sábado, 3 de outubro de 2015

MPF vai às Escolas: palestras e concurso de redação abordam o tema “Corrupção, Não!”

Alunos do 8º e 9º anos da Escola Municipal Jorge Amado e do ensino médio do Colégio Central poderão participar do 1º Concurso de Redação do MPF/BA. O primeiro colocado de cada instituição receberá um tablet como prêmio
“Corrupção, Não!” Esse foi o tema da edição de 2015 do Projeto MPF vai às Escolas, realizado pelo Ministério Público Federal na Bahia (MPF/BA) nos dias 21 e 30 de setembro. Alunos da Escola Municipal Jorge Amado e do Colégio Central (Estadual da Bahia) assistiram palestras dos procuradores da República Melina Montoya e Eduardo Villas-Boas, respectivamente, sobre corrupção. Além disso, os estudantes participarão do 1º Concurso de Redação do MPF/BA acerca do tema. Os vencedores de cada escola receberão como prêmio um tablet.

O que é, quais atos configuram o crime de corrupção, suas consequências e apresentação de casos, como a Lava-Jato, foram algumas das questões discutidas pelos procuradores nos eventos. O objetivo não foi só levar conhecimento para os estudantes, mas também conscientizar os adolescentes da importância do combate à corrupção para o bem de todo o país.

Em apresentação do tema às turmas do 8º e 9º anos da Escola Municipal Jorge Amado, cerca de 70 estudantes debateram o assunto com procuradora Melina, responderam perguntas e participaram ativamente da palestra. O encontro ocorreu às 15h do dia 21 de setembro, no Espaço Avançar, no Bairro da Paz. Além disso, os alunos foram alertados sobre atos de corrupção que são considerados pequenos pelas pessoas, mas que não devem ser praticados, como “furar” fila, comprar produtos piratas, subornar policiais para não levar multa etc. “Precisamos agir corretamente e respeitar as outras pessoas, para podermos cobrar também respeito do outro”, explicou Melina.

Na manhã da última quarta-feira, 30 de setembro, a apresentação do MPF vai às Escolas ocorreu no Colégio Central, localizado no bairro de Nazaré. Cerca de 80 estudantes assistiram à palestra do procurador Eduardo Villas-Boas. Na ocasião, o procurador explicou que a Organização das Nações Unidas (ONU) estima que anualmente cerca de 200 bilhões de reais sejam desviados no Brasil. “Se esse dinheiro fosse aplicado corretamente, seria possível triplicar o orçamento federal em Saúde ou o em Educação, ou quintuplicar os orçamentos federais, estaduais e municipais em Segurança Pública”, afirmou.

Ao final das palestras, os procuradores apresentaram a campanha “Dez Medidas Contra a Corrupção” e solicitaram a contribuição dos adolescentes como multiplicadores.

Concurso de Redação – O 1º Concurso de Redação do Ministério Público Federal na Bahia tem como tema “Corrupção, Não!”. Os professores da Escola Municipal Jorge Amado e do Colégio Central irão supervisionar a confecção das redações, que serão realizadas na sala de aula, com duração máxima de 2h.

As escolas participantes selecionarão dez textos e os três melhores trabalhos de cada instituição serão escolhidos por Comissão Julgadora do MPF/BA. O primeiro colocado de cada escola receberá um tablet.

Nenhum comentário:

Postar um comentário