Mari, Mauri König, Miguel Krigsner, Nilson Monteiro, Paulo Eugênio Anunciação, Paulo Mac Donald, Pedro Muffato e Saul Raiz. A renda de autógrafos irá para obras sociais e culturais do Instituto Ciência e Fé.

Processamento de alimentos exige boas práticas


Embrapa organiza palestras sobre higiene e segurança alimentar
Embrapa organiza palestras sobre higiene e segurança alimentar - Foto: Divulgação Embrapa
Boas práticas de fabricação no processamento de alimentos é um dos temas da programação da Empresa Brasileira de Produção Agropecuária (Embrapa) na 37ª Expointer. A palestra com o analista de alimentos Fábio Dutra ocorreu às 16h deste domingo (31), no estande da Embrapa, e está agendada para as 10h desta segunda-feira (1º). O analista explica que boas práticas referem-se às condições de higiene exigidas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). E observa: “Vale lembrar que higiene envolve a pessoal, da instalação, dos equipamentos e utensílios, e também a temperatura”.
Alimento processado, esclarece André Dutra, é todo aquele que passou por alguma transformação, ainda que mínima. “O bife que se compra na fiambreria do supermercado é processado, assim como a almôndega, a salsicha ou o suco na caixa ou engarrafado”, exemplifica. Dutra mencionou a armazenagem, a alteração nas doses de aditivos e os registros como os maiores problemas dos alimentos processados. “O principal erro do pessoal, em especial dos pequenos e médios produtores, é a falta de conhecimento sobre as falhas no processo”, comentou.
O público questionou sobre a higiene no transporte dos alimentos, e Dutra lembrou que para frutas e legumes é necessária ficha técnica do caminhão. Isso porque a redução da vida útil do alimento pode comprometer o negócio em mercados mais distantes. O analista disse que o mercado varejista é responsável solidário na fiscalização de produtos. “ É impossível estar presente em todos os lugares a todo momento.”
Aluna do Instituto Federal Farroupilha de Júlio de Castilhos, Elisabete Coelho saiu pensativa da palestra, uma vez que nunca tinha refletido sobre a questão da segurança alimentar. Jeferson Teixeira, aluno de agroecologia do Colégio Técnico da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (Cetur), manifestou preocupação com os riscos de contaminação dos alimentos preparados pelo comércio do país. “ Foi ótima a palestra. Precisamos de muita conscientização sobre este assunto”, concluiu.
Texto: Erenice de Oliveira/Especial Expointer