sexta-feira, 26 de junho de 2015

Mesa Técnica sobre sustentabilidade elabora planejamento estratégico




Sustentabilidade_Painel_Ibermuseus
A 1ª Reunião da Mesa Técnica Ibermuseus de sua nova linha de ação Sustentabilidade das Instituições e de Processos Museais Ibero-Americanos terminou no dia 24, com a definição de um planejamento estratégico. Coordenada pelo Brasil, com a participação de representantes do Chile, Colômbia, Espanha e Uruguai, o encontro aconteceu na sede do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), em Brasília (DF), entre os dias 22 e 24.
A iniciativa tem o objetivo principal de promover projetos e iniciativas que auxiliem instituições e processos museológicos na formulação de novos modelos de gestão sustentável. Desta forma, pretende-se que tais empreendimentos sejam capazes de fomentar continuamente o desenvolvimento local, compreendendo as dimensões social, cultural, econômica e ambiental.
Dimensão econômica
De acordo com o presidente do Programa Ibermuseus, e também presidente do Ibram, Carlos Roberto Brandão, acredita que mesmo que os países da região sofram eventuais problemas econômicos, os museus devem ser independentes.Para ele, a sustentabilidade econômica dos museus torna-se um fator necessário, na abertura da reunião, ao abordar a dimensão econômica da linha de ação.
Em congruência com a análise de Brandão, durante três dias, integrantes da mesa e a assessoria dos organismos parceiros do Programa, como a Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI), a Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (Aecid) e a Secretaria Geral Ibero-Americana (Segib), trabalharam na elaboração do planejamento estratégico da linha de Sustentabilidade e suas ações a curto, médio e longo prazo.
O encontro foi realizado em parceria com o Ibram e viabilizado pelo Programa de Capacitação para o Desenvolvimento no Setor Cultural (Acerca), financiado pela Cooperação Espanhola e com a colaboração da Fundação Internacional para a Ibero-América de Administração e Políticas Públicas (FIIAPP). 
Foto: Ascom Ibram

Nenhum comentário:

Postar um comentário