terça-feira, 31 de maio de 2011


Festival de Teatro Brasileiro começa em Curitiba


No Paraná serão apresentadas doze peças teatrais mineiras



O Festival de Teatro Brasileiro (FTB) realiza no Paraná, de 30 de maio a 10 de julho, um rico mosaico composto de espetáculos cênicos, oficinas de qualificação de atores e de formação de platéia concebidas por experientes e consagrados atores, companhias e grupos de Minas Gerais, além de ações de estímulo ao intercâmbio entre grupos, circularão nas cidades de Curitiba, Ponta Grossa e Araucária. Em sua décima primeira edição, o evento levará ao encontro das platéias paranaenses um diversificado painel da produção cênica de Minas Gerais com o patrocínio da Petrobras, co-patrocínio da Caixa e incentivo do Ministério da Cultura/Governo Federal, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

A primeira apresentação, o musical O Negro, a Flor e o Rosário, de Maurício Tizumba, acontece nesta segunda-feira, dia 30, no Guairão (Praça Santos Andrade, s/nº), em dois horários às 14 e 20 horas. As sessões são gratuitas e voltadas para alunos da rede pública. No palco serão apresentados contos e personagens da cultura afro-brasileira. Divertido e bem-humorado, o espetáculo tem como eixo temático a mistura de costumes advinda da travessia de negros para o Brasil. Dirigida por Paula Manata, a peça circulou por vários festivais e cidades do interior de Minas Gerais e do Rio de Janeiro, além de ter integrado a 36ª Campanha de Popularização de Teatro e Dança. A montagem também recebeu prêmio de melhor trilha sonora original no 7º Prêmio Usiminas Sinparc de Artes Cênicas.

Ao longo dos 41 dias de realização do Festival do Teatro Brasileiro – Cena Mineira, etapa Paraná, serão apresentados espetáculos, oficinas e realizados bate-papos com o público após apresentações, convites a convivência e troca de experiências profissional entre grupos de Minas e do Paraná, além de um bem estruturado programa educativo para alunos da rede pública.

De fato, esta edição do Festival traz um bem elaborado programa de formação de plateia para alunos da rede pública, já experimentado em outras edições. Estruturado sob uma metodologia em três movimentos, que acontecem em dias diferentes. Num primeiro momento, professores e arte educadores realizam, em sala de aula, atividades lúdicas que instiguem a sensibilidade dos alunos para as artes cênicas. No segundo dia os alunos são levados para assistir a um espetáculo. O programa termina de volta a sala de aula, onde os alunos são estimulados a refletirem sobre a experiência vivenciada.

Na programação dos espetáculos do FTB – Cena Mineira destaca-se a influência da cultura de grupo, semeada pelo Galpão Cine Horto (núcleo de estudos e formação do Grupo Galpão). Uma série de coletivos produz trabalhos criados com base no sistema colaborativo. Dentre eles, estão em franca evidência nacional: Espanca! e Luna Lunera. Há ainda trabalhos em estéticas experimentais e híbridas, associando-se a linguagens como cinema, performance, vídeo, dança, e outros com potente discurso político e estético, como é o caso de BarbAzul. Em teatro-performance, a intervenção de rua com Baby dolls, formado por um coletivo de mulheres, faz ponte com e teatro contemporâneo de Minas.
“A diversidade de propostas estéticas é o que mais chama atenção na significativa mostra de trabalhos que compõem a programação do Festival Brasileiro de Teatro – Cena Mineira. Nos espetáculos a serem apresentados, há a evidência de um mercado teatral pulsante.” Destaca Sergio Maggio, um dos curadores do Festival.

O FTB de forma inovadora no país, investe na apresentação de espetáculos de diferentes segmentos da produção teatral de um determinado estado. A curadoria é feita por artistas, professores e acadêmicos do estado visitante. O intuito é prestigiar e divulgar a produção cultural de estados que têm poucas oportunidades de mostrar o trabalho desenvolvido fora dos seus limites regionais, com debates e apresentações de espetáculos. “O Festival de Teatro Brasileiro trabalha uma das políticas estimuladas pelo Ministério da Cultura que é envolver o estado e municípios nos segmentos culturais”. o formato dos espetáculos permitem que as pessoas de outros estados tenham a sensação do que está acontecendo no âmbito do teatro de cada estado’, explica seu diretor, o produtor Sérgio Bacellar.

As oficinas gratuitas abordarão desde a preparação corporal e criação de vocabulário físico à criação e apresentação de cenas, no teatro e em espaços públicos, e improvisos; passando por aulas práticas de construção e manipulação de bonecos, aulas teóricas sobre Commedia Dell’arte, bem como técnicas de interpretação a partir de trabalhos de corpo e voz. Oferecidas a um público diversificado, que inclui estudantes e profissionais de dança e teatro, produtores culturais e comunidade em geral, os mineiros certamente deixarão sua marca.

Os 72 espetáculos apresentados nas 10 edições do FTB foram apreciados por um público superior a 102 mil espectadores em mais de 260 apresentações. Como as ações de acessibilidade, chegam-se ao número de mais 13.500 pessoas que assistiram a apresentações de rua; e 55.000 pessoas que freqüentaram os teatros, a preços simbólicos de R$ 5,00 a meia-entrada ou com entrada gratuita. Ainda, mais de 19.000 crianças e jovens, da rede pública de ensino ou em situação de risco, assistiram gratuitamente a espetáculos diversos.

No Paraná serão apresentadas doze peças teatrais mineiras:

O Negro, a Flor e o Rosário (30/05 no Guairão), Congresso internacional do medo, direção Grace Passo, (dias 23 e 24/06 no Guairinha), Concessa Tecendo prosa, direção Iolene de Stéfano, (dias: 25 e 26/06 no Guairinha e 09/07 e 10/07 no Teatro da Praça em Araucária), Nesta Data Querida, direção Rita Clemente, (dias 02/07 e 03/07 no Teatro José Maria Santos), BarbAzul, direção Ângela Mourão (dias 02/07 e 03/07 no Cine Teatro Ópera Ponta Grossa), Baby Dolls (Dias 27/06 na Praça 19 de dezembro e 28/06 na Praça Generoso Marques), Receita e Massageou seu gato hoje? (dias: 30/06 e 01/07 no Teatro José Maria Santos), Cortiços, direção Tuca Pinheiro (dias: 30/06 e 01/07 no Guairinha), Pedro e o Lobo, direção Álvaro Apocalypse (dias 02/07 no Cine Teatro Ópera Ponta Grossa e 03/07 no Guairinha), Concessa – Pendura e cai, direção Iolene de Stéfano (dias: 07/07 e 08/07 no Guairinha) e Mania de Explicação, direção: Rodolfo Vaz (Dias: 09/07 no Teatro da Praça em Araucária e 10/07 no Guairinha)
18º Festival de Teatro do Rio tem inscrições prorrogadas


– O Festival de Teatro do Rio, que está em sua 18ª edição, prorrogou suas inscrições até o dia 31 de maio. Os interessados em participar devem preencher a ficha disponível no site www.uva.br/festivaldeteatro e encaminhar o material solicitado pelos Correios.
Será preciso enviar texto, currículo dos atores, fotos de cenas e vídeo da peça. Uma comissão ficará encarregada de selecionar sete peças, que serão apresentadas no Festival, em agosto.
Este ano o Festival de Teatro do Rio homenageará Pedro Paulo Rangel. O ator, que tem 43 anos de carreira no teatro, cinema e televisão, comentou o fato.

- Fico muitíssimo honrado com o convite da Universidade Veiga de Almeida, e o aceito, como diria o Millor, “docemente constrangido” – disse.

As produções concorrerão nas categorias ator, atriz, ator coadjuvante, atriz coadjuvante, direção, figurino, cenografia, iluminação, texto e melhor espetáculo. Esta última contará com dois resultados: o do júri oficial e do voto popular.
"D. João e a Invenção do Brasil": espetáculo de bonecos

Espetáculos cênicos, oficinas de qualificação de atores e formação de plateias concebidas por experientes e consagrados atores, companhias e grupos de Minas Gerais, além de ações de estímulo ao intercâmbio entre grupos, compõem a 11ª edição do Festival do Teatro Brasileiro (FTB) – Cena Mineira, que será realizado em Campinas no período de 25 de maio a 26 de junho.
Na quarta e quinta-feira (25 e 26), foi apresentado o espetáculo "D. João e a Invenção do Brasil", da Companhia Catibrum Teatro de Bonecos, na Concha Acústica da Lagoa do Taquaral. Lá, alunos e professores (com entrada aberta também ao público em geral) puderam conferir a arte de um dos mais importantes grupos de teatro de bonecos do Brasil.
A Catibrum traz à cena bonecos gigantes e técnica inovadora de manipulação de títeres para recontar, de forma singular, a aventura da corte portuguesa, em 1807, quando precisou se refugiar no Brasil. Dom João e sua família são reinventados com muita ironia e humor apimentado.

Festival

Ao longo do evento serão apresentadas 84 sessões de 17 espetáculos, e haverá ainda 12 oficinas gratuitas de qualificação profissional, bate-papos com o público após apresentações, convites a convivência e troca de experiências profissionais entre grupos de Minas e de Campinas que recebem o festival, além de um programa educativo para alunos da rede pública.
“A diversidade de propostas estéticas é o que mais chama atenção na significativa mostra de trabalhos que compõem a programação do Festival Brasileiro de Teatro – Cena Mineira. Nos espetáculos a serem apresentados, há a evidência de um mercado teatral pulsante,” destaca Sérgio Maggio, um dos curadores do Festival.
Com a realização de todas as ações propostas pela 11ª Edição do Festival do Teatro Brasileiro – Cena Mineira estima-se um público direto superior a 30 mil pessoas, dentre os quais nove mil são alunos da rede pública de ensino, e a criação de cerca de 260 empregos temporários diretos.

Formação de plateia

Esta edição do festival traz ainda um elaborado programa de formação de plateia para alunos da rede pública, já experimentado em outras edições, estruturado sob uma metodologia em três movimentos, que acontecem em dias diferentes.

Num primeiro momento, professores e arte educadores realizam, em sala de aula, atividades lúdicas que instiguem a sensibilidade dos alunos para as artes cênicas. No segundo dia os alunos são levados para assistir a um espetáculo. O programa termina de volta a sala de aula, onde os alunos são estimulados a refletirem sobre a experiência vivenciada.
Concluindo o programa, a equipe de arte-educação voltará à sala de aula para estimular os alunos a refletirem sobre a experiência vivenciada. Uma das propostas do Festival é fazer com que as crianças - e também os professores - descubram o rico universo do teatro, transformando-se em agentes multiplicadores, convidando seus familiares a acompanhar a programação.
Sob uma coordenação pedagógica, os arte-educadores trabalham em trios, em escolas de diferentes bairros de Campinas. As próximas escolas que terão atividades do programa de Formação de Plateia localizam-se nos bairros São Marcos, Jardim Aeroporto, São Fernando, Vila Rica e Jardim Flamboyant.

A programação ainda se estende pelas cidades de Paulínia e Sorocaba.

O FTB conta com o patrocínio da Petrobras, co-patrocínio da Caixa Econômica Federal (CEF) e incentivo do Ministério da Cultura por meio da lei federal de incenbtivo à cultura. E, ainda, apoio da Prefeitura Municipal de Campinas, por meio da Secretaria Municipal de Cultura.
As apresentações de peças teatrais abertas ao público vão ocorrer de 16 a 26 de junho. A programação deve ser divulgada na primeira semana do mês.

Programação de oficinas em Campinas:

Oficina Processo Giramundo. Fundamentação, Projeto, Construção e Montagem de Cena
Local: Estação Guanabara. Rua Mário Siqueira, s/n
Datas: 06 a 12 de Junho (seg. a dom) No último dia haverá apresentação de cenas dos participantes
Horário: das 9 às 12 horas e das 13 às 17 horas
Vagas: 20
Público Alvo: Artistas profissionais e estudantes de teatro
Entrada: gratuita

Oficina Commedia Dell´ Arte. Com Juliano Pereira – ator e diretor da Cia. Manicômicos
Local: Estação Guanabara. Rua Mário Siqueira, s/n
Datas: 12 a 16 de junho
Horário: Excepcionalmente no domingo, das 14 às 18 horas. De segunda a quinta, das 9 às 13 horas
Vagas: 20
Público Alvo: Artistas profissionais e estudantes de teatro
Entrada: gratuita
Informações pelo email: grupomatulateatro@gmail.com

Oficina Ator Criador – Cia. Luna Lunera
Local: Sede Barracão Teatro. Rua Eduardo Modesto, 128, Vila Santa Izabel
Datas: 20 a 22 de junho
Horário: das 9 às 13 horas
Vagas: 16
Público Alvo: Artistas profissionais e estudantes de teatro
Entrada: gratuita
Mais Informações pelo email: grupomatulateatro@gmail.com

Fonte: assessoria de imprensa da prefeitura de Campinas
TV Pantanal exibe 8º Festival América do Sul


A TV Brasil Pantanal exibe neste final de semana o Especial 8° Festival América do Sul, que aconteceu em Corumbá de 27 de abril a 1° de maio. O Festival é uma realização do Governo do Estado através da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul e outros parceiros e patrocinadores. Foram cinco dias que reuniram artistas de nove países Latino-Americanos além do Brasil: Bolívia, Paraguai, Argentina, Uruguai, Chile, Peru, Equador, Colômbia e Venezuela.
Além das belezas naturais da região e pontos turísticos, a equipe de reportagem da emissora registrou atividades que aconteceram nas áreas de música, teatro, cinema, literatura, gastronomia, artes visuais e artesanato.
Com produção, texto e apresentação de Miska Thomé, edição de Carlos Diehl, o especial vai ao ar neste sábado (28) às 17h30 com reprise no domingo (29) às 12h30.




Festival da Vida leva eventos artísticos e palestras para Mariana
Cidade recebe Titãs, Demônios da Garoa e grupos locais, como bandas de música e cortejo de bonecos



Titãs/divulgação
Amanhã à noite, o rock da banda Titãs vai invadir a Praça dos Ferroviários, em Mariana
A antiga vila de Nossa Senhora do Ribeirão do Carmo está comemorando seus 300 anos. Primeira cidade e capital de Minas Gerais, ela mudou de nome para Mariana em 1745, em homenagem à rainha dona Maria Ana de Áustria.

Como parte das comemorações, o município recebe, a partir de hoje, o 8º Festival da Vida, cujo tema é escolhido de acordo com a Campanha da Fraternidade, promovida pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. Este ano, estará em foco a vida em nosso planeta. Entre as principais atrações musicais estão Titãs, Demônios da Garoa e padre Antonio Maria. A agenda conta ainda com palestras, exibição de filmes e apresentação de grupos artísticos locais.

Os envolvidos com produção cultural em Mariana estão mobilizados. Amanhã, será ministrada oficina de customização de camisetas. Sábado, apresentam-se a Cia do Riso, cortejo de bonecos gigantes e a banda infantil Osquindô. No domingo, encerrará o festival o tradicional Encontro das Sociedades Musicais. Bandas de música vão homenagear o aniversário da Corporação Musical Sociedade São Vicente de Paula.

Mardely Lopes, diretor da Organização Folclórica Zé Pereira da Chácara, informa: “Temos 112 bonecos gigantes, todos feitos de material reciclado. Sábado, vamos desfilar com 40”. Nem o grupo sabe quando sua história começou, mas suspeita-se que isso se deu por volta de 1846, por herança portuguesa. É a única trupe marianense que participou de todas as edições do Festival da Vida.

Para encontrar o Zé Pereira, um cortejo sai do terminal turístico com a Escola de Samba Morro da Saudade e o Bloco da Vida. Os bonecões vão se encontrar na Praça Gomes Freire e de lá partirão para a Praça da Sé, para assistir ao show do grupo infantil Osquindô.

Adaptar cantigas e músicas do universo a versões contemporâneas é um dos objetivos do Osquindô. O grupo trabalha folclore, cultura popular, jogos e brincadeiras lúdicas com a ajuda da banda que tem Andrea Amendoeiro nos vocais e a palhacinha Jojoba para brincar com o público.

PROGRAMAÇÃO

QUINTA-FEIRA
• 9h e 14h: Palestra
• 19h: Exibição do filme Chico Xavier
Na Praça da Sé
• 21h30: Show Padre Antônio Maria.
Na Praça dos Ferroviários

SEXTA-FEIRA
• 9h e 14h: Palestra
• 13h: Oficina de customização
de camisetas, em Passagem
de Mariana
• 19h: Filme Como domar
seu dragão
Praça da Sé
• 22h: Titãs
Praça dos Ferroviários

SÁBADO
• 11h: Teatro Cia do Riso
Mina da Alegria
• 14h: Cortejo do Bloco da Vida
Ruas de Mariana
• 17h: Banda infantil Osquindô
Praça da Sé
• 22h: Show de Demônios da Garoa
Praça dos Ferroviários

DOMINGO
• 13h: Encontro das
sociedades musicais
Praça Gomes Freire



Capital do Romantismo recebe Festival de Música com Contrapontos


No Páteo da Galé teve lugar a apresentação do programa do Festival de Sintra que nesta edição dedica a grande parte da sua programação a Lizst e Mahler.
Luis Pereira Leal, que desde 1984 é o responsável pela programação musical do Festival, salientou o facto de desta feita a mesma estar subordinada a dois eventos que são o "suporte" do festival: o bicentenário do nascimento de Franz Lizst e o centenário da morte de Gustav Mahler.
Por este facto o festival abrirá com uma conferência subordinada ao tema "Lizst e Mahler: os construtores da música do futuro" que estará a cargo do musicólogo Rui Vieira Nery.
Este será o primeiro Contraponto do Festival.
O percurso musical deste festival, para além de composições dos compositores homenageados, passa pela audição de obras de outros seus contemporâneos ou mesmo de compositores que deles absorveram a musicalidade e o ensinamento.
Como curiosidade Pereira Leal referiu que no Festival o pianista Sequeira Costa interpretará Lizst e Vianna da Motta, mas o curioso é o facto de Sequeira Costa ter sido aluno de Vianna da Motta que por sua vez foi aluno de Lizst.
Outro dos aspectos a salientar é a presença do pianista australiano Leslie Howard que tem nada mais nada menos que 99 discos gravados com as obras de Lizst.
Por outro lado e relacionando a vida musical dos dois compositores Mahler foi um exímio intérprete de Lizst e podemos mesmo dizer que a visão musical de ambos permite considerá-los como precursores da "música do futuro".

Isabel Worm, directora do Centro Cultural Olga Cadaval , falou dos Contrapontos que acompanharão este Festival.
E a "contrapôr" à música há dança, teatro e até um filme "Sonho de Amor" que dá uma perspectiva da vida amorosa de Lizst, ao som dessa belíssima peça que é o Sonho de Amor.
Mas para Isabel Worm um dos aspectos mais importantes dos Contrapontos deste Festival são os concertos para bébés, um projecto de Paulo Lameiro que acontecerá na Quinta da Piedade no dia 09 de Julho.
Fernando Seara, presidente da Câmara de Sintra e da Sintra Quorum, entidade organizadora do evento salientou o facto de o festival ter preços acessiveis que permitirão a todos assistir aos diversos eventos e sobretudo os magníficos espaços onde os mesmos acontecem, espaços românticos numa vila que afinal é a Capital do Romantismo.
22º Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga em Juiz de Fora

Centro Cultural Pró-Música abre no dia 1° de junho inscrições para o 22º Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga realizado em Juiz de Fora (MG) entre os dias 17 e 30 de julho. A organização receberá inscrições de cerca de 700 alunos para 48 cursos nas áreas de cordas, sopros, orquestras, vozes e didática da musicalização ministrados por 44 conceituados professores brasileiros e estrangeiros. O evento, que tem o maior departamento de música antiga do país, oferece cursos de trompa natural, traverso, viola da gamba, violino, violoncelo, cravo, além de canto barroco. Entre as opções também estão os instrumentos modernos e as oficinas para crianças, como a de prática de orquestras. A formação de professores tem espaço com o curso de didática da musicalização infantil.
Este ano, o Festival amplia seu conteúdo teórico com a realização de masterclass internacionais e palestras, ministradas por Paulo Bosísio, Homero Magalhães Filho, Luis Otávio Santos e Rodolfo Valverde. Para o público a novidade é o bate-papo sobre os concertos, toda noite, às 19h30. O professor Rodolfo Valverde fará comentários sobre as atrações e os programas dos concertos.
Na programação cultural, destaque para o alto nível de mais de 30 concertos vespertinos e noturnos, todos gratuitos, em teatros e nas ruas. Entre os pontos altos está a apresentação da Orquestra Barroca do Festival. Formada por músicos de consolidada carreira internacional, a orquestra faz mais um registro em CD da música barroca e colonial interpretada de forma historicamente correta. O grupo francês Doulce Mémoire tem participação confirmada. O Quinteto Villa-Lobos, o Quarteto Camargo Guarnieri, a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais e a Orquestra Ouro Preto também integram a programação. Entre os concertos temáticos, destaque para a execução da “A Arte da Fuga”, de J.S. Bach, pelos cravistas Marcelo Fagerlande e Ana Cecília Tavares, além da integral de “Pièces de clavenci em concert”, de J.P. Rameau, pelo trio formado por Luis Otávio Santos (violinista barroco), Sérgio Álvares (gambista) e Bruno Procópio (cravista).
As inscrições podem ser feitas pelo o site do Pró-Música (www.promusica.org.br) até a véspera do evento, dependendo da disponibilidade de vagas. Os cem primeiros inscritos têm direito a alojamento gratuito e os 150 primeiros recebem alimentação (almoço e jantar) sem custo. As inscrições podem ser feitas no site www.promusica.org.br. A taxa é de R$ 120, por curso em pagamento com cheque nominal ao Centro Cultural Pró-Música ou depósito no Banco do Brasil (agência 0024-8, conta 6745-8). No caso do depósito, o comprovante deve ser remetido junto com a ficha de inscrição por e-mail (promusica@terra.com.br) ou fax (32) 3216-4787.
O 22° Festival tem o patrocínio de Petrobras, UFJF, ArcelorMittal e Prefeitura de Juiz de Fora; apoio de Lei Federal de Incentivo à Cultura, Lei Estadual de Incentivo à Cultura, Funalfa, Institut Français - Consulado Francês, Tribuna de Minas, Colégio dos Jesuítas, TV Panorama e Quilombo Comunicação.

Todas as informações, inclusive a ficha de inscrição, estão disponíveis no site www.promusica.org.br. Acompanhe o Festival e todas as atividades do Pró-Música no Twitter – @promusicajf

UFSC abre inscrições para segundo festival de música


Prosseguem abertas as inscrições para a segunda edição do Festival de Música da UFSC, promovido pela Secretaria de Cultura e Arte e Departamento Artístico Cultural da UFSC. Podem participar compositores, músicos e intérpretes da comunidade acadêmica e externa. Como na primeira edição, 20 composições serão selecionadas entre os inscritos e apresentadas ao público em dois shows nos dias 27 e 28 de agosto, no horário das 18h às 22 horas, na Praça da Cidadania. Os músicos vencedores receberão troféu e terão suas composições gravadas em um CD e DVD.
Presidida pelo músico Marco Valente, coordenador do Projeto 12:30, do Departamento Artístico-Cultural, a Comissão de Organização está se reunindo desde o início de março para preparar o evento.“O objetivo do festival é incentivar a pesquisa e a produção musical com excelência”, explica Valente. “Pretendemos aperfeiçoar e ampliar o festival cada vez mais para que seja um laboratório referencial no Estado de experimentação e produção de música”, complementa Maria de Lourdes Borges, secretária de Cultura e Arte.
Cada proponente poderá inscrever até três músicas de composição própria, sem nenhuma restrição de estilo. Dentre as três apenas uma será selecionada e vai ao palco do festival. A seleção ocorrerá de 1° a 17 de junho. No dia 13 de julho, um mês antes da realização do II Festival, a SeCArte e o DAC farão um show de pré-lançamento no auditório Garapuvu, no Centro de Cultura e Eventos, quando apresentará e distribuirá para as bandas participantes o Cd e o DVD que estão sendo finalizados com a gravação do evento anterior
Nos dias da mostra, a apresentação dos grupos escolhidos será encerrada pelo show de duas bandas consagradas de Florianópolis: no dia 27, a banda John Bala Jones (pop) e no dia 28, o Grupo Engenho (rock regional que fez muito sucesso nos anos 70 e 80). Valente aposta na qualidade e ousadia estética, pontos marcantes da edição anterior, que teve saldo de público de 15 mil pessoas, unindo-se ao público do Trote Solidário, parceiro do festival.

Para fazer a inscrição é preciso entregar preenchido o formulário que se encontra disponível para download no endereço http://secarte.paginas.ufsc.br/files/2011/04/Regulamento-e-Ficha-Inscrição-do-Festival-de-Música-2011.pdf; um CD contendo a gravação de até três composições. Neste site serão divulgados os nomes dos eleitos pela comissão de seleção. O material deve ser entregue no horário das 14h às 18 horas, na SeCarte, que fica no prédio da Editora – 2º andar ou pelo endereço: Secretaria de Cultura e Arte da UFSC, Campus Universitário Reitor João David Ferreira Lima, Prédio da Editora Universitária, 2° andar, Florianópolis, SC, CEP: 88040970.

E-mail: festivaldemusica@reitoria.ufsc.br
Música: Festival de Música da Madeira de 03 a 12 de junho com programa diversificado

- Com uma oferta de música diversificada e um público consolidado, decorre de 03 a 12 de junho o XXXII Festival de Música da Madeira, um evento anual já contratualizado até 2013, que representa um investimento cultural na ordem dos 500 mil euros.
O programa foi hoje apresentado em conferência de imprensa no Museu das Cruzes, no Funchal, pelo diretor regional dos Assuntos Culturais, João Henrique Silva.
"Temos notado a consolidação do público do festival, como acontece sempre que a oferta é de qualidade", disse o responsável acerca das anteriores edições.
O giovernante regional salientou que o evento integra há dois anos os Festivais Culturais da Madeira, uma iniciativa que é apoiada por fundos comunitários e da qual faz parte o Encontro de Bandas Filarmónicas e os festivais Raízes do Atlântico e de Órgão.
Realçou que o Festival de Música "está vocacionado para a diversificação da oferta, visando proporcionar a madeirenses e turistas música variada, entre a antiga e a contemporânea".
João Henrique Silva destacou ainda o "novo figurino" do evento, que até há dois anos decorria apenas nos fins de semana de junho, e que abandonou o "modelo dispersivo" para tornar-se mais concentrado numa semana.
O festival é composto por 10 concertos e começa a 03 de junho com a atuação da companhia portuguesa de dança contemporânea Quórum Ballet, no Centro Cultural Casa das Mudas, na Calheta.
Este grupo vai apresentar os espetáculos "Dois Séculos", inserido nas comemorações nacionais dos 150 anos de Manuel Teixeira Gomes, que foi escritor e Presidente da República, e "A Menina de Pedra", destinado a um público infantil, no dia seguinte.

A 05 de junho, o destaque vai para a atuação do grupo francês Ensemble Organum, que oferece um registo mais clássico, baseado na "cantilação com origem nas três religiões monoteístas: judaísmo, cristianismo e Islão".
Cumprindo a exigência do contrato para que o programa incluísse uma vertente regional, o quinto dia é preenchido por um recital de dois pianos do duo Robert Andres e Honor O'Hea, músicos residentes na Madeira, que fazem a estreia mundial da "A Abertura Festiva: Ilha de Sonho Madeira", do compositor e maestro madeirense João Victor Costa.
Concertos da Oxalys Ensemble, da pianista arménia Liliana Akpova e uma noite de música de salão do século XIX e XX com o Quinteto Pavão e Vitória integram também programa.
O grande momento será no encerramento com o espetáculo de música celta com Jordi Savall, que se junta a outros executantes de música antiga, como Andrew Laurence-King e Frank McGuire.

O Festival de Música da Madeira é um evento da responsabilidade da direção regional dos Assuntos Culturais, organizado, com base num concurso público, pela Edicarte.



As aventuras de Piggley Winks


A tarde desta segunda-feira ficará mais divertida com o Especial Jakers: uma maratona de 3 desenhos da turma do porquinho Piggley Winks! “Se Uma História Acontecer” conta o dia do aniversário do vovô Piggley, que fica chateado por não conseguir falar com seu amigo Ferny na Irlanda. As crianças também assistem o episódio “O Rock do Piggley”: em pleno sábado, Piggley tem que levar Molly para as aulas de violino e esperar até seu término. Até que ouve uma canção conhecida como Rock'n Roll e sente vontade de aprender a tocar. E também “A Volta dos Raloo Rockers ”: Piggley e seus amigos criam uma banda musical e resolvem tocar para ganhar dinheiro com ela. A banda faz o maior sucesso! Não perca! A premiada animação norte-americana para divertir a segunda-feira das crianças. Gênero: animação Direção: Ano: 2008 País: EUA

Grubba confirma construção de posto móvel da PM para atender as
comunidades isoladas na divisa de Brusque e Itajaí



- Secretário César Grubba, da Segurança Pública,
confirmou a construção de um posto móvel da Polícia Militar para atender
as comunidades isoladas que moram na divisa das cidades de Brusque e
Itajaí. O anúncio foi feito durante audiência, na tarde de hoje (26),
com o deputado Volnei Morastoni (PT) e lideranças das comunidades
localizadas na divisa dos dois municípios. A principal reivindicação foi
a instalação de uma base operacional fixa da Polícia Militar no bairro
Limoeiro, em Itajaí, para atender as demandas de cerca de 8 mil mil
moradores das comunidades isoladas do perímetro urbano dos municípios de
Itajaí e Brusque.
O secretário antecipou que a construção da base operacional móvel que
garantirá maior mobilidade aos policiais que atuam no policiamento
ostensivo. Grubba também confirmou que até o final do ano a Polícia
Militar receberá reforço de 1,6 mil policiais e já está em fase de estudos
a aquisição de 600 novas viaturas policiais.
Segundo Luiz Carlos Dognini, representante dos moradores da comunidade de
Planalto, em Brusque, o aumento da criminalidade e o desenvolvimento dos
municípios de Itajaí e Brusque justificam a construção de uma base
operacional para atender as comunidades ali existentes. O líder
comunitário relatou casos de violência e pediu apoio da SSP ao pedido.
Participaram da reunião representantes das comunidades isoladas de Santa
Terezinha, Limoeiro Brusque, Jardim Planalto, Jardim das Colinas, Jardim
Azaléia, Loteam,ento Ema II, Limoeiro Itajaí, Campeche, Arraial dos Cunhas
e Brilhante I e II.

Curso de Gestão Empresarial em Ecoturismo e Turismo de Aventura abre inscrição para Salvador (BA)

Serão oferecidas 35 vagas. O curso é presencial e faz parte do programa Bem Receber Copa, que vai capacitar 306 mil profissionais até 2014



– Para preparar os profissionais para a Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014, o Ministério do Turismo (MTur), em parceria com a Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura (Abeta), promove, no período de 06 a 09 de junho, em Salvador (BA), o Curso Presencial de Gestão Empresarial. A ação faz parte do programa Bem Receber Copa – Ecoturismo e Aventura, que qualificará 8 mil profissionais do segmento em todo o país.
O curso, voltado aos proprietários e gestores de empresas, é gratuito. No entanto, o aluno é responsável pelo custo do deslocamento, hospedagem e alimentação. Para adquirir o Atestado de Conclusão, é necessário que o aluno tenha, no mínimo, 90% de participação no curso e faça avaliação. Para ser aprovado, é preciso nota acima de 70%. Serão oferecidas 35 vagas. As inscrições devem ser feitas pelo e-mail cursospresenciais@abeta.com.br. Para mais informações, entre em contato pelo telefone (31) 3261.5707

Bem Receber Copa – Ecoturismo e Aventura

O objetivo do Bem Receber Copa – Ecoturismo e Aventura é melhorar a gestão administrativa, técnica e financeira dos negócios, além de atender às necessidades dos clientes de maneira eficaz, com qualidade e segurança. As ações abrangem 215 frentes de qualificação. Serão oferecidos 121 cursos presenciais, 86 turmas de ensino a distância e oito cursos em vídeo-aulas. O mesmo profissional poderá fazer mais de um curso.


Agência do Trabalhador oferece 1.167 vagas para sexta-feira

Interessados devem procurar a Agência do Trabalhador na Rua Prefeito Hugo Cabral, nº 301, ou no Terminal Urbano, ambos na região central


A Agência do Trabalhador de Londrina do Sistema Nacional do Emprego (Sine) divulgou algumas vagas de trabalho disponíveis no município para a sexta-feira (27). No total, o Sine dispõe de 1.167 oportunidades para 159 diferentes ocupações, com requisitos de ensino fundamental, médio e superior completo ou incompleto. Também são disponibilizadas vagas sem exigência de escolaridade. Há oportunidades para cidadãos com e sem experiência. Das vagas anunciadas, 34 são destinadas às pessoas com deficiência.
Os interessados devem se dirigir à sede da Agência do Trabalhador, na rua Prefeito Hugo Cabral, nº 301, ou ao Terminal Urbano, na rua Benjamin Constant, portando a carteira de trabalho e documentos pessoais. O atendimento a pessoas com deficiência é feito somente na sede do Sine, das 8h às 17h.

Atenção

O Sine informa que as vagas de emprego e especificações exigidas estão disponíveis para consulta no site www.setp.pr.gov.br. É preciso selecionar a opção "Trabalho e Emprego" e depois "Agência do Trabalhador". Ao escolher a cidade de Londrina, é possível procurar as vagas disponíveis por localidade, exigência de escolaridade, bairro, cargo ou faixa salarial.

Vagas ofertadas



ACABADOR DE MÁRMORE E GRANITO

AÇOUGUEIRO

AJUDANTE DE AÇOUGUEIRO

AJUDANTE DE CARGA E DESCARGA

AJUDANTE DE COZINHA

AJUDANTE DE EMBALADOR

AJUDANTE DE MOTORISTA

AJUDANTE DE PADEIRO

AJUDANTE DE SERRALHEIRO

ATENDENTE DE BALCÃO

AUXILIAR CONTABIL

AUXILIAR DE CHURRASQUEIRO

AUXILIAR DE CORTE

AUXILIAR DE CURTIMENTO

AUXILIAR DE DENTISTA

AUXILIAR DE DEPÓSITO

AUXILIAR DE ESCRITÓRIO

AUXILIAR DE ESTOQUE

AUXILIAR DE JARDINAGEM

AUXILIAR DE LIMPEZA

AUXILIAR DE LINHA DE PRODUÇÃO

AUXILIAR DE MANUTENÇÃO DE EDIFICAÇÕES

AUXILIAR DE MECANICO DE AUTOS

AUXILIAR DE NUTRIÇÃO E DIETÉTICA

AUXILIAR DE ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA

AUXILIAR DE PEDREIRO

AUXILIAR TÉCNICO DE REFRIGERAÇÃO


IPPUL faz contagem de veículos na rua Humaitá

O objetivo da contagem é instalar um semáforo no cruzamento das ruas Humaitá e Paranaguá; aumento no fluxo de veículos e acidentes justificam a instalação



O Instituto de Planejamento Urbano de Londrina (IPPUL) fará amanhã (27) uma contagem volumétrica de veículos, no cruzamento das ruas Humaitá e Paranaguá, região central de Londrina, das 7h às 19h. O objetivo da contagem é a instalação de um semáforo no cruzamento.
Segundo o arquiteto do IPPUL, Hirak Ohara, houve um aumento no fluxo de veículos no cruzamento e vem acontecendo acidentes frequentemente. “Os motoristas que estão na Paranaguá perdem a paciência de esperar a diminuição do fluxo na Humaitá e acabam se arriscando no cruzamento.”
Conforme o Código de Trânsito, para que o semáforo seja instalado, é preciso que, pelo menos, 600 veículos trafeguem, por hora, em uma das vias e 400 na outra. “Caso esse requisito não seja atendido, iremos reforçar a sinalização no local”, explicou o arquiteto.
Para realizar a contagem, três turmas vão trabalhar em turnos de 4h com pelo menos dois funcionários. Além de fazer a contagem, os funcionários vão detectar o tipo de veículo e descrever o trajeto. “Pretendemos transformar a contagem em uma atividade regular do IPPUL. O próximo ponto em que faremos o serviço será no cruzamento da avenida Harry Prochet e a rodovia PR-445”, concluiu Ohara.
Reunião e capacitação encerram a Semana da Hanseníase

A reunião e capacitação serão coordenadas pela médica dermatologista Maria Cristina Aranda; funcionários e médicos da Policlínica participam do evento



Para encerrar a Semana de Conscientização contra a Hanseníase, a organização da semana agendou uma reunião de atualização e capacitação com os dermatologista e funcionários da Policlínica Municipal. Coordenado pela médica dermatologista, referência municipal na doença, Maria Cristina Aranda, a reunião será às 9h, na própria Policlínica.
Segundo o gerente de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, Léia Pereira, a intenção é realizar a reunião de dois em dois meses. “A hanseníase é uma doença complicada de ser diagnosticada. A reunião serve para melhorar a parceria entre os serviços.”
Os médicos e funcionários da Policlínica receberão capacitação da médica, Maria Cristina, para melhorar o diagnóstico e o tratamento de pacientes com hanseníase. “Quanto mais capacitados, melhor a qualidade no atendimento aos pacientes com a doença”, explicou Léia.
Maria Cristina disse que a população acredita que a doença tenha sido extinta. “O número de casos de hanseníase é relevante. Aqui na região de Londrina, podemos apontar cerca de um caso por semana e, se pegarmos a 17ª Regional de Saúde, essa estatística chega a dois casos por semana”, revelou.
Sobre a capacitação, a médica afirmou ser muito importante os profissionais estarem se conscientizando sobre os diagnósticos e tratamento da doença. “Será uma conversa sobre a hanseníase em que vamos trocar experiências, tirar dúvidas, falar sobre os novos aspectos da doença, reforçando algumas diretrizes”, concluiu.

Semana de Conscientização contra a Hanseníase

A gerente de epidemiologia, Léia Pereira, também fez um balanço sobre a semana. “O objetivo era trabalhar na conscientização da população e está sendo atingido.” Léia apontou o evento realizado nesta manhã, no calçadão, como o mais importante para a conscientização da população. “Em relação à capacitação dos médicos, a reunião de amanhã será muito importante”, apontou.
A Semana de Conscientização contra a Hanseníase começou na segunda-feira e termina amanhã. Na quarta-feira, profissionais de unidades básicas e dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF) de 21 municípios ligados à 17ª Regional de Saúde foram capacitados para identificar os danos físicos e sociais da hanseníase, através de um questionário.
Nesta manhã, a organização da semana, juntamente com os alunos do 4º ano de enfermagem da Universidade Estadual de Londrina (UEL), foram até o calçadão ampliar a discussão sobre a hanseníase. Hoje, é lembrado como o Dia Estadual de Conscientização sobre Hanseníase, proposta pela Coordenação Estadual do Programa de Hanseníase do Governo do Paraná.


Londrina tem projeto aprovado pelo Ministério da Cultura

Consultor do Ministério da Cultura visita a cidade nesta segunda-feira; o projeto “Agentes de leitura” foi aprovado por democratizar a leitura



Londrina recebe, nesta segunda-feira (30), o consultor do Ministério da Cultura, Fernando Braga, que visita a cidade, para dar início a mais um projeto da Biblioteca Pública Municipal aprovado pelo Ministério da Cultura. Trata-se de um programa de incentivo à leitura, denominado de “Agentes de leitura”.
O projeto é realizado pela secretaria municipal de Cultura, por meio da diretoria de bibliotecas, em parceria com as secretarias de Assistência Social e de Educação. O Ministério da Cultura será responsável por dois terços da verba, para a implantação da ação, enquanto o município, através da secretaria de Cultura, ficará responsável por um terço.
“Agentes de leitura” é um projeto de complementação de renda que seleciona jovens, de 18 a 29 anos, com escolaridade mínima de ensino médio, para receber, no período de um ano, uma bolsa de R$: 350. Para receber a bolsa, cada jovem será responsável por levar leitura a 25 famílias das comunidades atendidas pelo programa. Munidos de uniforme, bicicleta e de um acervo de 100 livros, o jovem deverá realizar visitas semanais de, no mínimo, uma hora, a cada uma dessas famílias.
“O jovem será uma biblioteca ambulante. Uma biblioteca que vai de casa em casa, fazendo empréstimos de livro e podendo ainda ler para a família”, explicou o diretor de Bibliotecas da secretaria municipal de Cultura, Rovilson Silva. O diretor de Bibliotecas destacou que o projeto pretende difundir o hábito da leitura. “O objetivo da ação é a democratização da leitura, através da fruição e difusão de livros em regiões de vulnerabilidade social”, explicou.
Dez regiões de vulnerabilidade social já foram selecionadas, para receber os “Agentes de leitura” e seu acervo de livros. “Hoje, Londrina conta com quatro bibliotecas, mas, a nosso ver, dez é o número necessário de bibliotecas em nosso município. Por isso, foram selecionadas dez regiões para receber o projeto”, enfatizou Silva.
O consultor do Ministério da Cultura, Fernando Braga, inicia, na segunda-feira, o processo de visitas, no período da manhã, a uma das regiões que serão atendidas pelo programa (região norte), e a Biblioteca Pública Municipal, no período da tarde. O “Agentes de leitura” passa agora por novas etapas, como seleção dos jovens, através de concurso, e treinamento de pessoal. O atendimento às famílias está previsto para o ano que vem.


ALGA promove Festival Colégio São Paulo/Sercomtel de Ginástica Artística

Objetivo do evento é agradecer aos parceiros e patrocinadores; Sercomtel comprou tablado 12x12 para solo e os brindes do festival


A Associação Londrinense de Ginástica Artística (ALGA) promove amanhã (27), às 19h, o Festival Colégio São Paulo/Sercomtel de Ginástica Artística. O evento, em agradecimento aos patrocinadores, reúne os 60 alunos do Centro de Ginástica Olímpica Alceu Malucelli, que vão apresentar diversas coreografias.
De acordo com a presidente da ALGA, Cristiane Carneiro Lobo Iwama, o festival é uma oportunidade única no ano para agradecer aos parceiros e patrocinadores. “O Colégio São Paulo é nosso parceiro já algum tempo. Boa parte de nossos alunos tem bolsa no colégio”, explicou Cristiane.
“E a Sercomtel comprou para nós um tablado 12x12, onde são apresentados os solos. Precisávamos de um desses há muito tempo e fomos conseguir, agora, com o apoio da Sercomtel”, agradeceu a presidente.
Cristiane destacou que as coreografias serão apresentadas por crianças de 5 a 12 anos, desde a turma baby até a equipe de treinamento. “As crianças farão coreografias e a equipe de treinamento vai utilizar todos os aparelhos, como as argolas, as barras paralelas simétricas e assimétricas, o solo, entre outros”, pontuou.
Ela disse que todos os atletas receberão medalhas de participação. “Com o patrocínio da Sercomtel, conseguimos brindes para as crianças e camisetas para a equipe de treinamento”, enfatizou a presidente.

O festival é aberto a toda comunidade. O Centro de Ginástica Olímpica Alceu Malucelli fica localizado na rua Monte Castelo, 100, jardim Higienópolis.


FILO estreia dia 10 de junho com programação até dia 26

A companhia Ballet de Londrina abre o festival com apresentação de "A Sagração da Primavera"; ingressos adquiridos antecipadamente terão preços promocionais


O Festival Internacional de Londrina (FILO) acontece este ano de 10 a 26 de junho, com mais de 90 apresentações, entre elas, 12 espetáculos internacionais e 35 produções nacionais e locais. O evento, que completa 43 anos, é considerado o mais antigo do gênero na América Latina.
As apresentações do festival serão realizadas em salas de espetáculos, praças, parques, no campus da Universidade Estadual de Londrina (UEL) e também em municípios vizinhos. A programação tem a agenda de atividades formativas voltada a estudantes e profissionais da área e tem projetos socioculturais desenvolvidos na comunidade.
A companhia Ballet de Londrina, que faz a estreia nacional do espetáculo "A Sagração da Primavera", foi convidada para abrir o FILO, no dia 10 de junho, às 20h30, no Teatro Ouro Verde, no centro da cidade.
Segundo o diretor geral do festival, Luiz Bertipaglia, é esperada a média do público do ano passado, cerca de 90 a 100 mil pessoas. “Nosso objetivo é realizar mais uma edição do festival e manter o título de um dos mais importantes festivais do gênero.” afirmou o diretor.
Bertipáglia ainda ressaltou algumas apresentações: A Familie Flöz, da Alemanha, apresenta o espetáculo "Teatro Delusio", que utiliza máscaras, atores e jogos para mostrar o mundo do teatro na visão dos técnicos que atuam nos bastidores. E, também, a apresentação do espetáculo “Tatyana”, da Companhia de Dança Deborah Colker do Rio de Janeiro
Os ingressos começam a serem vendidos no dia 4 de junho, no Royal Plaza Shopping. A novidade deste ano é que os ingressos adquiridos antecipadamente terão preços promocionais. De 4 a 10 de junho, custam R$ 15,00 (inteira) e R$ 7,50 (meia entrada). A partir do dia 10, voltam ao preço normal, R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia entrada). A bilheteria funcionará no terceiro piso do shopping, de segunda a sábado, das 10h às 19 h, domingos e feriados, das 11h às 19h.

O FILO conta com o apoio da Prefeitura de Londrina. Para conferir a relação completa dos espetáculos, acesse o site www.filo.art.br.

Concurso público da Prefeitura tem 46.155 inscritos

Candidatos devem chegar com 60 minutos de antecedência; levar esferográfica azul ou preta com ponta grossa, identidade original e o comprovante de inscrição
A Prefeitura de Londrina divulgou, hoje (26), o número dos candidatos do concurso público, com as inscrições confirmadas. São no total 46.155 inscritos, para 891 vagas em cargos diferentes. O cargo de auxiliar educativo é o mais procurado, com 13.422 inscritos, em segundo, motorista com 7.212 e, em seguida, o cargo de professor do Ensino Básico com 4.588 inscritos.
Para consulta dos locais de prova, o candidato deve acessar o site da Consulplan, pelo endereço: www.consulplan.net. No site, ele deve clicar no link que indica o local de provas e, através desse link, informando o número de CPF e de inscrição, o candidato consegue visualizar e imprimir o cartão de identificação.
Os candidatos inscritos devem comparecer ao local de prova com 60 minutos de antecedência e com o cartão de identificação em mãos para facilitar. É necessário levar caneta esferográfica azul ou preta com ponta grossa, documento de identidade original e o comprovante de inscrição.
Segundo uma das integrantes da comissão organizadora do concurso, Claudia Rozabel, é importante ressaltar que os candidatos, que concorrem às vagas de nível superior e de professor, devem ler as disposições do edital, referentes à prova de títulos, que deverão ser entregues no dia da prova. Os itens que esclarecem as regras, para entrega de títulos, estão nos subitens 5.6 e os seguintes do edital 067/2011.
Governador Raimundo Colombo e comitiva catarinense retornam da Europa com
avaliação positiva



O governador Raimundo Colombo e comitiva catarinense retornam da Europa,
nesta sexta-feira (27), com um balanço positivo para Santa Catarina.
Durante 14 dias, os integrantes visitaram quatro países em busca de
investimentos e novas oportunidades para o Estado: Alemanha, Portugal,
Espanha e Suíça. “Fico muito satisfeito por fechar negócios para Santa
Catarina e abrir relacionamentos com grandes empresas que podem gerar
ainda mais empregos e desenvolvimento para o Estado”, conclui o
governador.

A primeira pauta da viagem ao exterior foi em Munique, na Alemanha, onde a
comitiva visitou a empresa ZF Friedrichshafen AG, uma das maiores
produtoras de peças para a indústria automotiva do mundo. Com a visita à
empresa, o Governo do Estado marcou a retomada de conversas para que a
empresa se instale no Estado. Ainda na Alemanha, a comitiva esteve em
Münster, na sede da empresa Vossko, uma das maiores indústrias
alimentícias do mundo, que possui sede em Lages desde 2003. Durante a
reunião, foi formalizado o investimento de cerca de R$ 10 milhões na
fábrica catarinense até 2014. A empresa gera 400 empregos diretos e 130
terceirizados.

Em Porto, Portugal, o grupo conheceu o sistema de coleta de resíduos
sólidos baseado em conceitos ecologicamente corretos. A empresa TNL tem
interesse em investir em Santa Catarina, tanto na construção de uma
indústria de equipamentos usados na coleta quanto em implantar o sistema
em regiões catarinenses. Com unidades em mais quatro países, a TNL
pretende investir no Estado brevemente. Após conhecer todo o sistema nas
ruas, Colombo se colocou a disposição da empresa para agilizar os
investimentos em Santa Catarina. A implantação dos equipamentos nos
municípios poderá ser feito por meio até de Parcerias Público Privadas
(PPPs).

Já na Espanha, o governador Raimundo Colombo e equipe visitaram o Grupo
Calvo, localizado na região da Galícia. Durante a visita, a empresa
oficializou que vai investir R$ 30 milhões nas filiais da Gomes da Costa,
empresa do grupo que possui unidade em Itajaí. O aporte será utilizado na
modernização de equipamentos e dos processos de qualidade e, também, na
área ambiental das indústrias, que geram aproximadamente oito mil vagas de
trabalho. Somente em 2010, o faturamento das filiais de Itajaí foi de R$
500 milhões. Para o governador, a presença do Grupo Calvo em Santa
Catarina foi um dos principais motivadores para o fortalecimento
tecnológico do setor no Estado. “Reconhecemos a qualidade dos produtos, a
importância social, pelos empregos que dão às famílias da região, e pelo
trabalho que transformou o setor”, afirmou Colombo durante a visita.

Em Cataluña, Barcelona, o governador pautou a viagem para conhecer a
inovação tecnológica em parques que integram inovação e pesquisa. O modelo
do projeto 22@Barcelona, que reúne empresas de tecnologia de ponta,
universidades, centros de treinamento e centros de pesquisa e
transferência de tecnologia, agradou ao governador Raimundo Colombo, que
adianta querer levar o perfil para a implantação de sete parques
científicos e tecnológicos em diferentes regiões de Santa Catarina.
Colombo adianta que o Estado prepara ações não só para a formação de mão
de obra especializada, carente nesse setor, como também incentivos aos
empreendedores. O grupo também esteve na IBM, empresa mundial em
tecnologia e computadores, durante cerca de uma hora para ouvir
explicações detalhadas sobre o projeto "Smarter Cities". O programa tem o
objetivo de desenvolver softwares e soluções para impulsionar ações de
sustentabilidade. A IBM possui três escritórios em Santa Catarina e
procura outra cidade para implantar a quarta representante.

A área da saúde foi destaque da comitiva do Governo catarinense na visita
a Genebra, na Suíça. Durante a visita a Clinique Des Grangettes,
instituição referência no atendimento a todas as especialidades médicas,
Colombo recebeu a notícia de que a clínica construirá um hospital em
Palhoça, com investimento de aproximadamente R$ 100 milhões e que deve
começar a funcionar em 2014. O presidente da instituição suíça também
informou a parceria com a SOS Cardio, de Florianópolis, e que começará a
atuar no Estado no dia 1º de junho. A Clinique Des Grangettes fará a
gestão e a administração do hospital em Florianópolis, levando tecnologia
médica, formação e pesquisa, e um atendimento humanizado, o que é um
destaque para a instituição, que se tornou referencia na Europa.

A comitiva, liderada pelo governar, foi composta pelos secretários de
Articulação Internacional, Alexandre Fernandes; de Assuntos Estratégicos,
Paulo César da Costa; de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Paulo
Bornhausen; da Casa Civil, Antônio Ceron; os presidentes SC Parcerias,
Ênio Branco; da Fatma, Murilo Flores; e da Fapesc, Sérgio Luiz Gargioni;
pelos deputados Elizeu Matos e Antônio Aguiar. Além do presidente da
Associação Empresarial de Lages (Acil), Roberto Amaral.
Udesc Lages irá abrir inscrições para mestrado e doutorado em Produção
Vegetal e Manejo do Solo



O Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV) da Udesc, em Lages, irá abrir,
de 1º de junho até o dia 30 de junho, as inscrições dos cursos de mestrado
e doutorado em Produção Vegetal e ainda de Manejo do Solo para o segundo
semestre de 2011
As linhas de pesquisa em Produção Vegetal são Proteção de plantas e
agroecologia; Biologia e tecnologia pós-colheita; Fisiologia e manejo de
plantas; e Melhoramento e recursos genéticos. Já no Manejo de Solo as
linhas de pesquisa são em Caracterização, conservação e uso de recursos
naturais; Dinâmica de elementos químicos e nutrição de plantas; e ainda de
produtividade de sistemas agrícolas e florestais.
O número de vagas será definido de acordo com a disponibilidade de
orientadores e da demanda por bolsas, sendo definido pelo Colegiado do
Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias.
Os interessados podem fazer a inscrição na Secretaria de Ensino de
Pós-Graduação do CAV/Udesc, na Avenida Luís de Camões, 2090, em Lages, das
12h30 às 18h30 ou via correio, por Sedex, com data de postagem até o dia
22 de junho. Os editais podem ser encontrados no www.cav.udesc.br, no menu
Publicações – Editais.

Outras informações podem ser obtidas nos sites
producaovegetal.cav.udesc.br e manejodosolo.cav.udesc.br ou na Secretaria
de Ensino de Pós-Graduação, no telefone 49. 2101-9169.
Filmes premiados atraem amantes da sétima arte à Feira do Livro
Produções como 'Zorba, O Grego e 'José e Pilar' serão exibidos em cinema 'improvisado' e no Cineclube Cauim


A feira é da literatura, mas a sétima arte tenta cativar parte do público de Ribeirão Preto entre esta quinta-feira (6/5) e o dia 5 de junho, quando acontece a 11ª edição da Feira Nacional do Livro.
Em meio às obras à venda nas Praças XV de Novembro e Carlos Gomes, a organização, como já é tradição, montou um cinema com capacidade para cem pessoas e com tela de 145 polegadas para exibição de longas e curtas-metragens em plena praça. O Cineclube Cauim também oferece programação especial durante o evento.
Há uma programação específica para os adultos e outra diferente para as crianças. Os filmes infantis serão exibidos todos os dias, entre 8h30 e 11h30, e das 14h às 17h. Já curtas e longas metragens premiados em festivais pelo mundo têm três sessões diárias, às 11h30, 17h40 e 18h.

Público específico

Apesar de serem abertos ao público em geral, os cinemas acabam ocupados por um público específico. "Gosto do cineminha mais pelos filmes B, que são difíceis de entrar no roteiro comercial", afirma o historiador Marcelo Fidel, que se diz um apreciador de filmes brasileiros. Já a estudante Rafaela Cardoso vai passar longe dos filmes exibidos durante a Feira do Livro. "Não gosto muito de filmes, vou para ver os shows".
Tanto no cinema "improvisado" (às 18h do dia 30) quanto no Cauim (18h no dia 29), um filme chama atenção. "Zorba, O Grego" é um clássico de 1964 com sete indicações ao Oscar e três estatuetas. Estrelado por Anthony Queen, dirigido por Michael Cacoyannis, "Zorba" é uma adaptação do livro homônimo de Nikos Kazantzakis.
Mas os quase 50 anos do lançamento distanciam o êxito do conhecimento da maioria dos jovens. "É legal para que o pessoal conheça, mas acho difícil aparecer alguém que ainda não tenha visto o filme", acredita Fidel.
Outro filme que chama a atenção na programação é o documentário "José e Pilar", que será exibido no dia 30 de maio, às 14h e às 18h, no Cineclube Cauim. O filme do diretor português Miguel Gonçalves Mendes mostra a intimidade do escritor José Saramago, homenageado pela feira, com sua mulher, Pilar Del Río.



SERVIÇO

Cinema Cultural (entre as Praças XV e Carlos Gomes)
Sessões infantis das 8h30 às 11h30 e das 14h às 17h
Sessões premiadas às 11h30, 17h40 e 18h

Cineclube Cauim (rua São Sebastião, 920)
Sessões às 10h, 14h e 18h

Programação completa no site www.feiradolivroribeirao.com.br

Biblioteca Epifânio Dória possui rico acervo em braile

Criado em 2007, o setor de braile da BPED promove inclusão social através do rico acervo e de cursos ofertados na unidade


Literatura infantil, infanto-juvenil, nacional, estrangeira, boletins, revistas, periódicos, livros jurídicos, livros didáticos – história, matemática, biologia, língua portuguesa. Essa é a composição do acervo de um setor específico da Biblioteca Pública Epifânio Dória (BPED0: o setor de braile. Criado em 2007, o setor possui cerca de 2000 livros, além de um material em áudio que fica localizado na Audioteca. São textos falados recitados pelos chamados ledores, que auxiliam aqueles que não aprenderam o sistema braile.
Para ter acesso a esses materiais, o procedimento é o mesmo dos outros setores. Basta o usuário ser cadastrado na BPED, e ter a carteirinha de empréstimo. A cada mês o acervo do setor é atualizado com os livros fornecidos pela Fundação Dorina Nowill para Cegos, que há mais de 60 anos vem se dedicando à inclusão social de pessoas com deficiência visual, distribuindo esses materiais para escolas, bibliotecas e organizações de todo o Brasil.
A secretária de Estado da Cultura, Eloísa Galdino, conta que acessibilidade às pessoas com deficiência é um dos principais objetivos da instituição. “Cada vez mais a cultura dialoga com o conceito de inclusão social, e o trabalho que desenvolvemos na Biblioteca Epifânio Dória é uma prova disso. É importante destacar que a unidade vai além do suporte para empréstimo de livros, disponibilizando também cursos básicos do sistema braile, oferecidos não só às pessoas com deficiência visual como a toda a população”, explica a secretária.
O curso, segundo a diretora da BPED, Sônia Carvalho, faz sucesso.“A procura pelo curso é grande, mas temos um número limitado de vagas, pois estas aulas exigem minúcia e atenção especial a todos”, explicou a diretora. Segundo ela, está prevista uma ampliação para essa seção. Após uma reforma na antiga sala do Conselho Estadual de Educação, o setor passará a ficar localizado nesta sala, tornando o local mais aconchegante, e o espaço onde está o acervo e o atendimento ao público também.

Exemplo de superação

O estagiário responsável por ministrar os cursos em braile, organizar o acervo do setor, dar atendimento às pessoas com deficiência visual é o estudante de matemática – Edvaldo dos Anjos. Deficiente visual, Edvaldo é exemplo de determinação. Aos 23 anos, após um acidente ele ficou cego. Hoje com 32, ele mostra superação, sabedoria e dá uma aula de lição de vida a todos que o conhecem.
Em 2008, ao ministrar um curso sobre o uso do soroban (instrumento japonês utilizado para cálculos matemáticos), Edvaldo conheceu Sônia Carvalho, que se encantou com seu trabalho e o convidou para estagiar na biblioteca. “No momento estou com duas alunas que se interessam pelo sistema braile. Elas não são deficientes visuais, mas têm muita vontade de aprender para ajudar os outros”, contou.
Estudante do quinto período do curso de Matemática, Edvaldo afirma que nem mesmo essa limitação o impediu de ampliar seu conhecimento e com isso realizar seu sonho de se tornar um matemático. “Carrego esta paixão desde criança, por isso escolhi me graduar em Matemática. Somos eternos aprendizes, nunca perderei a vontade de aprender!”, orgulha-se Edvaldo.
Sobre o acervo da biblioteca, mesmo optando pelos números, ele mantém o hábito da leitura, inclusive já leu os livros infantis do setor que trazem segundo ele: “boas lições de vida”. “Do nosso acervo já li ‘Ensaio sobre a Cegueira’ de José Saramago, ‘1808’ de Laurentino Gomes... Não leio mais por falta de tempo e por conta da faculdade. Por isso tento organizar meu tempo ao máximo”, frisou o estudante.

As aprendizes

Ajudar ao próximo através do ensinamento do sistema braile fez com que a pedagoga Maria da Conceição Boaventura e a matemática Bruna Moraes fossem até a BPED informar-se acerca das aulas oferecidas por Edvaldo dos Anjos. Ambas professoras, a dificuldade em relação a aprendizagem do sistema é algo que vem desde a faculdade, já que não havia disciplinas que ofereciam o braile.
“Quando me formei o braile não era matéria obrigatória na minha universidade, o que considero uma deficiência. Através de Sônia passei a conhecer Edvaldo, que está me ensinando pela primeira vez. Tenho uma tia que é deficiente visual e pretendo dar esse suporte a ela, já que a mesma mora no interior e por isso não pode vir para cá”, relatou Bruna. Segundo ela, esta aprendizagem auxiliará também na sua profissão ao lidar com alunos com deficiência visual. “Conviver com pessoas diferentes de mim me fortalece e me enriquece como ser humano. Recentemente fiz um cursinho preparatório para concursos e lá conheci uma pessoa com deficiência visual, queria ajudá-lo na aprendizagem, mas não sabia o braile”, lamentou.
Para Bruna, o pouco que viu em sua primeira aula a respeito do sistema, a fez perceber que é algo que exige esforço e memorização por parte do aluno. Além disso, a nova aluna de Edvaldo não poupou elogios ao professor. “A codificação do alfabeto para o braile é muito interessante e exige ao mesmo tempo uma boa memorização. Ele é um ótimo professor o que torna a aprendizagem mais fácil”, elogiou.
Contadora de histórias do Grupo Prosarte, a pedagoga Maria da Conceição Boaventura, além de aluna, utiliza o espaço oferecido pela biblioteca para contar histórias para crianças com deficiência visual. Aposentada, ela diz que ao longo de sua carreira trabalhou com educação especial. “Me emociono em saber que posso ajudar ao próximo com o que eu sei. Tive um irmão com deficiência e sei o quanto é importante políticas voltadas para essas pessoas”, afirmou Maria da Conceição. Para ela, quem sabe o braile carrega consigo uma forma de inteligência.
Sônia Carvalho finaliza afirmando que é uma satisfação trabalhar para este público e ver pessoas da comunidade se dedicando a ele. “Qualquer pessoa que quiser ser atendimento basta marcar um agendamento através do telefone 3179-1907. Estamos aqui prontos para servi-los e todo nosso acervo está disponível para empréstimo”, lembrou a diretora da instituição.

Sobre o sistema braile

Aos três anos Louis Braille perde a visão. Aos sete ele entra no Instituto de Cegos de Paris. Em 1827, com 18 anos, ele torna-se professor desse Instituto, onde cria o sistema de leitura para cegos – após ouvir falar de um sistema de mensagem com buracos inventado por um oficial para ler mensagens durante a noite.
Em 1829, ele publica o método já aperfeiçoado e adaptado. A partir dos pontos, o deficiente visual pode distinguir através do tato notas musicais, sinais, números, pontuações, letras e etc. Em 1852, morre o gênio, deixando o mais importante legado de aprendizagem para os cegos

Concursos buscam despertar nos estudantes interesse pela obra de Paulo Setúbal


As inscrições para quatro concursos das áreas literária, artística, estudantil e de fotografia, organizados em memória ao romancista Paulo Setúbal, já estão abertas. São eles: 10º Concurso de Literatura e Artes Visuais, 9º Prêmio de Contos, Crônicas e Poesias, 2º Concurso Paulo Setúbal de Fotografia e o 3º Paulo Setúbal Show.

Concurso Paulo Setúbal - Literatura e Artes Visuais

O concurso tem como tema o livro “Confiteor” e recebe redações e trabalhos artísticos, desde que orientados por professores em sala de aula.
As inscrições são feitas pelas escolas. Alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental podem participar da modalidade artes visuais. 6º ao 9º também podem concorrer na modalidade literatura (redação com tema extraído da obra sugerida ou trecho dela, com limite máximo de duas laudas).
Já estudantes do Ensino Médio, do 1º ao 3º ano, podem inscrever redação ou comentário crítico sobre a obra indicada ou trecho dela, com limite máximo de duas laudas. Prêmios em dinheiro serão oferecidos aos três vencedores, bem como aos professores. Os valores são de R$ 500, R$ 300 e R$ 200 (primeiro ao terceiro lugar das categorias artes visuais e literatura) e de R$ 500 ao professor-orientador do trabalho premiado em primeiro lugar.

Contos, Crônicas e Poesia

O curso é realizado em âmbito nacional e aberto a qualquer interessado - limitado a um conto, uma crônica e/ou uma poesia por candidato. Serão oferecidos prêmios em dinheiro aos três primeiros vencedores de cada categoria (R$ 800 ao primeiro lugar, R$ 500 ao segundo colocado e R$ 400 ao terceiro).

Concurso Paulo Setúbal de Fotografia

Com abrangência municipal, é aberto a qualquer interessado com idade entre 11 e 18 anos. O concurso é temático e trabalha com a obra “Confiteor” (o livro deverá servir de fonte de inspiração para as imagens).
As fotos devem ser feitas somente com equipamento digital - inclusive, celular - sendo que as imagens deverão ter o mínimo de 200Kb e o máximo de 2Mb, no formato JPG ou TIF.
A inscrição é feita somente por meio do e-mail juventudetatui@gmail.com, a fim de incentivar a utilização de novas tecnologias. Os donos das três melhores fotos receberão como prêmios R$ 500 (primeiro lugar), R$ 300 (segundo) e R$ 200 (terceiro).

Paulo Setúbal Show

Concurso de perguntas que seleciona estudantes da rede local de ensino. O “show” será dia 9 de agosto, às 19h30, no teatro “Procópio Ferreira”, do Conservatório de Tatuí. Cada escola local poderá inscrever um estudante do 8º ano.
O estudante representará a escola no jogo de perguntas e respostas, baseadas no livro “Confiteor”, de Paulo Setúbal. O vencedor receberá R$ 1.000 e a escola onde o campeão estuda receberá um computador.
Todas as inscrições devem ser feitas até o dia 15 de julho. Com exceção do cadastro do concurso de fotografia (que somente pode ser feita via e-mail), as demais podem ser realizadas pessoalmente ou nos Correios, no Museu Paulo Setúbal, à Praça Manoel Guedes, 98, de terça-feira a sexta-feira, das 9 às 17 horas.
Os vencedores serão premiados na abertura oficial da 69ª Semana Paulo Setúbal, em data e local ainda a serem definidos.
Professora ministra palestra sobre romance e literatura
Livro "E se a Literatura se calasse?" é tema da palestra


Neste sábado (28), a FAAP Ribeirão Preto organiza palestra com a professora Thaís Rodegheri Manzano. O tema “E se a Literatura se calasse?”, abordará como o romance passou por diversos obstáculos e ameaças para se consolidar como gênero literário e ser considerado arte.
Na ocasião, será realizado o lançamento do livro homônimo à palestra. Thaís Rodegheri Manzano é jornalista e professora de História da Literatura do curso de Pós-graduação em História da Arte da FAAP. Também já publicou as biografias Schumann e Chopin, Artimanhas da Ficção, e traduziu Leonardo da Vinci, de Kenneth Clark.
O evento acontece às 9h30. As vagas são limitadas e o interessado deve se inscrever pelo site www.faap.br/pos. A FAAP fica na av. Independência, 3670, Jardim Flórida. Informações pelo telefone (16) 3913-6300.

Sabores e letras na serra


O dramaturgo Ariano Suassuna, destaque da programação do III Festival Saberes e Sabores, em Pacatuba. A palestra, assim como toda a programação, tem entrada gratuita
De hoje até sábado, acontece o III Festival de Literatura e Gastronomia, em Pacatuba. Oficinas, palestras e feira estão na programação
Resgatar e divulgar a rica gastronomia da região e o trabalho de escritores originários da cidade, como Juvenal Galeno e Eduardo Campos, além de fortalecer o turismo e o mercado local. Com esses objetivos, começa amanhã a terceira edição do Festival de Literatura e Gastronomia - Saberes e Sabores, em Pacatuba (CE). A programação inclui palestras com escritores, oficinas culinárias, apresentações artísticas e feira de gastronomia e artesanato. O destaque do evento é a palestra do dramaturgo Ariano Suassuna, no dia 28, sobre o Movimento Armorial. "O festival tem grande ligação ideológica com o movimento, surgido em Recife, na década de 1970", diz a secretária de Turismo e Cultura de Pacatuba, Marluce Rodrigues. A proposta do Movimento Armorial era valorizar a cultura popular do Nordeste brasileiro, fortalecendo a arte brasileira erudita a partir das raízes populares da cultura do País.

Na abertura do Saberes e Sabores, hoje à noite, haverá a entrega da Medalha Eduardo Campos a personalidades que colaboram com a cultura do Estado, seguida de coquetel para convidados.

A programação é toda gratuita e envolve vários espaços do município. Estão previstas oficina de reisado, cortejos, shows musicais - como o do cantor Messias Holanda - e apresentações de repentistas, emboladores, sanfoneiros, de grupos de teatro e outros. Vale ressaltar a participação da Banda Cabaçal Irmãos Aniceto, no fim da tarde de sábado.

A expectativa dos organizadores é receber um público de 20 mil pessoas, por conta da posição geográfica estratégica da cidade de Pacatuba, localizada na intersecção da Região Metropolitana e entrada das serras.

Destaques

Dia 27/05

15h, no espaço Literário - Portal do Turismo: palestra com Antônio Galeno, sobre a biografia de Juvenal Galeno
17h, na Arena Juvenal Galeno - Tenda Sesc no Pátio do Portal: Feira de Artesanato e Gastronomia
18h, na Arena Juvenal Galeno - Tenda Sesc: dupla de emboladores Jorge Amado e Bolachinha / show "Humor em verso e prosa", com Paulo de Tarso
Das 19h a 0h30, na Arena Juvenal Galeno - palco Luiz Gonzaga: apresentações musicais

Dia 28/05

16h, no Espaço Literário: bate papo literário com Ariano Suassuna
18h, na Arena Juvenal Galeno: Banda Cabaçal Irmãos Aniceto
19h, no Espaço Literário: exposição e roda de leitura, com o tema "Patrimônio Natural e Cultural de Pacatuba"
21h a 0h30, na Arena Juvenal Galeno - Palco Luiz Gonzaga: apresentações de Messias Holanda, Toca do Vale e Chico Pessoa
III Festival Saberes e Sabores. De 26 a 28/05, em Pacatuba (CE). Gratuito. Programação completa em www.pacatuba.ce.gov.br/
Festival da Mantiqueira começa nesta sexta-feira em São Francisco Xavier
Evento terá oficinas literárias e apresentações musicais de Lobão e da Orquestra Sinfônica de São José


O Festival da Mantiqueira – Diálogos com a Literatura, um dos maiores festivais de literatura do Brasil, entra em sua 4ª edição e acontece no período de 27 a 29 de maio, em São José dos Campos, no distrito de São Francisco Xavier. O festival reúne nesta edição grandes nomes da literatura, como Luiz Felipe Pondé, Xico Sá, Márcia Tiburi, Antônio Prata e Edney Silvestre; além do argentino Federico Andahazi.

Confira a programação completa para o Festival da Mantiqueira

Os autores joseenses, como no ano passado, contarão com o Espaço Cassiano Ricardo para exposição, venda e lançamento de suas obras. Ao todo, obras de 50 autores de São José estarão no espaço.

Abertura

A cerimônia de abertura, na sexta-feira (28), às 20 horas, será seguida do show dos violonistas Duo Siqueira Lima e Fernando Lima, que apresentam um repertório do popular ao clássico. O evento terá ainda, oficinas literárias e apresentações musicais de Lobão (dia 28, às 22 horas) e da Orquestra Sinfônica de São José dos Campos (dia 29, às 10 horas).

Estrutura

As atividades serão concentradas no centro do distrito. A tenda principal (500 lugares), montada na Praça Cônego Antônio Manzi, recebe escritores e público para debates temáticos, mediados por Cadão Volpato. A tenda dos estudantes (300 lugares) possibilita encontros pré-agendados de autores e alunos de escolas. O espaço Cassiano Ricardo (25 lugares) é dedicado exclusivamente a autores de São José dos Campos e o Photozofia Arte & Cozinha (100 lugares) receberá shows e apresentações.

Ingressos

A participação nas atividades do Festival da Mantiqueira é gratuita, mas há necessidade de retirada de ingressos para as mesas, atividades infantis e shows, uma hora antes do início de cada evento. A bilheteria ficará na Praça Cônego Manzi.

Transporte gratuito

A Prefeitura de São José dos Campos vai disponibilizar uma linha especial de ônibus entre São José dos Campos e São Francisco Xavier. Essa linha atenderá, especificamente, o público que se destina ao Festival da Mantiqueira. Em São José, o ponto de partida do ônibus será no Parque da Cidade (Avenida Olivo Gomes 100, Santana) e o de chegada, em São Francisco Xavier, na Praça da Igreja São Sebastião. Para o retorno, a operação será inversa. Confira abaixo no quadro os horários completos.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Concurso de Quadrilhas Juninas: inscrições abertas

Começam hoje (26) as inscrições para o 8º Concurso Estadual de Quadrilhas Juninas Adulto e Mirim. O evento faz parte do Arraial de Todos os Santos, comemoração junina do Governo do Pará, que ocorre de 15 a 29 de junho, no Centur.

Hoje e amanhã inscrevem-se as quadrilhas de todos os municípios paraenses, com exceção da Região Metropolitana de Belém. As inscrições ocorrem das 10h às 16h, no Centro de Evento Ismael Nery (1˚ andar do Centur, Sala G).

Serão distribuídas 40 senhas por dia para as quadrilhas adultas e 15 para as quadrilhas mirins, totalizando 80 quadrilhas adultas e 30 mirins de fora da Grande Belém.

As inscrições das quadrilhas da Região Metropolitana (Belém, Mosqueiro, Icoaraci, Outeiro, Ananindeua, Marituba, Santa Bárbara, Santa Izabel e Benevides) ocorrem na segunda-feira (30), também das 10h às 16h, no Centro de Eventos. Serão distribuídas 40 senhas para as quadrilhas adultas e 20 para as quadrilhas mirins.

Neste ano, além do Concurso Estadual de Quadrilhas Juninas, o Arraial de Todos os Santos reúne no Centur apresentações de manifestações culturais típicas da quadra junina, como os grupos de pássaros juninos, bois bumbás, cordões de pássaros e bichos.

DOCUMENTOS

Para se inscrever as quadrilhas precisam apresentar: cópia de RG e CPF do primeiro e segundo responsável pela quadrilha; comprovante de residência; release da quadrilha junina (histórico resumido); nomes completos de cada miss (se houver), marcador, estilista e coreógrafo; número de pares; título e compositor da música de apresentação.

No caso das quadrilhas mirins, é necessário apresentar autorização junto à 3ª Vara da Infância e da Juventude requerida pelos responsáveis de cada menor.

Para as inscrições das misses é preciso apresentar: nome completo; cópia de RG e CPF; título e nome do compositor da música de apresentação. Para menores de 18 anos é necessário ainda declaração de autorização dos responsáveis, cópias de RG e CPF, além da autorização junto à 3ª Vara da Infância e da Juventude requerida pelos responsáveis da menor.

CATEGORIAS

As misses das quadrilhas podem disputar três categorias: Miss Simpatia, Miss Mulata Cheirosa e Miss Caipira. Para as quadrilhas adultas haverá ainda a categoria Miss Caipira Mix.

As dez melhores quadrilhas das categorias adulta e mirim ganham uma premiação em dinheiro. As três melhores quadrilhas ganham troféus, assim como os primeiros colocados nas categorias Marcador, Coreógrafo e Estilista.

SERVIÇO

Inscrições para o VIII Concurso Estadual de Quadrilhas Juninas Adulto e Mirim. Hoje e amanhã para grupos do interior do Estado e no dia 30 para grupos da Grande Belém (Belém, Mosqueiro, Icoaraci, Outeiro, Ananindeua, Marituba, Santa Bárbara, Santa Izabel e Benevides). Horário: de 10h às 16h, no Centro de Eventos Ismael Nery (1˚ andar térreo do Centur, Sala G).
Paratur entra na prevenção do turismo sexual durante a Copa

O presidente da Companhia Paraense de Turismo (Adenauer Góes) participou na quarta-feira (25), em Brasília, do Seminário sobre Políticas Públicas de Combate à Exploração Sexual Infantil e ao Turismo Sexual, evento realizado pela Câmara dos Deputados, através das comissões de Turismo e Desporto e de Direitos Humanos. Adenauer foi um dos palestrantes do evento, que aconteceu no auditório Nereu Ramos e contou com a participação do Ministro do Turismo, Pedro Novaes.

As ações envolvendo esferas de governo federal, estadual e municipal, com a sociedade civil organizada em prol da prevenção da violência e do turismo sexual visam preparar o Brasil para a Copa do Mundo de 2014. Na oportunidade, o ministro informou aos participantes que em 2005 foram gastos com o programa de combate à exploração sexual de crianças e adolescentes cerca de R$ 200 mil. Em 2010, os gastos foram em torno de R$ 8,3 milhões. “O programa continua em 2011”. Disse o ministro.

Adenauer Góes, por sua vez, levou informações sobre a atuação da Paratur na execução do Programa Turismo Sustentável e Infância (TSI), do Ministério do Turismo, que consiste em ações de conscientização e prevenção da violência sexual de crianças e adolescentes. Ele falou, ainda, sobre a retomada, pelo Governo do Estado, do Programa Pró-Paz, que atua também na linha de prevenção, conscientização e atendimento às vítimas dessa violência.

Adenauer Góes informou, ainda, que 30% dos casos de exploração sexual ocorrem em meios de hospedagem, e elogiou a atuação da Associação Brasileira da Indústria Hoteleira (ABIH) e do Cedeca Emaús, que se destacam também nessa linha de garantia de direitos no Pará. “Nós devemos buscar a integração de políticas públicas, privadas e da sociedade civil organizada no intuito do enfrentamento da violência sexual infanto-juvenil, visando fortalecer a rede de instituições que atuam nessa área”. Alertou Adenauer, para quem um bom exemplo de avanços no Pará em termos de garantia de direitos é a criação do Projeto Mover – Movimento Pela Valorização do Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA.

Prevenção

Maio é o mês de maior mobilização no Brasil contra o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes, tendo em vista que 18 é o Dia Nacional de Enfrentamento dessa violação de direitos. O Seminário sobre Políticas Públicas de Combate à Exploração Sexual Infantil e ao Turismo Sexual contou ainda com a participação da secretária nacional de Políticas de Turismo do Ministério do Turismo, Ana Isabel Mesquita. “O turismo sexual é crime”, disse Bel Mesquita, ao informar que o MTUR realizou 178 seminários com a temática da prevenção do turismo sexual para a cadeia produtiva do turismo. Foram distribuídos, segundo ela, quatro milhões de peças publicitárias voltadas ao incentivo da denúncia do crime através do Disk 100 e outros mecanismo.

Participaram ainda, a secretária-executiva do Comitê Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual, Karina Figueiredo; o diretor-executivo da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Turismo e Hospitalidade, Geraldo Gonçalves Filho; o diretor-geral da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, César Augusto Gonçalves; o diretor de marketing da Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur), Caio Magno Alves de Souza; Alinne Frazão Barbosa, representante da Secretaria de Turismo de Pernambuco; Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Walter Luiz, o deputado Romário, entre outros.

John Banville venceu o prémio Kafka

O escritor irlandês John Banville foi distinguido com o prestigiado prémio literário Kafka, entregue anualmente pela Associação Kafka a um escritor internacional cujo trabalho se distinga pela “qualidade artística excepcional”.
“É uma grande honra receber este prémio internacional. Estou muito contente por fazer parte de uma lista de vencedores tão distinta”, disse o autor ao britânico Gaurdian.

O prémio, uma homenagem ao escritor alemão Franz Kafka, que foi criado em 2001, numa parceria entre a Associação Kafka e a cidade de Praga, na República Checa, distinguiu até hoje 11 escritores, entre eles o britânico Harold Pinter, o norte-americano Philip Roth e o japonês Haruki Murakami.

Segundo o Guardian, este galardão pode ser uma antevisão do próximo premio Nobel da Literatura, destacando que, em anos anteriores, o vencedor do Kafka foi também o escolhido da Academia Sueca, como aconteceu com Elfriede Jelinek e Harold Pinter.

“É um orgulho e uma honra ter sido o escolhido do júri”, garantiu John Banville, que conta já com 18 livros publicados, incluindo alguns assinados sob o pseudónimo de Benjamin Black.

O irlandês, que em 2005 venceu o Man Booker com o livro “The Sea”, explicou ainda que ganhar o Kafka Prize, no valor de 7 mil euros, sempre foi um dos seus desejos. “Era um dos prémios que mais queria, pela sua história, por tudo, é perfeito para mim. Kafka foi um grande escritor, é um privilégio.”

A cerimónia de entrega do prémio vai acontecer apenas em Outubro, em Praga. Nessa ocasião, o escritor vai ainda receber uma estatueta de bronze, igual ao monumento de Franz Kafka em Praga.

Em relação às probabilidades de ser o próximo prémio Nobel, John Banville é cauteloso. “A maioria dos escritores que venceram este prémio, não ganhou o Nobel. Mas espera, o meu telefone está a tocar, deve ser de Estocolmo”, brincou o escritor, garantindo que as coisas acontecem “uma de cada vez”.
Prêmio da Arte Contemporânea de Londrina abre inscrições

Falar e pensar arte contemporânea. Esse será o grande objetivo da primeira edição do Prêmio Londrina de Arte Contemporânea, que será realizado entre os dias 29 de outubro e 26 de novembro, no Museu de Arte de Londrina. A organização abriu inscrições para artistas contemporâneos de todas as partes do Brasil e espera uma adesão maciça já nesta primeira edição.
A intenção da organização é fortalecer o evento e incluí-lo no calendário artístico da cidade, que conta com eventos conhecidos no Brasil inteiro, como o Filo e o Festival de Música de Londrina. "Falar e pensar em arte contemporânea é acima de tudo propor uma análise crítica que interroga e que atribui novos significados e novos conceitos em arte", conta Marcos Costa, produtor do evento.

O artista contemporâneo, ou a arte contemporânea visa a experimentação de técnicas e instrumentos novos na sua produção. Diante da importância da imagem no mundo atual, tornou-se necessário para a contemporaneidade insinuar uma crítica da imagem e desse mundo. "A arte contemporânea reprocessa as linguagens ao desenvolver sua poética e talvez seja esse seu maior trunfo, ocupar o espaço da invenção e da crítica de si mesmo", explica ele.

Diante da industrialização, da tecnologia, da cultura de massa e da cultura de consumo, a arte contemporânea busca romper determinados valores e é imperativa em ir além da visão, estimulando e manipulando o plurisensorial. "A atualidade e a interdisciplinariedade dessa arte é capaz de alcançar as mais variadas perspectivas", exemplifica Costa.

Tema e inscrições

As inscrições para o evento já estão abertas. Podem se inscrever artistas visuais brasileiros ou naturalizados, residentes no país. A exposição tem como objetivo reunir trabalhos nacionais representativos da Arte Contemporânea e as obras deverão obrigatoriamente abordar o tema: "A Arte em Defesa da Terra: Urgente".

Cada artista poderá inscrever até três obras em quaisquer categorias da arte contemporânea com fichas de inscrição distintas para cada uma delas. As fichas deverão ser baixadas no site do evento, preenchidas, assinadas e enviadas em PDF, para – e-mail contato@artecontemporanealondrina.com.br até o dia 31 de julho, quando se encerra o prazo para as inscrições gratuitas.

Os expositores podem ser beneficiados com os prêmios de R$ 5 mil para o primeiro colocado, R$ 2 mil para o segundo e R$ 1 mil para o terceiro, além da categoria "Menção Honrosa" para o quarto colocado.
Blachère Brasil e David Portes: trajetórias de sucesso no Brasil e no mundo ilustraram Seminário Pr

A avenida Champs-Élysées, em Paris, o Castelo da Cinderela, na Disney, e a Galeria Victorio Emanuelle, em Roma, têm em comum a tecnologia e a criatividade da Blàchere, empresa francesa especializada nos mais modernos (e econômicos) sistemas de iluminação do mundo. Sua experiência com o uso da luz como ferramenta de marketing e de mídia, e de forma sustentável, foi compartilhada com o público na abertura do Seminário Promo Tendências do Road Show RJ, da Brazil Promotion, no Centro de Convenções Sul-América, Rio de Janeiro, no dia 19 de maio.

Wendell Toledo, CEO da Blachère, mostrou cases recentes de uso de placas de energia solar na alimentação de peças decorativas de campanhas marketing (árvores) e objetos promocionais (camisetas com sensores que transformam o som em luz e brilham no escuro). Um avanço que chega para tornar ainda mais econômico o baixo custo com energia das lâmpadas com led, usadas na maioria das ações.

Prestes a ostentar no currículo 1.000 palestras, desde que começou a inspirar funcionários de empresas no Brasil e no exterior, o presidente da DMarketing e ex-camelô David Portes fechou a programação dos seminários da Associação de Marketing Promocional (AMPRO). Em “David, uma lição de superação, marketing e vendas”, ele mostrou o que todos podem alcançar uma posição de destaque na profissão, mas é preciso reinventar o negócio a cada dia, ser ágil, perseverar apesar das dificuldades e procurar sair do lugar comum. “As pessoas sabem disso, mas o exemplo de quem conseguiu é o que realmente motiva”, afirmou Portes ao final de sua apresentação, que incluiu brincadeiras com a platéia, distribuição de bombons, balas, DVD e até dinheiro.

Site oficial: www.brazilpromotion.com.br

Seminário discute a rentabilidade e legalidade do Email Marketing





O Seminário ‘Como subir o ROI do Email sem violar a Lei?’ vai cruzar as questões legais com as de marketing e usabilidade, num uma iniciativa integrada no ciclo de eventos marketingtecnologico.com, da agência de marketing digital Inesting.
Ver Galeria


O evento decorre no Tagus Park durante a tarde de 26 de Maio, e a empresa organizadora acentua a propósito que o tema do email marketing está mais vivo do que nunca.

“As consciências elevam-se e finalmente o mercado percebe que uma estratégia de email marketing é muito mais que uma base de dados e o Outlook. Por essa razão, impunha-se um evento que cruzasse as questões legais, com as questões de marketing e usabilidade” refere ao Observatório do Algarve Rui Brás, Head of training da Inesting.

Além da comunicação introdutória de Francesco Berrettini, CEO da Inesting sobre a importância do Email no Marketing Digital, decorrerão apresentações sobre a envolvente legal, por Miguel Sengo da Costa.

O tema sobre o Permission Marketing será abordado por Rui Nunes e as questões técnicas da Taxa de Entrega dos emails integram a intervenção Rui Brás, contemplando o seminário a apresentação de um caso de estudo por Bernardo Brandão.

O projecto marketingtecnologico.com é um espaço online para partilha de conhecimento de marketing aplicado às novas tecnologias de informação. Nasceu em 2008 e representa hoje uma comunidade de milhares de utilizadores de língua portuguesa.

Com o propósito de fomentar a discussão em torno dos seus temas e o networking entre os seus utilizadores, ganhou dimensão física com a dinamização de um ciclo de Seminários e Workshops.

Estes eventos acontecem de forma desconcentrada por vários locais do país, em articulação com empresas, media, entidades institucionais e associações empresariais.

Os seminários agrupam-se em quatro grandes áreas temáticas: Search Engine Marketing, Email Marketing, Social Media e Mobile Marketing, que pode consultar aqui.

Rui Brás manifesta ainda a satisfação da empresa já que o seminário no Tagus Park obteve “uma procura elevada e a organização recebeu já o número de inscrições limite, considerando a capacidade da Sala reservada para o evento. Desta forma tornou-se necessário fechar as inscrições para o seminário 'Subir o ROI do Email sem violar a Lei'”.

Fica a promessa de, para os próximos eventos, serem utilizadas salas com uma lotação superior, garante.
CIMATRON REALIZA SEMINÁRIOS EM SÃO PAULO E EM JOIVILLE

· Eventos mostrarão como ter ganhos de produtividade em cada etapa do projeto com Cimatron E9.0
· Kobi Rosenwasser, vice-presidente e Uri Shakked, engenheiro de Suporte e Aplicações da Cimatron, vêm de Israel especialmente para os seminários
A Cimatron, juntamente com seu distribuidores Fitso,Cadpro e MTC Projetos realizam em 31 de maio, no Hotel Ibis Congonhas, em São Paulo, um seminário sobre o aumento de produtividade na elaboração de projetos e manufatura de moldes de injeção através do uso do software Cimatron E9.0.
A apresentação será feita pelo engenheiro especializado em projeto e manufatura de moldes de injeção da Cimatron, Uri Shakked, que vem ao Brasil acompanhado pelo vice-presidente de Vendas da empresa israelense, Kobi Rosenwasser.
A equipe da Cimatron se desloca no dia 2 de junho, para Joinville (SC), onde apresenta o mesmo seminário – em parceria com seu distribuidor Cimacad – no Senai da cidade.
Os seminários são abertos a todos os interessados e as reservas podem ser feitas nos distribuidores da Cimatron:
Em São Paulo:
Fitso – fit...@fitso.com.br – tel. 11-4063- 0860.
Cadpro – cad...@cadpro.com.br – tel. 11-3915-4253.
MTC Projetos – m...@mtcprojetos.com.br – tel. 19-3885-5930.
Em Joiville – Cimacad – email - cima...@cimacad.com.br ou pelo telefone (47) 3435-6428.
Sobre a Cimatron
Com mais de 28 anos de experiência e mais de 40 mil softwares instalados em todo o mundo, a Cimatron é líder em fornecimento de soluções integradas de CAD/CAM para moldes, e matrizes de estampo bem como manufatura de peças em geral.
A Cimatron está empenhada em fornecer soluções abrangentes e de baixo custo que agilizem os ciclos de fabricação, permitam a integração com fornecedores externos e, ainda, reduzam o tempo de entrega do produto.
Sua linha de produtos inclui as marcas CimatronE e GibbsCAM com soluções para projetos de moldes, matrizes de estampo e de eletrodos, usinagens de 2,5 a 5 eixos, eletroerosão a fio, tornos, centros de torneamento em geral, centros de usinagem de 2,5 a 5 eixos, máquinas de usinagem multi-tarefa e centros de usinagem em geral.
As ações da Cimatron são negociadas na NADASK sob o símbolo CIMT.
Para mais informações, visite o site http://www.cimatron.com
Recantos & Requintes promove seminário gratuito

A Recantos & Requintes, canal de distribuição, divulgação e apoio à gestão de cerca de 550 pequenos meios de hospedagens, promove o seu primeiro seminário no próximo dia 2 de junho, das 9h às 17h, em Petrópolis, Região Serrana do Rio de Janeiro.
Entre os temas que serão contemplados estão marketing na internet, canais de distribuição,
recursos humanos, operação hoteleira com base na gestão sustentável e boas
práticas.
Professor de marketing de serviços com 20 anos de experiência no mercado de viagens corporativas e blogueiro do PANROTAS, Gustavo Syllos, será um dos palestrantes. O time ainda é composto por outros profissionais, dentre eles a gerente de Novos Negócios para o mercado de Turismo no Google Brasil, Heloisa Pinho, e o dono da HG Hotelaria de Luxo, Haroldo Gutierrez.
A inscrição é gratuita e pode ser feita até amanhã (27) pelo e-mail info@recantoserequintes.com.br ou ainda pelo telefone (11) 3031-1255. Os próximos seminários acontecem nos dias 08/06, em São Sebastião (SP) e 15/06, em Ouro Preto (MG).
Festival da Mantiqueira começa nesta sexta-feira em São Francisco Xavier
Evento terá oficinas literárias e apresentações musicais de Lobão e da Orquestra Sinfônica de São José



O Festival da Mantiqueira – Diálogos com a Literatura, um dos maiores festivais de literatura do Brasil, entra em sua 4ª edição e acontece no período de 27 a 29 de maio, em São José dos Campos, no distrito de São Francisco Xavier. O festival reúne nesta edição grandes nomes da literatura, como Luiz Felipe Pondé, Xico Sá, Márcia Tiburi, Antônio Prata e Edney Silvestre; além do argentino Federico Andahazi.

Também haverá show com o cantor Lobão!

Confira a programação completa para o Festival da Mantiqueira

Os autores joseenses, como no ano passado, contarão com o Espaço Cassiano Ricardo para exposição, venda e lançamento de suas obras. Ao todo, obras de 50 autores de São José estarão no espaço.

Abertura

A cerimônia de abertura, na sexta-feira (28), às 20 horas, será seguida do show dos violonistas Duo Siqueira Lima e Fernando Lima, que apresentam um repertório do popular ao clássico. O evento terá ainda, oficinas literárias e apresentações musicais de Lobão (dia 28, às 22 horas) e da Orquestra Sinfônica de São José dos Campos (dia 29, às 10 horas).

Estrutura

As atividades serão concentradas no centro do distrito. A tenda principal (500 lugares), montada na Praça Cônego Antônio Manzi, recebe escritores e público para debates temáticos, mediados por Cadão Volpato. A tenda dos estudantes (300 lugares) possibilita encontros pré-agendados de autores e alunos de escolas. O espaço Cassiano Ricardo (25 lugares) é dedicado exclusivamente a autores de São José dos Campos e o Photozofia Arte & Cozinha (100 lugares) receberá shows e apresentações.

Ingressos

A participação nas atividades do Festival da Mantiqueira é gratuita, mas há necessidade de retirada de ingressos para as mesas, atividades infantis e shows, uma hora antes do início de cada evento. A bilheteria ficará na Praça Cônego Manzi.

Transporte gratuito

A Prefeitura de São José dos Campos vai disponibilizar uma linha especial de ônibus entre São José dos Campos e São Francisco Xavier. Essa linha atenderá, especificamente, o público que se destina ao Festival da Mantiqueira. Em São José, o ponto de partida do ônibus será no Parque da Cidade (Avenida Olivo Gomes 100, Santana) e o de chegada, em São Francisco Xavier, na Praça da Igreja São Sebastião. Para o retorno, a operação será inversa. Confira abaixo no quadro os horários completos.