sábado, 4 de julho de 2015

O Senar oferece 73 qualificações em Mato Grosso do Sul na semana de 13 a 18 de julho, com 748 produtores inscritos

alimento saudavel 3 Ivinhema
Um estudo publicado pela Fiesp - Federação das Indústrias do Estado de São Paulo e o Ibope -Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística revelou que a procura por alimentos mais nutritivos e saudáveis teve aumento de 32% nos últimos anos no Brasil. Para qualificar produtores rurais sobre esse tipo de alimentação, o Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso do Sul oferece capacitação em Produção Artesanal de Alimentos em três municípios este mês: Ponta Porã, de 14 a 15 de julho, no Banco de Alimentos; Miranda, de 17 a 18 de julho, no Forte de Coimbra; e Jardim, de 23 a 24 de julho, no Centro Comunitário.
Segundo a nutricionista e instrutora do Senar/MS, Ocalícia Tiago Campos, o objetivo do curso é preparar receitas saudáveis utilizando, principalmente, alimentos encontrados na região e aproveitá-los da melhor forma possível. “O enfoque é usar os alimentos na sua totalidade. Além disso, a alimentação saudável traz vários benefícios para saúde, como por exemplo, o controle do peso, dos níveis sanguíneos e da pressão arterial”, explica. O curso deverá qualificar 36 produtores familiares, habilitando-os no preparo dos alimentos, higienização, armazenamento e elaboração do cardápio, além de dez diferentes receitas.
Apesar da intenção em manter uma alimentação saudável e equilibrada, cerca de 50% da população brasileira não consome alimentos em casa devido à correria do dia-a-dia. O consumo médio atual de frutas, verduras e legumes pela população brasileira é menos da metade das 400 gramas por dia recomendadas pela OMS - Organização Mundial da Saúde.  “A comida industrializada é repleta de corantes, conservantes e outros nutrientes em excesso que acabam prejudicando a saúde, como o sódio. Uma porção do miojo, por exemplo, tem 1.900 mg de sódio”, relata Ocalícia.
A instrutora do Senar/MS explica que, além de diminuir os riscos de doenças cardiovasculares e diabetes, a alimentação saudável também contribui para a redução dos níveis de estresse. Alguns hábitos alimentares acabam contribuindo para o agravamento do quadro e até para uma piora da saúde de um modo geral. “A alimentação saudável feita em casa diminui o estresse e melhora o humor, pois permite a elaboração de um cardápio equilibrado com alimentos que auxiliam na produção de serotonina”, afirma.
O Senar oferece 73 qualificações em Mato Grosso do Sul na semana de 13 a 18 de julho, com  748 produtores inscritos. Para mais informações, acesse o site www.senarms.org.br ou entre em contato pelo (67) 3320-9700.

Crédito fotos: Sindicato Rural de Ivinhema

Nenhum comentário:

Postar um comentário