quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Processo de impeachment põe democracia em risco, afirma Fátima Bezerra

   
Da Redação | 

A senadora Fátima Bezerra (PT-RN) afirmou nesta quarta-feira (3) que o processo de impedimento de Dilma Rousseff faz o Brasil "caminhar de modo perigoso para o sepultamento de uma jovem democracia".
— São apenas 27 anos [de democracia], considerando o período pós-ditadura. Nossas instituições ainda estão sendo fortalecidas e nossa democracia está em construção — afirmou durante reunião da Comissão Especial do Impeachment.
Fátima Bezerra lamentou pelo PSDB ter "maculado" sua história como um dos protagonistas do que classificou de golpe, o afastamento de Dilma. Para ela, o partido não aceitou o resultado das últimas eleições e não está respeitando a soberania popular.
— O golpe revela o desprezo da elite pela democracia. Elite que não quer abrir mão de privilégios — constatou.
Sobre o relatório de Antonio Anastasia (PSDB-MG), apresentado nesta terça-feira na Comissão Especial, Fátima Bezerra foi enfática: classificou o documento de "fraude".
— O senador quer condenar a presidenta da República por atos corriqueiros, que fazem parte da gestão pública. Atos praticados por ele mesmo quando foi governador de Minas Gerais — atacou.
Agência Senad
o

Nenhum comentário:

Postar um comentário