SCGÁS realiza passagem de gasoduto pelo Rio Hercílio em Ibirama

As obras do projeto Serra Catarinense alcançam mais uma importante etapa neste final de semana quando será realizada a passagem de tubulações de gás natural pelo Rio Hercílio, na cidade de Ibirama. Com uma técnica denominada furo direcional, uma máquina de grande capacidade perfurará o rio em uma extensão de 340 metros a 12 metros abaixo do leito.
A tubulação de 12 polegadas entrará por um furo alargador de 24 polegadas e tubo camisa (para atender outros modais, como fibra ótica) paralelo de 4 polegadas. A execução levará aproximadamente 8 horas, iniciando na manhã deste sábado (29/11).
O presidente da SCGÁS, Cósme Polêse, que vistoriará a obra, ressalta a importância dessa fase de execução do projeto: “chegamos a mais uma importante fase do projeto quando iremos atravessar mais um rio com uma técnica que respeita ao meio ambiente, pois elimina qualquer contato dos equipamentos com as águas”, afirma. “A orientação que recebemos do Governo do Estado é acelerar o máximo possível a execução das obras que atenderão a 16 cidades, consolidando a interiorização da oferta do gás natural ao interior catarinense”, completa.
Projeto Serra Catarinense
Com investimentos na ordem de R$200 milhões, o Projeto Serra Catarinense é atualmente o maior do Brasil em construção de rede de distribuição de gás natural. O gasoduto de aproximadamente 230 km levará o atendimento do município de Indaial até Lages, beneficiando 16 municípios que passarão a ser atendidos com oferta de gás natural nos mercados industrial, comercial, residencial e automotivo.
O projeto encontra-se em sua terceira fase de obras, que compreende o trecho entre Ibirama e Rio do Sul, do total de seis fases previstas. Os trabalhos seguem em duas frentes – do KM 112 ao 128 (trecho que comtempla passagem pelo Rio Hercílio) e do 128 ao 150 da BR-470, ambos em Ibirama – e estão dentro do cronograma. A conclusão destas duas frentes está calculada para até o fim de 2015.
Até agora já foram construídos aproximadamente 60 km de tubulações, um quarto do total previsto. A rede já implantada se encontra gaseificada até o município de Apiúna, com um cliente industrial do setor têxtil interligado.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Governador destaca investimento de R$ 120 mi em Ponta Grossa

Prefeitura começa a instalar lâmpadas de LED em ruas escolhidas pela população