quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Setor discute priorização do coletivo para uma mobilidade sustentável

O desempenho operacional do ônibus está cada vez mais comprometido pelo aumento do tráfego e do congestionamento nas principais vias urbanas das principais cidades brasileiras. O quadro evidencia a urgência de ações que deem prioridade ao ônibus, mas para que isso ocorra é necessário que políticas públicas sejam implementadas com esse objetivo e que o poder público assuma sua parcela de responsabilidade nesse processo de mudança.
Esse é o ponto de partida do seminário nacional da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU), com o tema “Prioridade ao coletivo por uma mobilidade sustentável”. No decorrer do evento, especialistas em mobilidade urbana do Brasil e do exterior vão contribuir com sugestões de soluções para fatores conjunturais, estruturais e para outros que comprometem a qualidade do serviço prestado e prolongam o tempo de viagem, favorecem a superlotação da frota, o desconforto e geram insegurança aos usuários do sistema.
De acordo com o presidente da NTU, Otávio Cunha, a intenção é incentivar uma divisão mais justa do espaço viário, que atenda à coletividade e priorize políticas públicas voltadas para a mobilidade sustentável.
Programação - O painel de Sustentabilidade, que abre o Seminário, no dia 2 de setembro, vai abordar a importância do uso de novas tecnologias no sistema de mobilidade urbana para tornar as cidades mais sustentáveis, com o uso de combustíveis de fontes limpas e o investimento em novos negócios. O painel é seguido por debates com representantes do poder público federal e municipal, dos comerciantes, das operadoras de transporte público e da sociedade civil.
Na sequência, no mesmo dia, palestra da pesquisadora Susan Zielinski, diretora do projeto SMART, da Universidade de Michigan (EUA), introduz o debate sobre a evolução da mobilidade urbana. Secretários de transportes de cidades brasileiras com projetos inovadores e sustentáveis participam com sugestões, ideias e propostas relativas ao tema.
No encerramento do dia (2), o jornalista e comentarista econômico da Rede Globo e CBN, Carlos Alberto Sardenberg, fala sobre o atual cenário da economia brasileira e mundial e os desafios e oportunidades no momento de crise para o segmento.
A agenda de negócios do setor também está incluída na programação, além das questões políticas e sociais que envolvem o setor de transporte público. No último dia do evento (3), a NTU promove a oficina de tecnologia veicular.  Na ocasião, especialistas, operadores e representantes da indústria vão apresentar e discutir os cenários e tendências relacionados a diversos temas de interesse do setor.
Feira Transpúblico
De 1º a 3 de setembro, no mesmo local do seminário, a NTU promove em parceria com a Marcelo Fontana Promoções e Eventos a Feira Transpúblico. Este ano a feira conta com cerca de 40 expositores da indústria e serviços do setor, permitindo a troca de informações sobre produtos e a realização de novos negócios.
Confira a programação:
1º DE SETEMBRO (terça-feira)
12h00 - Credenciamento
14h30 - Abertura da Feira Transpúblico 2015
22h00 - Fechamento da Feira
2 DE SETEMBRO (quarta-feira)
FEIRA TRANSPÚBLICO
09h00 - Abertura
22h00 - Fechamento

SEMINÁRIO NACIONAL
10h - Abertura oficial
10h30 - Painel “Prioridade ao coletivo por uma mobilidade sustentável”
O evento começa com uma apresentação de cases nacionais e internacionais que trazem soluções de prioridade ao transporte coletivo e os resultados concretos dessas ações. O painel é seguido por debates com representantes do poder público federal e municipal, dos comerciantes, das operadoras de transporte público e da sociedade civil.
12h30 - Debates
13h - Almoço
14h30 - Painel “O futuro da mobilidade sustentável: tendências mundiais”
Palestra da pesquisadora Susan Zielinski, diretora do projeto SMART, da Universidade de Michigan (EUA), que introduz o debate sobre a evolução da mobilidade urbana. Secretários de transportes de cidades brasileiras com projetos inovadores e sustentáveis contribuem com suas ideias e propostas.
16h - Debates
16h30 - Palestra “Cenário econômico nacional e perspectivas”
Carlos Alberto Sardenberg, jornalista e comentarista econômico da Rede Globo e CBN, fala sobre o atual cenário da economia brasileira e mundial e os desafios e oportunidades no momento de crise.
18h - Encerramento
3 DE SETEMBRO (quinta-feira)
FEIRA TRANSPÚBLICO
9h- Abertura
22h - Fechamento
SEMINÁRIO NACIONAL
10h às 17h - Oficina de Tecnologia Veicular
Especialistas, operadores e representantes da indústria vão apresentar e discutir os cenários e tendências relacionadas a diversos temas de interesse do setor, como alternativas energéticas e inovações tecnológicas em motores, chassis e carrocerias.
17h - Encerramento

Nenhum comentário:

Postar um comentário