sexta-feira, 22 de abril de 2016

Cerca de 60 pessoas acompanharam de perto o trabalho dos militares

Para comemorar o mês de abril, designado pela ONU como o período de conscientização do autismo, o Corpo de Bombeiros preparou uma manhã especial no Quartel Central da corporação, nesta quarta-feira (20/4). Em parceria com o Grupo Mundo Azul, cerca de 60 crianças, adolescentes e adultos com o transtorno puderam conhecer um pouco do trabalho dos militares, através de atividades lúdicas com brincadeiras e recreações.

O dia começou com a simulação de um salvamento com rapel em um prédio de três andares, que estava pegando fogo cenográfico. Depois foi a vez das crianças interagirem com os cães da corporação, que auxiliam em resgates, e com os materiais de trabalho dos bombeiros, como uniformes, mangueiras e cordas. Os pequenos também puderam se divertir em um muro de escalada e com passeios de caminhão pelo pátio do quartel. No final do evento, eles receberam certificados de participação.
 
Segundo a tenente Michele Dias, organizadora do encontro, todas as atividades foram pensadas especialmente para atender crianças e jovens com autismo.
 
– Tivemos o cuidado de nos reunir com psicólogos especialistas para preparar todos os detalhes. Sabíamos que era importante evitar som alto e barulho. Tudo foi feito com bastante cuidado e carinho – explicou a bombeiro.
 
Mãe de Marcelo, de 6 anos, Tatiana Reis aprovou a experiência.
 
– Fiz questão de trazê-lo porque acho importante que ele possa conhecer o trabalho dos militares. Fora que são poucas as atividades voltadas para os autistas, onde ele pode brincar à vontade, sem as pessoas ficarem olhando com preconceito. Temos sempre que aproveitar – afirmou Tatiana.
 
Para a corporação, o encontro não foi apenas um aprendizado para as crianças e os jovens.
 
– Foi uma troca. A interação entre os bombeiros e as crianças traz para ambos experiências de mundos diferentes, com muito aprendizado para transmitir de um para o outro. Até mesmo para as atividades profissionais dos bombeiros é importante conhecer como são as reações dos autistas, para que isso nos ajude em um momento de resgate, por exemplo – explicou a tenente Michele.

Mais vagas em 2017
Todas as vagas para participar do evento esgotaram em apenas duas horas. Presidente do Grupo Mundo Azul, Denise Aragão, contou que mais de 200 pessoas estão em uma lista de espera para participarem de uma próxima edição do encontro.
 
– Todo menino admira bombeiro, os vê como heróis. Sabia que seria um grande sucesso. Muitas crianças estavam tão ansiosas que dormiram pouco à noite. Hoje foi um dia único, que muitos deles vão lembrar para o resto da vida – avaliou Aragão.
 
No final do evento, o chefe do Estado-Maior dos Bombeiros, coronel Roberto Robadey, anunciou que a expectativa é de repetir o evento ano que vem, em abril, e que serão abertas mais vagas na próxima edição.


Bombeiros também levaram a família
Militares da corporação com filhos autistas também marcaram presença no encontro. O 1° tenente Jorge Batista fez questão de levar o filho Gabriel Sales Batista, de 17 anos, para participar das brincadeiras.
 
– Ele sempre fala que quer ser bombeiro e hoje pode ser militar por um dia. Foi uma experiência inesquecível, para ele e para mim, que estou aqui cheio de orgulho. Ele já tinha vindo ao quartel comigo, em formaturas, mas nunca teve a oportunidade de conhecer verdadeiramente o nosso dia a dia. Sempre que houver esse encontro aqui, vamos participar – disse o bombeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário