terça-feira, 30 de junho de 2015

Colombo fala sobre desafios da economia e união de forças no maior evento das Assembleias de Deus de SC

O governador Raimundo Colombo falou para cerca de 1,5 mil participantes da Convenção Estadual das Assembleias de Deus de Santa Catarina e Sudoeste do Paraná (Ciadescp), no final da manhã desta terça-feira, 30, em Piratuba, no Meio-Oeste. Durante a 76ª Assembleia Geral Extraordinária do grupo de igrejas, Colombo ressaltou os desafios da economia brasileira e reforçou que Santa Catarina está conseguindo avançar, mas encontra-se em um cenário de risco.


Foto: James Tavares / Secom

"Os desafios atuais exigem boa liderança e responsabilidade de todos. O Brasil precisa ter coragem para encarar a mudança. Precisamos mudar o sistema, pois a sociedade não aguenta mais pagar impostos e ter baixo resultado", afirmou.
O governador ainda agradeceu a pastores, ministros e demais líderes das igrejas por se empenharem na atividade de levar a mensagem de superação e trabalho às pessoas. Colombo salientou que, aliado ao trabalho das igrejas no combate às drogas, o Governo do Estado lançou, este ano, a segunda etapa do programa Reviver, voltado à prevenção e tratamento de dependentes no Estado.
O encontro, que começou na segunda-feira, 29, é realizada no Centro de Eventos Municipal e segue até sexta-feira, 3 de julho. Segundo um dos organizadores, pastor Jamir Brito, o evento reúne cerca de 1,5 mil homens e mil esposas de obreiros. As mulheres participam de um evento, realizado paralelamente no mesmo local.


Foto: James Tavares / Secom
O encontro, que ocorre duas vezes por ano, debate diretrizes que direcionam o trabalho das igrejas. A convenção possui 272 igrejas sede, além de inúmeras congregações.
Em pauta, estão assuntos administrativos da Convenção das Assembleias de Deus de Santa Catarina e Sudoeste do Paraná, eleições das diretorias e ordenação de novos evangelistas e pastores.
O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina também participou com uma palestra sobre segurança e cuidados em edificações religiosas.
ICMS
No evento de 2013 em Piratuba, Colombo assinou o decreto que regulamenta a Lei nº 15.314, de 2010, que proíbe o repasse da cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) nas contas de serviços públicos estaduais a igrejas e templos de qualquer crença, relativo ao fornecimento de energia elétrica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário