terça-feira, 9 de agosto de 2016

Oriunda da Cidade de Deus e integrante do Talentos RJ, brasileira é ovacionada


 

Da Cidade de Deus para o mundo. Rafaela Silva, nascida e criada na comunidade da Zona Oeste do Rio de Janeiro, escreveu mais um capítulo na história do judô brasileiro. A atleta conquistou a medalha de ouro, a primeira do Brasil nos Jogos Olímpicos Rio 2016 e a vigésima da modalidade neste tipo de competição. Carioca, de 24 anos, Rafaela faz parte da equipe do programa Talentos RJ, do Governo do Estado por meio da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, e não conteve as lágrimas ao ouvir o hino nacional no pódio. O tempo todo, a judoca foi incentivada pela torcida, que a ovacionou ao final da última luta.

– Me dediquei bastante este ano. Depois que conquistei a vaga, tinha um objetivo, que era representar bem todo o povo brasileiro e sair com uma medalha. E agora, ela está aqui –afirmou a mais nova campeã olímpica, na categoria até 57 kg (peso leve).
 
Caminho para o ouro
Atual número 14 do ranking mundial, Rafaela contou o tempo todo com a força da torcida presente desde cedo na Arena Carioca 2. Na primeira luta do dia, vitória por Ippon em cima da alemã Miryam Roper. Nas oitavas e quartas de final, a judoca brasileira não se intimidou e, por dois wazaris, venceu, respectivamente, a sul-coreana Jandi Kim e a húngara Hedvig Karakas.
 
Na semifinal, a brasileira precisou de mais tática para derrubar a romena Corina Caprioriu. A luta foi para gold score (morte súbita) e a menina da Cidade de Deus mostrou a que veio: fechou a disputa mais uma vez em um wazari. Na final, a atleta enfrentou ninguém menos que a líder do ranking mundial, Sumiya Dorjsuren, da Mongólia.
 
– Ainda tenho alguns familiares na Cidade de Deus e que não puderam vir hoje aqui. Se uma criança de lá tem um sonho, mesmo que demore, como eu não consegui realizar em Londres, mas quatro anos depois, consegui realizar o meu. Se elas têm esse sonho, é acreditar e batalhar que ele pode se realizar –ressaltou Rafaela Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário