terça-feira, 9 de agosto de 2016

Espaços podem ser visitados por público da Rio 2016

 Os parques estaduais, administrados pelo Inea (Instituto Estadual do Ambiente), são ótimas opções de lazer para os turistas que acompanham a Rio 2016. Caminhadas ecológicas, banhos de cachoeira e até locais propícios para a prática de rapel são alguns dos atrativos que podem ser desfrutados pelos visitantes.

Considerado uma das maiores florestas urbanas do mundo, com 12.400 hectares, o Parque Estadual da Pedra Branca, situado na Zona Oeste da cidade, tem sede próxima ao Parque Olímpico. E não faltam atrativos a ser contemplados. O açude e Cachoeira do Camorim, Pedra do Quilombo e do Telégrafo, esta última com 350 metros de altitude, e menina dos olhos de quem curte uma selfie, são algumas das belezas naturais do parque com vista para praias selvagens de Grumari, Perigoso e Praia do Meio.

E para quem gosta de praticar caminhadas, a trilha Rio Grande é uma boa dica: são 800 metros de extensão que podem ser explorados por visitantes. As principais atrações são o aqueduto do século XIX, o recanto da Represa da Figueira e o da Represa da Padaria.

O parque também abriga a exposição permanente Da Pedra Branca ao Pau da Fome. A mostra tem informações sobre a composição das rochas do local, além de curiosidades sobre a flora e a fauna.

O Parque Estadual da Pedra Branca abrange toda a Baixada de Jacarepaguá e parte dos bairros de Vargem Grande, Vargem Pequena, Barra da Guaratiba, Campo Grande, Santíssimo, Senador Camará, Padre Miguel, Bangu, Realengo, Sulacap e Taquara. A sede da unidade fica no núcleo Pau da Fome, em Jacarepaguá, e as subsedes estão situadas nos núcleos Camorim, também em Jacarepaguá, e Piraquara, em Realengo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário