sábado, 19 de dezembro de 2015

Inea entrega 300 unidades habitacionais na Baixada Fluminense

Mais de 600 famílias já foram beneficiadas pelo Estado

Mais trezentas famílias que moravam em área de risco às magens do Rio Sarapuí em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, receberam, nesta sexta-feira (18/12), as chaves das novas unidades habitacionais do condomínio Trio de Ouro. Com essa entrega o Instituto Estadual do Ambiente já beneficia diretamente 600 famílias que viviam em situação de vulnerabilidade.

A realocação da população ribeirinha é uma ação do Projeto Iguaçu, do Inea, que atua na Baixada Fluminense e tem como principais objetivos o controle de enchentes, a recuperação ambiental e a urbanização de áreas marginais dos rios Iguaçu, Botas e Sarapuí. O empreendimento Trio de Ouro é uma parceria dos governos do Estado e Federal, e faz parte do Programa Minha Casa, Minha Vida 2.

A diretora socioambiental do Inea, Ana Paula Costa comemorou a conquista dos moradores das ruas Bahiana, São Marcos e Pasteur que sofriam com as enchentes na região.

- Eles estão muito satisfeitos. Em março entregaremos o 3º Trio de Ouro, mais 220 unidades, além disso, temos dois importantes trabalhos aqui, o pós-morar e uma ação socioambiental - disse a diretora.

Visivelmente emocionada, a aposentada de 64 anos Iumezina Silvano de Carvalho recebeu as chaves da sua nova casa das mãos da diretora do Inea Ana Paula Costa.

- Estou muito satisfeita, esperei bastante tempo, mas chegou no momento certo. Agradeço a Deus em primeiro lugar e ao pessoal do Inea também, fomos sempre muito bem atendidos. Fizemos a vistoria nos apartamentos em agosto, agora vou de novo dar uma olhadinha, arrumar a minha casa e dormir tranquila - disse a dona de casa.

Os agentes socioambientais do Inea continuarão a atuar no condomínio, instruindo os novos moradores sobre o Plano de Mudança - um manual de boas maneiras para o convívio em harmonia -, e através de ações socioambientais, com a realização de oficinas de reciclagem para mobilização quanto ao descarte correto do lixo.

As obras do condomínio Trio de Ouro tiveram um custo total de R$ 95,7 milhões, sendo R$ 72 milhões de recursos federais e R$ 23,7 milhões de recursos do Fundo Estadual de Conservação Ambiental e Desenvolvimento Urbano (FECAM). O empreendimento Trio de Ouro é composto por 48 blocos, divididos em quatro condomínios, totalizando 960 unidades habitacionais.

Iniciado em 2007, o Projeto Iguaçu abrange os municípios de Duque de Caxias, São João de Meriti, Belford Roxo, Nilópolis, Mesquita, Nova Iguaçu e o bairro de Bangu na zona Oeste do Rio de Janeiro. Suas ações têm resultado em grandes melhorias nas condições de habitação e da infraestrutura urbana nas áreas atingidas por enchentes na região e na parte Oeste da Baía de Guanabara, beneficiando cerca de 2,5 milhões de habitantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário