sábado, 3 de outubro de 2015

PF deflagra operação para combater extração ilegal de areia em MG


Belo Horizonte/MG – A Polícia Federal deflagrou ontem (30/9) a Operação Tempestade de Areia, com objetivo de combater a extração ilegal de areia na bacia hidrográfica do Rio Paraopeba, que era realizada sem a autorização do DNPM, nem licença ambiental da SEMAD.
Participaram da Operação 22 Policiais Federais, 8 Fiscais da SEMAD MG e 2 Auditores Fiscais da Secretaria da Fazenda de Minas Gerais. Foram cumpridos 6 mandados de busca e apreensão, sendo que 5 em pontos de extração de areia na bacia hidrográfica do Rio Paraopeba e 1 em um depósito de areia na região de Contagem, sob suspeita de compra de areia extraída ilegalmente do Rio Paraopeba.
Uma pessoa foi presa em flagrante e 3 dragas que atuavam ilegalmente na extração de areia no leito do Rio Paraopeba na região de Fortuna de Minas, Inhaúma e Paraopeba,  foram apreendidas, tendo em vista que uma das dragas estava em pleno funcionamento na hora da abordagem policial.
A operação foi realizada em conjunto com a Secretaria Estadual de Meio Ambiente de Minas Gerais que fiscalizou os locais de extração mineral e com a Secretaria de Estado da Fazenda de Minas Gerais que fiscalizou a empresa sob suspeita de comprar a areia extraída ilegalmente.
Também poderão ser indiciados outras pessoas já identificadas que eram sócias das extrações ilegais de areia ou que se beneficiavam com a compra dessas areias extraídas de forma ilegal. O Rio Paraopeba é o que abastece a região metropolitana de Belo Horizonte e sofre constante assoreamento devido ao grande número de extração ilegal de areia em seu leito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário