quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Prefeitura avança na construção do novo centro para idosos

Projetos arquitetônicos para a construção do novo centro, que será construído na região norte, estão concluídos e em processo de aprovação

Os projetos arquitetônicos para a construção de um novo Centro de Convivência da Pessoa Idosa (CCI), na região norte, estão concluídos e em processo de aprovação pela Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação. No último mês, os projetos foram apresentados pela secretária municipal do Idoso, Maria Inêz Barroso, aos executivos da Ambev, Rodrigo Moccia e Átila da Veiga. O prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff, também acompanhou a apresentação.

Após aprovação dos projetos arquitetônicos, o próximo passo será a abertura do processo licitatório para a viabilização dos projetos complementares. A previsão é de que as obras iniciem no próximo ano.

O novo centro será construído na segunda região de maior concentração de pessoas com 60 anos ou mais, com 16 mil idosos, atrás somente da região central, com 20 mil idosos. Ao todo, moram, em Londrina, aproximadamente 64 mil idosos.

O CCI Norte será construído em área privilegiada da região, em um terreno da prefeitura, localizado na rua Luis Brugin, esquina com a avenida Saul Elkind. Os recursos para a construção foram doados pela Ambev, no ano passado, ao Fundo Municipal dos Direitos dos Idosos (FMDI).

Serão aproximadamente 640 metros quadrados de construção, distribuídos em dois auditórios, biblioteca, salão de eventos, salas de oficinas, de atendimento e de espera, cozinha, lavanderia, banheiros, pátio de serviço, além de recepção, administração e jardim interno.

O prefeito Kireeff ressaltou que o centro vem atender uma demanda da sociedade. Para ele, o perfil da população se consolida, com uma concentração de idosos cada vez maior e é importante que a sociedade se equipe, oferecendo espaços e serviços de acolhimento adequados. “A Secretaria Municipal do Idoso já presta um serviço muito bom aos idosos e este novo centro vai reforçar essa qualidade”, disse.

A secretária municipal do Idoso, Maria Inêz Barroso, salientou que, ao receber a doação da Ambev, a construção do novo centro foi prioridade, por abrigar um número muito grande de pessoas idosos. “Estas pessoas estavam dentro de casa, sem participar de atividades e, agora, vão poder contar com um centro de convivência em região privilegiada”, destacou.

Durante a apresentação, que aconteceu no CCI – Oeste, o gerente de Relação Institucional da Ambev, Rodrigo Moccia, disse que ficou muito satisfeito em poder ver o andamento do projeto. Os executivos da Companhia acompanharam as atividades do centro, que oferece atividades como cursos de pintura, dança de salão, oficinas de memória, teatro, palestras que abordam temas como saúde, direitos dos idosos e qualidade de vida, entre outras. Os dois centros que o município possui, um na região leste e outro na oeste, atendem 600 idosos, que geram cerca de 4 mil atendimentos por mês, no total.

O novo centro também vai oferecer atividades culturais, esportivas, recreativas, formativas e de lazer, promovendo o fortalecimento de práticas associativas, produtivas e promocionais, garantindo, ao idoso, o sentimento de cidadania e pertencimento social.

Nenhum comentário:

Postar um comentário