quarta-feira, 30 de setembro de 2015

CI ouve estatais do setor elétrico que culpam governo por prejuízo

Da Redação |
A Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) aprovou requerimento do senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES) para realização de audiência pública sobre prejuízos enfrentados por empresas estatais do setor elétrico, conforme matéria veiculada nesta quarta-feira (30) pelo jornal Folha de S. Paulo.
Ferraço sugere que sejam convidados o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, e os presidentes da Eletrobras, José da Costa, da Eletronorte, Tito Cardoso de Oliveira Neto, e de Furnas, Flávio Decat de Moura.
Conforme a reportagem, as empresas culpam o governo federal por um prejuízo de R$ 20 bilhões, em virtude da atual crise no setor de energia elétrica.

Transporte escolar

Na mesma reunião, foi aprovado requerimento de Dalírio Beber (PSDB-SC) para realização de audiência conjunta com a Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE), para discutir o uso de cadeirinha para transporte de menores de 10 anos em veículos escolar.
Serão convidados, entre outros, Alberto Angerami, diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran); Luiz Yabiku, presidente da Associação Nacional Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea);  João Alziro Herz, presidente do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro); e Pedro Januário de Souza Neto, presidente do Sindicato dos Transportadores Escolares de São José e Região, no estado de Santa Catarina.
Por sugestão de Wellington Fagundes (PR-MT), a comissão também realizará três debates para avaliar o Plano Nacional de Logística de Transportes. Serão discutidos, entre outros temas, atrasos e abandono de obras públicas e a experiência internacional na concessão de obras de infraestrutura.

Dnit

Na reunião desta quarta-feira, foi lido relatório de Acir Gusgacz (PDT-RO) sobre indicação do nome de Fernando Fortes Melro Filho para o cargo de diretor de Administração e Finanças do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).
Após a leitura do relatório, foi concedida vista regimental, devendo o indicado ser sabatinado na próxima reunião do colegiado.
Agência Senado

Nenhum comentário:

Postar um comentário