quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Brasil amplia número de praias e lagoas certificadas



Essa é a primeira vez que o Brasil inclui duas lagoas entre os ambientes costeiros, lacustres e fluviais contemplados com a bandeira azul

2015-06-26 10 37 50.gif 
Prainha, no Rio de Janeiro, teve a certificação renovada. Crédito: Instituto Ambientes em Rede


Carolina Valadares
Na temporada de verão 2015/2016 bandeiras azuis especiais vão tremular em nove praias, lagoas e marinas brasileiras. São cinco a mais que no ano passado a exibir o símbolo da certificação ambiental internacional, concedida a localidades que cumprem critérios de educação ambiental, segurança, qualidade da água e gestão do meio ambiente.  
Além das praias e marinas que tiveram os certificados renovados, foram incluídas a praia do Remanso e a Lagoa do Iriry, ambas em Rio das Ostras (RJ), a praia de Palmas, em Governador Celso Ramos (SC); a Lagoa do Peri, em Florianópolis (SC), e a praia de Ponta de Nossa Senhora do Guadalupe, em Salvador (BA). Essa é a primeira vez que o Brasil inclui duas lagoas entre as certificadas.
Os locais incluídos no programa Bandeira Azul devem seguir uma série de padrões: a praia não pode estar poluída com lixo, esgoto ou resíduos de barracas, a infraestrutura não pode causar danos ao meio, o estacionamento deve ser sinalizado e seguro, a praia deve ter salva-vidas e as passarelas devem estar em boas condições. Além disso, o bairro da praia deve ter saneamento básico e o local deve promover alguma atividade de educação ambiental para os usuários, afim de provocar a mudança do comportamento.
O Ministério do Turismo comemora a certificação.  “O turismo movimenta a economia e gera empregos, mas é preciso também que seja uma atividade sustentável e que não prejudique o meio ambiente para que as belezas naturais continuem sempre acessíveis aos nossos turistas”, diz o ministro do Turismo, Henrique Alves.
A coordenação nacional do programa Bandeira Azul também está satisfeita com as novas certificações. “Comprova que o programa vem crescendo e ganhando credibilidade no Brasil”, destaca Leana Bernardi, coordenadora nacional do Bandeira Azul.
O Brasil tem um grande potencial hídrico e além das praias podem concorrer ao certificado rios, lagos e represas. “Temos um litoral imenso e se considerar o interior há muito a explorar. O Brasil tem tudo para ser líder na certificação”, diz Leana. Atualmente, o país com mais bandeiras hasteadas é a Espanha, com mais de 600.
O Júri Internacional do Programa Bandeira Azul é composto pela Organização Mundial do Turismo, Fundação para Educação Ambiental (FEE) e outras entidades, além do Ministério do Turismo.

Praias e marinas certificadas – Temporada 2015/2016
Praia do Tombo – Guarujá, SP (renovação)
Prainha – Rio de Janeiro, RJ (renovação)
Praia do Remanso – Rio das Ostras, RJ
Lagoa do Iriry – Rio das Ostras, RJ
Praia de Palmas – Governador Celso Ramos, SC
Lagoa do Peri – Florianópolis, SC
Praia de Ponta de Nossa Senhora do Guadalupe – Salvador, BA
Marina Costabella – Angra dos Reis, RJ (renovação)
Marinas Nacionais – Guarujá, SP (renovação)

Nenhum comentário:

Postar um comentário