sábado, 27 de junho de 2015

Wellington Fagundes cobra ações mais efetivas de combate ao tráfico de drogas Da Redação


No Dia Internacional da Luta contra o Uso e o Tráfico de Drogas, o senador Wellington Fagundes (PR-MT) subiu à tribuna do Plenário para cobrar do governo federal ações mais rigorosas de combate ao narcotráfico.
— É preciso que o governo brasileiro promova uma ação de peso. E aqui reivindico, desta tribuna, uma ação mais rigorosa, firme e convicta das nossas forças, em nome, também, da nossa soberania. Afinal, o povo brasileiro, a família se sente violada, violentada, atemorizada, estarrecida com a ação do tráfico de droga — disse.
De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), o Brasil é hoje o maior distribuidor de cocaína do mundo. Segundo o Escritório sobre Drogas e Crimes da ONU, o país tinha, em 2010, algo em torno de 1,8 milhão de usuários de drogas. Em 2015, mais de 3,3 milhões de brasileiros são consumidores de substâncias ilícitas.
— O Brasil registra um consumo quatro vezes superior à média mundial e quatro vezes superior a toda a média do consumo de drogas na nossa região. Ou seja, muito dessa droga é produzida em países vizinhos, mas acaba sendo consumida aqui.
Um dos caminhos de entrada da droga no país é o estado do Mato Grosso, informou o senador. A unidade federativa conta com mais de 720 quilômetros de divisa seca com a Bolívia, mas, segundo Fagundes, o monitoramento das fronteiras é limitado.
— A Força Nacional, às vezes, vai lá, coloca-se presente, prende um volume, mas, depois, some, e fica lá essa população à mercê, inclusive da pressão do narcotraficante — relatou.
Agência Senado

Nenhum comentário:

Postar um comentário