sábado, 4 de julho de 2015

Produção de sementes

Com o objetivo de tornar mais acessível um conjunto de informações sobre aspectos básicos e aplicados dos processos vitais da semente e de fatores que afetam seu desempenho, o professor do Departamento de Produção Vegetal da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP, Júlio Marcos Filho, lançará a segunda edição do livro Fisiologia de Sementes de Plantas Cultivadas em setembro deste ano.
O professor realizou o pré-lançamento da obra no quarto Curso de Fisiologia de Sementes, promovido pela Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes (Abrates), em Londrina (PR), no mês de maio. Na ocasião, foram impressos cerca de 120 exemplares para os participantes do evento. No entanto, o lançamento oficial acontece entre 14 e 17 de setembro no 19º Congresso Brasileiro de Sementes, em Foz do Iguaçu (PR).
A nova edição é publicada pela Abrates e contém 660 páginas. Os temas são os mesmos da primeira edição, com uma atualização do conhecimento disponível O conteúdo compreende 13 capítulos sobre a importância das sementes, formação e maturação, relações água/sementes, dormência, germinação, deterioração, condicionamento fisiológico, vigor e desempenho e avaliação do potencial fisiológico. O primeiro livro foi lançado em 2005, com 445 páginas. Ao todo, foram impressos 3 mil exemplares entre o ano de lançamento e 2011.
A nova edição também será oferecida em inglês, com tradução de Lloyd Friedrich e revisão do professor Miller McDonald, da Ohio State University; e em espanhol, traduzido por Daniel Ricardo Souza Gomez, que trabalha na área de entomologia da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Nenhum comentário:

Postar um comentário