terça-feira, 7 de julho de 2015

Novo chefe-geral da Embrapa Agrossilvipastoril assume o cargo 
 
 
 
O pesquisador Austeclínio Lopes de Farias Neto assumiu o cargo de chefe-geral da Embrapa Agrossilvipastoril na última sexta-feira, em reunião interna para transmissão da função. Auster, como é mais conhecido, foi escolhido em processo de seleção e substitui o também pesquisador João Flávio Veloso Silva, que exerceu a função nos últimos seis anos.
A cerimônia oficial de posse ainda não foi marcada, mas deverá ser realizada nas próximas semanas com a presença de integrantes da diretoria da Embrapa e parceiros institucionais. O mandato do chefe-geral é de três anos, podendo ser prorrogado por mais três.
"Assumo a chefia-geral com grande motivação, no sentido de dar continuidade ao processo de consolidação da Embrapa Agrossilvipastoril", ressalta Auster, que buscará aperfeiçoar o trabalho realizado nos últimos anos.
"O que gostaríamos de implementar muito fortemente é o aumento da relação com as Unidades da Embrapa parceiras e também o aumento substancial de parcerias público privadas e de parcerias internacionais, que são áreas que podemos avançar com bastante força", afirma.
Currículo
Contratado como pesquisador da Embrapa Cerrados (Brasília-DF) em 1989, Auster está na Embrapa Agrossilvipastoril desde 2010. Foi o primeiro chefe-adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento da Unidade e exerceu o cargo até março desde ano. Nesta função, coordenou a montagem da equipe de pesquisadores e a formação da carteira de projetos científicos da Unidade.
Como pesquisador, desenvolveu sua carreira trabalhando com melhoramento genético de soja. Em 1995 conquistou o título de mestre pela Universidade de São Paulo (Esalq-USP) e em 2005 concluiu o doutorado na Universidade de Ilinois, nos Estados Unidos. Ambas as titulações foram obtidas trabalhando com genética e melhoramento de plantas. Como melhorista de soja, tem 25 cultivares protegidas e quatro registradas.
Além de exercer o cargo de chefe-adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento na Embrapa Agrossilvipastoril, Auster já foi gestor do Núcleo de Produção Vegetal e presidente da Comissão Interna de Biossegurança da Embrapa Cerrados. Também foi chefe do Departamento de Pesquisa e Experimentação da Fundação Zoobotânica do Distrito Federal.
Equipe
Para coordenar os trabalhos na Embrapa Agrossilvipastoril, Auster contará com três chefes-adjuntos. O pesquisador Eduardo Matos chefiará a área de Pesquisa e Desenvolvimento. Ele já ocupa o cargo desde março. O pesquisador Flávio Fernandes Júnior será o novo chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia. E o analista André Rossoni continuará na chefia-adjunta de Administração, cargo que ocupa desde o fim de 2013.

Gabriel Faria

Nenhum comentário:

Postar um comentário