terça-feira, 4 de agosto de 2015

Associação destaca pioneirismo de pequenos provedores de internet e pede financiamento


Rocha informou que das 2.121 empresas provedoras de internet, 1.928 atuam em um único estado e 1.071, em um único município. 70% do acesso ocorrem por radiofrequência.
Helton Rocha, representante da Associação Brasileira de Provedores de Internet e Telecomunicações (Abrint), que reúne pequenos provedores de internet no Brasil, destacou que a evolução da cobertura no interior do País se deve muito ao pioneirismo dessas empresas. "Muitos pequenos provedores tiveram papel importante na orientação de como usar o computador dos usuários novos", exemplificou. Ele participa de audiência pública para discutir a qualidade da banda larga no Brasil, promovida pela comissão especial da Câmara dos Deputados sobre telecomunicações.
O setor, segundo ele, precisa de financiamento no longo prazo. Eles pedem taxas de 4,4% ao ano, 100% do financiamento do projeto e prazo de 10 anos. "As condições existentes hoje não nos atendem", lamentou.
A audiência ocorre no plenário 8.

Reportagem – Geórgia Moraes
Edição – Marcos Rossi

Nenhum comentário:

Postar um comentário