terça-feira, 7 de julho de 2015

Telmário repudia ataques contra Dilma na internet Da Redação e Da Rádio Senado

O senador Telmário Mota (PDT-RR) manifestou sua indignação diante dos ataques à presidente Dilma Rousseff nas redes sociais. Ele definiu as manifestações como “barbárie” originada de pessoas escondidas na “sombra do anonimato” e destacou o teor sexista dos ataques, considerando que constituem agressão a todas as mulheres.
O senador roraimense lamentou que, apesar do esforço do Poder Legislativo, as diferenças entre homens e mulheres no Brasil ainda são profundas. Ele apoiou o estabelecimento de cotas para mulheres na política e sugeriu ao Senado que não sabatine autoridades enquanto não houver igualdade de indicações entre homens e mulheres.
— É preciso lutar contra todo o preconceito, sejam aqueles construídos social e historicamente, sejam aqueles de índole econômica. A valorização do trabalho feminino é uma necessidade premente. É preciso que tal igualdade seja defendida com toda a nossa energia — disse.
Telmário lembrou que, desde a eleição do ano passado, também tem sido alvo de agressões pelas redes sociais. Ele atribuiu os ataques à orquestração de um grupo político adversário, e pediu à Polícia Federal que investigue o uso de perfis falsos na internet por pessoas que chamou de “criminosos, bandidos e covardes”.
Agência Senado

Nenhum comentário:

Postar um comentário