terça-feira, 4 de agosto de 2015

Ministério Público doa cerca de 3 mil itens para a Campanha do Agasalho






PORTO ALEGRE, RS, BRASIL 03.08.2015: O Ministério Público do Estado (MPE) doou aproximadamente 3 mil itens, entre roupas de cama, vestuário, calçados, alimentos e produtos de limpeza e higiene para a Campanha do Agasalho. As doações foram entregues pelo procurador-geral de Justiça, Marcelo Dornelles, à secretária do Gabinete de Políticas Sociais, Maria Helena Sartori, na tarde desta segunda-feira (3), na sede da instituição, em Porto Alegre. Foto: Karine Viana/Palacio Piratini
Doações foram entregues pelo procurador-geral de Justiça, Marcelo Dornelles, à secretária de Políticas Sociais, Maria Helena Sartori, na sede da instituição em Porto Alegre. - Foto: Karine Viana/Palacio Piratini -Download HD (1,98 MB)
O Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul (MP-RS) doou aproximadamente 3 mil itens, entre roupas de cama, vestuário, calçados, alimentos e produtos de limpeza e higiene para a Campanha do Agasalho. As doações foram entregues pelo procurador-geral de Justiça, Marcelo Dornelles, à secretária do Gabinete de Políticas Sociais, Maria Helena Sartori, na tarde desta segunda-feira (3), na sede da instituição, em Porto Alegre.
Os produtos foram arrecadados a partir de uma campanha de mobilização que envolveu membros e servidores do MPE, para atender aos desabrigados pelas chuvas que atingiram o Estado e que tiveram que deixar suas residências. As peças foram recolhidas pela Central de Doações.
O procurador-geral de Justiça destacou a ampla participação dos servidores da instituição e o trabalho de organização, uma vez que as peças foram entregues já separadas e encaixotadas. A secretária Maria Helena agradeceu a todos os colaboradores do MPE em nome das famílias que serão beneficiadas.
Também estiveram presentes o subchefe de Proteção e Defesa Civil, tenente-coronel Alexandre Martins de Lima, a coordenadora da Central de Doações, Magaly Costa, além de membros da administração superior do Ministério Público do Estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário