sábado, 10 de outubro de 2015

Raimundo Colombo encerra Ciclo de Palestras em Araranguá

Com debates sobre os temas Segurança Pública, Educação, Mobilidade Urbana, Planejamento, Saúde, Infraestrutura, Agricultura e Energia, o Ciclo de Palestras de Assuntos Estratégicos, realizado na Regional de Araranguá, foi encerrado nesta terça-feira, 6, pelo governador do Estado, Raimundo Colombo. “Estamos fazendo um trabalho no sentido de buscar uma nova participação da sociedade e uma nova conscientização dos desafios que nós temos”, destacou o governador.


Foto: James Tavares / Secom
Colombo enfatizou que é visível a mudança no processo brasileiro e a crise que se vive hoje, mesmo assim, já se planeja investimentos com a renovação do Pacto por Santa Catarina. “O sistema está errado e é exatamente isso que precisamos, pessoas conscientes fazendo escolhas. O Pacto já está em uma fase acelerada de execução e nós estamos começando uma nova fase de planejamento para os próximos três anos. É uma forma de ajudar na economia dos municípios catarinenses, principalmente os menores, que estão passando por dificuldades.”
Os ajustes fiscais e a previdência também foram destaques durante a palestra do governador. “Não subimos nenhum imposto e não vamos subir. O nosso papel é de ajudar e fazer com que nenhum catarinense perca o emprego, por exemplo. Tenho muito otimismo e vamos em frente, dominar essa crise e não deixar que nos afete tanto”.
O governador destacou ainda que houve um crescimento no país durante os últimos anos e que em Santa Catarina, o cenário atual é otimista. “Crescemos muito nos últimos anos e imagine o que podemos fazer daqui pra frente. No setor de papel aumentamos a exportação violentamente, o setor cerâmico também e o têxtil está nesse caminho. O setor de peças automotivas está em uma fase difícil, mas está visando exportações. No turismo, com o dólar baixo, as viagens aconteciam para o exterior e agora, com o dólar em alta, os turistas, principalmente do Paraguai, Argentina e Uruguai, vão vir para o Estado”.
Por último, Colombo disse que há um clima pessimista no país e que se devem criar formas de amenizar e melhorar a situação. “As pessoas estão pessimistas e parece que o mundo acabou. Tenho certeza que vamos minimizar os efeitos da crise, mas para isso, temos que fazer os ajustes, diminuir as despesas e aumentar a eficiência”, concluiu.


Foto: James Tavares / Secom
O secretário de Estado do Planejamento, Murilo Flores, apresentou o Painel SC, que é um recurso que foi criado por próprios técnicos do Governo. Ele permite o acompanhamento de todos os projetos em execução pelo Estado, por meio do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam) e do Pacto por Santa Catarina. No programa, disponível na internet, é possível acompanhar todas as obras com descrição, fotos, definição de fonte de recursos, pagamentos e o andamento. Não só os gestores, mas os cidadãos podem baixar um aplicativo ou fazer o monitoramento pela internet, no www.painelsc.sc.gov.br.
As palestras
Os encontros do Ciclo ocorreram nos dias 11 e 25 de agosto, e 1º e 8 de setembro, com a participação de representantes de diversas entidades, sindicatos, associações, estudantes e de outros segmentos. Foram promovidos pela Secretaria Executiva de Assuntos Estratégicos do Estado com o apoio da SDR Araranguá, mediação do Sebrae/SC e orientação da Fundação ENA Brasil (Escola Nacional de Administração). Foram apresentados pelos representantes do Governo dados, estatísticas e investimentos que estão sendo feitos pelo Estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário