quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Outubro Rosa: Supremo adere à campanha de prevenção ao câncer de mama


O Supremo Tribunal Federal (STF) aderiu à campanha mundial de conscientização e combate ao câncer de mama conhecida como Outubro Rosa. Durante todo o mês, o edifício-sede do STF, em Brasília, recebe iluminação na cor característica da campanha.
No país, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), estima-se que 57.120 casos de tumores de mama serão diagnosticados neste ano. É o tipo de neoplasia que mais atinge as mulheres em todo o mundo e o diagnóstico precoce com tratamento em tempo hábil diminuem as taxas de mortalidade.
O Inca recomenda à mulher que, além de estar atenta ao próprio corpo, também faça exames de rotina que podem ajudar a identificar o câncer antes dos sintomas aparecerem.
O movimento Outubro Rosa nasceu nos Estados Unidos em 1997 para estimular a participação da população em iniciativas para o controle do câncer de mama.
No Brasil, empresas, órgãos públicos e monumentos recebem iluminação rosa, que remete à cor do laço que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama.

Nenhum comentário:

Postar um comentário