terça-feira, 17 de novembro de 2015

Mobilização quer ampliar contribuição dos educadores na construção da BNCC


Com o desafio de divulgar o documento preliminar da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), foi instituída, de 16 a 23 de novembro, a Semana de Mobilização pela Base no Rio Grande do Sul. Até sexta-feira, profissionais da educação básica deverão se mobilizar para conhecer a base, cadastrar-se como escola, organização, ou indivíduo, e contribuir para a qualificação do documento preliminar a partir do site oficial para consulta pública: www.basenacionalcomum.mec.gov.br.
O processo teve início com o lançamento do documento preliminar, em 16 de setembro, e segue com as contribuições. Em todo o Brasil, foram constituídas comissões estaduais de mobilização. No Rio Grande do Sul, este trabalho conta com a participação do Conselho Estadual de Educação (CEED), Cpers Sindicato, Federação das Associações de Municípios (Famurs), Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino Privado (Sinepe), Sindicato dos Professores do Ensino Privado (Sinpro) e União dos Conselhos Municipais de Educação (UNCME). A coordenação é da Secretaria Estadual da Educação (Seduc), em parceria com a União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime).
A participação efetiva na construção de políticas educacionais tem se intensificado após a aprovação do Plano Nacional de Educação, e reúne especialmente aqueles que executam o trabalho nos estabelecimentos escolares.
“Contamos com a participação de todos nesse processo importante de escuta para a construção de uma política que irá impactar nas propostas curriculares das escolas e redes, na formação e valorização de professores, nas avaliações externas e na produção de materiais e tecnologias de apoio a educação básica”, afirma Vitor Powaczruk, assessor pedagógico da Seduc, que integra a coordenação da BNCC no Rio Grande do sul.

Nenhum comentário:

Postar um comentário