domingo, 15 de novembro de 2015

PF é destaque em conferência da ONU contra a corrupção


Brasília/DF -  A Polícia Federal participou da 6ª Conferência dos Estados Partes da Convenção das Nações Unidas Contra a Corrupção, realizada entre os dias 2 e 6 de novembro, em São Petersburgo, na Rússia. O evento é a maior referência mundial na prevenção e no combate à corrupção.
Atualmente, o tratado da ONU contra a corrupção conta com 177 países signatários e contempla cinco áreas: prevenção, cooperação internacional, recuperação de recursos, criminalização e fortalecimento das medidas previstas em lei, além da assistência técnica e troca de informações entre os países membros.
A Polícia Federal foi representada pela delegada Erika Mialik Marena, que integra o grupo de trabalho da operação Lava Jato. Ela participou, em conjunto com o Subprocurador-Geral da República, Nicolao Dino, de um painel específico sobre a operação.
Em sua apresentação, discorreu sobre algumas técnicas de investigação utilizadas na operação, em especial nos casos de corrupção, e destacou a importância da cooperação internacional para o sucesso do trabalho do grupo até agora. Ela ainda chamou a atenção para a problemática que envolve a lavagem de dinheiro, fruto de corrupção.
Segundo a delegada, o sistema financeiro paralelo que beneficia pessoas envolvidas em corrupção é o mesmo utilizado para a lavagem de verbas advindas de outros crimes. Por fim, Erika ressaltou que a forma mais eficaz de combate à corrupção é por meio do "estrangulamento" financeiro das organizações criminosas.
A operação Lava Jato chamou a atenção dos presentes na conferência. Representantes de diversos países fizeram perguntas durante a apresentação da delegada e contaram um pouco das experiências vividas nas respectivas nações no combate à corrupção

Nenhum comentário:

Postar um comentário