quinta-feira, 2 de julho de 2015

“Operação Noite Fria” realiza 332 atendimentos em junho

 

 

Passaram, pelas entidades acolhedoras, pessoas de cidades como São Paulo, Curitiba, Maringá, Apucarana, e Assis

A “Operação Noite Fria”, ação realizada pela Secretaria Municipal de Assistência Social, com o intuito de intensificar o atendimento à população em situação de rua no período do frio, atendeu 332 pessoas em junho. A ação está sendo realizada desde maio e prossegue até setembro, com ampliação de 40 vagas no total, nas entidades que integram a rede de acolhimento para pessoas em situação de rua, Bom Samaritano e Associação Projeto Pão da Vida.

Das 332 pessoas atendidas, 214 são de Londrina, e as demais vieram de diversas cidades, como São Paulo, Curitiba, Maringá, Apucarana, Cambé, Assis, entre outros municípios. Elas foram encaminhadas pela equipe vinculada ao serviço especializado de abordagem social, do Centro Pop, hospitais, por demanda espontânea, entre outros.

Para realizar a ação, a Secretaria Municipal de Assistência Social destinou aproximadamente R$ 134.400,00, provenientes do Fundo Municipal de Assistência Social para as duas entidades conveniadas ao Município. Serão R$ 126 mil para custos com alimentação, higiene e vestuário e outros R$ 8.400,00 para a aquisição de equipamentos, como camas e colchões.

A secretária municipal de Assistência Social, Télcia Lamônica de Oliveira, ressaltou que, na Operação Noite Fria, a pessoa acolhida, além do pernoite com banho e alimentação, recebe roupas e kit de higiene, com  toalha, sabonetes, pastas e escovas de dentes. “Recebe, ainda, atendimento técnico, orientação e encaminhamentos”, disse.

Entre os encaminhamentos, destacam-se o acolhimento institucional, o retorno para a cidade de origem, retorno familiar, Unidade Básica de Saúde, Hospital, assim como orientações para viabilização de documentação, trabalho e acesso a outros serviços e benefícios da rede do município.

A equipe de abordagem da Secretaria Municipal de Assistência Social realiza os atendimentos através de busca espontânea das pessoas em situação de rua e/ou por solicitação da comunidade, através dos telefones 9991-4568 e 9996-3497, das 7h00 às 22h30 horas.

Números - O Município de Londrina presta atendimento diário a 169 pessoas adultas, nos serviços de acolhimento. Fazem parte da rede de serviços, as entidades Bom Samaritano,  com atendimento a 79 pessoas; Serviço de Obras Sociais (SOS), que atende 21 pessoas do sexo masculino; Casa do Caminho, que  atende três pessoas e Associação Projeto Pão da Vida que possui três unidades, sendo uma feminina, com 20 vagas para mulheres com ou sem filhos, uma masculina, para 25 pessoas, e a Casa de Passagem, com capacidade para 21 pessoas. Ela é voltada ao atendimento de pessoas em trânsito pelo município e/ou que nunca tiveram passagem nos serviços de acolhimento.

Texto: Dayane Albuquerque

Nenhum comentário:

Postar um comentário