domingo, 28 de junho de 2015

Copel detalha projetos criados para evitar desperdício de energia

Copel detalha projetos criados para evitar desperdício de energia.Foto: Divulgação
O presidente da Copel, Luiz Fernando Leone Vianna, detalhou no Fórum Mundial de Meio Ambiente, em Foz do Iguaçu, os três projetos que a Companhia acaba de lançar para estimular o uso eficiente de energia elétrica e reduzir o consumo de papel. O evento, realizado nesta quinta (25) e sexta-feira (26), pelo Grupo de Líderes Empresariais (LIDE), promove o debate de ideias sobre mudanças climáticas e sustentabilidade.

Os projetos Lar Eficiente e Luz na Escola vão contribuir para evitar o desperdício de energia em residências e escolas. O projeto Fatura Solidária beneficia o meio ambiente ao estimular a troca da conta de luz impressa pela fatura por e-mail, reduzindo o consumo de papel.

Vianna explicou que os projetos vão ajudar os consumidores a economizar energia em casa, tornar mais eficiente a iluminação das escolas e ainda ajudar instituições sociais, caso do projeto Fatura Solidária, em que a Copel doará R$ 1 a uma Apae para cada adesão à fatura por e-mail.

“O setor elétrico brasileiro vive um momento crítico, com custo crescente de geração e a necessidade urgente de tornar mais eficiente o consumo de energia, evitando desperdício”, afirmou Vianna. “Em resposta a este cenário, a Copel segue atuando de acordo com as melhores práticas de sustentabilidade empresarial, buscando em sua operação a redução do impacto ambiental, a promoção do desenvolvimento social e a geração de valor a seus públicos, principalmente por meio de programas de eficiência.”

PROJETOS - Pelo Lar Eficiente, os consumidores de todo o estado vão ter um desconto de 45% para comprar um refrigerador ou um freezer novo e mais eficiente. O projeto é destinado aos consumidores residenciais da Copel, tanto da área urbana como da rural. A venda começará em 1 de julho e será feita em todo o Paraná pelas Lojas Colombo, vencedora da licitação.

Ao todo, serão 12 mil eletrodomésticos, entre refrigeradores e freezers, e 18 mil kits de iluminação, formado por quatro lâmpadas fluorescentes compactas de 15W e uma lâmpada LED de 9,5W. Para obter mais informações, basta acessar o site www.copel.com.

Com foco em cidadania e preservação do meio ambiente, o projeto Fatura Solidária – que também começa a valer no início de junho – permite que o consumidor troque sua conta impressa pela fatura por e-mail e escolha uma Apae para receber recursos da Copel.

A cada adesão, a Copel vai destinar R$ 1 para a instituição que o consumidor escolher. Para participar, basta acessar a Agência Virtual da Copel, aderir à fatura por e-mail e escolher a instituição.

No terceiro projeto lançado, cerca de mil escolas de quase 300 municípios serão beneficiadas com a substituição de lâmpadas antigas e ineficientes por lâmpadas fluorescentes tubulares ou compactas, contribuindo para evitar o desperdício de energia.

Com investimento total de R$ 14,3 milhões, o projeto Luz na Escola já beneficiou mais de 600 unidades e agora entra na terceira fase, em que 393 escolas vão receber nova iluminação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário