terça-feira, 7 de julho de 2015

Estado tem Câmara Governamental de Segurança Alimentar

Uma das prioridades da entidade é a realização de fóruns que ampliarão o diálogo e a relação entre governos estaduais e municipais
Minas Gerais tem agora uma Câmara Governamental Intersetorial de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (Caisan). Criada por decreto do governador Fernando Pimentel, a finalidade da câmara é a integração dos órgãos e entidades da administração pública estadual e municipais nas áreas de desenvolvimento sustentável, alimentar e de direitos sociais.
A Caisan faz parte do Sistema Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (Sisan) e é composta por 12 secretários de estado e o presidente do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável de Minas Gerais (Consea-MG), dom Mauro Morelli. A Câmara vai monitorar e avaliar, de forma integrada, a destinação e aplicação de recursos em ações e programas de interesse da segurança alimentar.
A secretária executiva da Caisan, Jacqueline Junqueira, explica que os trabalhos da câmara já começaram por meio de conferências municipais e regionais, com a participação da sociedade civil, representada por líderes comunitários ou sindicatos. “Nas conferências, foram priorizadas demandas ligadas à segurança alimentar e nutricional que serão consolidadas na conferência  estadual em agosto e enviadas à câmara”, diz. Jacqueline explica ainda que a câmara analisará as demandas levantadas e as encaminhará para as secretarias e órgãos responsáveis.
O bispo emérito e presidente do Consea-MG, Dom Mauro Morelli, ressalta que a criação da câmara será muito importante, pois a integração dos governos municipal e estadual permitirá solucionar um problema constante na sociedade, que é a alimentação digna. “A criação desse instrumento possibilitará um espaço importante para o encaminhamento de decisões pertinentes para a promoção e defesa do direito a alimentação, que é a primeira necessidade do ser humano”, enfatiza.
Para aprimorar a integração entre governos, a câmara realizará fóruns bipartites que proporcionarão um espaço de dialogo contínuo com gestores municipais para pactuar ações de segurança alimentar e nutricional sustentável.
Plenário
Compõem o pleno da Câmara Governamental Intersetorial de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável os secretários estaduais Helvécio Magalhães (Planejamento e Gestão), Bernardo Santana de Vasconcellos (Defesa Social), Fausto Pereira dos Santos (Saúde), André Quintão (Trabalho e de Desenvolvimento Social), Macaé Evaristo (Educação), Miguel Correia Junior (Ciência, Tecnologia e Ensino Superior), Sávio de Souza Cruz (Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável), Luiz Tadeu Martins Leite (Desenvolvimento Regional, Política Urbana e Gestão Metropolitana), João Cruz Reis Filho (Agricultura, Pecuária e Abastecimento),  Paulo Guedes (Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas Gerais), Glênio Mariano (Desenvolvimento Agrário), Nilmário Miranda (Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania) e dom Mauro Morelli, presidente do Consea-MG.

Nenhum comentário:

Postar um comentário