sábado, 4 de julho de 2015

Restauração da Casa de Câmara em nova etapa
 
 
Forros, paredes, esquadrias e fachadas já estão recebendo a devida atenção

foto/divulgação: Martinho Ghizzo

Edificação histórica abrigará o Museu da Cidade

As obras de restauração integral do prédio da antiga Casa de Câmara e Cadeia, que será reaberta ao público como Museu da Cidade, entraram, esta semana, na fase de instalação dos forros. Paralelamente, está sendo feita a recuperação do reboco do revestimento interno e externo das paredes e a instalação das esquadrias do piso superior, que precisaram ser parcialmente restauradas ou substituídas, além da troca e restauração dos elementos decorativos de duas fachadas (frontal e lateral).

A substituição destes elementos decorativos, aliás, exigiu um minucioso trabalho artesanal. É que os exemplares mais bem resguardados das peças que precisaram ser trocadas foram moldados para serem replicados numa produção em série, a fim de recuperar todas as fachadas. A substituição destes elementos decorativos feitos à parte e o restauro daqueles em condições de serem recuperados na própria fachada, na parte dos fundos do imóvel, já foram concluídos.

Além disso, desde a assinatura da ordem de serviço para início das obras, ocorrida em setembro do ano passado, também foram realizadas várias ações. Uma delas foi a restauração do madeiramento do telhado, em que igualmente tanto foram aproveitadas peças originais quanto trocadas as que exigiram substituição, devido à falta de manutenção e a ação do tempo; o “barroteamento”, ou seja, a estrutura para instalação de pisos e forros, e a descupinização total do prédio.

A restauração leva em conta projeto que foi elaborado pelo Serviço do Patrimônio Histórico Artístico Natural do Município (SEPHAN), vinculado ao Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (Ipuf). O critério que orienta as obras é a preservação dos aspectos originais da edificação, privilegiando a utilização de materiais e técnicas construtivas de época, e, portanto, históricas, já que a edificação data de 1771, sendo uma das três mais antigas e significativas de Florianópolis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário