sábado, 27 de junho de 2015

OAB repudia ameaças contra apresentador Jô Soares

Brasília - A Ordem dos Advogados do Brasil vem manifestar sua profunda indignação a respeito das ameaças de morte sofridas pelo apresentador Jô Soares.
Numa democracia, a liberdade, em seu conceito amplo, englobando a de imprensa e de expressão, é um dos pilares e valor dos mais relevantes para o progresso social.
Críticas à atuação de profissionais da mídia fazem parte do jogo democrático, mas ninguém deve sofrer ameaças por fazer ou deixar de fazer perguntas que agradem ou desagradem determinados grupos políticos.
O enorme número de mensagens parabenizando o trabalho do apresentador, bem como aquelas que dentro dos limites civilizados o criticaram, só atestam a competência do profissional.
O Brasil deve conviver com a diversidade política e de opiniões num ambiente democrático, onde a divergência seja respeitosa e o debate promova o aperfeiçoamento de posições.
Para tal, é imprescindível se reforçar, a cada dia, a liberdade de imprensa e de circulação de informações.
Para os males da liberdade e da democracia, só há um remédio, mais liberdade e mais democracia, sempre com a devida responsabilidade para não ofender valores civilizatórios e constitucionais, como o direito à vida, à diferença de pensamento e ao pluralismo de ideias.
Marcus Vinicius Furtado Coêlho, presidente do Conselho Federal da OAB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário