terça-feira, 7 de julho de 2015

Participação da Presidenta da República na
VII Cúpula do BRICS
 
Ufá, Rússia, 8 e 9 de julho de 2015
 
 
A Presidenta Dilma Rousseff participará, nos dias 8 e 9 de julho, em Ufá, na Rússia, da VII Cúpula do BRICS.
 
Com a entrada em vigor do Acordo sobre o Novo Banco de Desenvolvimento no último dia 3 de julho, os líderes dos BRICS terão a oportunidade de discutir sua visão para a nova instituição, voltada para projetos de infraestrutura e desenvolvimento sustentável. A Cúpula contará com a participação do Presidente do Banco, o indiano K. V. Kamath, eleito hoje na primeira reunião do Conselho de Governadores do Banco, realizada em Moscou.
 
Os líderes terão igualmente a oportunidade de discutir a implementação do Arranjo Contingente de Reservas do BRICS, cujo Tratado constitutivo entra em vigor no próximo dia 30 de julho. Naquela data, tendo em vista os trabalhos preparatórios já realizados, o Arranjo estará plenamente operacional.
 
Entre outros resultados, a Cúpula de Ufá adotará o documento "Estratégia para uma Parceria Econômica do BRICS". Trata-se de um roteiro para o fortalecimento da cooperação entre os países do BRICS nas áreas econômica e comercial. A Estratégia prevê atividades consideradas prioritárias entre os BRICS em temas como comércio, investimento, energia, mineração, agricultura, cooperação financeira, infraestrutura, educação, ciência e tecnologia, turismo e mobilidade laboral. Também deverão ser assinados acordos de cooperação cultural e para a criação do sítio eletrônico conjunto do BRICS.
 
Dando continuidade à cooperação entre os cinco bancos de desenvolvimento dos países do BRICS, deverá ser assinado entre eles um Acordo para promover a interação dessas instituições com o recém-criado Novo Banco de Desenvolvimento.
 
Na vertente de relacionamento externo do BRICS, os líderes dos cinco países manterão, no dia 9, encontro com os líderes de países membros e observadores da Organização para Cooperação de Xangai e da União Econômica Eurasiática, além do Turcomenistão.
 
Os países do BRICS representam, hoje, 22% do PIB mundial. Em 2014, foram responsáveis por mais de 40% do crescimento da economia mundial.
 
O volume de comércio entre os países do BRICS saltou, entre 2005 e 2014, de 72 bilhões para 297 bilhões de dólares, um incremento de 311%, muito acima, portanto, do crescimento do comércio mundial, de 80%, no mesmo período. Os países do BRICS dobraram a sua participação no comércio desde 2001, representando, hoje, 18% do comércio global.

Nenhum comentário:

Postar um comentário