quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Ministro diz que queda do preço do petróleo influiu no cancelamento de refinarias


O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, disse há pouco que a decisão da Petrobras de cancelar a construção de duas refinarias no Ceará e Maranhão decorreu da conjuntura local e internacional, e da situação da estatal, provocada pela Operação Lava Jato, que apura corrupção na empresa.
Braga participa neste momento de audiência pública promovida pela comissão externa que analisa o cancelamento dessas duas refinarias no Nordeste.
Segundo o ministro, o preço do petróleo no mercado internacional caiu neste ano, assim como o consumo de derivados no País. A soma dos dois fatores retirou a necessidade e a competitividade da construção das duas usinas.
Ele reconheceu, no entanto, que o País precisara de novas refinarias quando o consumo voltar a crescer, o que deve acontecer no final de 2016.
A reunião prossegue no plenário 15.

Reportagem - Janary Júnior
Edição - Marcelo Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário