sábado, 10 de outubro de 2015

PF prende quadrilha responsável por incêndio em caixa eletrônico em MS


Campo Grande (MS) -  A Polícia Federal deflagrou, na manhã de hoje (7), em Campo Grande (­MS), a Operação "Caixa de Fogo" com o objetivo de prender três homens que participaram de um incêndio a um caixa eletrônico da Agência Aero Rancho da Caixa Econômica Federal.
Três suspeitos foram presos pela PF em suas residências no Distrito de Indubrasil e bairro Aero Rancho.
A Superintendência Regional da PF em Campo Grande (MS), deslocou uma equipe de policiais até a agência bancária com objetivo de investigar o ocorrido e coletar materiais, a fim de apurar a autoria do delito que ocorreu no dia 17 de maio.
Foi instaurado inquérito policial e através da análise das imagens do circuito interno de segurança, provas e indícios deixados no local, possibilitaram constatar que não houve explosão do terminal de autoatendimento e sim um incêndio criminoso.
Segundo investigações que levaram a identificação da quadrilha, os suspeitos utilizavam o artifício de buscar pessoas que estivessem vendendo seus veículos e propunham pagamento através de depósito na conta dessas, no entanto realizavam o pagamento através de depósito em dinheiro utilizando envelopes vazios que eram depositados em caixa eletrônico, obtendo comprovante emitidos e assim iludiam os vendedores e/ou proprietários desses automóveis.
A quadrilha chegou a ir até a Agência Aero Rancho da Caixa, para depositar seis envelopes vazios no caixa eletrônico, como depósitos simulados no valor total de R$ 16.400,00 um dia antes de atearem fogo na agência, acreditando que os envelopes seriam destruídos no incêndio. Desse modo, a instituição bancária não teria como conferir os envelopes, seria obrigada a creditar os valores.
Os membros da quadrilha são egressos do sistema prisional e se encontram em liberdade condicional, sendo um condenado por roubo à mão armada e dois condenados por tráfico de entorpecentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário