domingo, 28 de junho de 2015

Badesc vai disponibilizar R$ 55 milhões para microempreendedores de Santa Catarina

Mais uma ação do Governo do Estado, dentro do Programa SC Acelerando a Economia, vai disponibilizar R$ 55 milhões para microempreendedores catarinenses. Com o auxílio, eles poderão investir, impulsionando a economia da sua região e, consequentemente, do Estado, já que os recursos estarão disponíveis nos 295 municípios catarinenses. O governador Raimundo Colombo e o presidente da Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina (Badesc), Wellington Roberto Bielecki, assinam os repasses das verbas nesta sexta-feira, 26, no CIC, em Florianópolis.

Miriam Aparecida Doneda trabalha com artesanato em Criciúma e usa programa de microcrédito. Foto: Jadson da Luz/divulgação
Serão liberados recursos para o Programa Microcrédito de Santa Catarina para subsidiar o Programa Microcrédito Juro Zero, o que vai possibilitar a contratação de até R$ 35 milhões no programa. Isso representa 12,4 mil novas operações.
Também serão assinados contratos para o Programa Microcrédito com as entidades, Extracredi, que tem sede em São Miguel do Oeste e atende principalmente o Extremo-Oeste catarinense, além de contratos com a Acredite de Rio do Sul, que atende a região do Alto Vale do Itajai; Credioeste de Chapecó e região; e Banco do Empreendedor, que tem sede em Florianópolis e atende Grande Florianópolis, Litoral Norte e Planalto Norte.
“É o Governo do Estado investindo naqueles que precisam e fomentam a economia. O sistema de microcrédito de Santa Catarina é um exemplo para todo país,” disse o presidente do Badesc.
Programa Microcrédito de Santa Catarina
O Programa Microcrédito de Santa Catarina oportuniza crédito aos empreendedores por intermédio das instituições de microcrédito. As instituições atendem também empreendedores informais sem empresas constituídas. Ele disponibiliza até R$ 15 mil, que poderão ser pagos de acordo com a capacidade de cada empreendedor.
Desde 1999 até junho deste ano, o Badesc repassou R$ 148 milhões para as 34 instituições de Microcrédito Produtivo Orientado, que compreendem 19 organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscipis), 12 Cooperativas Sicoob e três Cooperativas Sulcredi. Esses recursos representam cerca de R$ 1,8 bilhão injetados na economia catarinense em 632 mil operações contratadas.
Juro Zero
O programa do Governo do Estado que concede até R$ 3 mil para microempreendedores individuais (MEIs) chegou à marca de R$ 109.161.625,81 em empréstimos, em 38.573 operações de crédito.
Para participar, é necessário ser formalizado e ter receita bruta anual de até R$ 60 mil. O MEI pode procurar uma das Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscips) parceira ou Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob), com endereços disponíveis no site do programa. O empréstimo pode ser parcelado em até oito vezes e, se as sete primeiras forem pagas em dia, a última é paga pelo Governo do Estado.
Os participantes recebem, ainda, orientações dos agentes de desenvolvimento e inovação do Serviço de Apoio à Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina (Sebrae/SC). O Juro Zero, programa coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável, conta também com a parceria da Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina (Badesc) e instituições de microcrédito catarinenses.
Serviço
O quê: Assinaturas do Badesc
Quando: Sexta-feira, dia 26 de junho, às 14h
Onde: Sala de Cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis 

Nenhum comentário:

Postar um comentário