quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Brasil briga pela sétima colocação do Mundial Juvenil Masculino de Handebol



Equipe fez grande partida contra a Noruega, mas foi superada no campeonato disputado em Ekaterinburg, na Rússia
Santo André (SP) - Os atletas da Seleção Juvenil Masculina de Handebol foram grandes guerreiros na partida disputada nesta quarta-feira (19) pelo Mundial da categoria, em Ekaterinburg, na Rússia. Contra a forte Noruega, o jogo foi disputado do início ao fim, terminou empatado no tempo normal e foi decidido na cobrança de sete metros, quando a equipe nórdica acabou levando a melhor. O placar terminou 32 a 31, sendo 29 a 29 no tempo normal (16 a 15 para o Brasil no primeiro tempo). Com o resultado, a equipe irá disputar a sétima posição do campeonato, a melhor já conquistada pela categoria em Mundiais. Na edição anterior, o Brasil foi o nono colocado.

Durante o confronto, o Brasil mostrou muita vontade e teve uma boa performance. Embalados pelos sete gols do central Pedro Pacheco - artilheiro do Brasil no jogo -, a equipe se manteve sempre na briga. O primeiro tempo foi muito equilibrado, praticamente com um gol para cada lado em sequência, até que o time comandado por Ivan Mazieiro, o Macarrão, conseguiu fechar na frente. Na segunda etapa, a Noruega reagiu e chegou a abrir uma vantagem de quatro gols, mas os brasileiros foram buscar e conseguiram o empate.

O treinador elogiou o desempenho do Brasil durante a partida, principalmente por saber se recuperar nos momentos em que estava em desvantagem. "Foi um jogo muito forte. Ainda sentimos a falta de saber fazer partidas decisivas, pois são atletas ainda inexperientes. Nossos juvenis ainda jogam pouco o campeonato adulto, que a intensidade é outra. Fizemos jogos na Alemanha antes de vir pra cá e também tivemos os do Mundial, mas eles ainda têm pouca experiência em decisão", explicou. "O confronto de hoje foi bom. Estivemos à frente no placar, eles encostaram e nós soubemos passar de novo. Nas cobranças de sete metros ganha quem está mais preparado. Mas, esses meninos vão aprender muito com as partidas que fizemos aqui. Essa é a nossa nova realidade, jogar de igual com todo mundo, mas ainda pecamos nos detalhes, que esperamos melhorar a cada vez", acrescentou.

Amanhã, às 3h (horário de Brasília), a Seleção irá jogar com a Dinamarca - que hoje foi derrotada pela Suécia -, para definir quem fica com a sétima posição. "Enfrentaremos a Dinamarca, mas qualquer uma delas que passasse teríamos um jogo difícil. Vamos seguir em frente. O bom é que estamos melhorando a cada duelo. A promessa é de outro jogo forte também, porque aqui não tem nada fácil. Vamos seguir motivados para buscar a vitória e o sétimo lugar, que é importante para nós", encerrou Macarrão.

Jogos do Grupo D
*Horário de Brasília

Sábado (8)
França 37 x 18 Argentina
Eslovênia 31 x 18 Tunísia
Brasil 28 x 23 Japão

Segunda-feira (10)
Argentina 15 x 29 Eslovênia
Japão 18 x 27 França
Tunísia 23 x 24 Brasil

Terça-feira (11)
Argentina 23 x 24 Japão
Eslovênia 34 x 27 Brasil
França 34 x 24 Tunísia

Quinta-feira (13)
Eslovênia 36 x 23 Japão
Brasil 27 x 23 França
Tunísia 35 x 29 Argentina

Sexta-feira (14)
Japão 26 x 29 Tunísia
Brasil 29 x 13 Argentina
França 32 x 32 Eslovênia

Oitavas de final

Domingo (16)
Brasil 28 x 26 Rússia

Quartas de final

Segunda-feira (17)
Brasil 27 x 32 Islândia

Disputa de 5º a 8º lugares

Quarta-feira (19)
Brasil 31 x 32 Noruega

Quinta-feira (20)
3h - Brasil x Dinamarca

Seleção Juvenil Masculina

Goleiros - Marcos Vinícios Colodeti (Metodista/São Bernardo/Besni-SP) e Rangel Rosa (ACEU/Univali/FMEBC-SC).

Armadores - André Gonçalves de Lima Amorim (ADI/Slice/FMEL Itajaí-SC), Gabriel Ceretta Jung (EC Pinheiros-SP), Henrique José Petter Solenta (EC Pinheiros-SP), Marcos Vinícius Vieira dos Santos (CAIC/GHC/UFPI-PI) e Patrick André Toniazzo Lemos (Metodista/São Bernardo/Besni-SP).

Centrais - Leonardo Abrahão Silveira (EC Pinheiros-SP), Leonardo Dutra Ferreira (Handesfa Handebol-GO) e Pedro Souza Pacheco (EC Pinheiros-SP).

Pontas - Cauê Ceccon Baptista (EC Pinheiros-SP), Guilherme Miguel Laranjeiro Torriani (Metodista/São Bernardo/Besni-SP) e Pedro Paulo Alves Júnior (SACT/FME Criciúma-SC).

Pivôs - Gabriel Oliveira dos Santos Gondim (Metodista/São Bernardo/Besni-SP), Márcio Alan da Silva Naildo (ACEU/Univali/FMEBC-SC) e Matheus Francisco da Silva (EC Pinheiros-SP).

Nenhum comentário:

Postar um comentário