quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Comissão adia audiência sobre desvio de verbas públicas de ONG ligada ao MST

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural adiou para o dia 21 de outubro a audiência pública com o ministro do Desenvolvimento Agrário (MDA), Patrus Ananias. A reunião com o minstro estava prevista para hoje.
Reprodução/TV Câmara
Dep. Nilson Leitão
Nilson Leitão: todos os anos, cerca de R$ 6 bilhões saem dos cofres do governo federal para abastecer convênios com ONGs – uma verba que, muitas vezes, não passa por controle 
Ele deverá prestar “esclarecimentos dos graves fatos noticiados na mídia acerca do desvio de dinheiro público de organização não governamental (ONG) ligada ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST)”, conforme explicita o requerimento apresentado pelo deputado Nilson Leitão (PSDB-MT).
Evento
O parlamentar cita reportagem segundo a qual a ONG Associação Estadual de Cooperação Agrícola de São Paulo (Aesca) recebeu do MDA R$ 277.958,00 para prestar assistência técnica e promover a Feira Estadual de Produtos Agroecológicos da Economia Feminina, com mulheres assentadas de Pontal do Paranapanema, Vale do Ribeira e sudoeste de São Paulo.
“Segundo a reportagem do Canal Rural, o evento nunca foi realizado. E isso não é tudo, após uma investigação que durou quatro meses, a reportagem do Canal Rural revelou que o convênio se tratava de um esquema para desviar dinheiro e abastecer o MST”, destaca o deputado.
R$ 6 bilhões
“Todos os anos, cerca de R$ 6 bilhões saem dos cofres do governo federal para abastecer convênios com ONGs – uma verba que, muitas vezes, não passa por controle”, acrescenta Nilson Leitão.
Na avaliação do parlamentar, “o ministro deve elucidar os fatos e prestar esclarecimentos não só a esta Casa, mas a toda população brasileira, que vive um momento de insatisfação face aos reiterados escândalos de corrupção que causam prejuízos aos cofres públicos.”
Da Redação – NA

Nenhum comentário:

Postar um comentário