quarta-feira, 30 de setembro de 2015

PF prende fraudador que desviou R$ 1,5 mi da Previdência Social


Macaé/RJ – A Polícia Federal prendeu no último sábado (26/09) um dos responsáveis pelo desvio de cerca de R$ 1,5 milhão dos cofres do INSS, em fraudes nos benefícios de pensão por morte. A prisão ocorreu durante o cumprimento de mandado de busca e apreensão expedido pela 1ª Vara Federal de Macaé em uma casa no município de Araruama/RJ.
Desde 2007, o homem de 46 anos recebia uma pensão por morte no valor de R$ 4.663,75 mensais, obtida por meio de inclusão de contribuições fictícias e da utilização de um atestado falso apontando o óbito de sua companheira que, apesar de supostamente morta, encontrava-se na residência do preso no momento da ação policial. O fraudador, que já responde judicialmente por outras fraudes, estava foragido com mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça Federal do Rio de Janeiro.
As investigações do Inquérito Policial identificaram ainda a participação de outras cinco pessoas no esquema que, com o auxílio do preso, obtiveram benefícios de pensão por morte com base em atestados de óbito falsos.
Durante a diligência foi encontrado ainda um revólver calibre 38 não registrado, ensejando também a autuação em flagrante do fraudador por posse ilegal de arma de fogo.
Conduzido até a delegacia, o casal foi indiciado pelos crimes de formação de quadrilha, falsidade ideológica, falsificação de documento público e estelionato, em que as penas podem chegar a 15 anos de prisão. Após a formalização dos procedimentos, os presos foram encaminhados ao sistema prisional do estado onde permanecerão à disposição da Justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário