quinta-feira, 2 de julho de 2015

Polícia Civil cumpre medida cautelar de afastamento de prefeito de Dionísio Cerqueira

Em continuidade à operação Última Hora, deflagrada na quarta-feira, 1º de julho, pela Polícia Civil de Dionísio Cerqueira, com apoio de policiais civis da região e SAERFron, foi cumprida a medida cautelar de afastamento do prefeito de Dionísio Cerqueira, na tarde de quarta.

A operação é referente a uma investigação de fraudes com pagamento indevido de horas-extras a alguns servidores, havendo a suspeita de que tenha ocorrido dano aos cofres públicos do município que pode passar dos R$ 6 milhões. Há também indícios de fraude em licitações, cujos cálculos ainda não foram apurados.

A ação já tinha dado cumprimento a quatro mandados de prisão temporárias em desfavor de servidores públicos do município de Dionísio Cerqueira: o secretário municipal de Saúde, de 54 anos; a diretora do Hospital Municipal de Dionísio Cerqueira, de 35 anos; a secretária municipal da Assistência Social, de 51 anos; e o servidor público, de 55 anos.

Segundo o delegado de Polícia Civil de Dionísio Cerqueira, Eduardo Mattos, na investigação, que durou cerca de seis meses, os suspeitos responderão pelos delitos de formação de quadrilha, corrupção ativa, corrupção passiva, estelionato, peculato, falsidade ideológica, além de atos de improbidade administrativa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário