sábado, 19 de dezembro de 2015

Produção rural fluminense será apresentada em evento

Qualidade e diversidade da agropecuária e agroindústria serão destaques em 2016

Em 2016, o Rio de Janeiro vai ser a capital da produção rural. Entre os dias 20 e 22 de maio, o Jockey Club da Gávea será transformado em uma propriedade agrícola e vai mostrar toda a diversidade e a qualidade da produção agropecuária e da agroindústria fluminense.

O Rio Rural 2016 – iniciativa da Federação de Agricultura do Estado do Rio de Janeiro (Faerj), com o apoio da Secretaria de Agricultura e do Banco do Brasil – visa promover o setor junto aos consumidores urbanos e empresas de atacado e varejo.

De acordo com o secretário de Agricultura, Christino Áureo, quase 60% dos municípios do Rio de Janeiro não têm suas economias baseadas no petróleo, turismo e não estão na Região Metropolitana. Suas vocações estão associadas diretamente à capacidade produtiva do setor primário. Segmento que vem se desenvolvendo no estado com a agregação de tecnologia e produção de qualidade.

- Temos produtos altamente apresentáveis para as demandas de consumo, oferecendo qualidade e diversificação, refletindo o valor que a atividade vem conquistando no estado. Temos produtos orgânicos, lácteos, cafés especiais e um leque de alimentos voltados para o crescente mercado gastronômico - disse o secretário.

Para o presidente da Faerj, Rodolfo Tavares, o Rio Rural 2016 será uma oportunidade para que a população carioca conheça o esforço e o trabalho da família rural fluminense e entrará para o calendário de eventos do Rio de Janeiro.

Estado investe no desenvolvimento do setor

Nos três dias do evento, os visitantes terão acesso a produtos originados do campo com selo Produzido no RJ, além do artesanato rural. Os visitantes poderão participar ainda de ações práticas de combate ao desperdício de alimento, experiências gastronômicas e conhecimento de forma lúdica sobre o setor para as crianças. Também estão previstos workshops, palestras, exposições, espaços para teatro e experiências rurais.

- Apoiar o evento é uma forma de investir no crescimento do setor rural - disse a primeira-dama do Estado, Maria Lúcia Horta Jardim, madrinha do Rio Rural 2016.

Nenhum comentário:

Postar um comentário